O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Franchising » Segmento: Serviços automotivos » Como abrir uma franquia com pouco dinheiro sem se enrolar

Como abrir uma franquia com pouco dinheiro sem se enrolar

Sumário

Você sabe como abrir uma franquia com pouco dinheiro? Pois saiba que esse modelo de negócio possui diversas formas de investimento. Assim, mesmo com uma capacidade financeira reduzida é possível se tornar um empreendedor de sucesso. 

Quando falamos em franquias, é comum logo pensarmos que é algo muito caro e inacessível para muitas pessoas. Contudo, no Brasil existem cerca de 557 marcas que atuam no formato de microfranquias. São negócios com investimento inicial de até R$ 135 mil.

Principalmente nos dias atuais, diversas empresas começaram a enxergar as vantagens que uma rede de franquias proporciona para os planos de expansão. É também a forma ideal para empreendedores iniciantes e com pouco dinheiro terem um negócio próprio.

Por isso, preparamos o texto a seguir para mostrar como abrir uma franquia com pouco dinheiro. Então, veja as vantagens desse tipo de empreendimento e as maneiras de conseguir melhorar a sua capacidade financeira. Acompanhe a leitura. 

Como abrir uma franquia com pouco dinheiro?

O primeiro passo para descobrir como investir em um franquia gastando pouco é pesquisar bem sobre o assunto. Com isso, você consegue encontrar o negócio perfeito para o seu perfil, como uma microfranquia, por exemplo.

Então, antes de tomar a decisão, faça uma pesquisa bem detalhada para não entrar em cilada e acabar jogando dinheiro fora. 

Invista em uma área conhecida

O primeiro passo para quem deseja saber como abrir uma franquia com pouco dinheiro é encontrar um setor que faça seu olho brilhar.

A última coisa que deve chamar a sua atenção na hora de empreender é o dinheiro que um setor pode gerar para você. Apesar de ser algo importante também, você precisa pensar nos desafios e problemas que irá enfrentar. 

Caso opte por um segmento que não lhe atrai, que não faz você acordar motivado, o negócio tenderá ao fracasso. As chances da franquia ser abandonada logo nos primeiros percalços da jornada se tornam ainda maiores.

Além disso, a chance de jogar dinheiro fora com um investimento que não se justificou é grande. 

Faça uma análise financeira

O segundo ponto importante para você investir um capital financeiro menor é conhecer o caminho que o seu dinheiro faz.

Ou seja, é preciso fazer um levantamento da quantia que entra todo mês e quais serão todos os pagamentos que você precisa cumprir. Com esse estudo em mãos, é possível identificar os gastos “bobos” que vão atrapalhar você. 

Assim, tente renegociar suas dívidas. Esse passo é de suma importância para conseguir economizar ainda mais dinheiro. O devedor estará sempre disposto a encontrar uma solução para que você o pague. Afinal, a última coisa que ele deseja é ficar sem o dinheiro que lhe deve. 

Por fim, é hora de negociar alguns serviços, como televisão, telefone e internet. Entre em contato com as operadoras, peça redução de planos ou solicite o cancelamento.

Uma vantagem desse tipo de ação é que elas vão sempre oferecer pacotes iguais ou melhores que o seu, com um valor muito mais em conta. 

Procure pela marca ideal

Com essas ações, conhecendo o mercado que tem mais afinidade e a quantia para fazer o investimento, é hora de pesquisar pela marca. Busque aquela que melhor se encaixa ao seu perfil de empreendedor.

Para isso, pesquise por listas na internet sobre franquias, selecione as que chamarem mais a sua atenção e demonstre interesse por elas. 

Faça uma autoavaliação, entenda suas qualidades e objetivos, e como eles podem se encaixar em um empreendimento. Isso também vale para direcionar sua escolha por um nicho de mercado com o qual tenha mais afinidade.

Durante essa etapa é importante levar em consideração dois pontos: o primeiro é o valor total do investimento. Não cometa loucuras e coloque em risco a sua saúde financeira. Escolha a empresa que oferecer o melhor custo benefício dentro das suas condições. 

A segunda parte é fazer uma pesquisa completa na internet para conhecer a reputação da franqueadora que você está interessado.

Jogue o nome da empresa em sites de buscas e nas redes sociais, observe como a rede interage com as pessoas, quais as opiniões dos clientes etc. 

Estude a Circular de Oferta de Franquia (COF)

A Circular de Oferta de Franquia (COF) é um documento responsável por trazer diversas informações sobre o empreendimento que está prestes a assumir.

Se o seu perfil for aprovado pela franqueadora, a rede irá lhe enviar uma cópia desse arquivo que deve ser muito bem analisada. 

A COF trará dados como o histórico da marca, balanços e demonstrações financeiras da empresa e pendências judiciais. Além de franqueados ativos e que se desligaram nos últimos 24 meses.

Do mesmo modo, traz informações sobre o mercado e a característica dos modelos de negócio disponíveis. Inclusive, o tipo de publicidade a se fazer, como o marketing digital e outras campanhas. 

Porém, antes de assinar a COF é preciso ficar atento a uma orientação da Lei de Franquias. O contrato de franquia só pode ser assinado após 10 dias do recebimento da COF.

Assim, caso esse tempo não seja respeitado, o negócio é automaticamente desfeito. Dessa forma, procure um advogado para ajudar você a entender os pontos que gerarem dúvidas. 

Quais as vantagens de investir em franquias?

Para você descobrir como abrir uma franquia com pouco dinheiro, é necessário entender como esse modelo de negócio funciona.

Devido ao seu formato de conceder os direitos comerciais de uma determinada marca, as franquias trabalham de uma maneira uniforme. Assim, permite a todos os franqueados ter sucesso com o empreendimento. 

Dessa forma, são oferecidos treinamentos, suportes e até consultoria para garantir que o negócio esteja se desenvolvendo do melhor jeito possível.

Afinal, as franqueadoras precisam zelar por diversos pontos. Desse modo, evita que um empreendedor terceiro coloque toda a fama e reconhecimento da empresa por água abaixo. 

Mostramos de forma bem resumida o que é uma franquia. Graças à legislação, documentações e treinamentos oferecidos pela rede, esse formato de negócio é considerado mais seguro. Isso se comparado com um empreendimento criado do zero.

Devido a essa segurança, o modelo tem ganhado cada vez mais espaço no mercado brasileiro. De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), as franquias fecharam 2022 com ótimos números. Inclusive, tiveram um faturamento de mais de R$ 211 bilhões.

Segundo a Instituição, são mais de 180 mil unidades em operação no país, número 7,8% maior do que o registrado no ano anterior. Como consequência, o sistema é um dos responsáveis por empregar mais de 1,5 milhão de pessoas no Brasil.

Dentre as várias opções no mercado, escolher a melhor é um dos primeiros e mais importantes passos, como mostraremos agora.

Qual a melhor franquia para investir com pouco dinheiro?

A melhor franquia para investir com pouco dinheiro são as microfranquias. Dentro desse sistema, existe essa modalidade de franquias de baixo custo. Segundo a ABF, esse tipo de negócio é formado pelos empreendimentos que possuem um investimento inicial de até R$ 135 mil.

Além disso, uma das características é a falta de uma estrutura muito elaborada para o franqueado desenvolver o seu negócio. 

Ou seja, na maioria dos casos apenas um computador com acesso à internet é suficiente para empreender. Esse formato é conhecido como home office ou home based.

Em contrapartida, algumas marcas trabalham com o formato de delivery, seja para entregar produtos ou para realizar algum serviço. 

Ambos os modelos apresentados acima possuem um preço muito em conta e alta rentabilidade. Não à toa, diversas empresas têm apostado nas microfranquias, como mostra o levantamento feito pela Associação Brasileira de Franchising.

Vale destacar que foi identificado que esse modelo de franquia, que antes era muito comum entre as marcas mais novas, passou a ganhar frente nas grandes empresas. Elas têm enxergado potencial nesse mercado.  

Confira aqui uma lista com diversas opções de franquias com um custo menor, que cabem no seu bolso.

[raio_x_esf]

Como negociar para conseguir abrir uma franquia

Para você que busca saber como abrir uma franquia com pouco dinheiro, uma das opções é buscar maneiras de conseguir negociar com a marca.

Porém, devido ao formato fechado desse modelo de negócio, é muito difícil encontrar uma brecha para que consiga achar uma maneira de pagar mais barato. 

Inclusive, uma dica importante é sempre fugir desse tipo de empreendimento que cobra valores diferentes para cada franqueado.

Vale lembrar que as franquias possuem certas regras que precisam ser cumpridas. Ao longo da sua jornada, a franqueadora criou, testou e modificou seu plano de negócio em diversas situações. 

Logo, todos os valores que são trabalhados são fundamentais para que ela consiga manter a sua expansão com sucesso.

Afinal, não teria sentido criar um formato diferente para cada empreendedor que demonstrasse interesse em se tornar um franqueado. Com isso, diversos parâmetros são impossíveis de negociar.

Então, se uma franqueadora oferece valores com descontos ou muito diferentes dos apresentados na COF, é bom evitar esse negócio.

Existe uma boa chance de você estar entrando em um empreendimento sem futuro. Perceba que se os franqueados pagam quantias diferentes, é impossível que o negócio se sustente.

Dessa forma, a única saída para quem conta com pouco dinheiro para investir é tentar negociar o prazo de pagamento da taxa de franquia. Existem marcas que ajudam seus futuros franqueados e dividem em algumas vezes. 

Esse já é um primeiro ponto importante que irá ajudar você a economizar. Lembrando que, com o passar dos meses, esse dinheiro pode entrar nas suas despesas operacionais. Assim, não é preciso se preocupar com o que tem no seu bolso ou conta bancária. Além disso, é possível buscar financiamento. 

É possível fazer financiamento para abrir uma franquia?

Uma das opções para quem deseja saber como abrir uma franquia com pouco dinheiro é buscar um financiamento para tornar o empreendimento viável. Porém, para dar esse passo, é importante que você já tenha feito o seu balanço financeiro. 

Com esse estudo em mãos, você consegue escolher qual a melhor instituição bancária para fazer o financiamento. Com isso, não corre o risco de prejudicar a sua própria qualidade de vida ou das pessoas que dependem de você.

Esse é, inclusive, um dos pontos abordados no curso Franquias Sem Ciladas. São aulas que você pode acessar clicando aqui, assistir online e entender em detalhes como investir em uma franquia. Sem prejuízo e sem o risco de escolher uma marca ruim.

Antes de apresentar as vantagens, é necessário que conheça todos os cuidados necessários para que não entre em uma bola de neve. O primeiro ponto é que o financiamento é uma despesa recorrente. Ou seja, todo mês é necessário pagar uma quantia para quitar o que resta. 

Outra dica importante é não financiar todo o investimento, existem até instituições que não permitem essa ação. Porém, algumas oferecem mais da metade do valor necessário. O ideal é sempre ter 50% da quantia guardado. 

A boa notícia é que os bancos contam com programas especiais para quem pretende se tornar franqueado.

São diversas vantagens como taxas de juros mais em conta, créditos mais em conta e tempo para quitar a dívida maior. Inclusive, até empréstimo para quitar a taxa de franquia e capital de giro, separadamente. 

Por fim, com o decorrer do seu negócio, quando a unidade começar a ser autossustentável, a sua preocupação com essas dívidas tende a diminuir.

Confira as opções de financiamento

Vários bancos permitem que o empresário consiga fazer um financiamento. Dessa forma, cabe a você, com seu estudo financeiro, escolher a que melhor se encaixa para a sua situação.

Além disso, existem franquias que indicam um banco com quem trabalha a mais tempo ou até aquelas que fazem o empréstimo para o franqueado. 

Dessa forma, entre as opções, podemos destacar a Caixa Econômica. Ela oferece o programa “Candidato a Franqueado”, com créditos e taxas de juros mais em conta.

Enquanto isso, o Banco do Brasil oferece financiamento apenas para quem já possui uma unidade em funcionamento. Ou seja, caso queira fazer alguma reforma, modernizar etc. 

Em seguida, podemos apresentar o Santander, com linhas de créditos exclusivas com boa taxa de juros. Enquanto isso, o Itaú financia apenas 50% do valor necessário para o baixo investimento.

Contudo, as taxas de juros dependem do valor total requisitado. Caso não queira correr o risco, uma boa opção é procurar por um sócio. 

A franquia é um modelo de negócio mais seguro do que abrir um negócio do zero, principalmente para quem não possui uma alta capacidade financeira.

Afinal, antes mesmo do projeto sair do papel, você tem noção completa do valor necessário para abrir a sua unidade. Principalmente se optar pelo modelo home based. Dessa forma, aproveite as opções, se organize, escolha bem em qual franquia investir e boa sorte!

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje