O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Franchising » Como escolher a melhor franquia? Entenda o que pesar na hora de selecionar a sua

Como escolher a melhor franquia? Entenda o que pesar na hora de selecionar a sua

Sumário

Está em dúvida sobre como escolher a melhor franquia? Então, continue lendo esse texto até o final para conferir dicas valiosas para quem quer empreender.

Até porque, o sistema de franquias tem sido resistente à crise causada pela pandemia. Em 2021, por exemplo, o franchising recuperou as perdas do ano anterior e faturou 10,7% a mais.

Contudo, o retorno financeiro não é o único fator que faz de uma rede de franquias um investimento mais estável. Ao escolher a franquia, o franqueado poderá recorrer ao know-how de uma marca consolidada.

Além disso, as franquias contam com suporte, treinamentos e materiais para capacitar os investidores. Em outras palavras, você terá seu negócio próprio, mas com o apoio de uma empresa especialista no assunto.

Clique, conheça e compare FRANQUIAS LUCRATIVAS. Acesse!

Veja como escolher a melhor franquia analisando 9 pontos

O processo de como escolher a melhor franquia passa por alguns pontos. Entre eles estão, por exemplo, analisar seu investimento, pesquisar algo que você goste, buscar a opinião de outros investidores e muito mais.

Esses pontos podem ajudar no processo de seleção. Porém, é necessário ter em mente que cada franquia vai funcionar de uma maneira. Por isso, não é possível generalizar.

Assim, a análise precisa ser cuidadosa e considerar as características de cada modelo de negócio. Isso porque, por exemplo, não adianta querer os mesmos resultados de uma franquia Home Office em uma Loja Física.

Mas agora, veja como escolher a melhor franquia por meio dos passos abaixo!

1. Seu interesse pela atividade

Um dos primeiros passos para escolher uma franquia é analisar o seu interesse e afinidade com a atividade a ser exercida.

Esse é um bom indicativo para selecionar negócios que se encaixam melhor com as suas habilidades. 

CURSO Guia Prático Sobre Franquias. Clique e confira o conteúdo completo sobre o franchising no Brasil, como investir e como faturar!

Para isso, é necessário entender qual o seu perfil de empreendedor e o perfil de franqueado esperado pela franqueadora.

Afinal, isso significa que o empreendedor tem que se dedicar às atividades até que a unidade gere resultados. 

Assim, é necessário ter foco para manter o negócio funcionando. Nesse sentido, a afinidade com as tarefas traz melhores resultados ao longo da administração do negócio.

Mesmo com todo suporte e auxílio da franqueadora, é dever do franqueado gerenciar a sua unidade nas atuações diárias.

Então, a franquia ideal é aquela que motiva o investidor a continuar dando o melhor de si.

Banner ProResultado consultoria. Clique e confira!

2. Suporte da franqueadora

O suporte da franqueadora também é um ponto a ser analisado para a escolha da melhor franquia. Afinal, um dos maiores diferenciais deste modelo de negócio está no apoio oferecido para os franqueados. 

Dessa forma, é importante analisar qual o suporte oferecido pela franqueadora, os treinamentos iniciais e recorrentes.

Esses suportes são disponibilizados por profissionais experientes e preparados para oferecer as melhores soluções.

Assim, a Circular de Oferta de Franquia (COF) e o contrato de franquia devem apresentar os detalhes do suporte.

Algumas franquias costumam cobrar um valor para esse suporte, como: a taxa de propaganda, investimento que garante o suporte em marketing.

Banner Totall Marcas. Clique para conferir os serviços!

3. Capacidade de investimento

A capacidade de investimento é outro fator que irá ajudar na decisão de como escolher a melhor franquia.

Esse passo envolve o planejamento financeiro, que é necessário para escolher a franquia ideal para cada faixa de investimento. 

Logo, é possível fazer um investimento que caiba no seu bolso, sem gerar grandes dívidas. Assim, o planejamento financeiro auxilia o investidor a entender quanto dinheiro pode investir. 

O planejamento também ajuda a perceber se o investidor tem o montante necessário ou se precisa juntar mais dinheiro para começar o seu empreendimento.

Logo, o empreendedor pode começar o seu negócio com uma maior segurança financeira. 

MJG SOLUÇÕES EM ENGENHARIA. Clique e saiba como contratar essa empresa conceituada!

Afinal, antes da unidade começar a gerar lucros, ela precisará de investimentos para se padronizar e adaptar. Além da captação de clientes e divulgação da unidade para começar a faturar. 

Até que esse momento chegue, o empreendedor precisa manter a unidade em funcionamento, com manutenções recorrentes. Isso também precisa estar no planejamento financeiro.

4. Opinião do franqueado

A opinião dos franqueados e ex-franqueados também é um bom indicativo de como escolher a melhor franquia.

Dentro da própria Lei de Franquias há a exigência de estar listado o contato de todos os franqueados e ex-franqueados de até 24 meses. 

Desse modo, os interessados na franquia podem contatar essas pessoas, pedir opiniões e tirar possíveis dúvidas.

FOCO MARKETING. Clique e acesse para saber como faturar com o seu negócio fazendo ações de marketing!

Esse passo é muito importante, porque o investidor conversará diretamente com quem conhece o negócio.

Nesse sentido, pode perguntar como é o suporte da franqueadora, se é satisfatório etc. Por fim, essa é uma forma de evitar decepções e problemas a longo prazo.

5. Reputação da marca

Uma boa reputação é outro indicativo para a escolha da melhor franquia.

Ou seja, ao escolher uma rede com uma reputação boa, o empreendedor estará adquirindo uma marca de renome, já conhecida pelo público pela qualidade nos seus produtos e serviços.

Então, para conferir a reputação da marca é possível fazer uma pesquisa rápida online e observar possíveis reclamações. Caso existam, verifique se essas são atendidas, e pesquise a opinião dos clientes em geral.

CONHEÇA AS SOLUÇÕES DA DOTS HUNTERS PARA FRANQUEADORAS! Clique aqui!

Também é possível observar se a marca tem algum processo judicial e qual o teor. Por fim, é possível perguntar para os franqueados se a empresa cumpre com todos os seus deveres.

6. Mercado da sua cidade

Outro ponto que não deve passar despercebido é a análise do mercado da sua cidade, ou seja, o mercado local.

Isso porque, essa análise permite ao empreendedor entender qual o melhor modelo de negócio para sua região. 

Do mesmo modo, a pesquisa ajuda a escolher a localidade da unidade, identificar o comportamento dos consumidores, possíveis lacunas mercadológicas etc.

Muitas franqueadoras oferecem diferentes modelos de negócio baseados na população local do município, por exemplo. 

CONHEÇA AS SOLUÇÕES DA SULTS PARA FRANQUEADORAS! Clique aqui!

Assim, é possível implantar um negócio de forma mais assertiva com maior potencial para gerar bons resultados.

Mas além disso, a própria franqueadora pode oferecer a análise do mercado como parte do suporte do negócio.

7. Potencial do mercado

O potencial do mercado também é muito importante no processo de como escolher a melhor franquia.

Porém, esse potencial não significa simplesmente escolher um negócio que está em alta, mas buscar alternativas estáveis dentro dele.

Assim, o investidor irá analisar os resultados e identificar os benefícios de apostar no mercado escolhido.

O que possibilita enxergar oportunidades como preencher as necessidades em falta.

Essa análise pode começar com uma pesquisa sobre os dados do mercado em que você pretende investir. Depois, é possível perceber pontos fortes e fracos que podem afetar o seu negócio.

8. Modelo de negócio 

Outro passo para escolher a melhor franquia é o modelo de negócio. Ou seja, se é Home Office, Home Based, Delivery, Loja Física, etc.

Todos esses componentes influenciam em questões como: valores, taxa de manutenção da unidade e tempo para se dedicar ao negócio e mais.

Por exemplo, os modelos sem necessidade de um espaço físico costumam ser mais baratos.

Além disso, o empreendedor também costuma ter horários mais flexíveis e é ideal para quem quer uma renda complementar. 

Já as Lojas Físicas costumam ter gastos maiores, mas também podem proporcionar um maior faturamento.

O tempo para se dedicar ao negócio também costuma ser maior. Por isso, o empreendedor tem que se dedicar mais.

Muitas Lojas Físicas também têm a possibilidade de aderirem ao E-commerce e ao Delivery.

Isso pode aumentar o potencial de lucro da unidade. Então, escolher uma das opções depende do quanto você quer e pode se dedicar ao negócio.

9. Lucratividade da franquia

A análise da lucratividade da franquia pode ser outro bom indicativo de um negócio seguro e sólido. Desse modo, o investidor interessado pode fazer um processo de seleção das melhores opções.

Mas antes, é importante entender que a lucratividade e faturamento são diferentes. Primeiramente, o faturamento é o valor total recebido pela franquia durante determinado período de tempo. 

Enquanto isso, o lucro é o valor que sobra depois de pagar todas as necessidades financeiras do negócio. Por exemplo, modelos Home Office podem ter um faturamento menor, porém uma lucratividade atrativa.

Logo, não pense apenas no faturamento ao escolher uma franquia. Agora, assista ao vídeo abaixo, que dará dicas de como não cair em golpes no sistema de franchising. Acesse!

Finalmente, para expandir o seu conhecimento no assunto, descubra algumas opções para empreender. Leia, “Franquias baratas e rentáveis“.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje