Agência de viagens física x agência virtual: qual modelo escolher?

Por
em
Advertisement

Quer iniciar um novo negócio, mas não sabe se é melhor abrir uma agência de viagens física ou virtual? Acompanhe o texto e descubra tudo o que você precisa para tomar a melhor decisão!

Abrir uma agência de viagens pode ser um ótimo negócio. Isso porque o faturamento do setor de turismo é alto, mesmo em épocas de crise econômica.

Na hora de investir na opção, porém, é essencial descobrir qual o melhor modelo de negócio para os seus objetivos: on-line ou loja física? O mercado oferece as duas opções de agência de viagens, e elas podem chamar a atenção por diferentes motivos.

Entenda o comércio eletrônico de produtos e serviços

O comércio eletrônico é uma realidade consolidada no Brasil há muito tempo. Para se ter uma ideia, as lojas on-line de produtos e serviços alcançaram R$ 87,4 bilhões de reais em faturamento em 2020, segundo dados da consultoria Ebit/Nielsen.

Outra vantagem do comércio on-line é que não existem restrições geográficas para quem quer conquistar consumidores.

Sem fronteiras territoriais, a internet permite que o usuário acesse sites localizados em qualquer lugar do mundo. Quando esses sites oferecem produtos e serviços a preços acessíveis, a internet passa a ser um poderoso instrumento de compras.

Dentro desse contexto, fazer compras pela internet vem se tornando um hábito. Vários fatores resultaram no aumento no número de consumidores on-line.

Aqui, podemos listar a comodidade de comprar sem sair de casa (longe do trânsito e das filas), as várias formas de pagamento e o aumento na confiabilidade ao realizar transações on-line.

Por que investir em uma empresa virtual?

As empresas também encontram vários atrativos para investir no comércio eletrônico, principalmente pelo baixo custo operacional. Várias lojas do varejo, inclusive, vêm se tornando multicanais, conciliando loja física e virtual.

Nesse modelo, um canal complementa o outro, com o objetivo de atrair cada vez mais clientes. Além disso, existem também as lojas puramente virtuais, cada vez mais especializadas para firmarem sua marca no mercado.

O atendimento ao cliente e a compreensão de suas necessidades são fatores determinantes para o sucesso de um empreendimento virtual ou físico.

Assim como no “mundo real”, várias lojas virtuais não conseguem atender bem seus clientes e isso provoca a perda de vendas.

Do mesmo modo que a loja “real” deve treinar toda a equipe de vendas, o site e seu administrador devem estar preparados para fornecer o mais alto nível de satisfação para os visitantes do portal.

Um atendimento dedicado e o melhor suporte sempre superam as expectativas do consumidor. Todo o bem-estar garantido ao usuário acaba sendo um fator importante para a concretização da venda.

Sabendo disso, é hora de você descobrir as diferenças entre uma agência de viagens virtual e a loja física. A seguir, listamos as vantagens de cada uma das opções. Acompanhe!

4 vantagens da agência de viagens virtual

1. Horário de compra pelo consumidor

Um dos primeiros atrativos de uma agência de viagens virtual é que ela fica disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Esta disponibilidade é boa para os clientes, já que é possível fazer negócio até nos finais de semana e feriados. Logo, há um grande aumento no potencial de venda da loja.

Em outras palavras, o empreendedor à frente da agência on-line pode gerar receita mesmo aos finais de semana. Afinal de contas, toda a operação de compra e venda acontece por meio de softwares.

No modelo de loja física, por outro lado, o atendimento costuma ser realizado em horário comercial. Ou seja, o tempo para compra pelo consumidor é “mais engessado”.

Por esse motivo, a agência de viagens deixa de atender a um determinado público, que não tem tempo para buscar serviços neste horário. Neste caso, cabe ao empreendedor disponibilizar, se possível, um canal de atendimento ou para agendamento a fim de não perder vendas.

2. Tempo e investimento necessários ao negócio

Advertisement

O baixo investimento operacional também é um grande diferencial deste modelo de negócio. Isso porque não há necessidade de arcar com aluguel de uma sala física, nem a contratação de funcionários e equipamentos para atender os clientes.

Com o modelo on-line, o empreendedor possui mais autonomia de onde e quando trabalhar. Além do mais, a flexibilidade de horários pode ser determinante para que o investidor consiga conciliar o negócio com outras atividades diárias.

Enquanto isso, na loja física, o investidor precisa arcar com o pagamento de funcionários, espaço e equipamentos. Sem falar que a dedicação deve ser maior.

Caso ele tenha que conciliar a loja física com outras atividades, seja de trabalho ou não, será necessário um gerente de confiança para estar sempre na loja e resolver problemas ou achar soluções para o dia a dia.

3. Análise primária do setor

Outra vantagem é que uma agência virtual pode ser a experiência necessária antes da abertura de uma loja física.

A possibilidade de se inserir no setor e analisar a sua adequação ao negócio são ótimas vantagens da loja virtual. Isso porque, se o negócio não der certo por falta de experiência do empreendedor, ainda será possível diminuir o prejuízo ou passar o negócio adiante.

Por outro lado, a loja física dá ao empresário menos chances de errar. Erros podem custar altos valores, e repassar o negócio não é tão simples. Por isso, é preciso uma análise profunda antes de entrar para um negócio como este.

4. Divulgação da empresa

No ambiente da internet, há enorme potencial para a propaganda da agência virtual, principalmente nas redes sociais. A rede amplia o tempo de exposição da loja e as propagandas podem ser melhor direcionadas com ferramentas de marketing on-line.

Hoje em dia, é possível direcionar propagandas virtuais de acordo com os sites que o usuário frequenta, tornando a exposição mais eficaz e direcionada para o público-alvo. Além do mais, as redes sociais, como Facebook, Instagram e Twitter, são um ambiente vasto para atrair clientes.

Uma loja física também pode recorrer às ferramentas de anúncios da internet. No entanto, a propaganda física também é importante, seja na região da loja, ou inserções em meios de comunicação que normalmente exigem um investimento maior.

Essa divulgação pode incluir ações como a distribuição de panfletos, outdoors, spots nas rádios, entre outros.

Vantagens da agência de viagens física

1. Credibilidade da empresa

Vemos algumas pessoas no que parece ser uma venda de discos antigos em uma cidade turística (imagem ilustrativa). Texto: agência de viagens física.
Apesar da facilidade da internet, uma loja física ainda atrai muitos consumidores.

Sem dúvida, um aspecto que se destaca entre os benefícios de uma agência de viagens física é a credibilidade passada pela marca. Muitos consumidores ainda se sentem mais seguros ao terem os produtos em mãos na hora de adquiri-los.

Essa confiança também existe pela possibilidade de trocar os itens pessoalmente, se necessário. Além disso, não se pode ignorar os altos índices de reclamações contra lojas virtuais, dos mais variados segmentos. Com a loja física, caso haja algum problema, o cliente sabe onde buscar ajuda.

2. Suporte ao consumidor

Nas agências de viagens em lojas físicas, há sempre um vendedor, um consultor de vendas à disposição para demonstrar e detalhar a viagem, auxiliar na comparação e incentivar a compra.

Neste momento, a habilidade e o conhecimento deste funcionário serão fundamentais para fechar a compra. Isso envolve a simpatia do profissional, maleabilidade com relação aos descontos, entre outros fatores que podem ser decisivos para fechar o negócio.

No mercado de turismo, ter atendentes experientes é um  diferencial para agradar os clientes com pacotes interessantes e dicas de viagem. A relação mais próxima entre a agência e o seu consumidor pode ser explorada pelo empresário, com opções de viagens sob medida para cada tipo de usuário.

3. Marketing de boca a boca

É muito importante que as agências físicas invistam, cada vez mais, em publicidade on-line. Isso levando em consideração que a maioria de seu público-alvo está conectada. Ainda assim, a “indicação de amigos” também é um ponto muito forte para o crescimento de uma marca/empresa.

Pensando neste aspecto, vale a pena para as agências criarem programas de fidelidade para clientes. Principalmente para aqueles que indicam a loja para seus amigos e conhecidos.

4. Visibilidade da loja

Ter um bom ponto comercial, com grande fluxo de pessoas por perto, pode ser uma ferramenta muito eficaz na divulgação do seu negócio. Uma avenida movimentada ou um shopping são os principais locais desejados pelos empreendedores, e atraem olhares dos mais variados consumidores.

Agência de viagens física versus agência virtual

Vemos diversas pessoas paradas em uma fila de embarque no aeroporto (imagem ilustrativa).
O turismo mundial deve voltar a crescer com o fim da pandemia.

Nos tópicos anteriores, você pôde acompanhar algumas vantagens relativas à agência virtual e a física. Porém, na hora de escolher o melhor modelo de negócio para você, é preciso realizar uma análise cuidadosa.

Especialmente porque alguns fatores podem ser essenciais para o sucesso, como a credibilidade que a loja física traz.

Em um mercado de turismo amplo como no Brasil, há espaço para os mais diversos investidores. Cabe a cada empreendedor saber qual modalidade de negócio mais o agrada e, a partir daí, buscar as ferramentas necessárias para se destacar e crescer.

Segundo Henrique Mol, diretor executivo da franquia Encontre Sua Viagem, na marca não há diferenciação entre os parceiros das lojas física e on-line. Os produtos também são os mesmos. A grande diferença está na credibilidade que a loja física pode trazer ao negócio.

“Quando abre uma agência de viagens física, você tem uma credibilidade maior diante do mercado. As pessoas optam mais pela loja física por segurança, por saber onde está o negócio. Na loja on-line, porém, o vendedor nem mesmo é conhecido pessoalmente”, observa Mol.

Por outro lado, as facilidades apresentadas ao consumidor pelas lojas on-line, como aplicativos, interação com informações da internet, entre outras funcionalidades, têm atraído cada vez mais o público jovem.

A compra virtual representa uma enorme vantagem para o consumidor. Pois possibilita a oportunidade de encontrar os mais variados tipos de produtos e serviços. Muitas vezes, inclusive, por preços e condições de pagamento são mais vantajosas do que ele encontraria nos canais tradicionais.

Vale a pena abrir uma franquia de agência de viagens?

Quem deseja aproveitar o potencial do comércio de turismo on-line pode realizar um investimento bem menor.

Segundo Henrique Mol, para abrir uma franquia de agência virtual de turismo, como a Encontre Sua Viagem, é necessário investir em torno de R$ 12 mil. Em contrapartida, o investimento para uma loja física chega a quase R$ 46 mil.

A principal vantagem de uma agência de viagens em forma de franquia é o seu modelo de negócio. Isso porque a nova unidade da empresa vem acompanhada de todo um modo de fazer predefinido. O empreendedor só precisa colocar o planejamento da marca em prática.

Com mais de 500 unidades em operação, na sua maioria no modelo on-line, a Encontre Sua Viagem é uma das melhores opções neste setor.

Para o diretor executivo da franquia, o perfil do empreendedor que decide investir em uma agência de viagens varia de acordo com o modelo de negócio escolhido.

“Quando vai montar uma loja física, o empreendedor deve, primeiramente, se dedicar 100% ao negócio. Isso é fundamental para que o empreendimento aconteça. Já no modelo home office, ele pode alinhar a companhia com outra atividade profissional”, diz o especialista.

E-book "Franquia de turismo: é uma boa investir?"

Franquia Encontre Sua Viagem

Se você leu o texto até aqui, talvez já tenha se decidido por uma agência de viagens física ou virtual. Então, que tal investir em uma franquia da Encontre Sua Viagem?

Criada em 2011, a marca já possui mais de 500 unidades pelo País e mil parceiros em seu portfólio. A empresa oferece as mais variadas soluções para viagens, com hotéis, passagens e diferentes destinos.

Além de seguros viagem, serviços de transfer, intercâmbio, circuitos turísticos e mais. Seus modelos de negócio funcionam da seguinte forma:

  • Home Office: o empreendedor trabalha direto de casa ou em um espaço que tenha bom acesso à internet. Todo o atendimento ao cliente é feito de modo virtual.
  • Loja Física: o espaço físico de uma ESV tem, pelo menos, 20 m². Seu projeto arquitetônico é definido pela franqueadora para que haja um padrão entre as suas unidades.

Se decidiu por uma agência de viagens, mas ainda não sabe se na versão física ou on-line? Entre em contato com a equipe da Encontre Sua Viagem! Com o auxílio dos nossos consultores, você poderá definir qual o melhor modelo de negócio para você.

*Informações publicadas em Junho/2021. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.

Advertisement
Advertisement