O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Bebidas » 7 dicas fundamentais de como empreender do zero: saiba o que fazer

7 dicas fundamentais de como empreender do zero: saiba o que fazer

Sumário

Muitas pessoas desejam ter o próprio negócio, mas não sabem como empreender com segurança e eficiência.

Segundo levantamento, somente pouco menos de 40% das empresas sobrevivem nos primeiros cinco anos de atuação. Isso mostra que para empreender é importante ter cuidado e se planejar bem, pois há um risco envolvido.

Dessa forma, é fundamental ter um cuidado extra para não investir seu dinheiro de forma errada. Além disso, saber escolher onde empreender é um passo importante para esta aventura.

Assim, separamos algumas dicas para quem irá começar a empreender ainda em 2022 e não tem tempo a perder! Portanto, fique com a gente neste conteúdo até o final.

Como empreender com segurança ainda em 2022?

Empreender é uma atividade que envolve riscos, pois iniciar um negócio próprio não é uma tarefa simples. O que você pode fazer é analisar o empreendimento e tudo que relaciona sua área de atuação.

Ou seja, se atentar não apenas para os produtos e serviços do negócio, mas para a forma de trabalho, o dia a dia da empresa, entre outras tarefas.

Sendo assim, separamos sete dicas neste passo a passo de como empreender com segurança que irão lhe ajudar nesta hora tão importante. Confira!

1. Avalie seu perfil empreendedor

Antes de escolher o empreendimento no qual irá investir, você deve buscar algo que se encaixe à sua personalidade, suas características e qualidades.

O perfil empreendedor de cada pessoa que se arrisca nessa jornada pode variar bastante. Por fim, isso influencia no modo como cada uma delas toca o próprio negócio.

Esse é, inclusive, um dos pontos abordados no curso Guia Para Iniciantes. São aulas que você pode acessar clicando aqui, assistir online e entender em detalhes como investir em uma franquia. Sem prejuízo e sem o risco de escolher uma marca ruim.

Por exemplo, o empreendedor deve estudar sua forma de lidar com as pessoas e como isso pode influenciar na sua empresa.

Sendo assim, se for uma pessoa que gosta de conversar, extrovertida, pode se voltar para empreendimentos de vendas e atendimento ao cliente.

Por outro lado, para uma pessoa mais reservada, este tipo de empresa pode não ser a melhor opção. Será mais difícil o empreendedor se adaptar ao negócio do que o contrário.

Do mesmo modo, a tomada de decisão é importante para que o tempo e investimento não sejam perdidos devido às dúvidas frequentes. Ou ainda, com dificuldades em deixar fluir o processo decisório.

O empreendedor deve saber que muitas das características pessoais podem influenciar no desenvolvimento do negócio. Seja para o bem ou para o mal, impactam suas chances de sucesso.

Além disso, atuar em um setor que combine com o seu perfil dará a você mais disposição para aprender sobre aquilo. Com mais interesse, toda a sua dedicação pode ser menos massante e mais prazerosa.

Este aprendizado precisa ser constante para empreender. Logo, é essencial aprender, acumular conhecimentos dos mais diversos que envolvem o empreendedorismo.

O mercado e os negócios são muito dinâmicos. Por isso, é sempre bom se manter atualizado para que possa aplicar este conhecimento à sua empresa.

2. Analise seu mercado local

Além de escolher um negócio que se encaixe ao seu perfil, um dos passos de como empreender é entender o mercado no qual irá atuar.

Dessa forma, pode começar estudando a região, observando quais serão os seus futuros concorrentes e, ainda, se o seu público-alvo está lá.

Não é recomendado iniciar um negócio longe de seus clientes em potencial. Isso porque, precisam ver e conhecer você para, só assim, comprar no seu estabelecimento.

Do mesmo modo, estudar o mercado é reconhecer quais tipos de produtos e serviços têm maior potencial na região. Entenda eventuais necessidades locais ou dos clientes.

Esta análise deve ser feita com atenção, pois uma boa ideia de negócio pode morrer rapidamente em um local inadequado. Por exemplo, como uma planta, mesmo que bem cuidada, não floresce em terrenos sem nutrientes.

Além disso, este estudo visa orientar o empreendedor para que não invista em um nicho de mercado já saturado. Ter um posicionamento inovador faz parte de uma boa base para o negócio.

Da mesma forma, conhecer as estratégias dos concorrentes, aprender com elas, compreendendo quais ações funcionam, o que não é efetivo etc. Isso é fundamental para, a partir de então, elaborar o diferencial da sua marca.

3. Planeje seu investimento

Como dito, é necessário planejamento para empreender com segurança e da forma mais eficiente.

Portanto, uma das ferramentas para quem busca iniciar o próprio empreendimento é ter um bom plano de negócios. Nele, você consegue ter uma ideia de como deve ser seu investimento, seja de tempo ou de dinheiro. Além disso, ter uma visão estratégica do que precisa fazer.

Com este plano de negócios, você consegue planejar suas ações para começar sua empresa. Além disso, é necessário saber de antemão quanto de capital será preciso para as ações de implementação do empreendimento.

Por isso, analise suas finanças pessoais. Saiba qual é o capital que você poderá investir de forma segura, sem comprometer a saúde financeira da sua família.

Um dos pontos que muitas vezes fazem os empreendedores desistirem do negócio logo no início é a falta de dinheiro para manter o empreendimento. Isso porque, pode demorar um tempo até o negócio começar a dar lucro.

Coloque no papel tudo que planejou para o negócio, não apenas em termos de investimento. Tenha também uma organização em relação à estrutura da empresa e o roteiro de como pretende que seja no dia a dia.

Dessa forma, guardar uma reserva de emergência é importante para manter sua tranquilidade e dedicação ao negócio. Dedicação esta que também irá exigir tempo, o qual você deve ter. Opte também por ser um Microempreendedor Individual (MEI), em um primeiro momento.

Esta formalização é fundamental para evitar problemas fiscais e com autoridades que podem fechar o seu negócio.

Por fim, como dizem, “o olho do dono que engorda o boi”. Sua presença é fundamental para um novo negócio. Assim, planeje-se! Tenha em mente que, mesmo com uma boa estrutura de negócio, você deve estar lá para que as engrenagens funcionem adequadamente.

4. Conheça seu público-alvo

Um ponto importante para quem deseja entender como empreender é conhecer o seu público-alvo. Isso porque, é você que deve direcionar as tomadas de decisão.

Nesse sentido, saber quais os produtos e serviços que mais atraem os clientes do mercado no qual você irá atuar é importante para adequar seus preços e modo de atendimento.

Do mesmo modo, vale a pena observar os concorrentes para conhecer seus futuros clientes. Além disso, é preciso conhecer seu público de forma quantitativa e qualitativa. Nesse sentido, saber se na região existem muitas pessoas que possam se tornar seus consumidores.

De forma qualitativa, é preciso entender os hábitos de consumo, o poder aquisitivo e o estilo de vida dessas pessoas. Então, essas características são importantes para direcionar várias ações.

Por exemplo, se é um público mais jovem, investir em um marketing nas redes sociais e em uma imagem mais moderna da sua marca pode ser o ideal.

Para esta etapa existem ferramentas, como: pesquisas de mercado, geomarketing, estudos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) etc.

Este é um trabalho de coleta de informações que lhe dará uma maior base para direcionar seu empreendimento. Assim, investir de forma mais eficiente para alcançar o público-alvo desejado.

5. Considere abrir uma franquia

O mercado tem diversos modelos de negócio para empreender, com variados investimentos e estruturas, bem como produtos ou serviços.

Depois de identificar algumas das bases do seu negócio, como mercado, região na qual irá atuar, chegou a hora de estruturar o empreendimento.

Porém, esta etapa também é complexa, pois começar um negócio é mais difícil se for do zero. Uma alternativa para lhe ajudar é o modelo de franquia.

A franquia é um modelo de negócio interessante para empreendedores com menos experiência ou sem muito tempo para passar pelas etapas das quais falamos anteriormente.

O modelo de franquia consiste em um negócio que já vem estruturado, de forma que sua implementação deve seguir um padrão. Assim, todas as unidades são iguais, oferecendo os mesmos produtos ou serviços.

Dessa forma, ao abrir uma empresa, o empreendedor recebe um plano de negócio com as expectativas de investimento. Conta também com as ações para o desenvolvimento e organização da unidade.

Além da vantagem de ser um negócio estruturado, o modelo de franquia facilita a implementação da marca. Por exemplo, a franqueadora auxilia na escolha do melhor ponto para abrir uma loja.

Logo, o modelo é vantajoso, porque o franqueado recebe treinamentos para conhecer a operação. Aprende também sobre o mercado no qual irá atuar e como fazer a gestão da unidade.

A franqueadora, nesse sentido, ajuda com questões jurídicas, orienta as ações de marketing, além de contar com uma marca já reconhecida no mercado.

Sendo assim, mesmo que o empreendedor não tenha muita experiência em gestão, ou não conheça bem o mercado, com uma franquia terá uma boa oportunidade de sucesso.

6. Divulgue seu negócio

Uma ação importante para quem deseja saber como empreender é realizar a divulgação do negócio de forma eficiente.

O marketing tem se tornado uma peça cada vez mais essencial para o desenvolvimento de um negócio. Isso porque, o público deve conhecer sua marca, saber como você trabalha e suas qualidades.

Em um mercado cada vez mais concorrido, com empresas dos mais variados tipos, sua marca deve se destacar. Para isso, uma boa divulgação é a ferramenta necessária para iniciar um empreendimento do zero.

Portanto, se você deseja ter uma loja virtual, seu ambiente é a internet. Logo, existe um potencial amplo para chegar até o seu público. Mesmo que não atue no ambiente virtual, a divulgação online precisa fazer parte do seu planejamento.

Mas essas ações de divulgação devem ser bem direcionadas para que cheguem até as pessoas certas. A internet é muito ampla e heterogênea. Por isso, exige cuidado para que sua marca chegue às pessoas certas.

Por exemplo, sair enviando mensagem para diversas pessoas não é uma forma boa de divulgação. Se muita gente receber sua propaganda não sendo o seu público-alvo, sua marca pode perder a credibilidade.

Da mesma forma, os custos da divulgação devem ser pensados para serem eficientes, gastando-se menos e conseguindo bons resultados. A internet e principalmente as redes sociais são espaços que custam pouco e dão bom retorno.

Para a inauguração do empreendimento, a propaganda deve ser feita na região, chamando a atenção de seus consumidores em potencial.

Por fim, é preciso fortalecer sua marca, mostrando as qualidades, o que tem a oferecer, bem como um posicionamento forte perante aos concorrentes.

7. Defina metas para alcançar com a empresa

Falamos antes do plano de negócio que deve guiar suas ações para empreender de forma organizada e segura.

Outro ponto que faz parte deste planejamento é definir as metas que deseja alcançar com seu empreendimento. Sejam qualitativas ou quantitativas.

Por exemplo, ter uma meta de tempo para que o negócio dê lucro. Ou seja, definir onde se quer chegar com o empreendimento.

Mas essas metas devem ser alcançáveis. Em outras palavras, precisam ser condizentes com o momento da Economia, do mercado, bem como da região.

Da mesma forma, não podem ser metas fechadas, precisando de espaço para serem trabalhadas. Em suma, as metas funcionam como uma orientação que ajuda a avaliar o desenvolvimento do negócio.

Nesse sentido, se uma meta é ter lucro em 12 meses, tenha em mente a necessidade de ser mais flexível com estes números. Isso porque, empreender é uma atividade com algumas incertezas.

Quando se analisa como empreender, as metas ajudam a corrigir os rumos do negócio, quantificar as ações que estão dando certo e as que devem ser melhoradas. Com as metas consegue-se monitorar como estão os seus resultados e o que pode fazer para melhorá-los.

Com o modelo de franquias, que já falamos, fica mais fácil definir essas metas, uma vez que a franqueadora já tem expertise no setor. Então, com base no histórico das unidades, consegue definir melhor as metas.

Mas além disso, são diversas outras vantagens deste modelo, como estruturação, simplicidade da operação e suportes. Estas informações são repassadas na Circular de Oferta de Franquia (COF).

Opções de como empreender com franquias

O mercado conta com diversas opções de negócios, seja para quem tem muito para investir ou para quem busca um empreendimento mais modesto. Além disso, conta com franquias em diversos nichos de mercado.

Aqui, separamos algumas delas para você conhecer e quem sabe identificar alguma que se encaixe no seu perfil e naquilo que você busca.

[raio_x_esf]

Agora que você já sabe como empreender, entende no que deve ter atenção para começar um negócio de forma segura. Enfim, não tenha pressa, analise as oportunidades. Por fim, vá decidido em busca do seu sucesso no empreendedorismo.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje