O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Para Empreender » Como começar a empreender? Veja o que saber antes de investir!

Como começar a empreender? Veja o que saber antes de investir!

Sumário

Quando a ideia de ter o próprio negócio já está formada na sua cabeça, você deve buscar como começar a empreender.

Iniciar um novo empreendimento é tarefa que exige cuidado, da mesma forma que pode lhe dar muito retorno financeiro. Mas os números são animadores. Em 2022, o formato de franquias, por exemplo, lucrou R$ 211 bilhões!

Portanto, para lhe ajudar, separamos um passo a passo com algumas dicas para quem quer começar um negócio próprio.

Clique, conheça e compare FRANQUIAS LUCRATIVAS. Acesse!

Entenda como começar a empreender agora mesmo!

Para escolher uma roupa para uma festa você leva em consideração uma série de detalhes. Por exemplo, o seu próprio estilo, o lugar no qual irá, o tempo e até mesmo seu estado de espírito. Do mesmo modo, para começar a empreender é preciso estar atento a detalhes que refletem seu perfil e ao mercado.

Nesse sentido, se para escolher uma roupa você já tem um cuidado, imagina para iniciar um novo empreendimento que pode significar sua independência financeira?

Sendo assim, veja um passo a passo de como começar a empreender que detalhamos para lhe ajudar.

1. Avalie seu perfil empreendedor

Um primeiro passo antes de decidir em qual negócio investir é o empreendedor se conhecer, suas características, qualidades e objetivos.

Analise suas qualidades que podem influenciar no desenvolvimento do negócio. Por exemplo, para pessoas mais expansivas, falantes, o modelo de vendas é o mais indicado.

Do mesmo modo, se o empreendedor busca uma renda extra, um modelo home office se encaixa melhor, pois possui flexibilidade de horário de trabalho.

Além disso, há pessoas que lidam melhor com pressão, enquanto outras são mais voltadas para o lado humano. São características que influenciam no dia a dia de um empreendedor.

CURSO Guia Prático Sobre Franquias. Clique e confira o conteúdo completo sobre o franchising no Brasil, como investir e como faturar!

Dessa forma, é fundamental avaliar o tipo de negócio, como ele se desenvolve e como é o trabalho no cotidiano.

Por fim, o empreendedor deve ter um perfil proativo, de iniciativa e criatividade para desempenhar um bom papel na gestão de um novo negócio.

2. Analise seu mercado local

Para saber como começar a empreender, uma boa atitude é fazer um plano de negócio no qual você esquematiza a implementação do empreendimento.

Um dos pontos deste plano deve ser uma análise do mercado no qual irá implementar o seu empreendimento.

É nessa hora que se descobrem os riscos e oportunidades dentro de uma área de atuação desejada.

Banner ProResultado consultoria. Clique e confira!

Esta análise deve entender a presença do seu público-alvo, e se os seus consumidores em potencial terão acesso fácil ao seu negócio.

Você pode começar com um estudo das expectativas do cliente sobre o nível do serviço esperado e suas necessidades mais básicas e fundamentais.

Do mesmo modo, conhecer o estilo de vida dos consumidores da região. Isso irá definir sua política de preços, seus custos e a forma como direcionar o seu marketing.

Assim, você poderá direcionar a estrutura do seu negócio de modo a atender melhor o seu público.

3. Entenda seus concorrentes

Além dos seus consumidores, você deve conhecer bem os seus concorrentes. Sejam aqueles que atuam diretamente no seu ramo, ou os que podem influenciar nas suas vendas indiretamente.

Banner Totall Marcas. Clique para conferir os serviços!

Uma das análises que você deve fazer é a das boas práticas implementadas pela concorrência. Assim, aprender com eles as formas eficientes de tratar o público consumidor.

Da mesma forma, você também tem a oportunidade de aprender com os erros das outras empresas que atuam no mercado local.

Outro ponto é buscar espaços no mercado que ainda podem ser melhor explorados, que possuam pouca ou nenhuma concorrência. Para isso, inovação e qualidade são palavras-chaves.

