Como funciona franquia de seguro? Saiba tudo que você precisa!

Por
em
Como adquirir seguros
Advertisement

Anda buscando informações sobre como funciona uma franquia de seguro? Tem interesse em investir em uma e gostaria de saber mais a respeito?

Pois saiba que esse tipo de negócio pode ser uma ótima opção. Especialmente porque uma franquia facilita o sucesso de quem sonha em se tornar empreendedor.

Já imaginou quanto tempo você gastaria para se tornar um corretor individual com prestígio no mercado? Normalmente, são meses e meses de trabalho quando o empreendedor opta por iniciar um negócio do zero.

Mas a forma como funcionam as franquias de seguro pode ser uma opção bem mais atraente para quem busca empreender. Principalmente se o objetivo for estar à frente de um negócio rentável e de fácil administração.

Para explicar como funciona uma franquia de seguro e como investir nela, produzimos este texto. Continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre o assunto!

O que é uma franquia de seguro?

Antes de entender como funciona franquia de seguro, é necessário conhecer mais sobre esse modelo de negócio. Franquia nada mais é do que um empreendimento que repassa suas estratégias de desenvolvimento a um novo empreendedor.

Essas estratégias foram estudadas e estruturadas para serem replicadas em novas unidades por empreendedores que têm o mesmo ideal de investimento.

Assim, ao abrir uma franquia, o franqueado recebe todo o conhecimento e a permissão de uso da marca. Dessa forma, o empreendedor pode desenvolver o negócio com mais eficiência, a partir de modelo já testado e aprovado no mercado.

Quem pretende atuar em uma franquia do setor encontra um mercado em alta. No franchising, as marcas de seguros fazem parte do segmento de “Serviços e Outros Negócios”.

No ano de 2019, o setor faturou R$ 27 bilhões. Em comparação com o total faturado em 2018, houve um aumento bem significativo de 9,8%.

Além disso, o mercado de seguros no Brasil como um todo arrecadou o equivalente a R$ 270,1 bilhões em 2019. Em comparação ao ano anterior, o aumento foi de 12,1%.

As informações são da Associação Brasileira de Franchising (ABF) e da Confederação Nacional das Seguradoras (CNSEG).

Franquia de seguro e Franquia do seguro são iguais?

Foto de três pessoas reunidas em uma mesa de madeira, enquanto duas delas dão as mãos. Vemos papeis e xícaras de café (imagem ilustrativa). Texto: como funciona franquia de seguro.
É fundamental compreender as diferenças entre essas duas modalidades.

Você provavelmente já deve ter se deparado com os termos franquia de seguro e franquia do seguro ao tentar entender como funciona uma franquia corretora de seguros.

Mas apesar de bem parecidos, saiba que eles se referem a situações distintas.

Para trabalhar com seguros, você precisa ter tudo muito claro em mente. Por isso, acompanhe a seguir e veja o que eles significam e a função de cada um no segmento de seguros.

O que é uma franquia de seguro?

O termo franquia de seguro se refere a uma corretora de seguros, ou seja, uma empresa responsável por comercializar soluções de proteção para os clientes. As corretoras geralmente trabalham em parceria com as seguradoras.

Portanto, estamos falando de uma empresa que trabalha especificamente com a mediação entre seguradora e clientes. Logo, a função de uma franquia de seguro é encontrar os serviços certos para cada tipo de cliente e ajudá-lo a ter uma boa experiência.

A função de um corretor é fazer uma análise e um aconselhamento para que o cliente contrate um bom serviço, facilitando, assim, todas as interações com a seguradora responsável.

Além disso, o corretor também atua quando o seguro já está em uso, otimizando o contato com a seguradora sempre que for necessário, como em situações de sinistro, por exemplo.

O que é a franquia do seguro?

Advertisement

Já a franquia do seguro se refere a um valor que deverá ser pago pelo próprio segurado caso aconteça algum sinistro.

Ou seja, na hora de lidar com um sinistro, parte dos gastos deve ser feito pelo segurado, e o valor em si é determinado no momento do contrato. Imagine, por exemplo, que você contratou um seguro auto.

Durante o momento de acordo com a seguradora, ficou determinado uma franquia do seguro no valor de R$1 mil. Em seguida, você se envolve em um acidente e seu carro precisa de um conserto no valor de R$ 5 mil.

Sendo assim, como você é responsável pela franquia do seguro, terá que arcar com R$ 1 mil para o conserto. No entanto, os outros R$ 4 mil que restaram serão de responsabilidade da seguradora, que realizará os pagamentos devidos.

No entanto, é importante ressaltar, os valores da franquia do seguro podem variar de acordo com a seguradora, o tipo de seguro, suas coberturas etc. Este é um fator comum em seguros auto, residencial e outros.

Ao contratar um seguro, você saberá qual o valor da franquia determinado para aquele serviço.

Foto de um homem de blusa xadrez e calça jeans com uma carteira marrom nas mãos, vemos cartões e dinheiro.
A franquia do seguro é o pagamento de responsabilidade do segurado.

Mas o tema deste texto é o negócio de franquia de seguros, não as informações sobre um seguro em si. Por isso, caso você tenha interesse na área, leia o texto “Tipos de seguros, conheça e saiba como se proteger”.

Pois como dissemos, esse é um conhecimento que você vai precisar ter se quiser abrir seu próprio negócio no ramo. Sendo assim, vamos continuar explicando como funciona abrir uma franquia no setor de seguros.

As diferenças entre seguradora e corretora de seguro

Agora que você já conhece o potencial de investimento no setor de seguros e sabe o que é uma franquia de seguro, é importante desfazermos uma confusão comum.

Muita gente acha que, ao descobrir como funciona franquia de seguro, vai iniciar uma seguradora. Mas, na verdade, o tipo de trabalho será similar de uma corretora. Veja abaixo as diferenças entre essas empresas.

O que é a seguradora? 

As seguradoras são empresas responsáveis por segurar os bens de um usuário. São elas que se responsabilizam pelos riscos de danos e perdas dos segurados.

Isso significa que, em caso de sinistro parcial ou total de um automóvel, o segurado deve acionar o seguro e o veículo é avaliado. Assim, caso tenha havido dano ao automóvel, a seguradora deve pagar pelos prejuízos do consumidor.

Aliás, neste ponto, é preciso diferenciar os dois tipos de franquia, como já explicamos. O modelo que estamos falando neste texto é um modelo de negócio em que o empreendedor abre uma “cópia” de uma empresa que existe no mercado.

Mas no ramo de seguros também há outra modalidade. A franquia no seguro é o valor total que o segurado precisa pagar após uma perda parcial do veículo. Ou seja, quando o carro sofre danos de, no máximo, 75% do seu valor de mercado.

Após o pagamento da franquia, o segurado pode receber a indenização parcial do seguro. Assim, o veículo poderá ser reparado.

No caso de perda total, o segurado não precisa pagar a franquia. Afinal, nenhum conserto será feito no veículo. O usuário receberá a indenização integral para a compra de um novo automóvel.

Vale lembrar que existe um órgão responsável por regulamentar as empresas seguradoras, a Superintendência de Seguros Privados (Susep). A Susep também é responsável por fiscalizar as empresas em todo o território nacional.

As seguradoras, portanto, oferecem seguros em diversas áreas, sendo os mais comuns os residenciais, de saúde e vida, auto, transporte de cargas, entre outros.

Essas empresas também são responsáveis por realizar transações de previdência privada e títulos de capitalização. 

O que é uma corretora de seguro?

Vemos um homem engravatado ao fundo de uma mesa. Sobre ela, temos a miniatura de uma casa, de uma família e de um carro. A posição das mãos deste homem sobre a mesa dá a entender, metaforicamente, que ele está protegendo essa casa, família e carro (imagem ilustrativa). Texto: como funciona franquia de seguro.
As corretoras de seguro oferecem várias opções de proteção pessoal e de bens.

As corretoras de seguro são responsáveis por pesquisar para os clientes as melhores e mais adequadas opções de seguros.

Esse trabalho é feito por um corretor que avalia, inclusive, o que faz sentido na aquisição do seguro, por exemplo. Ou seja, se determinadas taxas adicionais vão realmente fazer diferença para o usuário.

Dessa forma, ao saber como funciona franquia de seguro, o franqueado se torna um corretora. Assim, o empreendedor fará a intermediação entre o usuário e a seguradora.

Como funciona uma franquia de seguro? 

Agora que você já sabe a diferença entre uma seguradora e uma corretora, é hora de compreender como funciona uma franquia de seguro.

Prospecção de clientes

O trabalho do franqueado neste tipo de negócio é bastante simples. Primeiro, o corretor de seguro deverá buscar por interessados na contratação do seguro.

Essa busca será feita por meio do seu marketing. Seja o marketing boca a boca, pela divulgação física ou on-line do seu negócio.

Também é interessante oferecer seus serviços ao seu círculo social, a amigos de amigos etc.

Após essa prospecção de clientes, o empreendedor precisa entender o que o usuário precisa. Um seguro de carro? De moto? Previdência privada? Quais coberturas o cliente ainda não está ciente de que precisa?

É muito importante ter habilidades de venda para saber como funciona uma franquia de seguro. Pois assim, você poderá não apenas concretizar o que o usuário espera, mas também oferecer serviços adicionais.

Um mesmo indivíduo que contrata um seguro de carro pode também contratar um seguro residencial, por exemplo. Ser um bom vendedor significa aproveitar essas oportunidades.

Aliás, essa é uma das principais vantagens de trabalhar com uma vasta cartela de serviços em uma franquia ampliada. Qualquer pessoa é um consumidor em potencial de diversos serviços de uma só vez.

Cotação dos serviços

Depois da conversa com o cliente, o franqueado fará a cotação dos serviços. Sabendo o preço do seguro, ele poderá apresentar o que encontrou ao usuário.

Mas vale dizer que, normalmente, a franquia de seguro é um negócio com contato em diversas seguradoras. Assim, você vai encontrar preços variados entre elas.

O ideal é sempre apresentar a melhor solução ao usuário. Não exatamente da seguradora que tiver o valor do seguro mais baixo, mas que ofereça boas condições de pagamento, benefícios ao consumidor e outros.

Tomando este cuidado, torna-se mais simples conquistar a confiança do cliente. Assim, o consumidor poderá indicar o corretor para outras pessoas e também se tornar um cliente frequente.

Relacionamento com o cliente

Vemos uma corretora conversando com cliente por telefone (imagem ilustrativa). Texto: como funciona franquia de seguro.
Dar suporte ao cliente é essencial para uma relação duradoura e lucrativa.

Após a venda do seguro ou outro serviço, o franqueado continua a ter uma relação próxima com o usuário. Isso já que o empreendedor será a ponte entre a seguradora e o cliente após sinistros, renegociações etc.

Ou seja, ao abrir uma franquia de seguro, você fará a venda de serviços, mas também será responsável pelo relacionamento entre segurado e seguradora. Agora você já sabe como funciona a franquia de seguro.

Vantagens de abrir uma franquia de seguros

Uma franquia de seguros é um empreendimento que visa oferecer serviços de corretagem de seguros de diversas áreas aos clientes.

Estando em uma franqueadora, as chances de fazer com que o negócio tenha êxito é bem maior. Isso porque existe um plano de negócio a ser seguido pelo franqueado.

Dessa forma, deslizes do dia a dia são evitados. Até porque, muitas vezes, os erros são causados pela falta de conhecimento do empreendimento.

Para evitar esses problemas, a franqueadora oferece uma série de suportes ao empreendedor. Desde a escolha do ponto comercial até as operações do dia a dia do negócio.

Mas esse suporte não é a única vantagem de uma franquia. Veja outras abaixo.

Reputação da marca 

A marca é a identidade do seu negócio. Estar à frente de uma empresa reconhecida pelos usuários já é meio caminho andado.

A reputação também significa que as pessoas têm uma percepção positiva de que o negócio funciona e que outras também fazem uso daquela empresa.

Treinamento para atuar 

Para investir em uma franquia de seguros não é preciso ter experiência. Isso porque a franqueadora dá ao empreendedor acesso a todo o plano de negócio da marca, treinamentos e capacitações.

Dessa forma, o franqueado saberá exatamente como atuar. Em outras palavras, ele vai conquistar seus clientes e realizar todas as vendas necessárias para manter o negócio funcionando!

Menos riscos com a franquia

Por se tratar de um modelo já testado no mercado, os riscos de investir em uma franquia são bem menores do que em um empreendimento comum iniciado do zero.

Afinal, como já dissemos, sempre haverá uma orientação por trás desse investimento. As franqueadoras acompanham de perto as unidades com suporte, consultoria de campo e dicas para o melhor desenvolvimento da empresa.

Ter uma corretora de seguros é rentável?

O serviço de corretagem de seguros pode ser sim um investimento de grande rentabilidade. Por meio de uma parceria com as seguradoras, é possível ter acesso a várias oportunidades de negociação para os clientes.

Até porque as comissões por vendas podem alcançar um alto rendimento. Tudo depende da forma com que o corretor vai administrar o trabalho.

Vemos um homem comemorando faturamento do seu negócio (imagem ilustrativa). Texto: como funciona franquia de seguro.
Como corretor de seguros, é possível ter altos ganhos por comissões.

Alguns modelos de franquia têm uma rentabilidade de até 85% para os franqueados. Muitas vezes, o faturamento das unidades gira em torno dos R$ 50 mil.

Opções de franquias de corretora de seguro 

Existem várias opções de franquias de corretoras de seguros no mercado. Para escolher a ideal, é importante que você avalie bem o seu perfil.

Isso porque certas marcas trabalham com o modelo de franquia reduzida por meio do home office. Com elas, o franqueado trabalha em casa, sem precisar montar um espaço comercial externo.

Esse tipo de negócio é mais barato e flexível. Mas, para ter sucesso, o empreendedor precisa ter intensa disciplina para trabalhar sozinho. Do contrário, ele não vai alcançar todo o faturamento esperado.

Além disso, os valores de comissão e modos de trabalho variam conforme as redes de franquia. Então, você precisa saber exatamente como quer atuar.

Dessa forma, ao avaliar as opções de franquia no mercado, será mais simples escolher a que mais combina com você.

Abaixo, selecionamos algumas opções de franquias do seguro auto, saúde, de vida, pet, etc., para você avaliar. Acompanhe!

1. Quisto Corretora de Seguros 

Fundada em 2012, a Quisto Corretora de Seguros é uma rede de franquias consolidada. A rede disponibiliza aos seus franqueados a possibilidade de comercializar opções diferenciadas de seguros.

Entre os pacotes estão seguros para residência, pessoa física, jurídica, planos de saúde e odontológicos. Além de seguros de vida, viagem, consórcios, previdência privada, entre outros.

São mais de 90 possibilidades de serviços para os clientes finais. Com isso, a marca consegue entregar as melhores ofertas.

Além disso, o sistema de gestão comercial utilizado pelos franqueados consegue comparar e gerar cotações em mais de 20 seguradoras.

Graças a essa eficiência, a Quisto vem se consolidando no mercado, ganhando destaque entre os consumidores. Uma ótima oportunidade para os empreendedores que buscam uma forma de iniciar um negócio.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 21 mil
  • Faturamento médio mensal: a partir de R$ 50 mil
  • Prazo de retorno: entre 6 e 18 meses

Na Quisto são oferecidos seis modelos de negócios, sendo três em modelo home office e outros três de loja física. Saiba mais sobre a franquia no vídeo abaixo!

2. Seguralta 

A Seguralta é uma franquia de seguros que oferece três opções de franquias para o empresário. São elas: home office, franquia básica (sala) e standard loja física.

Com mais de 50 anos de mercado, a empresa passou a fazer parte do franchising em 2014. A Seguralta conta com mais de 200 mil clientes em todo o Brasil. Vale destacar que ela está em franca expansão. Já são aproximadamente mil unidades no Brasil.

Isso acontece por causa da ênfase que a empresa dá ao seu empreendedor. Dessa forma, ela consegue estar presente em diversos momentos do desenvolvimento do negócio. Focando assim em um forma de ajudar a alcançar os resultados rapidamente.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 100 mil
  • Faturamento médio mensal: R$ 80 mil
  • Prazo de retorno: 12 meses

3. Pentagonal Seguros 

Por fim, a Pentagonal Seguros existe no mercado há mais de 13 anos. Fundada no Rio de Janeiro, a franquia busca as melhores soluções de seguros.

As opções de franquias da Pentagonal são home office, sala e loja de rua com espaços a partir de 50 m².

Desde 2019, a empresa tem apostado em uma plataforma digital para os seus clientes finais. Assim, a Pentagonal espera oferecer descontos em mais de 15 mil estabelecimentos voltados para alimentação, bebidas, atividades gerais, educação etc.

Essa é uma maneira que a marca encontrou de ajudar na fidelização de seus clientes. Funciona como um clube de vantagens com recompensas para todos que utilizarem algum serviço da corretora.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 30,8 mil
  • Faturamento médio mensal: R$ 18 mil
  • Prazo de retorno: entre 12 e 24 meses

Como abrir uma franquia de seguro?

Diante de todas as informações apresentadas sobre como funciona uma franquia de seguro, é necessário conhecer os caminhos para se tornar um franqueado. Separamos algumas dicas que vão ajudar você a encontrar o melhor empreendimento.

Conheça sobre o mercado

Por mais que o setor de seguro pareça muito atrativo, para ter sucesso, é preciso contar com a certeza de que essa é uma área que você realmente quer investir. Assim como é importante ter algum conhecimento, familiaridade ou o mínimo de experiência.

O mais importante nesse momento é não ser levado apenas pelo dinheiro que o negócio pode render. Isso porque você terá que passar mais que as oito horas de trabalho tradicionais por conta do empreendimento.

Dessa forma, imagina estar envolvido em algo que não lhe traz motivações para seguir nessa rotina? Essa dica é fundamental, ainda mais para quem deseja mudar de vez a carreira profissional. É o primeiro passo para uma caminhada de sucesso.

Observe sua capacidade financeira

Um dos fatores importantes na hora de empreender é a garantia de não colocar você, sua família ou dependentes em risco. Investir sem um planejamento financeiro é um verdadeiro tiro no pé.

Assim, a dica é criar uma rotina para estudar o caminho que o seu dinheiro faz a partir do momento em que chega na sua conta. Para isso, basta colocar no papel todas as suas despesas e separá-las entre as que você precisa e as que são apenas capricho.

Todas aquelas que chegar a conclusão que não é uma necessidade, podem ser cortada. Por mais que pareça um exercício difícil no primeiro momento, ele será essencial para que você consiga ter um comportamento financeiro mais adequado.

Esse controle pessoal tem o mesmo poder de uma empresa. Se no seu dia a dia você não realiza ações para economizar, certamente isso vai recair na sua unidade. Agora, se você já faz isso, parabéns, está a meio do caminho para se tornar um franqueado.

Pesquise sobre as marcas disponíveis no mercado

O próximo passo é descobrir quais as empresas realmente valem a pena investir. O que não falta são opções no mercado. Porém, nem todas oferecem um bom custo benefício. Mais uma vez, não é recomendável olhar apenas o dinheiro.

As franquias são modelos de negócios que visam um trabalho de mão dupla. Ou seja, enquanto o franqueado desenvolve a unidade da melhor forma possível, cabe a franqueadora entregar treinamentos e suporte suficiente para auxiliá-lo nesse trabalho.

Parte dos valores que precisam ser pagos ao longo da sua jornada como empreendedor são referentes a esses benefícios. Dessa forma, se não é algo que realmente vale a pena, você estará jogando dinheiro fora e dificilmente terá bons resultados.

Para evitar que isso aconteça, é recomendável pesquisar sobre as marcas que mais chamaram a sua atenção em sites de buscas e redes sociais. Assim, é possível enxergar como o público alvo lida com o serviço ou produto negociado.

Além disso, o futuro franqueado pode conversar com outros empresários da rede de franquias para conhecer a rotina, as vantagens e desvantagens da marca etc. Após achar a empresa perfeita para o seu perfil, é hora de iniciar os primeiros contatos.

Analise a Circular de Oferta de Franquia

Para isso, entre em contato com a franquia por meio de formulário de cadastro. A partir daí, você receberá a Circular de Oferta de Franquia (COF) e poderá estudar bastante o modelo.

A COF é um documento que apresenta diversas informações sobre o negócio que você está prestes a abrir. Essa é uma maneira para o empreendedor conhecer o que lhe espera no futuro.

Na Circular, é possível encontrar o balanço financeiro da empresa, histórico, pendências judiciais, valores que serão cobrados. Além disso, constam as regras que precisam ser seguidas por ambas as partes, treinamentos, suportes etc.

Porém, para que o contrato tenha validade, é necessário que a entrega da COF seja realizada no mínimo 10 dias antes da assinatura do contrato de franquia. Caso esse prazo não seja obedecido, o investimento perde a validade.

Essa é uma norma da Lei de Franquias que visa proteger os empresários de algum tipo de pressão por parte das franqueadoras.

Por isso, tire esse tempo para estudar com cuidado todos os parâmetros do documento. Caso sinta necessidade, procure um advogado para esclarecer suas dúvidas.

Aguarde os próximos passos

Se já decidiu qual modelo de negócio é ideal para você, já pode fazer contato com a franqueadora para demonstrar interesse no investimento.

Ao final de todo esse processo, é preciso quitar a taxa de franquia e assinar o contrato. A partir desse momento, você será considerado um franqueado e irá receber as orientações da marca que escolheu.

Neste momento, não temos como entrarmos em mais detalhes sobre os processos. Cada empresa tem suas etapas e não existe um padrão. Assim, cabe a você pesquisar esses momentos antes de assinar o contrato também.

São várias opções, modelos e serviços que um corretor de seguros pode oferecer. Além dos ganhos interessantes que o mercado de seguros, essa é uma oportunidade de lidar com pessoas e criar relacionamentos e negócios duradouros.

Se você tiver mesmo interesse em abrir sua unidade da marca escolhida, algumas reuniões com a empresa serão marcadas. Assim, todos os pontos do negócio serão acertados.

Depois, com a assinatura do contrato, treinamento e instalação da unidade, você poderá iniciar logo o seu trabalho. Saiba mais no texto: Como abrir uma franquia: passo a passo definitivo.

Pronto! Agora você sabe como funciona franquia de seguro, conhece suas vantagens e opções.

Gostou da alternativa, mas ainda não tem certeza se esse tipo de negócio é para você? Então, acesse o ebook abaixo para tirar todas as dúvidas sobre o investimento em franquias! Basta clicar no banner.

ebook em qual franquia investir

Depois, continue navegando em nosso blog para outros conteúdos sobre franquias e empreendedorismo. Sugerimos o texto: Os empreendedores de sucesso devem aproveitar oportunidades na crise.

*Informações publicadas em Abril/2021. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.

Advertisement
Advertisement