Como começar a empreender? Tudo o que você precisa saber para iniciar sua jornada agora mesmo

Por
em
mulher usando computador e sorrindo ilustrativo como começar empreender
Advertisement

Como começar a empreender é uma dúvida comum porque, mesmo que o Brasil seja um país empreendedor, os riscos de abrir um negócio existem. Esse artigo tem como objetivo ajudar você a eliminar esses riscos!

Segundo pesquisas, 66% dos brasileiros desejam investir em seu próprio negócio, e os estímulos para aqueles que se arriscam por esse caminho são variados. Eles vão desde o crescimento profissional à estabilidade financeira e melhoria na qualidade de vida do indivíduo.

Mas o que todos os empreendedores têm em comum é a expectativa de conquistar um negócio rentável e promissor.

Entretanto, para alcançar este sonho, é preciso estratégia. Isso significa que ser dono do próprio negócio não é uma simples missão. Se você deseja começar a empreender, precisa fazer isso da maneira correta e com muito planejamento e estudo.

Por isso, preparamos este artigo. Ele está repleto de informações e dicas para ajudar no seu sucesso empresarial. Quer aprender tudo o que você precisa sobre como começar a empreender? Então, boa leitura!

Passos de como começar a empreender fácil

Decidiu que deve se tornar um empreendedor? Então, é preciso ser inteligente para colocar sua ideia em prática. Por isso, acompanhe os passos que você deve seguir nessa nova fase de sua vida.

1. Escolha o segmento de atuação

O primeiro passo de como começar a empreender é observar o mercado que deseja atuar, em busca de oportunidades e mais informações.

Se você já escolheu o seu nicho de atuação, é hora de conhecer a fundo o mercado e observar seus concorrentes. Também é interessante se informar sobre a história das empresas que já alcançaram o sucesso.

Mas, se você ainda não escolheu seu nicho, nossa maior dica é procurar por algo que você tenha afinidade. Escolha o ramo com o qual você queira realmente trabalhar todos os dias. Lembre-se de que fazer o que gosta é fundamental para se manter motivado perante as dificuldades.

2. Comece a estudar

Advertisement

Gerir uma empresa não é uma tarefa fácil. Exatamente por isso, é preciso estudar bastante sobre gestão financeira, de estoque e de pessoas.

É essencial se preparar e buscar o máximo de informações possível. Isso mesmo que você pense em procurar o auxílio de um especialista ou deseje empreender no ramo de franquias.

Vale ressaltar que não é preciso gastar muito para seus estudos. Existem várias opções de cursos gratuitos, além de blogs e sites sobre empreendedorismo, como este.

3. Converse com outros empreendedores

Um bom empreendedor sabe da importância de ouvir experiências e sugestões dos colegas. Como você está apenas começando, uma conversa com alguém já estabelecido no mercado pode ser uma grande oportunidade para aprender.

Além disso, isso vai favorecer o seu networking (rede de contatos), e poderá lhe render bons frutos no futuro.

4. Frequente eventos de empreendedorismo

Você pode não saber, mas muitas universidades mantêm centros de empreendedorismo. Esses centros possuem a oferta de cursos e promovem inúmeros eventos destinados ao público empreendedor.

Dessa forma, fique atento sobre os eventos divulgados no noticiário e na internet. Procure participar de seminários, palestras e cursos. Além de ser uma oportunidade para interagir com potenciais parceiros e fornecedores, é útil para aperfeiçoar seus conhecimentos.

Você também pode participar de feiras de negócios, para conhecer modelos de negócio variados e outros colegas do ramo.

5. Avalie o mercado e sua estrutura

Também é importante saber se o seu setor de atuação dá bom retorno. Você pode, por exemplo, escolher um ramo com o qual tem enorme afinidade, mas ele tem baixíssimo lucro.

Apesar da afinidade ser o ponto principal, ela precisa ser equilibrada ao rendimento financeiro. Afinal, é este rendimento que vai manter o seu empreendimento em atividade.

Por isso, vale a pena pesquisar números sobre o setor. Qual foi o faturamento dele nos últimos anos? A concorrência é alta? O que há de novo na atividade? Quais as previsões de especialistas? Essas informações poderão facilitar a elaboração e execução de um bom plano de negócios.

6. Conheça o seu público-alvo

Saber para quem você vai vender também é algo essencial. Assim, será possível definir um preço acessível e estabelecer estratégias de marketing mais eficazes. Fica bem mais simples atender às preferências e expectativas do usuário, e assim vender mais.

7. Estabeleça um plano de negócio

Como citado, é importante criar um plano de negócio. Este documento é o que lista todo o passo a passo para colocar a empresa em atividade. Ele possui desde o seu planejamento financeiro, até o melhor modo de realizar o atendimento ao cliente. 

Com um plano detalhado, o empreendedor tem clara visão sobre como e o quê executar para alcançar suas metas. O planejamento permite uma clara percepção sobre o negócio e diminui as suas chances de erro.

Quais as características essenciais para abrir um negócio?

Até aqui, já compartilhamos informações bastante úteis de como começar a empreender. Mas, para que esse material fique realmente completo, é interessante apresentarmos o perfil de um empreendedor de sucesso. Você sabe quais as características deve reunir? Será que você possui esse perfil? 

1. Ser uma pessoa proativa

Essa é uma grande característica dos empreendedores que alcançam o sucesso. O que garante bons resultados é não se acomodar frente a uma realidade de mercado e estar sempre em busca de novas oportunidades.

Se o consumidor é cada dia mais exigente e seletivo, é preciso ter iniciativa e buscar inovar. Assim, você poderá dar a ele algo diferente e que atenda às suas demandas.

2. Não ter medo de arriscar

O medo de arriscar é um grande obstáculo na vida do ser humano. Especialmente para quem deseja abrir um negócio. É algo que prejudica e até impede que boas oportunidades sejam aproveitadas.

Por isso, empresários de sucesso são aqueles que acreditam em sua ideia e apostam suas fichas nisso. Mas, obviamente, essa aposta deve ser precedida de muito estudo e planejamento.

3. Ser perseverante

No cotidiano empresarial, nem tudo sai conforme o esperado. Existem momentos em que as coisas ficam complicadas e a saída para o problema parece não existir. Nessas horas, o que diferencia um grande empreendedor dos demais é a sua capacidade de não desistir, e perseverar em busca de seus objetivos.

Ou seja, é preciso saber que fases difíceis existem. Porém, com dedicação e coragem, as dificuldades podem ser superadas. Essa é uma grande qualidade que você precisa aprender a ter.

4. Saber fazer networking

Já citamos rapidamente sobre a importância do networking para aqueles que almejam abrir uma empresa. E, de fato, essa é uma habilidade que você precisa desenvolver.

Todo empresário precisa manter uma boa rede de contatos, repleta de profissionais envolvidos com diversas áreas. Em resumo, são esses laços que farão com que sua empresa seja conhecida e indicada, além de proporcionar bons negócios.

5. Ser um bom líder

Ser um bom líder é uma grande marca do perfil de empreendedores bem-sucedidos. Aliás, muitos empresários são apenas chefes e desconhecem o poder de saber liderar e manter uma equipe de colaboradores motivada.

Por isso, comece a estudar um pouco sobre o assunto e a desenvolver habilidades como:

  • Ouvir críticas e sugestões;
  • Saber incentivar e valorizar bons resultados;
  • Dar feedback aos colaboradores;
  • Aprender a traçar metas desafiadoras e alcançáveis.

6. Ser autoconfiante

Mais uma importante característica de bons empresários é acreditar em uma ideia e transmitir segurança ao apresentá-la a colaboradores, investidores e parceiros.

Seja confiante e mostre a todos ao seu redor o quanto a sua empresa é importante e relevante no mercado. Acredite! Isso fará toda a diferença no modo como você será visto e lembrado.

É possível abrir um negócio com pouco dinheiro?

Muitas pessoas reúnem todas as características para se tornarem empreendedores, mas se sentem receosas por não terem muito dinheiro para investir. Será que é possível abrir um negócio com pouco dinheiro?

Se essa também é uma de suas dúvidas, a primeira coisa que você precisa entender é que não é preciso investir rios de dinheiro para se tornar empreendedor. A quantia a ser colocada no negócio varia de acordo com suas escolhas. No mercado, existem boas opções para quem dispõe de pouco dinheiro.

Também é possível obter empréstimos empresariais, mas esse é um caminho que precisa ser muito bem estudado. Afinal, nem sempre é uma boa ideia já iniciar suas atividades endividado.

Portanto, defina quanto de capital você tem disponível para investir. A partir disso, comece a pesquisar em que empreender. 

Existem modelos de franquias, por exemplo, que não exigem grandes investimentos e, ainda assim, trazem excelentes resultados para seus empreendedores. Falaremos mais adiante sobre as vantagens desse segmento.

Ou seja, tudo depende da sua necessidade, possibilidade e estratégia. Com planejamento, você vai entrar no mercado sem se endividar e com chances reais de alcançar o sucesso. Pense nisso!

Vale a pena empreender com uma franquia?

Seja qual for o seu perfil e áreas de afinidade, existe sempre um negócio interessante para se investir. Especialmente quando analisamos o mercado de franquias.

Aliás, investir em uma franquia tem sido uma decisão recorrente entre brasileiros com pouca experiência de mercado. Isso porque, esse segmento apresenta vantagens interessantes quando comparado às empresas comuns.

Então, respondendo à indagação apresentada no título, será que vale a pena empreender com uma franquia? Sim, vale! Confira alguns motivos para apostar nesse nicho.

O empreendedor recebe um “negócio pronto”

Uma das maiores vantagens de quem investe em franquias é, sem dúvidas, receber um “negócio pronto”. Sendo mais específico, uma franquia é uma ideia já testada e que já tem sucesso no mercado, o que é muito interessante para quem tem pouca experiência.

Assim, você já abre seu negócio com a vantagem de atuar com uma marca conhecida e com clientes fiéis. Esse aspecto elimina um dos maiores desafios enfrentados por quem começa a empreender nos modelos convencionais, que é conquistar clientes.

A franquia fornece uma boa estrutura

Ao assinar um contrato de franquia, você receberá todo o auxílio do franqueador para montar a estrutura de seu negócio. Assim, os instrumentos, máquinas, marca, slogan e demais aspectos já estão prontos e foram pensados e testados, de modo a ampliar seus lucros.

Reduz custos com fornecedores

Quando você entra em uma rede de franquias, começa a atuar em nome de uma unidade, de uma marca. Isso significa que comprar suprimentos e matéria-prima pode ser muito mais barato.

De modo geral, por se tratar de uma rede de empresas, os produtos são adquiridos em maior quantidade. Consequentemente, a negociação dos valores é mais produtiva.

Auxilia o empreendedor a comandar sua unidade

O suporte que a franquia oferece ao seu franqueado é outra importante vantagem desse modelo de negócio. Assim, a falta de experiência não é um impeditivo para empreender. A abertura da empresa é feita com todo o apoio necessário.

O auxílio varia desde o treinamento de funcionários à gestão do negócio como um todo. Esses suportes contribuem para que a unidade consiga crescer e se firmar entre os consumidores.

Reduz a preocupação com a concorrência

Quem abre um negócio “do zero” e sozinho precisa se atentar bastante à concorrência. Afinal, ganhar notoriedade e superar empresas que já possuem tempo no mercado é um grande desafio.

Por outro lado, quem investe em uma franquia tem essa preocupação reduzida, pois a marca já tem uma boa aceitação entre os consumidores. O negócio já é sólido o suficiente para se destacar.

Ainda assim, é importante avaliar se há espaço para a sua empresa. Se já existem muitos concorrentes na mesma área em que você deseja abrir uma franquia, seu trabalho será mais difícil para atrair consumidores.

Estudo prévio de viabilidade do negócio

Mesmo com todas as vantagens apresentadas, você ainda se sente inseguro sobre uma franquia? Então, é importante ressaltar que a franquia realiza um estudo prévio de viabilidade.

Em outras palavras, é feito um estudo no mercado local, avaliando a existência de concorrentes, consumidores e demanda. Esse estudo concluirá se é interessante ou não abrir o negócio.

A seguir, você pode acompanhar um vídeo completo sobre as vantagens de uma franquia. Assista!

Lembre-se que, independentemente do seu tipo de negócio, será necessário registrar a sua empresa. Até mesmo uma franquia, pois sua razão social deverá ser diferente da empresa principal. 

Da franquia, o empreendedor só utiliza seu modelo de negócio e nome fantasia. Ou seja, o nome pelo qual a empresa é conhecida no mercado. Excluídos estes aspectos, a companhia é completamente nova, com administração e registro autônomos.

Já sabendo como começar a empreender, é hora de colocar mãos à obra! Se você quer abrir um negócio com segurança e sem precisar investir muito, pode continuar sua leitura clicando no botão a seguir.

Outra dica é contar com uma consultoria gratuita para começar a empreender. Neste caso, basta acessar: henriquemol.com.br.

Advertisement
Advertisement