O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Para Empreender » Como montar uma franquia em 9 passos simples e sem complicações

Como montar uma franquia em 9 passos simples e sem complicações

Sumário

O empreendedor precisa conhecer bem como montar uma franquia para conseguir analisar qual o melhor negócio para ele. Este segmento pode ser uma boa opção, basta ter cuidado com a escolha, como mostraremos neste conteúdo.

Uma pesquisa da Associação Brasileira de Franchising (ABF), realizada no ano de 2022, mostrou que o setor de franquias registrou um aumento de 14,3% no faturamento. Assim, alcançando uma receita de R$ 211 bilhões.

Logo, quem quer ter sucesso no mercado de franquias deve ter atenção para não se seduzir com modismos ou tomar decisões apressadas para aproveitar uma oportunidade de negócio.

No entanto, se a decisão de empreendedor for bem pensada, o retorno tende a ser positivo. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

Clique, conheça e compare FRANQUIAS LUCRATIVAS. Acesse!

Vale a pena montar uma franquia?

As franquias são empresas que licenciam para empreendedores um modelo de negócio já testado e aprovado pelo público. Além disso, oferece ao franqueado todo know-how adquirido pela marca para que este possa replicar os produtos ou serviços seja aonde for.

Este mercado possui bons números. Por exemplo, a taxa de mortalidade das franquias é de apenas 5% nos dois primeiros anos de funcionamento, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Por outro lado, este número chega a 23% de mortalidade das empresas comuns neste mesmo período de tempo, conforme dados do Sebrae.

Da mesma forma, o segmento de franquias tem grande faturamento. Segundo a ABF, o setor teve faturamento de mais de R$ 211 bilhões no ano de 2022. Além de um mercado sólido, as franquias possuem a vantagem de oferecer produtos e serviços já testados e conhecidos pelo público.

Do mesmo modo, este modelo oferece suporte para os empreendedores, como auxílio para a parte administrativa do negócio, parte jurídica, marketing e treinamentos especializados.

Este suporte é extremamente importante para os fraqueados, pois auxiliam não só no dia a dia, mas ajudam a alavancar o empreendimento. Assim, o negócio se desenvolve com maior solidez e agilidade.

CURSO Guia Prático Sobre Franquias. Clique e confira o conteúdo completo sobre o franchising no Brasil, como investir e como faturar!

Veja como montar uma franquia agora mesmo

Quando o empreendedor começa a analisar como montar uma franquia, precisa ter em mente que deve colher diversos tipos de informações para embasar sua escolha.

Esse é, inclusive, um dos pontos abordados no curso Guia Para Iniciantes. São aulas que você pode acessar clicando aqui, assistir online e entender em detalhes como investir em uma franquia. Sem prejuízo e sem o risco de escolher uma marca ruim.

A seguir, confira os passos que preparamos para que você possa percorrer antes de bater o martelo e escolher a franquia na qual vai investir.

1. Avalie bem seu perfil empreendedor

O primeiro passo que o empreendedor precisa fazer é avaliar bem o seu próprio perfil, para saber se ele se ajusta ao mercado de franquias.

Esta autoanálise permite ver qual segmento do franchising é o mais adequado para suas características, bem com aqueles nos quais já possui alguma experiência.

Banner ProResultado consultoria. Clique e confira!

Assim, o investidor pode escolher entre o segmento de franquias de Alimentação, pode buscar como abrir uma de Serviços, atuar no setor de Casa e Construção, Moda, entre vários outros.

Da mesma forma, todos os segmentos de franquias possuem modelos diferentes, alguns mais voltados para o atendimento direto do público, outros em modelos Home Office. Ainda, é importante ajustar sua capacidade de investimento inicial, para abrir um novo negócio sem se endividar além da conta.

Por fim, o empreendedor precisa conhecer primeiro as diferentes possibilidades no sistema de franquias, antes de ir para o próximo passo.

2. Pesquise opções de franquias

Quando já estiver decido por qual segmento atuar, cabe agora escolher uma franquia para investir. Como falamos, são muitas opções, para os mais diferentes empreendedores.

No segmento escolhido, observe a concorrência que irá enfrentar na sua região, para assim optar por uma marca com a qual possa explorar eventuais deficiências da região.

Banner Totall Marcas. Clique para conferir os serviços!

Da mesma forma, busque opções com as quais se identifique. Nesse sentido, um empreendedor mais tímido pode optar por modelos Home Office. Por outro lado, um perfil mais vendedor pode investir em modelos de lojas ou vendas virtuais.

Mas é fácil notar, quando se pesquisa amplamente as franquias de um determinado segmento, que há modelos de negócios para todos os tipos de empreendedores que querem saber como montar uma franquia.

3. Entre em contato com as franqueadoras

Quando a escolha da franquia está feita, chega a hora de entrar em contato com a franqueadora. Desse modo, você consegue colher mais informações sobre os modelos de negócio, faturamento e custos.

Este contato, normalmente é feito por um formulário no site da franquia, para que o interessado preencha com seus dados e região onde deseja atuar.

Da mesma forma, este primeiro contato também é quando a franqueadora começa a analisar o perfil do franqueado para saber se está adequado ao tipo de empreendedor que a marca busca.

MJG SOLUÇÕES EM ENGENHARIA. Clique e saiba como contratar essa empresa conceituada!

Além disso, vale ressaltar que este contato pode ser feito com várias franqueadoras diferentes para tirar dúvidas e lhe ajudar a escolher a melhor franquia para investir.

Por outro lado, a região na qual deseja atuar pode não estar disponível para abrir determinada franquia, seja por contar com algum franqueado ou por não ser de interesse da marca.

4. Avalie a COF

Após entrar em contato com a franqueadora e ter o seu perfil analisado pela empresa, o interessado recebe a Circular de Oferta de Franquia (COF).

Este documento é regulamentado pela Lei de Franquias (Lei nº 13.966/19) e deve conter uma série de informações importantes sobre a futura parceria entre franquia e franqueado.

Um dos pontos importantes deste documento são os custos de investimento previstos para o franqueado, como taxa de franquia e taxas de royalties e publicidade. Da mesma forma, a COF deve conter os direitos e deveres das partes, além de uma minuta do contrato de franquia.

FOCO MARKETING. Clique e acesse para saber como faturar com o seu negócio fazendo ações de marketing!

O empreendedor deve analisar bem este documento, e para isso conta com um tempo mínimo de dez dias, de acordo com a Lei de Franquias. Este prazo evita que a franqueadora faça pressão sobre o investidor para assinar logo o contrato.

Para os empreendedores menos experientes, recomenda-se levar o contrato até um advogado para ter maior segurança antes de assinar a parceria.

5. Analise a reputação da marca

O processo de como montar uma franquia passa também por analisar a reputação da marca no mercado na qual atua. A franquia pode ser famosa, mas ter problemas internos, como lentidão de sistema, produtos defeituosos ou atendimento insatisfatório.

Sendo assim, com uma pesquisa na internet, por exemplo, no site Reclame Aqui, você pode ter uma boa ideia de como é a atuação da empresa junto aos seus clientes. Ainda, quais as reclamações mais frequentes e se os problemas apresentados pelos consumidores foram resolvidos.

Da mesma forma, esta pesquisa pode lhe dar uma ideia se há problemas na justiça relativos à franqueadora, junto a franqueados e ex-franqueados. Com estas informações em mãos fica mais seguro fazer a escolha por qual franquia investir.

CONHEÇA AS SOLUÇÕES DA DOTS HUNTERS PARA FRANQUEADORAS! Clique aqui!

6. Converse com outros franqueados

A franqueadora, quando passa as informações sobre o modelo do negócio, os suportes dados, pode não ser 100% clara. Então, como o objetivo da empresa é vender unidades, alguns detalhes podem passar despercebidos e só serem notados mais tarde.

Dessa forma, veja na COF o contato dos franqueados e do ex-franqueados que deixaram a marca nos últimos 12 meses e converse com eles sobre a franquia. Pergunte se o suporte dado é eficiente e completo, se todas as informações de rentabilidade e vendas condizem com a realidade.

Além disso, conheça a aceitação dos produtos e serviços frente aos clientes, se sempre voltam ao estabelecimento e aprovam a marca.

Todas estas informações serão mais condizentes com a realidade quando passadas por franqueados e ex-franqueados, lhe dando uma visão mais próxima do dia a dia do negócio.

Do mesmo modo, veja a satisfação deles com o marketing da empresa, a logística de produtos, o suporte técnico e administrativo que é a base do empreendimento.

CONHEÇA AS SOLUÇÕES DA SULTS PARA FRANQUEADORAS! Clique aqui!

7. Faça um planejamento financeiro

Todo novo empreendimento exige um investimento inicial, e no setor de franquias não é diferente. Por isso, deve-se planejar bem antes de fazer este aporte no novo negócio.

Para o investidor com menos dinheiro, pode-se buscar um pequeno empréstimo ou investir com alguma reserva de capital. Mas é preciso ter cuidado para não exagerar e desregular a saúde financeira.

Algumas franqueadoras também fazem financiamento da taxa de franquia, e cabe ao empreendedor analisar se aquele investimento cabe no seu orçamento.

Da mesma forma, até que o novo negócio chegue ao ponto de equilíbrio, deve-se ter uma reserva de capital de giro. Lembre-se que mesmo que o estabelecimento demore um pouco a dar lucro, as contas continuam chegando, como taxas de royalties e de propaganda, bem como outras despesas.

Todo este planejamento financeiro é importante para evitar dificuldades para pagar as contas, honrar com os compromissos e ter tempo até que o negócio prospere.

8. Adquira sua franquia

Depois de passar por todas estas etapas de como montar uma franquia, é a hora de assinar o contrato e se tornar um franqueado.

Então, esteja seguro de que aquela franquia está mais próxima do seu perfil, que possa ser prazerosa de trabalhar. Isso é fundamental, pois um novo negócio exige muita dedicação e tempo do empreendedor.

Da mesma forma, escolha o modelo de trabalho que mais se alinha às suas características e invista no seu sonho.

9. Siga as orientações da franqueadora

Antes mesmo da inauguração, é essencial que o franqueado siga todas as orientações da franqueadora. Isso porque, a empresa lhe apresenta um plano de negócios para ser seguido fielmente.

Logo, a franqueadora terá orientações para a estética da loja, para o marketing de inauguração, bem como treinamento de funcionários para a melhor execução do trabalho.

Mas lembre-se de que a franquia tem experiência na abertura de outras unidades, e isso pode lhe ajudar no impulso inicial da sua unidade franqueada. Depois, siga o manual de operações a risca, tendo em vista a padronização de serviços e produtos, o que é fundamental para este sistema de franchising.

No modo de operar a unidade, esteja sempre o mais próximo possível do modelo ideal da franquia, porque isso ajuda a manter a identidade com a marca.

Todos estes cuidados fazem parte do dia a dia de trabalho, mas são mais facilmente realizados se seguirem as diretrizes da franqueadora. Mostramos que, quando o empreendedor pensa em como abrir uma franquia deve passar por várias etapas para fazer uma melhor escolha.

Por fim, o empreendedor deve ficar atento à formatação da franquia, seus pontos fortes e a experiência de mercado. Vale lembrar que, muitas vezes, ficará perdido com tantas ofertas de franquias. Por isso cabe analisar com calma esta oferta. Agora que está por dentro do assunto, abra o seu próprio negócio.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje