Empreender no pós-pandemia será lucrativo? Por onde começar?

Por
em
Imagem de um empresário ajustando a gravata. Imagem ilustrativa texto empreender no pós-pandemia.
Advertisement

No momento, é comum ter medo de empreender no pós-pandemia, mas esta pode ser uma boa oportunidade.

Para se ter uma ideia, o setor de franchising faturou no segundo trimestre de 2021 mais de R$ 41 bilhões segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Este número é próximo dos R$ 43 bilhões que faturou no mesmo período de 2019, o que mostra a recuperação do setor pós pandemia.

Nesse sentido, com o fechamento de muitas empresas, abriram-se espaços em diferentes mercados e com isso, surgiramnovas oportunidades. Por isso, investir no momento de crise tornou-se vantajoso, como podemos ver neste texto clicando aqui.

Contudo, é normalo empreendedor optar por esperar um retorno mais sólido da Economia. Mas se você está com a ideia de investir o quanto antes, temos algumas excelentes dicas neste texto.

Onde empreender no pós-pandemia?

Alguns setores saíram fortalecidos com a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus e o distanciamento social que foi imposto.

Por exemplo, o mercado de e-commerce foi um dos destaques. De acordo com o relatório da Mastercard SpendingPulse, um indicador de vendas no varejo, o e-commerce brasileiro apresentou um crescimento de 75% em 2020.

Além deles, o segmento de delivery foi uma das saídas para diversos tipos de empresas para sobreviver. E ainda, esta forma de atendimento acabou virando um dos hábitos de consumo das pessoas.

Segundo pesquisa da Associação Brasileira de Franchising em parceria com a consultoria Galunion em 2020, no início da pandemia, o faturamento de delivery era de 18% e saltou para 36%.

Estes são apenas alguns dos setores atrativos para empreender no pós-pandemia. Contudo, o empreendedor deve avaliar que tipo de negócio se encaixa mais ao seu perfil para investir.

Dessa forma, ele precisa gostar do ramo onde vai atuar e não levar em conta apenas se o mercado está aquecido ou não.

Imagem de uma pessoa apontando para uma folha cheia de gráficos. Imagem ilustrativa texto empreender no pós pandemia.
O empreendedor deve analisar como está o mercado antes de investir em um novo negócio.

Do mesmo modo, para fazer este investimento, é preciso buscar modelos de negócio mais baratos como por exemplo, o home office.

Assim, você evita se arriscar e não investe valores altos em um empreendimento. Além disso, é preciso avaliar se as tendências se manterão ou não no mercado.

Como empreender no pós pandemia?

Conforme falamos, empreender no pós-pandemia pode ser uma boa opção, já que o mercado possibilitou novas oportunidades.

Contudo, o empreendedor deve avaliar diversos detalhes antes de investir em um negócio próprio, dos quais falaremos um pouco agora.

Comece estudando os setores

Assim como citamos acima, o empreendedor deve buscar conhecer o mercado no qual vai atuar. Pode ser interessante ficar de olho em segmentos que estão em alta e dar uma atenção especial à eles.

Porém, investir em um negócio não é uma ciência exata. O mercado pode estar bom, mas se o empreendedor não se identifica com ele, a possibilidade de sucesso é menor.

Começar uma empresa exige muita dedicação do empreendedor e idealizar-se em algo que gosta é mais prazeroso, e isso se reflete no bom desenvolvimento do negócio.

Nesse sentido, se é uma pessoa que gosta de cozinhar, é uma boa pedida investir em um negócio de Alimentação.

Enfim, cada empreendedor é um caso. Por isso, é preciso fazer uma análise e entender que tipo de negócio mais combina com você.

Escolha o melhor modelo de negócio

Advertisement

Iniciar um negócio do zero é um processo complexo, além disso, em um momento de crise pode ser um pouco arriscado, principalmente para quem não tem experiência.

Contudo, uma forma mais simples e segura de empreender no pós-pandemia é por meio de franquias. Este modelo de negócio possui uma estrutura predefinida e uma marca reconhecida.

Nesse sentido, este modelo de negócio é vantajoso, pois o empreendedor recebe um negócio quase pronto. Uma operação já estabelecida com uma forma de trabalho e produtos ou serviços testados e aprovados.

Da mesma forma, o franqueado conta com suportes da franqueadora, como treinamentos e auxílio para o marketing e para a gestão, o que facilita o processo.

Uma outra vantagem da franquia é que você pode investir em um negócio no qual já sabe quais serão os seus custos.

O candidato a franqueado recebe a Circular de Oferta de Franquia (COF) onde é informado os valores de implantação da unidade da marca bem como uma projeção dos gastos mensais.

Por fim, separamos um vídeo para você conhecer mais sobre como funciona uma franquia.

Planeje as finanças

Um passo importante para abrir o próprio negócio é planejar bem o investimento do capital disponível. Quanto mais eficiente for nesta etapa, maiores as chances de manter as contas em dia.

Nesse sentido, cada passo do negócio deve ser estudado, os custos de implementação, os gastos com pessoal, material, reformas extraordinárias, entre outros.

Para isso, é preciso ter um bom plano de negócio com o valor do investimento inicial e um esboço das etapas seguintes para calcular bem quanto irá gastar.

Por exemplo, não se endividar em excesso com empréstimos pessoais ou para a empresa. Cada capital deve ser empregado da melhor maneira.

Por fim, antes mesmo de abrir o próprio negócio, o empreendedor deve organizar suas finanças pessoais e ter sempre uma reserva em caso de emergência.

Como economizar para abrir negócio no pós-pandemia?

A parte financeira é importante para empreender no pós-pandemia. É importante buscar um investimento mais seguro por conta das incertezas do momento.

Nesse sentido, algumas formas de iniciar um negócio são mais baratas, e por isso, são interessantes para esta época.

Atendimento delivery

Uma forma de empreender sem gastar muito é iniciar um negócio com atendimento por delivery. Assim, os custos do empreendimento serão menores e você vai conseguir atender uma grande região.

Por isso, este formato de consumo teve grande aumento durante a pandemia e agora foi incorporado a diversos tipos de negócios.

Dessa forma, é possível abrir um negócio na garagem de casa e evitar ter que pagar aluguel em um ponto comercial.

Do mesmo modo, o empreendedor pode começar devagar,vendendo apenas algumas coisas e aos poucos aumentar o seu catálogo de produtos ou serviços.

Enfim, com menos investimento em estrutura, você corre menos riscos caso o negócio não dê certo ou demore a decolar.

Imagem de um entregador com uma bolsa nas costas ao lado de uma bicicleta. Imagem ilustrativa texto empreender no pós pandemia.
O mercado de atendimento por delivery cresceu muito com a pandemia e deve se manter.

Home office

O trabalho em home office tomou corpo com a pandemia, com a permissão e incentivo de muitas empresas para que seus funcionários trabalhassem de casa.

No segmento de franquias existem diversos tipos de negócios em home office, onde o franqueado trabalha com um computador ligado a internet e um telefone.

É um tipo de trabalho que permite ao empreendedor uma diminuição nos gastos com transporte, e ainda, possibilita uma certa flexibilidade de horário de trabalho.

Home based

O modelo de negócio home based é uma forma de empreender no pós-pandemia sem gastar muito.

Neste formato de trabalho, o empreendedor trabalha de casa mas realiza os serviços ou entregar na casa ou no trabalho do cliente.

Assim, a casa se torna a base do negócio, para guardar estoque ou esperar os clientes agendarem um atendimento.

Assim como os outros modelos, não precisa de um ponto comercial, o que diminui os custos de manutenção do negócio.

Separamos um conteúdo para você entender mais sobre este formado de negócio home based, clicando aqui.

Dark Kitchen

Dark Kitchen é um local onde os funcionários de um restaurante preparam refeições exclusivamente para o serviço de delivery.

Ou seja, uma Dark Kitchen não possui instalações para refeição no local, como um salão, mesas e cadeiras.

O modelo é interessante para quem não tem a intenção de abrir um salão com serviços de mesa e garçom ou não tem investimentos guardados ou o suficiente para isso.

Além disso, os custos são bem menores e o lucro maior, em comparação a um restaurante tradicional.

O mercado possui diversas marcas nestes formatos que citamos acima. Leia o nosso conteúdo com várias opções de franquias baratas para você empreender, clicando aqui.

Caso opte por uma franquia, entre em contato com a franqueadora. Se ainda não se decidiu, receba uma consultoria gratuita com especialistas que vão lhe ajudar nesta escolha. Acesse: henriquemol.com.br.

Advertisement
Advertisement