O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Serviços e Outros » Como abrir uma financeira? GUIA COMPLETO para você lucrar alto

Como abrir uma financeira? GUIA COMPLETO para você lucrar alto

Sumário

Quer abrir uma financeira, mas ainda não sabe como começar o seu negócio? Neste artigo reunimos várias informações e dicas que você precisa saber para atuar na área. Acompanhe a leitura e saiba mais. 

Se você está em busca de uma melhor qualidade de vida e mais autonomia no trabalho diário, provavelmente está pensando em empreender, não é mesmo? Este é o sonho de 46% dos brasileiros, segundo pesquisa.

Porém, antes de fazer qualquer tipo de investimento, é muito importante entender o mercado e encontrar alternativas mais seguras para a sua atuação. As opções de baixo custo, inclusive, vêm chamando cada vez mais a atenção de empreendedores. 

É por isso que abrir uma financeira pode ser uma boa escolha para quem busca bons rendimentos. Melhor ainda, para quem deseja modelos de negócio mais flexíveis, como o home office. Quer saber mais? Continue com a gente!

Qual o jeito mais fácil de abrir uma financeira?

Para quem pensa em começar um negócio, abrir uma financeira é uma boa oportunidade para ter um empreendimento que dê resultados. Mas você sabe qual a forma mais fácil de começar um negócio como esse? 

Iniciar um negócio totalmente do zero pode ser algo muito difícil e com riscos redobrados. Afinal de contas, você será o responsável por desenvolver todo o planejamento e operação do negócio, além de ter que realizar testes. 

Por isso, investir em uma franquia pode ser a escolha mais segura e vantajosa para o empreendedor. Afinal, as franquias consistem em réplicas de um negócio já estabelecido no mercado, em novas unidades. 

Dessa forma, o empreendedor se tornará um franqueado e será responsável por conduzir uma unidade, mantendo o padrão de qualidade da marca. Para isso, a marca oferecerá treinamentos e vários tipos de suportes. 

Com um modelo de negócio já desenvolvido, é mais fácil para o empreendedor colocar tudo em prática e ter bons resultados na administração.

Não é à toa que as franquias são consideradas bons investimentos, que trazem mais segurança para os investidores. Para se ter uma ideia, elas apresentam uma baixa taxa de mortalidade no mercado. 

De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), apenas cinco a cada 100 franquias fecham as portas em um período de 24 meses. Ou seja, temos uma taxa de mortalidade de 5%.

Por outro lado, em empresas normais esse número é bem maior. Segundo o SEBRAE, a taxa de mortalidade de negócios normais é de 25%, no mesmo período. 

Logo, uma franquia se mostra uma escolha com menos riscos. Assim, é possível trabalhar em parceria com empresas diferentes, conseguindo um catálogo amplo de serviços para oferecer aos clientes. Ou seja, com mais possibilidades de fechar negócio e ter uma empresa de sucesso. 

Serviços que você vai oferecer com uma financeira

Agora você já conhece uma forma segura e bem prática de abrir uma financeira, porém deve estar se perguntando qual tipo de serviço poderá oferecer em um negócio como esse. São muitas opções para atender aos clientes.

Saiba que esse empreendimento pode reunir um catálogo versátil de serviços. Isso aumenta ainda mais as chances de trabalhar com pacotes, ter bons tickets médios e alcançar diversos clientes. 

Sendo assim, você irá trabalhar com soluções financeiras que sejam atrativas e úteis para as pessoas. Portanto, é possível oferecer créditos pessoais e consignados, financiamentos, consórcios, empréstimos e mais. 

Além disso, em uma financeira, você pode atuar com a oferta de seguros variados. Então, os seus clientes podem contratar seguro-auto, residencial, seguro de vida e muitos outros. 

Para as empresas você pode oferecer capital de giro, serviços de cartão de crédito e várias outras opções. É um segmento com uma grande variedade de soluções e, com isso, muitas chances de ganhar dinheiro.

Desse modo, em uma única empresa você pode atuar em parceria com vários bancos, instituições financeiras e seguradoras. Com isso, pode construir um catálogo amplo e cheio de opções para os clientes. 

Sua função será realizar cotações para as pessoas, buscando alternativas úteis e com preços atrativos para cada uma. Então, é importante saber ouvir o desejo dos clientes e conhecer os tipos de serviços mais adequados para o caso específico. 

Você terá que atuar como um mediador entre o cliente e a empresa, buscando valores e condições mais atrativas para conseguir fechar negócio. 

E, para fazer tudo isso, você nem precisará gastar muito, como explicaremos agora.

Quanto custa abrir uma financeira?

Outra informação importante para quem deseja abrir uma financeira é o valor que será necessário para viabilizar uma unidade. Lembre-se que uma franquia de financeira pode ter um investimento bem em conta

Isso porque, em muitas franqueadoras, o empreendedor tem a opção de atuar no formato home based. Ou seja, você pode abrir em casa a sua unidade, usando um computador e telefone para trabalhar. 

Desse modo, você terá uma série de economias. Primeiramente, não precisará custear a implantação de uma unidade física. Além disso, não terá custos adicionais com aluguel, manutenção do espaço, contas e nem com muitos funcionários.

Inclusive, muitas opções de franquias na área se enquadram como microfranquias. Assim, são chamadas as franquias que exigem um investimento inicial de até R$ 135 mil. 

Dessa maneira, são opções mais econômicas e com um formato enxuto. Esse é o caso também de muitas franquias virtuais. Isso porque os franqueados podem trabalhar de casa, administrando o negócio pelo computador. 

Assim, ao procurar por uma franquia de financeira, é possível encontrar várias alternativas com valores abaixo de R$ 135 mil. Inclusive, podendo atuar de casa. 

Porém, se desejar um espaço físico, como uma loja, você precisará de preparo para investimentos maiores. Afinal de contas, terá que alugar um espaço, realizar reformas e fazer a decoração de acordo com o padrão da marca. 

Dessa forma, precisa analisar bem um ponto comercial, um local que chame a atenção e esteja próximo do seu público-alvo. Um estabelecimento bem localizado é uma das chaves para o sucesso de um empreendimento.

Melhores franquias no setor financeiro para você abrir

Você já percebeu que abrir uma financeira pode ser mais fácil se optar pelo modelo de franchising. 

Em uma franquia você estará abrindo mais uma unidade de um negócio estabelecido no mercado. Com isso, é ainda mais fácil conquistar a confiança das pessoas. Afinal de contas, a marca já carrega a credibilidade.

Do mesmo modo, a franqueadora auxilia nas suas estratégias de divulgação, um ponto essencial para o sucesso do negócio. Seja por meio de um marketing digital ou parcerias, a publicidade do negócio tem que estar entre suas prioridades e cuidados.

Para este trabalho a franqueadora costuma apresentar materiais bem direcionados, que ajudam nesta captação de clientes. Por exemplo, propagandas pelas redes sociais, promoções, entre outros.

Além disso, você terá vários tipos de suporte por parte da franqueadora, que são úteis no momento de administrar e conduzir o negócio. 

E para que você esteja ainda mais preparado no momento de investir, separamos algumas dicas de franquias no setor financeiro. Assim, você poderá conhecer mais sobre as marcas que estão no mercado. Confira!

[raio_x_esf]

Requisitos e documentações para abrir uma financeira

Depois de todas essas informações ao longo do texto, você provavelmente está mais preparado para abrir uma financeira. Mas um tópico importante a ser abordado é a documentação para atuar na área. 

Normalmente, quem abre uma financeira ou corretora totalmente do zero precisa passar por uma série de regulamentações. 

É preciso obter uma autorização prévia do Banco Central para regularizar o funcionamento da financeira. Inclusive, é bom ter um plano de negócios bem estruturado nesse momento, o que vai ajudar tanto na aprovação quanto no sucesso da sua financeira.

Um dos requisitos é o registro e a carteirinha da Superintendência de Seguros Privados, a Susep. A Susep é o órgão que controla e fiscaliza o mercado de seguros, capitalização, previdência privada e resseguro no país. 

Assim, para atuar no ramo, a pessoa precisa passar por uma capacitação, realizando posteriormente uma avaliação para comprovar a proficiência. 

Porém, no caso das franquias, o corretor poderá usar a Susep da própria marca para atuar no mercado por até dois anos. Então, após esse período, também é preciso fazer o teste para obter o documento. 

A grande vantagem, sem dúvidas, é que ao longo desses dois anos, o franqueado pode ter a experiência na prática. 

Ou seja, antes de tirar o documento e realizar todo o investimento para isso, ele poderá descobrir se realmente gosta e deseja continuar atuando no ramo. 

Perfil do empreendedor de uma financeira

Agora que você sabe como abrir uma financeira, é fundamental que entenda também qual o perfil desejado para quem irá atuar no ramo. 

Antes de tudo, o futuro franqueado precisa ser uma pessoa organizada, pois ele será responsável pela administração do negócio. Com isso, ele terá que cuidar da parte financeira e operacional. 

Também é muito desejável que ele tenha facilidade em lidar com pessoas e consiga ter uma boa desenvoltura para realizar vendas e fazer negociações. E, claro, é fundamental se identificar com o mercado e o modelo de negócio escolhido. 

Esse é, inclusive, um dos pontos abordados no curso Guia Para Iniciantes. São aulas que você pode acessar clicando aqui, assistir online e entender em detalhes como investir em uma franquia. Sem prejuízo e sem o risco de escolher uma marca ruim.

É fundamental conhecer bem o perfil dos seus clientes, para que possa oferecer soluções bem direcionadas ao que ele precisa. Isso aumenta suas chances de fechar negócio.

Do mesmo modo, entender as necessidades de cada um, para que possa ofertar o que eles precisam. Isso será um ponto para que possa elaborar suas estratégias de negócio.

Em uma franquia, o empreendedor pode contar com muitas vantagens, mas também precisa estar disposto a seguir o padrão estabelecido pela marca. Logo, precisa seguir todas as recomendações para guiar o negócio de forma correta.

Ou seja, a pessoa precisa estar disposta a se dedicar ao trabalho, levando em consideração as dicas e instruções para uma boa administração. Além de contar com uma versatilidade para lidar com o público e parceiros. 

Enfim, para abrir uma financeira é importante ter os cuidados burocráticos e também com o seu próprio perfil. Tomando essas precauções, o sucesso vai depender de sua dedicação nesta jornada.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje