O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Para Empreender » Como montar uma empresa? Por onde devo começar?

Como montar uma empresa? Por onde devo começar?

Sumário

O processo de como montar uma empresa exige do empreendedor bastante persistência e organização para que tudo seja feito de forma eficiente. Por isso, nesse conteúdo você saberá dicas para lhe ajudar a ter sucesso com o seu próprio negócio.

Segundo dados, o Brasil registrou cerca de 3,8 milhões de novas empresas abertas em 2022. Assim, representando um aumento de 14,1% em comparação com 2020.

Porém, a falta de planejamento pode resultar em prejuízo logo no início do empreendimento. Ou então, em lacunas na base do negócio que, no futuro, poderão atrapalhar o seu desenvolvimento.

Por conta disso, este processo deve ser feito com cuidado, analisando as etapas básicas de como montar uma empresa. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto.

Primeiro passo para montar uma empresa: estude!

O processo de abertura de uma empresa é complexo, pois você precisa estar atento a vários detalhes que influenciam no negócio. Sendo assim, uma palavra que pode resumir bem o que você deve fazer é: estudar. Então, estude os diversos fatores que fazer parte de um negócio.

Por exemplo, não tem como montar uma empresa sem saber em qual mercado ela irá atuar. Pode ser no ramo de Alimentação, Serviços, Moda, entre outros. Nesse sentido, você precisa entender como está o mercado, se ele está em crescimento ou se está em viés de baixa.

Além disso, analise se o mercado da sua região é interessante para o seu novo empreendimento. Isso porque, não adianta plantar uma árvore em um terreno que não possui nutrientes, ela irá morrer em pouco tempo, certo?

Do mesmo modo, estude seus concorrentes. Saiba o que estão fazendo de positivo que possa ser implementado no seu negócio. Ou então, aprenda com eles o que não fazer.

Outro ponto importante é estudar o seu próprio perfil empreendedor. O seu negócio precisa se encaixar às suas qualidades, seu momento de vida e características. Um empreendedor mais conservador busca negócios mais sólidos, enquanto pessoas mais arrojadas se voltam para a inovação.

Da mesma forma, se o seu objetivo é uma renda extra, o seu negócio não pode exigir presença constante. Assim, uma empresa em home office, com horário flexível de trabalho, é a melhor pedida.

Estude também sobre o modelo de negócio que deseja implementar. Saiba todos os detalhes do mercado, dos produtos ou serviços com os quais irá trabalhar.

Todo este conhecimento é importante para delinear um negócio de forma consistente, com bases sólidas. Afinal de contas, uma casa sem uma boa fundação pode desmoronar no primeiro abalo.

7 passos de como montar uma empresa

Com base nos seus estudos sobre o mercado e sobre o negócio que melhor se enquadra no seu perfil, chegou a hora de aplicar este conhecimento. São algumas etapas necessárias no processo de como montar uma empresa. Por isso, separamos um passo a passo para lhe ajudar.

Veja que cada um deles é um degrau nesta escada. Portanto, é necessário que cada estágio seja bem-feito para montar a base do seu empreendimento.

1. Escolher o modelo de negócio

Escolha o modelo de negócio no qual irá investir. O mercado oferece diversas opções, como negócios em home office, vendas diretas, trabalhos desenvolvidos pela internet, entre outros.

Dentre essas alternativas está a franquia. Este formato de empreendimento tem se tornado cada vez atrativo por ser mais simples e seguro. Para se ter uma ideia, estudos mostram que a mortalidade de uma franquia é de 5% nos seus primeiros dois anos.

Por outro lado, mais de 20% das empresas comuns fecham as portas neste mesmo período, segundo levantamento do Sebrae. O modelo de franquia consiste em um negócio que chega para o empreendedor estruturado, com uma operação padronizada.

Nesse sentido, cada unidade da franquia é igual a outra, oferecendo os mesmo produtos ou serviços. O empreendedor recebe o know-how da empresa para iniciar o seu negócio.

Assim, todo o processo de organização da empresa, estudo de mercado, análise do que oferecer em sua unidade, já foi feito pela franqueadora. Além desta vantagem, no modelo de franquia, o empreendedor recebe diversos tipos de suportes da franqueadora.

Do mesmo modo, a franqueadora auxilia na escolha do melhor local para instalar a unidade. Buscando, assim, uma região que seja promissora para o empreendimento.

Além disso, o empreendedor sabe quanto irá ter que investir. Com isso, pode se programar melhor. Por fim, as informações estão na Circular de Oferta de Franquia (COF), documento essencial na negociação entre empreendedor e franqueadora.

Esse é, inclusive, um dos pontos abordados no curso Guia Para Iniciantes. São aulas que você pode acessar clicando aqui, assistir online e entender como investir em uma franquia.

2. Se organize para abrir o negócio

Após escolher o modelo de negócio para a sua empresa, comece a se organizar em diversas frentes. Uma delas é se planejar financeiramente.

Ou seja, coloque no papel todos os gastos que terá para montar a sua empresa. Custos com estrutura, funcionários, estoque, entre outros detalhes deste planejamento financeiro.

Da mesma forma, organize seu tempo. Alguns projetos pessoais devem dar espaço para o processo de abertura da empresa, principalmente nos primeiros momentos. Imagine que tudo que você terá que fazer, pois este início demanda tempo, dedicação e agilidade.

Assim, se organize com a família, deixe claro que agora eles precisam compreender que sua atenção deve estar no empreendimento.

Do mesmo modo, se organize de modo eficiente, para que o trabalho do dia a dia possa fluir de forma rápida, e ainda, simplificar os processos ao máximo.

Uma forma de se organizar no processo de como montar uma empresa é estruturar um plano de negócios. Nele, você materializa boa parte do caminho desta trajetória. Por isso, separamos o infográfico abaixo com algumas dicas para elaborar o plano de negócios da sua empresa.

3. Contrate um bom contador

Falamos anteriormente sobre planejar os custos do negócio. Dessa forma, um dos custos é com a abertura da empresa em si.

Na etapa inicial, um bom contador pode ser de grande ajuda para orientar os trâmites burocráticos. Ou seja, custos dos funcionários, impostos a serem pagos no início e durante o empreendimento.

O contador será seu maior aliado para organizar seus negócios e manter tudo em dia, dentro da lei, além de aprender mais sobre gestão e controle das finanças.

Do mesmo modo, o contador pode orientar para a escolha das melhores ações para sua empresa. Por exemplo, como se enquadrar em determinado regime tributário? Além disso, em alguns estados ou municípios, é preciso vincular um contador responsável na abertura de pessoas jurídicas.

Isso porque, a escrituração contábil é importante, manter a contabilidade mensalmente escriturada para que possa enviar para o governo todas as informações.

Por fim, é este contador que pode lhe ajudar a entender um pouco da complexa estruturação tributária no Brasil. Saiba, estes tributos farão parte do seu dia a dia como empreendedor.

4. Organize toda a documentação necessária

São várias etapas para estruturar o empreendimento. Neste quarto passo, organização da documentação, surgem questões burocráticas a serem resolvidas.

Por exemplo, a empresa deve elaborar o seu contrato social que, por sua vez, irá direcionar a participação do capital social de cada um dos sócios. Ainda, definir quais serão as atividades da empresa e seu funcionamento.

Geralmente, é necessário também os registros na Junta Comercial do seu Estado, para que a empresa possa emitir notas fiscais e estar dentro da legalidade. Outro documento necessário é a Inscrição Estadual, obrigatória para alguns tipos de empresas, como as dos setores de comércio e indústria.

Por fim, o contador também fará sua inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas, o tão famoso CNPJ, que será a identidade da sua empresa perante os órgãos fazendários.

5. Obtenha os alvarás

As empresas podem funcionar após suas inscrições nos órgãos fazendários, mas para o início das atividades em si, algumas delas precisam de alvarás.

O alvará é uma permissão do Estado para que você possa funcionar fabricando seus produtos ou oferecendo seus serviços.

Por exemplo, para iniciar sua empresa em um ponto comercial, será necessário o alvará de funcionamento. Para obtê-lo, é necessário comprovar na prefeitura da sua cidade que você reúne todas as condições exigidas por lei para exercer a atividade da sua empresa.

Do mesmo modo, alguns tipos de empreendimentos exigem vistorias do Corpo de Bombeiros e da Vigilância Sanitária para que possam funcionar.

De acordo com a atividade desenvolvida, pode ser necessário outros tipos de licenças. Nesse sentido, um contador poderá lhe orientar para a obtenção. Por último, um cuidado extra é que em determinadas áreas dos municípios algumas atividades podem ser vedadas.

Dessa forma, você deve ficar atento e não fechar o aluguel de um ponto comercial sem antes analisar se naquela região sua empresa poderá ser montada.

6. Planeje o início dos trabalhos

O planejamento para o início dos trabalhos é fundamental. A inauguração deve ser um evento que chame a atenção do seu público-alvo.

Nos modelos de negócios em ponto comercial, a inauguração deve ser pensada com atrativos como promoções e um trabalho de marketing. Com um mercado tão concorrido, sua empresa deve ter um marketing eficiente para ser vista pelos consumidores.

Seja um negócio em loja ou home office, use os melhores meios para atingir o seu público. Atualmente, a internet é um espaço eficaz e de custo reduzido, principalmente por meio de ações nas redes sociais.

Nesse sentido, além desta inauguração, planeje também os primeiros passos, ou seja, os meses inicias do seu empreendimento. Isso porque, o dinheiro pode demorar um pouco a entrar e cobrir os custos, e você deve estar atento a isso.

Por fim, treine os colaboradores para um melhor atendimento. Lembre-se que serão o seu cartão de visita. Assim, um cliente satisfeito é alguém que, mesmo sem querer, estará fazendo propaganda para você.

7. Comece seu negócio!

Hora de iniciar o empreendimento! Começar os atendimentos, estar perto dos clientes, mesmo que maneira remota, como em negócios home office. Em outras palavras, é estar atento neste início para corrigir detalhes, buscar soluções para os problemas que com certeza surgirão.             

Além disso, após o início do negócio é que você consegue enxergar algumas necessidades de adaptação. Contudo, estes problemas iniciais são minimizados quando você empreende por meio de franquias. O processo de como começar uma empresa é mais simples com este modelo.

Isso porque, a estrutura da empresa já vem pronta, uma vez que a franqueadora se baseia em sua experiência com as outras unidades, de forma a evitar problemas.

Além disso, essa pode ser uma maneira de investir menos em um negócio próprio, pois a estrutura da franquia é mais enxuta. Ainda, o mercado conta com várias marcas, com os mais diferentes formatos. Agora que você está por dentro do assunto, empreenda e ganhe dinheiro.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje