Agente franqueado de agência de viagens: quais as responsabilidades?

Neste artigo você vai ver

Advertisement

Você sabe quais as responsabilidades do agente franqueado de agência de viagens? Quer se tornar um, mas deseja saber antes como serão as tarefas? Então, leia neste texto tudo sobre as funções!

Atuar no mercado de turismo é uma boa opção. Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o setor estava com projeção para crescer 5,8% em 2022.

Dessa forma, no segmento de Turismo, a agência de viagens é um ramo de atividade cheio de oportunidades e conhecimento! Portanto, muitas pessoas têm afinidade e trabalham de forma direta ou indireta na área.

Advertisement

Nesse conteúdo, trouxemos informações sobre a rotina de um agente franqueado de agência de viagens e todas as atividades desempenhadas. Confira!

Advertisement

Mercado de turismo

O mercado de turismo vem apresentando números expressivos mesmo diante de imprevistos e instabilidades econômicas imprevistas. Prova disso são os dados apresentados pelo Ministério do Turismo.

Um estudo da World Travel & Tourism Council (WTTC), em conjunto com a Universidade de Oxford, mostram que o turismo representa 7,9% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro anual. Assim, deve chegar a 8,2% até 2028.

Uma pesquisa apresentada pelo Sebrae identificou que participação do setor no país cresceu de forma exponencial no decorrer das décadas. Esta pesquisa, conhecida como Panorama das Agências de Viagens e Operadores Turísticos no Brasil, reforça a tendência de desenvolvimento.

Ou seja, para os próximos anos, as entidades do setor esperam um crescimento, tanto no faturamento quanto na contratação de pessoas. Isso porque, trata-se de uma expansão que foi impactada pela pandemia, mas que já se recupera.

Outro ponto que o mercado mostra é o aumento pela procura pelo turismo interno no Brasil. Por ser um país de tamanho continental, há um grande potencial turístico em todas as regiões.

Além disso, o encarecimento de viagens internacionais fez com que os consumidores voltassem mais os seus olhos para as opções dentro do Brasil.

Por outro lado, mais uma tendência forte do mercado de turismo é o da educação estrangeira. O setor alcançou a marca de 302 mil estudantes intercambistas, conforme pesquisa Selo Belta, da Associação Brasileira de Agências de Intercâmbio.

Quem é o agente de viagem

O trabalho do agente franqueado de agência de viagens consiste em atender clientes interessados em pacotes turísticos. Sejam a lazer ou para outros fins na indicação de oportunidades e montagem de pacotes personalizados.

Isso porque, é quem providência o encaminhamento para a emissão de passagens e para a reserva de hotéis e passeios. Então, por meio do seu conhecimento e contato com os fornecedores de serviços, é possível oferecer e montar os melhores pacotes para o consumidor.

Existem agências que podem limitar o trabalho do agente de turismo para que venda apenas os pacotes próprios. De outra forma, é possível a partir de acordos com os fornecedores que oferecem comissões diferenciadas para vender aqueles pacotes.

Basicamente, o agente de viagens é quem providencia e organiza todo o processo de viagem e pacotes para os clientes que desejam e precisam de orientação específica. Além disso, é necessário inclusive ter bastante afinidade com o setor para pesquisar e analisar sempre as melhores opções ao cliente.

Advertisement

Acima de tudo, o agente franqueado de agência de viagens deve ser um bom vendedor. Assim, tem melhores chances de aproveitar as vantagens do setor, sobre as quais falamos agora.

Porque me tornar um agente franqueado de agência de viagens

As franquias têm um know-how que já foi testado por diversas vezes e fez com que o modelo de negócio se tornasse eficiente ao longo do tempo. Com isso, ser repassado para outros empreendedores.

Diferentemente de uma empresa que inicia sem um planejamento ou orientação, as unidades franqueadas têm maior segurança. Isso porque, ainda conseguem andar com as próprias pernas contando com apoio durante o processo.

Essa é uma vantagem geral, mas o suporte é oferecido desde o momento da iniciação do processo da franquia.

4 vantagens de trabalhar com agência de viagens

Para se ter uma ideia mais ampla sobre as vantagens de ser um agente franqueado de agência de viagens, vamos apresentar em alguns tópicos algumas diferenças.

Então, confira quais são os pontos distintos entre um empreendimento comum de outros setores. Veja!

1. Estoque de produtos

Um franqueado de agência de viagens não precisa trabalhar com estoque de produtos. São vendas de serviços, facilitando muito o desenvolvimento do negócio.

Assim, o franqueado não corre o risco de se preocupar com reposições ou vendas que possam ficar paradas em estoque. Ou ainda, ter que lidar com promoções para liberar produtos, por exemplo. Tudo que envolve logística e mercadoria está isento do seu dia a dia.

2. Parcelamento por conta dos fornecedores

Compras parceladas muitas vezes atraem o consumidor e ajudam a alavancar as vendas de uma franquia. No setor de viagem isso é muito comum.

Nesse sentido, graças a essa possibilidade é mais fácil lidar com venda de pacotes que costuma ter valores mais elevados para o cliente.

Advertisement

Em alguns casos, o parcelamento dos serviços como passagens aéreas, cruzeiros, pacotes de viagens e outros pode chegar a 12 vezes sem juros. Assim, chamando muito a atenção do cliente.

Dessa forma, não é preciso ter capital de giro para movimentação, pois esse processo fica por conta dos fornecedores de serviços.

3. Comissão integral

Não importa se foi pago a vista ou parcelado o pacote, quando efetuar uma venda o franqueado receberá a sua comissão de forma integral, ou seja, de uma só vez.

O agente não precisa ficar fazendo contas o tempo todo sobre os seus recebimentos, separando aqueles a vista dos a prazo. Dessa forma, pode se planejar melhor, além de não ficar com dinheiro a receber até um ano depois.

4. Impostos reduzidos

As franquias de turismo em sua maioria se enquadram no Simples Nacional. Isso porque, este é um modelo tributário dedicado às micro e pequenas empresas, fazendo com que os impostos sejam reduzidos.

Advertisement

Nesse sentido, o limite de faturamento do Simples Nacional, para o ano de 2022, é de R$ 4,8 milhões. Isso quer dizer que as empresas optantes desse regime de tributação podem faturar, em média, R$ 400 mil por mês.

Assim, o empreendedor tem uma boa margem para faturar e ainda se enquadrar neste regime tributário mais vantajoso.

Opção de franquias

Existem no setor de franchising modalidades diferentes de negócios para escolha do franqueado. Sendo possível atuar de forma on line ou presencial. Dessa maneira, seriam o Home Office e a Loja Física.

Na opção de Home Office você tem a liberdade para trabalhar de qualquer lugar com acesso à internet. Além disso, pode conciliar as atividades com outros objetivos como estudo, família e até outro trabalho.

Já no modelo de Loja, você tem maior contato com os consumidores, tem mais autonomia com as vendas e com um espaço determinado para o trabalho.

A principal diferença entre eles é o custo. Assim, no Home Office os custos são menores, enquanto no ponto físico existem outras taxas a serem pagas, além das de implantação do espaço e adequação.

Nesse sentido, conheça a seguir as opções de franquias no segmento de Turismo que separamos para você investir e lucrar.

...Carregando..

É preciso formação para me tornar agente de viagens?

Para atuar como agente de viagens não é preciso nenhuma formação específica. Mas é importante ter ao menos uma formação completa em ensino médio e que o candidato a franqueado goste do setor de turismo.

Do mesmo modo, é fundamental que saiba lidar com as tecnologias, uma vez que vai trabalhar boa parte do tempo na frente de um computador.

Se tiver um curso técnico em agência de viagens é interessante, mas não é obrigatório. Como franqueado, você terá treinamento para atuar na gestão do negócio. Assim, terá a oportunidade de saber o que precisa para empreender no setor.

Quais as características pessoais necessárias para ser agente de viagens?

Uma das principais características de um agente de viagens é o interesse e a curiosidade pelo setor. Isso porque, buscar sempre pesquisar sobre o turismo reforça a sua capacidade e conhecimento de no momento ideal entender sobre o que dialogar com o seu cliente.

Muitas vezes o consumidor já tem conhecimento prévio do assunto e está precisando de você para fortalecer ou direcionar. Então, é preciso, sim, conhecer bem o setor.

Ter capacidade de organizar e executar múltiplas tarefas já que vai lidar no dia a dia com documentos, cadastros, agendamentos entre outras funções.

O bom humor, disponibilidade e flexibilidade são também primordiais para o profissional que vai tratar diretamente com o cliente. Ainda, ser disponível será um fator determinante.

Além disso, outras características pessoais necessárias são importantes para facilitar o seu desenvolvimento:

  • Capacidade persuasiva;
  • Capacidade de lidar com o público;
  • Boa comunicação;
  • Dinamismo;
  • Simpatia;
  • Clareza;
  • Objetividade;
  • Organização;
  • Paciência.

Como me tornar um franqueado de agência de viagens

Para se tornar um franqueado é essencial, antes de tudo, estudar bastante o setor de turismo, analisado bem as opções de negócios. Mas é bom conversar com outros franqueados para entender melhor sobre os processos de gestão da unidade, entre outras coisas.

Para que você saiba mais sobre o passo a passo, trouxemos mais informações de como você deve proceder para se tornar um franqueado do setor. Confira!

Se cadastre

A primeira ação que você deve tomar para se tornar um franqueado, é se cadastrar. Esse contato pode ser feito no site da marca escolhida.

Dessa forma, a rede avalia o perfil do candidato, para selecionar o franqueado que mais se ajuste ao seu modo de trabalho e expectativas.

Após o cadastro, a franqueadora poderá lhe perguntar sobre suas experiências na área comercial e de administração. O objetivo será alinhar suas expectativas com a da empresa. Isso facilitará suas escolha pela franqueadora.

Primeiro encontro

O primeiro encontro pode ser pessoal ou não, dependendo da situação e da disponibilidade de ambos. Será o momento das partes se conhecerem melhor e tirarem as possíveis dúvidas. Mas vale lembrar que essas reuniões também podem ser feitas em feiras de franquias.

Este contato é importante para que o empreendedor possa se sentir seguro, tirar dúvidas que surgem nesse primeiro momento. Dessa forma, estará pronto para os próximos passos.

Análise da COF

Será apresentada para o candidato a Circular de Oferta de Franquia (COF), o documento que contém as principais informações sobre a rede. 

De acordo com a lei nº 13.966/19conhecida como Lei de Franquias, o texto deve ser apresentado ao futuro franqueado dez dias antes da assinatura do contrato. Veja as informações que precisam constar na Circular:

  • Dados sobre a franqueadora como CNPJ e endereço da sede;
  • Histórico da marca;
  • Balanço e demonstrações financeiras;
  • Pendências judiciais;
  • Relação de franqueados;
  • Franqueados ativos e que se desligaram nos últimos 24 meses;
  • Equipe da franqueadora;
  • Informações sobre o mercado;
  • Descrição do negócio;
  • Cota mínima de compra;
  • Características dos modelos de negócio da marca de franquia;
  • Perfil desejado do franqueado;
  • Estimativa de investimento pelo franqueado, com descrição das taxas cobradas;
  • Estimativa de ganhos financeiros;
  • Regras sobre território (se haverá exclusividade ou não de atuação por um franqueado em determinada área);
  • Regras para sucessão ou transferência de proprietário;
  • Lista de fornecedores para atuação na franquia;
  • Lista de apoios prestados pela franqueadora;
  • Situação do franqueado após o término ou rescisão do contrato de franquia.

