Guia de como montar um negócio de forma descomplicada

Por
em
Advertisement

Muitas vezes o empreendedor possui o desejo de investir mas não sabe como montar um negócio. Esta tarefa com certeza não é simples, e por isso, trazemos aqui algumas dicas ao longo do texto.

Principalmente com a taxa de desemprego no Brasil que está na casa dos 16,6%, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a busca por ser dono do próprio negócio tende a aumentar.

No entanto, o empreendedor deve ter muito cuidado e analisar bem todos os aspectos que envolvem abrir um negócio. Assim, fique ligado nas informações que reunimos para você.

Que tipo de negócio abrir?

Antes de discutir como abrir um negócio, o futuro empresário deve decidir em qual mercado irá investir, se de produtos, serviços, ou os dois.

Da mesma forma, o empreendedor deve analisar o seu próprio perfil para ver em qual nicho de mercado ele se encaixa. Tem pessoas que lidam melhor com o público, alguns gostam mais de tecnologia, ou então estão mais ligados ao ramo alimentício.

Conhecer as suas próprias preferências ajudará você, antes de se aventurar nesta investida. É preciso pensar que será necessária dedicação intensa ao novo negócio e isso será mais fácil se o empreendedor se identificar com o ramo de trabalho.

Além disso, antes de investir é bom conhecer o ramo que irá atuar, fazer uma pesquisa de mercado completa. Assim, você conseguirá identificar possíveis concorrentes, necessidades do público alvo, entre outras informações que ajudarão na hora de abrir um novo negócio.

Como montar um negócio do zero?

Você pode se perguntar como abrir um negócio com R$ 500, ou como montar um negócio com R$ 1 mil, mas estes valores podem ser pouco para investir em uma nova empresa.

Você precisa saber que este investimento inicial é importante para que a empresa tenha uma base sólida e possa dar bons frutos.

Do mesmo modo, além de conhecer o mercado e o seu próprio perfil, como falamos anteriormente, o empreendedor precisa passar por algumas etapas antes de implementar a ideia de negócio.

No nosso e-book abaixo trazemos algumas informações para que você decida bem se é mesmo a sua hora de empreender.

ebook chegou a sua hora de empreender?

Escolha o melhor negócio para você

Saber o mercado que mais te agrada e o tipo de negócio que se encaixa melhor no seu perfil é ideal para ter sucesso no novo empreendimento.

Caso o empreendedor seja mais introspectivo, pode ser melhor que tenha um negócio de venda de produtos pela internet, com propagandas on-line e outras ações que não tenham contato direto com o cliente.

Por outro lado, para o empreendedor mais comunicativo pode ser melhor a venda direta, em uma loja física. Só o próprio investidor pode dizer a qual perfil ele melhor se adapta.

Além disso, para quem gosta de ficar mais em casa pode ser melhor um modelo home office, com mais flexibilidade de horários.

Organize as finanças

Advertisement

Este passo é fundamental antes de pensar em como montar um negócio de sucesso. O empreendedor precisa estar com as contas em dia, e uma vida financeira controlada antes de abrir um negócio.

Dessa forma, você deve organizar sua finanças, observar qual a sua capacidade de investimento inicial. Do mesmo modo, deve saber que o lucro demora a aparecer, e por isso deve estar preparado para este período.

Sendo assim, esta organização é importante para que o empreendedor não se veja obrigado de tirar dinheiro da empresa para suas contas pessoais, e vice e versa. Pois isso pode ser bastante prejudicial para a saúde do negócio.

Estabeleça um plano de negócio

Estabelecer um bom plano de negócios é fundamental para organizar o empreendimento, analisar metas e necessidades ao longo do tempo.

Dessa forma, este plano de negócios deve ser bem detalhado, com o passo a passo a ser feito pela empresa, dividido ainda em metas de curto, médio e longo prazo.

Isso ajuda na avaliação do negócio, se ele está evoluindo, bem como auxilia a identificar problemas antes que eles fiquem instransponíveis. Com isso é possível agir de modo precoce na administração do negócio.

Imagem de uma pessoa sobre uma mesa apontando para um gráfico em uma folha.
Estabeleça um bom plano de negócios, que será a base orientadora do seu empreendimento.

Neste plano de negócio não pode ficar de fora os custos projetados, os problemas mais recorrentes no mercado, bem como as soluções para os empecilhos que surgem no dia a dia da empresa.

Obtenha crédito, se necessário

Muitas vezes o empreendedor não possui o capital para investimento inicial em um novo negócio, e por isso precisa recorrer aos empréstimos ou até mesmo a um sócio.

Do mesmo modo, como falamos, o empreendedor deve buscar negócios que se adéquem ao seu perfil, e isso inclui sua capacidade de investimento.

Dessa forma, pode buscar um financiamento ou um empréstimo, mas você deve analisar a capacidade que possui para pagar este capital. Por isso, precisa estar com as finanças organizadas para ver sua real capacidade de endividamento.

