Como alavancar o meu negócio em meio a crise? Veja dicas simples para fazer

Por
em
Imagem de duas mulheres trabalhando olhando para um computador. Imagem ilustrativa texto alavancar o meu negócio.
Advertisement

Mesmo em um momento de crise é possível empreender, pois é nestas horas que surgem as oportunidades. Por isso, separamos aqui algumas dicas para quem está pesando em como alavancar o meu negócio.

O sonho de empreender está cada vez mais forte. Segundo pesquisa realizada pela Onepoll em 2019, 77% dos brasileiros querem ser donos do próprio negócio. Veja que você não está sozinho na busca por esse desejo.

Dessa forma, com alguns cuidados, o empreendedorismo é uma porta que se abre mesmo em épocas de crise, como a que passa o Brasil em 2021. Então, fique ligado nas nossas dicas para colocar em prática o seu sonho de empreender.

Quais as dicas para alavancar o meu negócio?

Quando o momento é de crise, o empreendedor deve ter alguns cuidados a mais para diminuir os riscos do negócio.

Seja buscar mercados mais sólidos, ou então algum modelo de negócio mais enxuto, com menos investimento. Dessa forma, minimiza os prejuízos que possam eventualmente vir a ocorrer.

Advertisement

Além disso, seguindo as dicas que trazemos aqui para alavancar o meu negócio você poderá realizar esta jornada do empreendedorismo com mais segurança. Então, fique com a gente até o fim deste conteúdo e confira!

Escolha bem com o que trabalhar

Um dos primeiros passos para alavancar o meu negócio é atuar com algo que goste. Nesse sentido, será mais prazeroso o trabalho do dia a dia e ainda, mais atrativo para buscar cada vez mais conhecimento sobre o negócio.

Assim, é essencial fazer uma autoanálise, conhecer quais são suas melhores características que podem auxiliar no desenvolvimento do negócio.

O seu perfil deve combinar com tipo de negócio ou mercado no qual irá atuar. Por exemplo, o mercado de Alimentação para quem gosta de cozinhar, ou o de turismo, se você possui interesse em viagens.

Imagem de duas pessoas olhando para a tela de um computador. Imagem ilustrativa texto alavancar o meu negócio.
O empreendedor que trabalha com o que gosta tem mais chances de sucesso.

Saiba decifrar um pouco da sua personalidade como empreendedor antes de tomar qualquer decisão. Se a sua capacidade de gerir um empreendimento estiver adequada ao tipo de negócio que você vislumbra abrir, as chances de ele dar certo serão bem maiores.

Além disso, o empreendedor deve buscar mercados interessantes. É importante não se deixar levar por modismos, o momento de crise é mais adequado para um negócio mais seguro.

Nesse sentido, vale a pena estar atento a segmentos que estão se recuperando mais rápido ou então aqueles que passam facilmente pelos momentos difíceis.

Planeje seu negócio

Estruturar as ideias no papel – que pode seguir modelos já disponibilizados na Internet por fontes seguras, como Sebrae e universidades – é a primeira etapa de um novo negócio.

Além de ser a base de um planejamento minimamente estruturado, esta tarefa ajudará o empreendedor a controlar a ansiedade e o ímpeto de colocar um negócio em prática.

A melhor forma de fazer isso é elaborando um Plano de Negócios. Este documento te deixará pronto para entender melhor o mercado, projetar ações, procurar investidores e colocar a “mão na massa”!

Nesse sentido, este planejamento poderá trazer maior segurança para sua tomada de decisões, bem como organizar seu caminho.

Este planejamento deve contemplar os diversos aspectos do negócio, como custos, o mercado, público-alvo, lucratividade e de onde virá o capital para investir.

Enfim, é uma forma de organizar as ideias e ainda, identificar eventuais gargalos do processo ou aspectos que exijam uma atenção maior para não impactar negativamente o negócio.

Conheça seu público

Com certeza essa é uma das etapas mais importantes do seu plano, pois sem clientes não há vendas, certo? Os clientes são aqueles que vão consumir seus produtos ou serviços.

Nesse sentido, para chegar até eles você precisa conhecer quem são e quais são os seus hábitos de compra.

Por exemplo, analisar os hábitos de consumo do seu público, conhecer a faixa de idade deles, o poder aquisitivo e o que eles buscam.

Imagem de uma mulher comprando vegetais em um estabelecimento. Imagem ilustrativa texto alavancar o meu negócio.
Conheça bem o seu público-alvo para direcionar a estrutura do seu negócio.

Isso irá orientar a precificação dos seus produtos ou serviços, bem como na qualidade dos insumos que você irá trabalhar.

Do mesmo modo, saber com que frequência eles consomem os produtos ou serviços que você vende. Isso irá lhe mostrar qual o tipo de trabalho deverá ser feito para fidelizá-los.

Entender bem o que seu público espera de você ajuda a direcionar a estruturação do seu negócio. Assim, você conseguirá atender com maior eficiência os seus consumidores.

Entenda suas possibilidades financeiras

A primeira coisa que você precisa saber é quanto custa para abrir a sua empresa.

Tenha em mente que este investimento que dá início ao seu negócio vai ser reposto após algum tempo. Então, é importante que você considere um prazo bem razoável para tê-lo de volta.

Dependendo do tipo de negócio, essa janela temporal vai ser maior ou menor. A forma com que você conduzirá sua empresa também afetará esse payback. Quanto mais profissional e bem gerenciada for a empresa, mais rápido o retorno.

É preciso saber que para alavancar o meu negócio é preciso ter uma saúde financeira, ou seja, investir apenas o que você pode pagar.

Para fazer este investimento, o empreendedor pode avaliar a venda de um bem que não lhe fará falta, por exemplo, um carro ou imóvel.

Nesse sentido, se tem pouco dinheiro, adeque o tamanho do empreendimento, pois mais vale um investimento seguro, de acordo com a sua capacidade do que contas atrasadas ou empréstimos bancários.

Enfim, depois de fazer um levantamento bem estruturado das suas finanças, não perca o hábito de continuar acompanhando suas contas. Isso é fundamental para um crescimento sólido do negócio.

Faça um bom atendimento

Imagem de um homem aguardando para ser atendido em um balcão de cafeteria. Imagem ilustrativa texto alavancar o meu negócio.
O cliente que sai satisfeito do seu empreendimento tem grandes chances de fazer propaganda para outras pessoas.

Todo empreendedor deve saber que para alavancar o meu negócio é preciso agradar seus clientes. Seus consumidores são a força motriz da sua empresa.

Advertisement

O empreendedor deve investir na qualidade do seu atendimento, seja inovando ou marcando o cliente de forma positiva.

Para isso, você precisa estar em constante trabalho junto a seus colaboradores, pois são seus funcionários são a cara da sua empresa quando o cliente chega.

Outro ponto neste sentido é também ter qualidade em seus produtos ou serviços. E quando houver algum tipo de problema, seu atendimento deve ser rápido para saná-los.

Por fim, este trabalho deve ser constante, você deve estar sempre em busca de aperfeiçoar os seus conhecimentos para adaptar o atendimento e assim, manter o interesse de seus consumidores.

Realize um marketing assertivo

O plano de marketing é indispensável para qualquer empresa que deseja desenvolver ações estratégicas de fortalecimento da marca, produto ou serviço.

Afinal, é ele que direcionará as ações de acordo com os objetivos do negócio, facilitando na hora de metrificar os resultados e de manter a empresa competitiva.

Atualmente, a empresa precisa investir em ações de marketing em redes sociais, por ser um amplo espaço para se trabalhar, como também exige um custo menor do que as mídias mais tradicionais.

Essa estratégia de marketing também deve ser adequada para o perfil do seu público. A divulgação, para ser eficiente, deve ser certeira para chegar ao seus consumidores em potencial.

Nesse sentido, o marketing não só traz novos clientes como fortalece sua marca no mercado, e isso vai dar uma base sólida para o seu negócio.

Por fim, lembre-se da importância da atualização do seu plano de marketing. Isso acontece porque os objetivos do seu negócio, o mercado e o perfil dos consumidores tendem a se modificar com o tempo.

Tenha estratégias de pós-venda

Uma boa estratégia de pós-venda tem como objetivo manter e estreitar o relacionamento com os clientes, transformando-os em compradores frequentes e promotores do seu negócio.

Philip Kotler, um grande visionário consultor de Marketing, dizia: ‘Manter um cliente custa 5 a 7 vezes menos do que conquistar um novo’. Uma frase forte e chamativa que deu espaço para muitos estudos e análises.

Imagem de uma pessoa entregando uma sacola de presente para outra. Imagem ilustrativa texto alavancar o meu negócio.
O seu atendimento não para quando o cliente sai da loja, é preciso cuidar dele após este momento.

Uma empresa cria uma experiência única quando consegue alinhar e organizar todos os processos, tornando-os mais completos.

Nesse sentido, os consumidores dessas empresas voltam no dia seguinte por vontade própria, pois consideraram aquela experiência diferenciada. Baseado nessa ideia, construa o mesmo dentro do que sua empresa oferece.

Também é possível pedir a opinião dos consumidores. Abra canais de comunicação para que seu cliente deixe seu comentário ou sugestão, como caixa de sugestões na própria empresa ou incentive o cliente a deixar uma avaliação em sua rede social, por exemplo.

Com todas estas dicas, fica mais fácil alavancar meu negócio mesmo em tempos de crise. Além disso, uma forma ainda melhor para empreender é por meio de franquias, das quais falaremos agora.

Como abrir um negócio de sucesso?

Como vimos, para abrir um negócio do zero, principalmente em épocas de crise, é preciso um cuidado a mais com cada etapa deste processo.

Porém, um meio para empreender pulando algumas destas etapas e contando com ajuda em outras é por meio de franquias.

Este modelo de negócio consiste em abrir uma empresa preestabelecida, um empreendimento que já vem pronto, com uma estrutura e operação definidas.

Assim, você abre uma empresa “clone”, ou seja, que trabalha da mesma forma que as outras unidades da franquia.

Este modelo é atrativo pois diminuir os riscos para o empreendedor. Isso porque ele conta com uma marca já reconhecida no mercado.

Do mesmo modo, a franqueadora orienta para as diversas etapas do negócio, o que é um diferencial, principalmente para empreendedores menos experientes.

Como a franqueadora possui experiência adquirida com suas outras unidades, ela consegue orientar para um desenvolvimento eficiente do seu negócio.

Ainda, o empreendedor consegue se planejar melhor financeiramente pois sabe os custos do negócio ao analisar a Circular de Oferta de Franquia (COF) da marca.

Assim, mesmo em momentos de crise, esta é a melhor aposta para quem deseja empreender e colocar em prática o sonho de ter o próprio negócio.

Caso escolha uma franquia, entre em contato com a franqueadora. Mas se ainda está com dúvida, aproveite uma consultoria gratuita com especialistas que vão lhe orientar nesta seleção. Acesse: henriquemol.com.br.

Advertisement
Advertisement