Comprar franquias prontas: quais as vantagens de adquirir negócio já em andamento?

Por
em
Imagem de um empresário em frente um computador. Imagem ilustrativa texto comprar franquias prontas.
Advertisement

O sistema de franchising tem atraído a atenção de empreendedores dos mais variados perfis. Alguns deles buscam comprar franquias prontas, outros querem investir em um negócio do zero.

De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor faturou mais de R$ 167 bilhões em 2020.

São muitas formas de investir, por isso, é preciso muita atenção antes de empreender em uma franquia. Aqui, apresentamos como comprar franquias prontas e as vantagens e desvantagens deste processo.

Entenda como comprar franquias prontas

O empreendedor precisa pesquisar bastantes antes de investir em um novo negócio, mesmo que seja em uma empresa já pronta.

Uma das formas de fazer isso é investir em uma franquia por meio do repasse de franquia. Neste tipo de negociação, o empresário compra uma unidade da franquia diretamente com o franqueado da marca.

Com isso, ele pula algumas etapas, podendo buscar franquias mais sólidas ou com mais tempo de atuação na sua região. Porém, é importante estar atento ao estado do negócio.

Primeiramente, é necessário avaliar com a franqueadora da marca como se dará este repasse. Para comprar franquias prontas, este é um cuidado especial.

Algumas redes de franquias impõem certas restrições para o repasse. Por isso, o empreendedor e o franqueado devem estar atentos ao contrato de franquia.

De forma geral, o contrato é celebrado com um franqueado específico, que foi escolhido e treinado pelo franqueador.

Do mesmo modo, a franqueadora também avalia o perfil do interessado e, por isso, nem sempre ela aceita todo empreendedor que busca sua franquia.

Para realizar o repasse, o franqueado deve entrar em contato com a franqueadora para saber os detalhes. Além, é claro, de estudar o seu contrato.

Ao empreendedor interessado no repasse, cabe avaliar as taxas que serão cobradas pela franqueadora, o valor a ser pago ao franqueado e os trâmites legais.

Por fim, faça com que o processo seja transparente e em consonância com a franqueadora, o que torna a operação mais segura para todas as partes.

Veja abaixo o nosso ebook com as vantagens de se investir em uma franquia.

E-book "As vantagens de abrir uma franquia: o guia definitivo".

Quando é melhor abrir franquia nova?

Comprar franquias novas pode ser um processo que facilita a vida do empreendedor já que é possível pular algumas etapas.

Contudo, muitos empreendedores buscam um modelo de franquias justamente para poder participar de todo o processo de implementação.

Sendo assim, quando o empresário quer ter o prazer de iniciar o negócio e aplicar sua gestão desde o início, ele deve buscar uma franquia nova.

Além disso, ao investir em uma unidade de franquia com anos no mercado, ele pode receber alguns problemas acumulados anteriormente.

Ademais, como falamos, diversas marcas evitam o repasse de franquia por terem um cuidado maior com a entrada de novos franqueados.

Um bom momento para abrir uma franquia nova é quando uma nova marca está iniciando no mercado, pois ela possui maior potencial de crescimento.

Da mesma forma, para o empreendedor, é a possibilidade de participar com mais efetividade da gestão da franquia. Apresentar novas ideias para o negócio que podem ser incorporadas à sua unidade.

O sistema de franquias não permite que o empresário faça da sua unidade o que bem entender. Em suma, ele deve seguir o padrão da unidade.

Contudo, as franqueadoras costumam estar abertas a novas ideias vindas de seus franqueados, principalmente no início de sua atuação.

Em outros momentos, pode ser melhor investir em uma franquia nova por ser mais barato. Quando uma unidade já está pronta, com uma cartela de clientes, por exemplo, o antigo franqueado pode aumentar o valor pedido.

Assim, pode compensar iniciar uma unidade nova, a fim de explorar uma região com potencial a ser trabalhado, adaptando a empresa ao seu perfil.

Isso é um ponto primordial para aqueles empreendedores que buscam inovar e querem deixar a empresa com a sua cara.

Vantagens de comprar uma franquia pronta

A escolha entre comprar franquias prontas ou uma unidade iniciante é uma escolha que vai depender do perfil do empreendedor e da oportunidade de negócio.

Cresce no Brasil o mercado de franchising, o que tem atraído a atenção de muita gente. Ainda mais se a empresa vier bem estruturada e tiver um bom histórico.

Vemos um homem e uma mulher em uma mesa de escritório. Ambos, concentrados, analisam algumas coisas - o homem em seu computador, a mulher, com um documento sobre a mesa (imagem ilustrativa). Texto: comprar franquias prontas.
Uma franquia pronta facilita o trabalho do empreendedor.

Essa pode ser a oportunidade que o empreendedor tanto procura para ter o próprio negócio, contando com algumas vantagens, sobre as quais falaremos a seguir.

Espaço já estabelecido

Uma grande vantagem de investir em franquias prontas é o fato de ter um espaço estabelecido e montado de acordo com o padrão da franqueadora.

Os pontos comerciais das franquias devem seguir um modelo com decoração e disposição, conforme as orientações da franqueadora.

Ao investir em uma franquia pronta, você pula estas fases de reforma e escolha do ponto. Em alguns casos, isso pode ser um grande diferencial.

Isso porque, buscar um bom local para instalar a unidade demanda tempo e, dependendo do estado do ponto, as reformas podem ser exaustivas.

Além disso, dependendo do tamanho da unidade, tais reformas vão demandar muito trabalho. Ou seja, mais uma vantagem para quem quer comprar franquias prontas: você não precisa passar por tudo isso.

Muitas franqueadoras fazem um estudo de geomarketing para avaliar o melhor local para sua unidade. Aquela região com potencial de crescimento, onde está o público-alvo da marca.

Assim, o empreendedor pula estas etapas demoradas e pode, então, iniciar seu negócio muito mais rápido.

Início mais rápido da operação

Advertisement

Além de pegar um ponto estabelecido, sem necessidade de muitas reformas nem pesquisa de localização, a operação da unidade da franquia também vai estar pronta.

Nesse sentido, cabe ao empreendedor apenas realizar os trâmites legais para a aquisição da unidade e começar a trabalhar.

Para isso, é preciso realizar as tratativas com o locatário do espaço, as mudanças burocráticas como responsável pela empresa, contabilidade, entre outras coisas.

São pequenos detalhes de formalidade que podem ser rapidamente ajeitados após o repasse da franquia.

Com certeza, isso levará muito menos tempo do que iniciar uma franquia do zero, buscar o ponto comercial, fazer as reformas, montar a operação e começar a trabalhar, certo?

Vemos um homem servir uma bebida a outro em um café (imagem ilustrativa). Texto: comprar franquias prontas.
O investidor inicia sua atividade rapidamente quando compra uma franquia pronta.

Assim, o franqueado pode começar a atuar em pouco tempo e, ainda, antes de efetivamente comprar a unidade, sentir como é o dia a dia da empresa.

Imagina como seria prático comprar uma casa prontinha para morar, com todos os móveis e a decoração, dispostos no espaço da forma mais eficiente!

É a mesma coisa quando se compra uma franquia pronta: é só chegar na unidade e começar a trabalhar. Claro que demanda aprendizado, mas as engrenagens já estão em funcionamento.

Redução de custos

Falamos muito sobre a rapidez que é investir em uma franquia pronta, pois é possível receber um ponto comercial estruturado.

Além disso, o empreendedor também diminui os custos com a reformas necessárias ao ponto comercial. Isso porque, os gastos com mão de obra e material de construção encarecem o início de um negócio.

Dependendo do tipo de produtos e serviços da marca, as reformas são amplas para adequar o espaço ao modelo de negócio.

Mas estas reformas já aconteceram quando o franqueado iniciou sua operação. Portanto, ao empreendedor que compra a franquia pronta, é um custo a menos.

Ademais, os materiais de construção são insumos que variam muito de preço, e caso você fosse fazer as reformas, ficariam mais caras do que as feitas pelo antigo franqueado.

Cartela de clientes estabelecida

Iniciar um negócio exige uma grande preparação estrutural, como localizar um ponto comercial e as reformas, tal como falamos acima.

Contudo, um trabalho que demora ainda mais é a captação de clientes. Ao iniciar um negócio do zero, uma empresa demora a se inserir no mercado e a fazer parte do dia a dia dos consumidores.

Mas no processo de comprar franquias prontas, o empreendedor não recebe somente a estrutura, mas a clientela trabalhada ao longo do tempo.

Como o negócio já existe, então, há clientes na região. Com isso, dar continuidade ao negócio é mais fácil: a inauguração já foi feita e o trabalho de marketing na região também.

As pessoas já estão acostumada e sabem que podem encontrar determinados produtos ou serviços naquele local.

Vemos uma mulher com sacolas de compras, semblante de felicidade, olhando para uma vitrine de loja (imagem ilustrativa). Texto: comprar franquias prontas.
O trabalho de captar clientes é menor quando a empresa já tem tempo de funcionamento.

Do mesmo modo, quem não é da região, mas está acostumado a passar pelo local, reconhece a empresa. Chegar neste ponto demanda tempo e trabalho de divulgação (que aqui já foi feito).

Até para uma franquia home office é vantajoso comprar uma unidade pronta, justamente por conta da cartela de clientes.

São pessoas que já conhecem a marca, estão acostumadas ao negócio e, mesmo com um novo franqueado, não vão deixar de consumir com ele.

Tudo isso é ainda mais vantajoso para o novo franqueado, pois facilitará seus primeiros passos, fazendo com que o capital entre na empresa e o negócio continue se desenvolvendo.

Desvantagens do repasse de franquia

O empreendedor deve estar atento para comprar franquias prontas. Falamos acima de algumas das vantagens de fazer este movimento no mercado.

No entanto, este processo não conta apenas com pontos positivos. Existem algumas desvantagens que podem surgir. Ainda que nem toda franquia a ser repassada possui certos tipos de problemas ou pontos negativos.

De qualquer forma, o empreendedor deve pesquisar sobre a unidade em si, bem como sobre a franqueadora e as outras unidades da marca.

Os motivos para o repasse de franquias são inúmeros e não estão necessariamente ligados ao insucesso dos negócios.

Por exemplo, mudança de planos de vida, uma nova oportunidade de emprego, mudança de cidade ou país, problemas de saúde, podem ser alguns motivos. E, claro, a falta de afinidade com a franquia.

Assim, ao escolher adquirir uma unidade em funcionamento, tais fatores devem ser levados em consideração na análise.

Problemas com a franqueadora

Um dos motivos pelo quais a unidade da franquia pode estar sendo repassada é por conta de problemas com a franqueadora.

Quando o empreendedor inicia uma unidade da marca, ele recebe a Circular de Oferta de Franquia (COF).

Neste documento, o empreendedor se informa sobre os suportes que a franqueadora irá oferecer ao longo da parceria.

Da mesma forma, existem os direitos e deveres das partes, além dos custos de implantação do negócio.

Porém, nem sempre a franqueadora cumpre com tudo que lhe diz respeito. Seja por um suporte inexistente ou por certas deficiências.

Vemos um homem com um semblante preocupado sentado em um sofá (imagem ilustrativa).
Quando a franqueadora não atende às expectativas, o empreendedor acaba desistindo do negócio.

Acontece muito de a franquia não realizar os suportes, como orientação para as ações de marketing ou problemas de distribuição de insumos ou produtos.

Do mesmo modo, ela pode ter um sistema interno que não condiz com a realidade apresentada quando se iniciou a unidade.

Caso o negócio não esteja indo tão bem, pode se tratar de um problema de gestão, mas também um problema com a estrutura da franqueadora. O suporte oferecido, o ponto comercial, a aceitação dos clientes para o produto, entre outros.

Isso gera desconfiança em alguns empresários que sempre associam repasse à problemas financeiros.

O empreendedor que deseja comprar franquias prontas deve estar muito atento ao relacionamento entre o antigo franqueado e a franqueadora.

Assim, é importante analisar quais foram os motivos para o repasse da franquia, e se estes problemas tendem a persistir ou são somente passageiros.

Enfim, todo o cuidado é pouco. Por isso, o empreendedor deve analisar não só a unidade na qual está investindo, mas também as outras unidades da marca.

Pendências financeiras

Além de problemas estruturais, ao comprar franquias prontas, o empreendedor pode herdar problemas financeiros.

Portanto, ele deve avaliar o orçamento da empresa, verificar os passivos, se existe um desequilíbrio ou não etc.

Quando se compra uma empresa, você recebe junto todas as dívidas dela. E dependendo da saúde financeira da unidade da franquia, sua aquisição pode não valer a pena.

Assim, verifique se existem pendências financeiras e se você, como novo franqueado, terá que assumir tais dívidas.

Isso porque, algumas delas podem ser de cunho pessoal do antigo franqueado, ou então, podem ser abatidas no valor a ser pago pelo empreendedor.

Essa é uma análise das mais importantes quando o assunto é a saúde da empresa. Neste caso, outro ponto importante é verificar as dívidas mais complexas (tributárias e trabalhistas).

Portanto, verifique se a empresa possui ações trabalhistas contra ela, seus valores e se a transferência da unidade acarretará na sucessão dos devedores.

Vemos que uma pessoa está passando algumas notas de dinheiro a outra (imagem ilustrativa).
Verifique se a empresa possui processos de cobrança em andamento.

Do mesmo modo, em relação às dívidas tributárias, avalie se há algum processo de execução ou penhoras a serem feitas. São processos que podem inviabilizar a transferência da unidade.

Por fim, tenha atenção ao orçamento da unidade, seus ativos, passivos e, com isso, avalie se vale a pena ou não investir neste empreendimento.

História do negócio

Para comprar franquias prontas, o empreendedor deve estar atento ao histórico da unidade. Além da relação da empresa com a franqueadora, deve-se avaliar também o público da franquia.

Por exemplo, se a franquia teve algum problema com clientes, seja por falta de cuidados com o pós-venda ou outro tipo de situação.

Caso tenha um ou outro problema apenas, pode ser mais fácil remediar esta situação e retrabalhar a confiança da clientela.

Porém, caso os problemas sejam recorrentes, pode ser difícil reconquistar a confiança dos clientes. Assim, o empreendedor estará investindo em um negócio que encontra resistência.

Dependendo do tipo de problema, o novo franqueado pode mostrar que a administração da empresa mudou de mãos e que haverá uma nova vida dali para frente.

Mas nem sempre isso será fácil, pois clientes ressentidos buscam a concorrência e dificilmente voltam.

Por isso, o empreendedor deve estar atento a estas situações quando investe em uma franquia pronta. O histórico da empresa conta muito para a avaliação de um bom negócio ou não.

Enfim, para quem busca iniciar uma unidade de franquia, leia o nosso conteúdo com dicas de como escolher a melhor franquia para você.

Caso opte por uma marca, entre em contato com a franqueadora. Se ainda não se decidiu, receba gratuitamente uma consultoria com especialistas prontos para lhe orientar na escolha da franquia mais indicada para você. Acesse: henriquemol.com.br.

Advertisement
Advertisement