Conheça algumas unidades da franquia

Como dito, conversar com outros franqueados da marca é uma forma de conhecer melhor a estrutura da franqueadora. Dessa forma, saber como será esse trabalho no dia a dia.

Ouvir de quem já passou pelo mesmo processo e entender como é feito o suporte. Ou seja, uma garantia de que você está no caminho certo!

Vá até as unidades conhecer como funciona o dia a dia da franquia. Pergunte sobre o trabalho, o modelo de negócio, capital de giro e o suporte dado pela franqueadora.

O contrato

Após todas as etapas mencionadas, chegou o momento definitivo que será usado para determinar como funcionará a relação entre franqueado e franqueadora. 

Seu objetivo é garantir que a marca irá oferecer o uso da imagem, reconhecimento de mercado, práticas e know-how para o franqueado. 

Nas exigências do contrato irão constar as responsabilidades do franqueado, já apresentadas anteriormente pela COF. Por exemplo, o pagamento das taxas, comercialização de produtos ou serviços, e manter o nível de atendimento exigido pela empresa.

Conforme a norma federal, a redação do contrato, de responsabilidade da franqueadora, deve ser clara, imparcial, bilateral, consensual e preventiva. Em resumo, isso reduz as chances de ambas as partes encontrarem brechas no documento. 

As principais informações que devem estar presentes de forma clara no contrato são:

  • Taxas fixas e mensais;
  • Demarcação do território de atuação;
  • Prazo de validade do contrato;
  • Cláusulas de renovação e rescisão do contrato;
  • Regras de concorrência.

Assim, é comum algumas franquias entregarem um cronograma com os passos para o franqueado seguir até a abertura da unidade após a assinatura do contrato. 

Escolha do ponto

Se você optar por um ponto físico, chegou o momento de escolher o local. Tão importante quanto, é a análise de viabilidade oferecida pela franqueadora nesse processo.

Com essa ajuda, o empreendedor poderá minimizar o risco envolvido nesse tipo de negócio. Contando com a experiência do franqueador, também aumentará o potencial do negócio e reduzirá o prazo de retorno do investimento.

Não há uma fórmula que determine o melhor ponto para o seu negócio. Mas é importante estar alerta para as mudanças que podem impactar diretamente na escolha do seu negócio.

Se você for um empreendedor Home Office, o processo de treinamento logo poderá colocar em prática o seu aprendizado atuando na franquia. Além disso, outro ponto é a facilidade de implantação.

Primeiros passos como franqueado

Como um agente franqueado de agência de viagens, você precisa atuar de forma responsável e sincera com as possibilidades de vendas ao cliente. Como falado, enquanto franqueado, você irá representar uma marca e deve zelar pela reputação dela.

Ao estar a frente de uma franquia, tem entre todas as outras responsabilidades fazer um trabalho com dedicação e empenho. Assim, tanto para alcançar os bons resultados que deseja quanto para conquistar o seu público, que naturalmente traz novos clientes.

Sobretudo no trabalho Home Office, que funciona pela cartela de clientes e contatos que você faz ao longo do tempo, esta dedicação é fundamental.

Então, conquiste seus clientes com as oportunidades de marketing digital, atualizando sempre as novidades. Depois, busque estar sempre atento ao ambiente e as oportunidades. Sendo assim, será um franqueado de agente de viagens de sucesso!

Uma das franquias que trabalham neste mercado é a Encontre Sua Viagem, rede de agência de turismo que atua em todo o Brasil. A ESV oferece diversos tipos de produtos, como pacotes turísticos, passagens, hospedagens, entre outros.

Enfim, com os suportes e orientações da franqueadora, o empreendedor tem um caminho a seguir, uma orientação eficiente do que fazer. Desse modo, evita investir de forma errada e assim se dedicar de maneira eficiente.

Advertisement

Advertisement

Qual franquia combina com seu perfil?

Preencha o formulário e fale com um consultor das nossas marcas.

POSTS RELACIONADOS