Por outro lado, buscar um sócio que seja uma pessoa com a qual lide bem pode ser uma boa solução. Na família ou algum amigo pode ser este investidor, que esteja buscando formas de aplicar um capital. Assim, com um bom plano de negócios é possível captar um sócio para ajudar no empreendimento.

No entanto, a divisão do negócio deve ser bem clara entre os sócios para que não haja problema ao longo do tempo, seja de ordem empresarial ou pessoal.

Execute seu plano de negócio

Ter um plano de negócios detalhado, com bastante informações, facilita na hora do empreendedor pensar em como abrir um negócio lucrativo.

No entanto, este material deve sair do papel, deve ser aplicado na prática ao longo do dia a dia da empresa para que possa ser eficiente.

Não deixe ações do plano para depois, siga a risca este caminho anteriormente traçado para que a empresa possa se desenvolver de forma sólida.

Assim, uma tarefa a ser executada no início do empreendimento que for deixada de lado, pode ser um risco futuro para o negócio.

Da mesma forma, evite pular etapas e desequilibrar o andamento da empresa. Cada detalhe do plano de negócios bem feito é importante, e não deve ser ignorado. E se for fazer alguma mudança, que pode ser necessário, replaneje os próximos passos de acordo com estas alterações.

Imagem de gráficos em uma tea e em um papel. Imagem ilustrando texto como montar um negócio.
Siga o plano de negócio o máximo possível para não se perder.

Invista em marketing

Estamos na era da informação, onde somos bombardeados por propagandas na televisão, nas ruas, e principalmente nas redes sociais.

Todo novo negócio precisa saber investir em marketing, seja para divulgar uma nova ideia, seja para captar clientes frente à concorrência.

No entanto, existem diversas formas baratas de fazer marketing, como divulgação por sites, blogs, e principalmente redes sociais.

O empreendedor pode fazer um curso on-line de marketing digital caso tenha mais familiaridade com este tipo de trabalho e as tecnologias usadas.

Por outro lado, pessoas menos acostumadas com o ambiente cibernético podem contratar uma empresa para fazer este serviço. Em negócios menores, uma pessoa já é o suficiente para realizar um marketing satisfatório.

Assim, é preciso avaliar a capacidade de investimento para escolher o marketing mais adequado, mas este trabalho nunca deve ser deixado de lado. Dessa forma, seja mais simples ou com maior aparato, o marketing deve fazer parte do seu empreendimento.

Como montar um negócio abrindo uma franquia?

Uma franquia é uma maneira mais simples de como montar um negócio, pois neste modelo o empreendedor já recebe uma marca, plano de negócio, produtos e serviços já testados e aprovados, entre outras vantagens.

Dessa forma, além de mais fácil, é mais seguro para o investidor, tendo em vista que a mortalidade das franquias gira em torno de 5% nos primeiros dois anos segundo dados do Sebrae. Em comparação, esta mortalidade sobre para mais de 20% nas empresas que não são franquias.

No entanto, assim como montar um negócio próprio exige organização financeira e planejamento, uma franquia também.

Antes de tudo, você precisa conhecer o mercado de franchising, e para te ajudar trouxemos um vídeo com muita informação sobre como funciona uma franquia.

Se você já conhece um pouco sobre franquias, agora resta escolher em qual delas investir o seu precioso dinheiro. Dessa forma, temos aqui um passo a passo para te ajudar.

Escolha o nicho de franquia desejado

O mercado de franchising no Brasil é repleto de opções. Se você não possui uma área específica na qual já tenha experiência e deseja trabalhar, é bom conhecer os segmentos de franquias dando uma olhada no site da Associação Brasileira de Franquias (ABF).

São diversos segmentos, e um deles pode ser o ideal para o seu perfil. Por isso o empreendedor deve adequar suas preferências a um nicho de mercado desejado.

Para isso, você pode levar em conta experiências prévias com as quais teve maior prazer de trabalhar. Da mesma forma, pode escolher um segmento que esteja em alta, ou que tenha pouco ou nenhum concorrente na sua cidade ou área de atuação.

Assim, para te ajudar, conheça os segmentos de franquias e a divisão utilizada pela ABF:

  • Alimentação
  • Casa e Construção
  • Comunicação, Informática e Eletrônicos
  • Entretenimento e Lazer
  • Hotelaria e Turismo
  • Limpeza e Conservação
  • Serviços Automotivos
  • Moda
  • Saúde, Beleza e Bem Estar
  • Serviços e Outros Negócios
  • Serviços Educacionais

Pesquise marcas de franquia

Assim que escolher em qual segmento deseja investir, conheça as diversas opções de franquias que existem. Dessa forma, pesquisa as marcas, veja as que mais se destacam e que oferecem melhores produtos e serviços.

Da mesma forma, dependendo do tipo de negócio, conheça as marcas menos famosas mas que podem ter um bom potencial de crescimento. Assim, leve em conta seus futuros concorrentes, suas fraquezas e espaço no mercado.

Não se atenha apenas às marcas mais famosas, pois estas podem exigir um investimento maior ou possuem taxa de lucro reduzido. Avalie também o modelo de negócio que melhor se encaixa no seu perfil.

Imagem de papeis com gráficos em cima de uma mesa e mãos sobre elas como em uma reunião. Imagem ilustrando texto como montar um negócio.
Conheça o máximo de franquias possível antes de tomar a decisão em qual investir.

Entre em contato com a franqueadora

Após escolher qual franquia está interessado, entre em contato com a franqueadora. Normalmente elas possuem site próprio por onde o empreendedor faz este primeiro contato, passando alguns de seus dados.

A franquia costuma avaliar o perfil do interessado antes de prosseguir com as tratativas. Dessa forma, algumas marcas podem ser mais exigentes que outras, bem como umas podem estar mais abertas a novos franqueados.

Avalie a COF

Após este contato inicial e depois de passar pela avaliação da franqueadora, esta irá te enviar uma Circular de Oferta de Franquia. A COF é um documento desenvolvido pelo franqueador e que apresenta todas as condições gerais do negócio, principalmente em relação aos aspectos legais, obrigações, deveres e responsabilidades das partes.

Este documento é regulamentado pela Lei nº 13.966/19, que fala sobre o ramo de franchising no Brasil. O futuro franqueado possui o prazo de 10 dias para avaliar a COF antes de assinar o contrato com a marca.

Assim, recomenda-se a ajuda de um advogado ou alguém com experiência para ajudar na avaliação da COF, e claro, para que você não tenha nenhuma surpresa no futuro.

Do mesmo modo, este documento é a segurança jurídica necessária para que a relação entre franqueado e franqueadora seja clara e sólida, sem surpresas para ambas as partes.

Converse com outros franqueados

É importante também conhecer a opinião dos outros franqueados antes de assinar a compra de uma franquia. Eles poderão passar para você, de modo mais fidedigno, como é feito o suporte pela franqueadora.

Da mesma forma, eles poderão repassar informações valiosas que vão além dos números apresentados pela franqueadora.

Isso inclui a aceitação dos clientes, os problemas dos produtos e serviços, as adaptações que precisam ser feitas para determinadas regiões, entre outros detalhes que podem passar despercebidos na COF.

Como montar um negócio em casa home office?

As pessoas costumam buscar modelos home office quando pensam em como montar um negócio com R$ 3 mil. Isso porque para este tipo de empreendimento os gastos costumam ser menores.

Para montar um negócio em casa, você deve seguir praticamente os mesmos passos de um negócio comum, como falado anteriormente.

No entanto, alguns cuidados mais específicos devem ser tomados, como explicamos mais a frente.

Mesa de trabalho em casa com um computador, uma xícara de café, cellar e um bloco de notas. Imagem ilustrando texto como montar um negócio
Tenha sua mesa de trabalho organizada para maior eficiência no home office.

Estabeleça seu local de trabalho

Quando se trata de ter um negócio home office, é fundamental estabelecer um bom local de trabalho para executar suas atividades.

Dessa forma, evite os locais mais movimentados da casa, saiba diferenciar a hora de trabalho da hora de convívio com a família. Esta distinção fica mais fácil quando se está em um ambiente mais afastado ou em um canto específico de trabalho.

Do mesmo modo, neste local você deve ter as ferramentas necessárias para o trabalho sempre perto de você, seja o computador, telefone, materiais de escritório, etc.

Contrate um bom pacote de internet

Quem deseja abrir um negócio home office deve saber como montar um negócio on-line do zero, ou então por meio de uma franquia.

O trabalho com serviços ou produtos ofertados pela internet são uma ótima opção neste modelo, mas para isso, você deve ter um bom pacote de internet.

Hoje em dia são diversas opções de empresas com este tipo de produto, veja a que dará menos problema como queda de sinal ou diminuição da velocidade.

Conte com um computador potente

Da mesma forma, se você pensa em como montar um negócio online com pouco dinheiro, deve investir ao menos na sua ferramenta de trabalho.

Assim, tenha um bom computador para poder desenvolver suas tarefas com rapidez e tranquilidade, sem intercorrências como travamento de máquina, perda de arquivos, entre outros.

Se organize e mantenha o foco

O modelo home office te dá uma flexibilidade de horário de trabalho e várias outras vantagens. No entanto, é muito fácil de desconcentrar estando em casa com a família.

Assim, quem pensa em como montar um negócio on-line de sucesso, e em casa, deve ter bastante organização e foco para não se dispersar ao longo do dia.

Da mesma forma, deve saber separar os momentos de trabalho para que a atenção nas tarefas esteja no máximo. Com isso você será mais eficiente e o empreendimento tende a ser mais sólido.

Assim como falado anteriormente, os modelos de home office costumam ter menos investimento, e no mercado de franquias não é diferente.

Por isso separamos um texto sobre Franquias Baratas para você conhecer algumas marcas, várias delas com modelo home based.

*Informações publicadas em Fevereiro/2021. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.

Advertisement
Advertisement