Ademais, aprender com o público por meio das redes sociais de seus concorrentes. Estes canais podem ajudar a compreender os pontos positivos e negativos de uma marca.

Por fim, com uma análise da concorrência você pode identificar eventuais riscos do mercado. Empresas que tenham fechado recentemente podem ser um sinal do que não fazer ou um sinal sobre eventuais problemas no setor.

MJG SOLUÇÕES EM ENGENHARIA. Clique e saiba como contratar essa empresa conceituada!

4. Considere abrir uma franquia

Todos estes passos são fundamentais para abrir o próprio negócio de forma mais segura e com maiores chances de sucesso.

Para investir, são diversos modelos de negócios que podem se adaptar a diferentes tipos de mercado e público.

Contudo, se você não se sente seguro para realizar estas etapas, mas deseja saber como começar a empreender, o modelo de franquia pode lhe ajudar.

Com uma franquia, você recebe um negócio estruturado, com uma operação simplificada, que é replicada em todas as unidades.

Dessa forma, cada unidade é igual à outra, oferecendo os mesmo produtos ou serviços, utilizando a mesma marca. Assim, todas usam o know-how da franqueadora.

FOCO MARKETING. Clique e acesse para saber como faturar com o seu negócio fazendo ações de marketing!

Além desta vantagem, o modelo de franquia oferece segurança ao empreendedor, pois o negócio possui uma marca reconhecida. Ademais, produtos ou serviços testados e aprovados no mercado.

Se você não possui muita experiência em administrar um negócio, não se preocupe. O modelo de franquia conta com suportes da franqueadora para lhe ajudar.

Nesse sentido, a franqueadora oferece apoio para questões jurídicas e burocráticas, como licenças e alvarás.

Da mesma forma, a franqueadora oferece treinamentos para o empreendedor que se torna franqueado. Para que assim ele conheça a operação da marca e como fazer a gestão da unidade.

Todos os suportes da franqueadora são citados na Circular de Oferta de Franquia (COF), documento importante nas tratativas entre empreendedores e franqueadoras.

CONHEÇA AS SOLUÇÕES DA DOTS HUNTERS PARA FRANQUEADORAS! Clique aqui!

Neste documento, o empreendedor também analisa os custos e os investimentos necessários para se tornar um franqueado.

Esse é, inclusive, um dos pontos abordados no curso Guia Para Iniciantes. São aulas que você pode acessar clicando aqui, assistir online e entender em detalhes como investir em uma franquia. Sem prejuízo e sem o risco de escolher uma marca ruim.

5. Planeje seu investimento financeiro

Uma etapa importante de como começar a empreender é se organizar financeiramente para iniciar o próprio negócio.

Você deve fazer o levantamento de todos os custos necessários para estruturar o empreendimento. Nessa hora, vale a regra de ouro dos economistas: “Não gaste mais do que arrecada”.

Assim, entenda o tamanho do capital que possui para investir, se ele será suficiente para iniciar o negócio que você tem em mente.

CONHEÇA AS SOLUÇÕES DA SULTS PARA FRANQUEADORAS! Clique aqui!

Veja os custos da sua operação e, neste cálculo, deixe uma margem para mais, pois imprevistos sempre acontecem. Um gasto aqui e outro acolá podem desestruturar um orçamento apertado.

Saiba quanto terá de gastar em máquinas, produtos, divulgação, funcionários, entre outros detalhes.

Outra questão fundamental é: que o capital não seja retirado de suas despesas pessoais, a fim de que a saúde financeira de sua família não seja afetada.

Em suma, a regra é que o seu negócio deve ser baseado no capital que você possui, e não o contrário. Mesmo que seja possível pegar um empréstimo, isso deve ser feito com muito cuidado.

6. Busque capacitação

Se você está disposto a aprender como começar a empreender, busque por capacitação. Hoje em dia, com a internet, o acesso à informação e conhecimento está cada vez mais facilitado.

Nesse sentido, conheça os cursos do Sebrae, cursos on-line de faculdades ou de outras instituições que podem lhe auxiliar nesta tarefa.

A capacitação pode lhe dar uma visão diferente, um olhar mais amplo. Pode ajudar a pensar fora da caixa, além de uma base técnica que orienta o desenvolvimento do negócio.

Por fim, esta capacitação ajuda a lidar com este processo de estruturação de um negócio para, com isso, conseguir uma boa base de organização.

7. Organize seu tempo

Empreender demanda tempo! Isso deve estar sempre na sua cabeça e no seu planejamento. Iniciar um novo negócio exige máxima dedicação, horas de estudos e implantação das ideias.

Dessa forma, organize sua vida pessoal para poder se dedicar e ter tempo para estar presente durante cada etapa do empreendimento.

Como dizem os mais velhos, “É o olho do dono que engorda o boi”, e esta máxima se adéqua perfeitamente ao empreendedorismo.

Esqueça momentos de folga, pelo menos a princípio, pois até quando estiver descansando o seu empreendimento estará na sua cabeça.

Da mesma forma, deve estar presente no empreendimento para orientar colaboradores e outras questões do dia a dia que cabem a você resolver.

Por fim, organize seu tempo para se dedicar com eficiência a todas as tarefas necessárias.

8. Defina metas para alcançar com a empresa

Aplique em seu empreendimento uma máxima que serve também para a sua vida: saiba aonde você quer chegar. Sua empresa deve ter metas a serem alcançadas que devem ser definidas por você antes mesmo de iniciar o negócio.

Afinal, como começar a empreender sem saber o caminho que deve percorrer, métricas para avaliar os resultados?

As metas ajudam a orientar o empreendedor. Nesse sentido, elas precisam ser mensuráveis, ou seja, é necessário criar metas que se baseiem em números.

Dessa forma, analisar quando espera que o empreendimento dê lucro, quantos de vendas por semana, por mês, por ano são métricas importantes.

Com estes parâmetros, caso você não as alcance, fica mais fácil identificar como está indo o negócio.

Não queira se tornar o Elon Musk da noite para o dia! Pense que empreender é uma maratona, e não uma corrida de 100 metros.

9. Divulgue seu negócio

Por último, entre os passos que separamos para lhe ajudar como começar a empreender está a etapa da divulgação.

Depois de estruturar o negócio e abrir as portas, cabe a você mostrar aos seus consumidores que sua empresa existe e que eles devem conhecê-la.

O marketing é uma ação fundamental para as empresas serem vistas atualmente, pois os mercados são cada vez mais concorridos.

Nesse sentido, um bom meio de propaganda são as redes sociais. O ambiente da internet é cheio de maneiras de divulgar as marcas.

Contudo, este trabalho exige certo conhecimento para ser mais eficiente e, por isso, contar com a ajuda de profissionais é a melhor opção.

Porém, se você investir em um modelo de franquia, do qual já falamos, a franqueadora oferece suporte para estas ações de marketing.

Além desta vantagem, a franquia conta com uma marca reconhecida, o que facilita a captação de cliente. Assim, desenvolvendo o negócio mais rapidamente.

10. Trabalhe sua resiliência

Ter um negócio próprio pode ser o sonho de muitas pessoas, mas é importante lembrar que é um caminho que exige dedicação e tempo para se desenvolver. Mesmo em caso de franquias, é preciso ter paciência e perseverança para alcançar o sucesso almejado.

Ao adquirir uma franquia, é comum esperar resultados imediatos, mas é importante estar ciente de que o retorno do investimento pode levar algum tempo para acontecer.

É necessário ter um planejamento financeiro sólido e uma estratégia bem definida para garantir a sobrevivência da empresa nos primeiros meses.

Além disso, é preciso estar preparado para enfrentar desafios e lidar com imprevistos. Muitos empreendedores desistem no primeiro obstáculo, mas é importante manter o foco e encontrar soluções criativas para superar as dificuldades.

Outro aspecto importante é o relacionamento com os clientes. É preciso investir em um bom atendimento, criar laços de confiança e fidelizar a clientela. Isso não acontece da noite para o dia, mas com um trabalho constante e bem executado.

Por fim, é essencial lembrar que o sucesso de um negócio não depende apenas do empreendedor, mas também do mercado em que ele está inserido. É preciso estar atento às tendências e mudanças do mercado, para adaptar a empresa e se manter competitivo.

Em resumo, ter um negócio próprio, mesmo em caso de franquia, é um processo que demanda tempo e dedicação.

É preciso estar preparado para enfrentar desafios, criar um bom relacionamento com os clientes e se manter atento ao mercado. Com paciência e perseverança, é possível alcançar o sucesso tão desejado.

Para quem o empreendedorismo é indicado?

O perfil ideal de um empreendedor envolve características que o tornam capaz de criar e gerenciar negócios bem-sucedidos.

Em primeiro lugar, é importante ter visão e capacidade de identificar oportunidades de negócios, tendo uma mentalidade empreendedora que busca soluções inovadoras.

Além disso, o empreendedor deve ser proativo e ter iniciativa para agir de forma rápida e eficiente diante de desafios e obstáculos. É fundamental que ele tenha habilidades de liderança e gestão, para coordenar equipes e recursos de forma estratégica, garantindo a sustentabilidade e rentabilidade do negócio.

O empreendedor ideal também é resiliente e adaptável, capaz de lidar com mudanças e incertezas, sem se abalar ou desistir diante de dificuldades.

Ele deve ser criativo e ter habilidades de comunicação para vender suas ideias e produtos, além de saber se relacionar com clientes, fornecedores e parceiros de negócios.

Outra característica importante é a busca constante por aprendizado e aprimoramento, por meio de capacitações, cursos, networking e outras formas de atualização.

O empreendedor deve estar sempre atento às tendências do mercado e às demandas dos clientes, buscando inovações e melhorias para o seu negócio.

Por fim, o empreendedor ideal é ético e responsável, agindo com transparência e integridade em todas as suas relações comerciais.

Ele deve estar comprometido com a qualidade dos produtos e serviços oferecidos, visando sempre a satisfação dos clientes e a construção de uma reputação sólida e positiva para sua marca.

Em resumo, o perfil ideal de um empreendedor envolve uma série de características que combinam habilidades técnicas, comportamentais e éticas, permitindo que ele crie e gerencie negócios bem-sucedidos e duradouros. Então, descubra a seguir qual o setor mais lucrativo para você.

Qual o melhor ramo para empreender?

Atualmente, há diversos setores em alta no mercado, e é fundamental que o empreendedor escolha um que esteja alinhado com seus objetivos e habilidades.

Um dos setores que apresenta grande crescimento é o da tecnologia. Com a transformação digital, há uma grande demanda por soluções tecnológicas que facilitem e otimizem processos, tornando o segmento bastante promissor.

Porém, é importante que o empreendedor tenha afinidade e conhecimento com a área para se destacar. Outro setor em expansão é o da saúde, que se tornou ainda mais relevante devido à pandemia da covid-19.

Com a necessidade de mais investimentos em pesquisas, equipamentos e serviços médicos, a área se torna atrativa para quem deseja empreender e contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas.

O mercado de alimentação também é uma opção interessante, especialmente com a crescente busca por alimentação saudável e sustentável. Há espaço para novos negócios que ofereçam soluções inovadoras e que atendam às demandas desse público cada vez mais exigente.

Outro setor em alta é o da educação, com a necessidade de novas formas de ensino e aprendizagem. A educação a distância tem ganhado destaque, e investir nesse segmento pode ser uma boa oportunidade, desde que o empreendedor tenha expertise na área.

Em suma, o setor de serviços financeiros também apresenta grande potencial de crescimento, com a necessidade de soluções que atendam às demandas de um mercado cada vez mais digital. Aqueles que possuem conhecimentos em finanças e tecnologia podem encontrar oportunidades nesse setor.

Enfim, é fundamental que o empreendedor escolha um setor em alta que esteja alinhado com seus objetivos e habilidades, para que possa ter sucesso em seu empreendimento. Então, boa sorte!

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje