Como escolher a melhor franquia de turismo para investir

Por
em
pessoa escolhendo a melhor franquia de turismo
Advertisement

Encontrar qual a melhor franquia de turismo não é uma tarefa muito fácil. São diversas opções e marcas atuando no mesmo segmento. Porém, existem aquelas que entregam mais vantagens para os clientes, bem como para os franqueados.

O crescimento do mercado de turismo no franchising voltará a ser um destaque na economia em um momento próximo, abrindo oportunidades para os novos empreendedores que buscam por este modelo de negócio.

Depois de um 2020 conturbado, a expectativa é de alta para o setor, de acordo com a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA). Isso porque existe o que podemos chamar de demanda reprimida.

Diante da necessidade do isolamento social por conta da Covid-19, muitas pessoas deixaram de viajar. Agora, com a iminência da vacinação em larga escala, a população se vê mais confiante. Além disso, ninguém aguenta mais ficar em casa, não é mesmo?

Dessa forma, com o crescimento desse mercado, escolher as melhores franquias para investir se torna um desafio. E para ajudar você, separamos algumas dicas para abrir a sua franquia de viagens sem dor de cabeça. Confira!

Como escolher a melhor franquia de turismo?

Responder a essa pergunta depende muito do modelo de negócio que você quer abrir. Existem opções de uma agência física em shoppings ou em ruas movimentadas, por exemplo. Também há o modelo de home office, em que o empreendedor atua de casa.

Em outras palavras, na hora de pesquisas a marca que têm o melhor potencial de investimento e sucesso para a sua condição, observe quais são os modelos oferecidos e como eles podem se encaixar a sua necessidade.

Para os que não estão familiarizados com o universo do franchising, uma possibilidade é buscar ajuda especializada. Seja para orientá-lo em todo o processo ou para momentos pontuais.

Descubra quem é o seu público alvo

Caso opte por uma unidade física, descubra se a região da franquia de turismo possui o perfil de cliente que pretende atender.

Para abrir uma unidade ou mesmo investir nesse tipo de negócio, busque identificar qual público você pretende atingir. Descubra o perfil desse público e quais exigências que ele costumam fazer.

Contate outros franqueados

Advertisement

Entre em contato com outros franqueados da marca para saber como é trabalhar com a empresa e de que forma eles tratam o empreendedor. Após essa análise, será a hora de descobrir sobre o potencial do seu negócio.

Descubra quais são os tipos de apoio que a franqueadora dá aos seus empreendedores, tais como auxílio na publicidade, serviço de assessoria de imprensa, Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC), entre outros.

Esses benefícios podem variar de acordo com a empresa que você decidir investir. Por isso é importante fazer uma pesquisa detalhada para não ser pego de surpresa lá na frente. Esse é um passo essencial para quem quer investir nesse mercado.

Tenha capital para investir

Outro ponto importante é o capital necessário para investir na sua franquia de viagens. Como vimos, são centenas de opções de franquias no mercado atualmente e algumas delas franquias mais baratas.

Existe também a opção de conseguir um financiamento para a sua franquia, como as linhas de crédito disponibilizadas pela Caixa Econômica, Banco do Brasil e outras instituições financeiras para este fim.

Dicas para escolher a melhor franquia de turismo

Vemos que uma pessoa tem na tela do seu computador imagens de alguns destinos internacionais, como Atenas, Roma, Cidade do Porto etc (imagem ilustrativa).
Em suma, para escolher uma boa franquia de turismo, é preciso analisar a COF.

Agora que você sabe o que é preciso observar antes de escolher a melhor franquia de turismo para investir, é hora de analisar as informações que são passadas para os candidatos por meio da Circular de Oferta de Franquia, a COF.

Esse documento precisa contar todas as informações sobre o negócio, como o histórico da marca, as pendências judiciais, valores, dados sobre atuais e ex franqueados etc. Com a COF em mãos, podemos seguir analisando o negócio.

Você precisa conhecer muito bem onde está pisando. Veja quais são os principais pontos que você deve analisar:

Faça uma análise criteriosa da proposta do franqueador

Uma etapa crucial para todo empreendedor que está em busca de saber como escolher uma franqueadora, é prestar bastante atenção e analisar bem a proposta que está sendo feita a ele.

Existem uma série de taxas envolvidas em um contrato, como a própria Taxa de Franquia, Royalties, Taxa de Publicidade e outras, dependendo da empresa.

Analise muito bem seus valores, periodicidade e termos contratuais para não ser pego de surpresa mais adiante.

Transferência de know-how 

Um contrato de franquia pressupõe a transferência de know how. Portanto, busque marcas que tenham uma experiência mínima de dois ou três anos no mercado.

Caso contrário, você não estará adquirindo uma franquia e sim uma startup. Um negócio completamente diferente. O franqueador deve deixar bem claro que tipo de tecnologia será transferida.

Além da transferência de know how a franquia também deve dispor de treinamentos específicos para gestores e de preferência também para os colaboradores do negócio.

Tempo de contrato

Todo contrato de franquia possui um prazo, no fim do qual o franqueador pode ou não fazer a renovação.

Por isso, é de suma importância que este prazo seja adequado ao fluxo de caixa do negócio, ou seja, tenha um prazo superior ao tempo que será necessário para que você tenha o retorno do capital investido, caso contrário, você estará exposto.

Converse com outros franqueados ou ex-franqueados da marca. Eles poderão lhe dar informações importantes sobre o que realmente o franqueador entrega em termos de transferência de know-how, treinamentos e suporte nas diversas áreas envolvidas no negócio.

Circular de Oferta de Franquia (COF) 

Esse é considerado o documento mais importante da constituição de uma franquia, portanto, preste toda atenção nele. Se você que saber como escolher uma franquia, saiba que este é um dos pontos cruciais.

Faça uma análise criteriosa da COF, preferencialmente com a ajuda de um advogado. Caso ainda tenha alguma dúvida sobre o que foi proposto na Circular, busque informação junto aos consultores da franquia.

Descubra mais sobre a COF e sua importância no vídeo abaixo!

Por que investir em uma franquia de Turismo?

O mercado de turismo aumentou consideravelmente, devido ao poder de compra, democratização de crédito e ainda o aumento da mão de obra empregada e qualificada, que possui maior informação e potencial de compra.

Investir nesse setor aumenta as chances de aproveitar as boas perspectivas do mercado ao começar.

Até 2022, o objetivo do governo brasileiro é movimentar mais de 100 milhões de pessoas pelo território nacional, podendo gerar aproximadamente dois milhões de empregos pelo país. 

Esse estudo é baseado nas estatísticas divulgadas todo ano pelo Ministério do Turismo Brasileiro. 

De acordo com eles, mesmo diante da baixa procura baixa por viagens internacionais, o número de passageiros que fizeram trajetos nacionais vem crescendo desde 2017. 

Dessa forma, graças a esse movimento interno, o Produto Interno Bruto (PIB) de 2018 recebeu uma contribuição superior a 8% vindo do turismo. Isso equivale a um faturamento de 152 bilhões de dólares. 

Além disso, também foi responsável pela criação de quase 7 milhões de emprego. Isso quer dizer que aproximadamente a cada 100 brasileiros, um trabalha com alguma atividade envolvendo o turismo. 

Voltando os olhos para o mercado mundial, mesmo diante de problemas, como conflitos, tensões políticas e problemas econômicos, o turismo registrou bons avanços e cresceu consideravelmente. 

O conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC, sigla em inglês), em 2018 também registrou um rendimento global de 8,8 trilhões de dólares. Sendo considerados hotéis, passagens, passeios entre outros. 

O que movimentou 10,4% de toda a atividade econômica do mundo. Se tornando o segundo setor com maior crescimento, ficando atrás apenas das empresas de manufatura.  responsáveis por movimentar mais de 10% da atividade econômica no mundo. 

E por fim, o último dado levantado pela Organização Mundial do Turismo (OMT) , mostrou que em 2019, foi registrado o terceiro ano seguido com crescente no número de turistas.

Como é divido o mercado de turismo?

O mercado das franquias de agência de turismo cresceu e descobriu também as possibilidades de segmentação do mercado ao oferecer produtos e serviços para nichos específicos, como o LGBT e outros que você confere abaixo.

Turismo executivo 

É o turismo voltado especialmente para quem precisa viajar a trabalho. Para este público, as agências de viagens têm planos diferenciados para viagens frequentes.

Para satisfazer as necessidades desses clientes é necessário investir em transporte e estadia confortável, com hotéis com Wi-Fi e outros serviços essenciais ao mundo corporativo.

Turismo LGBT

As viagens voltadas para o público LGBT é uma das que mais crescem dentro do segmento.

Em um levantamento feito Associação Brasileira de Turismo LGBT (ABTLGBT), foi registrado o crescimento de 11% no número de pacotes para essa parcela da população.

Segundo o mesmo estudo, o público que busca essa modalidade consome até 30% a mais do que os demais, movimentando mais de 10% do turismo mundial.

Quem busca esse tipo de turismo se interessa por cidades, regiões e eventos em que a comunidade não tentará impor regras para ferir a liberdade do viajante.

Há no Brasil e no mundo destinos bem tradicionais para esse público em específico.

Turismo rural 

O turismo rural é uma tendência fortíssima, pois oferece uma diversidade de atrações. Os clientes que procuram o turismo rural procuram atividades como andar de barco, pescaria, cavalgadas, contato com a natureza, trilhas e outros.

Ecoturismo e aventura 

Voltado para o público que prefere o turismo de aventura, sendo formado por pessoas que procuram atividades como rapel, trilhas e outras atividades.

Turismo da Terceira Idade 

Vemos um casal (homem e mulher) que aparentam ter mais de 60 anos sorrindo uma para o outro enquanto conversam com uma agente de turismo (imagem ilustrativa). Texto: melhor franquia de turismo.
Apesar de muito procurado, o turismo para terceira idade exige alguns cuidados.

A terceira idade faz parte de um público que possui renda, disponibilidade de tempo e vitalidade para viajar, além de ser exigente.

Sendo assim, quem for ingressar nesse mercado precisa estar atento a alguns detalhes. É preciso oferecer um atendimento cordial, um estabelecimentos com banheiros, corrimões e rampas, enquanto a alimentação e a saúde dos clientes deve ser uma preocupação constante.

O turismo para idosos é uma solução para que as operadoras tenham clientes mesmo em baixa temporada.

Mas para conquistar a clientela formada pela terceira idade, as operadoras de turismo devem pesquisar o perfil desse consumidor e entender como agradá-lo.

Turismo de Intercâmbio 

Estudantes interessados em conhecer outra cultura e idioma engrossam a fila do turismo de intercâmbio.

Algumas franquias de agências de turismo são especializadas neste tipo de atividade. E isso requer atenção dedicada quanto à orientação dos jovens interessados e às burocracias para a realização das viagens.

O que o franqueado de turismo precisa se atentar?

Além dessas categorias, o produto turismo é marcado pela intangibilidade. Pois acompanha o produto a qualidade do serviço oferecido, as impressões com o local de destino e o perfil do local relacionado ao do turista.

Para oferecer um produto de qualidade, a operação de turismo deve identificar a vocação do destino. Ou seja, o local faz parte do produto turismo. Ao não agradar o cliente, a qualidade do produto ou serviço será fortemente comprometida.

As agências de turismo oferecem pacotes de viagens para destinos, condições e atrativos para a demanda que pretende atrair: jovens adultos, famílias, recém-casados, idosos e etc.

Mesmo com toda a segmentação do turismo, a personalização é um fator importante. Pois quem viaja quer atender uma necessidade, seja lazer, cultura, negócios ou outra motivação qualquer.

Qual a melhor franquia de turismo? 

Após todo o processo de busca e estudo sobre qual a melhor franquia de turismo para investir, chegou a hora de conhecer as melhores marcas do mercado. Ou seja, as que possuem as melhores condições para os franqueados e clientes.

Encontre Sua Viagem

A rede de franquias Encontre Sua Viagem, foi fundada em 2011 e é especializada em turismo. A empresa tem mais de 500 unidades franqueadas espalhadas pelo Brasil.

Com um modelo de multimarcas, a rede oferece passagens, hospedagens e outros serviços para destinos nacionais e internacionais.

Um dos melhores atrativos da franquia Encontre Sua Viagem é o investimento inicial de R$ 12 mil para quem deseja abrir uma agência de viagens on-line.

Outro destaque é que a rede não cobra taxas para publicidade e oferece treinamento da área de gestão, turismo e franquias. A rede tem um prazo de retorno curto, em comparação a outras empresas, podendo levar de 3 a 24 meses.

  • Investimento total: R$ 12 mil a R$ 46 mil
  • Taxa de franquia: R$ 3 mil a R$ 20 mil
  • Royalties: R$ 250 a R$ 350
  • Faturamento médio: R$ 70 mil a R$ 200 mil
  • Prazo de retorno: 3 a 24 meses

Descubra mais sobre a Encontre Sua Viagem no vídeo a seguir. Acompanhe!

CVC

Considerada uma das marcas mais reconhecidas do ramo, a CVC está no mercado brasileiro desde a década de 1970. Além dos tradicionais pacotes de viagens, a empresa realiza excursões, programas de intercâmbio, cruzeiros ou viagens corporativas.

Para empreender e se associar a companhia, é preciso cumprir uma série de requisitos, tais como: ter uma vasta experiência com turismo, não estar no comando de outra empresa, conhecimento sobre os clientes da região e capital próprio para fazer o investimento.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 60 mil
  • Rentabilidade ou faturamento médio mensal: não informado
  • Prazo de retorno: entre 24 e 28 meses

Sendo assim, quem estiver apto a abrir uma franquia da marca pode escolher entre uma loja de rua, hipermercado ou shopping. Não é possível trabalhar no modelo home based com a CVC.

CI Intercâmbio

Por fim, a CI Intercâmbio surgiu em São Paulo em 1988. Dois anos depois, ela decidiu expandir a sua marca por meio de franquias. Com mais de 30 anos de história, a empresa conta com 130 lojas espalhadas pelo Brasil e exterior, além de 700 consultores.

Assim como o próprio nome da marca sugere, ela é especialista em viagens voltadas para o trabalho e estudo em outros países.

Todavia, ela também oferece alguns pacotes de viagens variadas, seja qual for a necessidade do cliente. Da mais simples opção até um mochilão completo.

Dessa forma, com cinco modelos de unidade de franquias, a CI permite ao investidor atuar em lojas (full, light, office ou express) e home office.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 5 mil
  • Faturamento médio mensal: não informado
  • Prazo de retorno: entre 3 e 29 meses

Achar a melhor franquia de turismo para investir pode parecer complicado no início, mas é uma atividade de suma importância, além de ser fundamental para o sucesso do seu empreendimento.

É apenas com essa pesquisa que o investidor consegue traçar seu planos e objetivos como empresário. Como vimos, são várias empresas que atuam nesse setor. Por mais que pareça algo assustador, a concorrência ajuda você a crescer e se tornar uma referência.

Gostou e quer saber um pouco mais sobre como escolher a melhor franquia de turismo para investir? Então, assine nossa newsletter e fique por dentro de outras dicas sobre o setor.

*Informações publicadas em Junho/2021. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.

Advertisement
Advertisement