O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Para Empreender » Como escolher um nicho para empreender? 3 dicas para você tomar a melhor decisão

Como escolher um nicho para empreender? 3 dicas para você tomar a melhor decisão

Sumário

Escolher um nicho para empreender pode ser um desafio para empreendedores sem experiência. A seguir, você encontra dicas de como definir o melhor segmento para o seu perfil profissional.

De modo geral, empreender tem sido uma alternativa para os brasileiros. De acordo com um levantamento deste ano, cerca de 350 mil de novos negócios surgiram no país no primeiro trimestre de 2023.

Porém, para empreender com sucesso, escolher um nicho de mercado é um passo crucial. É importante encontrar um segmento que esteja em alta demanda, possua um público interessado e ofereça oportunidades de lucro.

Neste artigo, apresentaremos três dicas valiosas para ajudá-lo a escolher um nicho para empreender. Com elas, você poderá tomar uma decisão mais informada e estratégica, minimizando os riscos e maximizando as chances de sucesso. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

O que é um nicho de mercado e por que escolher um com cuidado?

Um nicho de mercado é uma parcela específica do mercado que atende a uma necessidade específica de um grupo de consumidores.

Em outras palavras, é um segmento de mercado mais especializado e restrito, que oferece uma oportunidade para as empresas se concentrarem em um grupo de consumidores que possuem interesses, necessidades e preferências semelhantes.

Ao escolher um nicho de mercado com cuidado, as empresas podem se concentrar em atender as necessidades de um grupo específico de consumidores, em vez de tentar agradar a todos.

Isso significa que as empresas podem oferecer produtos e serviços que atendam a uma necessidade específica, o que aumenta a chance de serem bem-sucedidas no mercado.

Além disso, escolher um nicho de mercado permite que as empresas se diferenciem dos concorrentes e se posicionem como especialistas em seu setor.

Isso significa que as empresas podem estabelecer uma marca forte e leal, que se concentra em um segmento específico do mercado, o que ajuda a criar uma vantagem competitiva.

No entanto, escolher um nicho de mercado inadequado pode ser desastroso para uma empresa. Se um nicho de mercado for muito restrito, a empresa pode ter dificuldades em atrair clientes suficientes para ser rentável.

Por outro lado, se o nicho for muito amplo, a empresa pode perder seu foco e acabar competindo com empresas maiores e mais estabelecidas.

Portanto, é crucial que as empresas escolham um nicho de mercado com cuidado, pesquisando cuidadosamente as necessidades e preferências de seus consumidores em potencial e avaliando a concorrência em potencial.

Dessa forma, as empresas podem encontrar um nicho de mercado que atenda às necessidades dos clientes e se diferencie da concorrência, ajudando-as a ter sucesso a longo prazo.

Dicas para escolher um nicho para empreender

Escolher um nicho para empreender exige a análise de muitas variáveis. Isso porque, não há uma receita mágica, mas algumas dicas facilitam esse processo.

Por isso, veja abaixo dicas valiosas para escolher o segmento em que se vai empreender.

1. Saiba com o que você quer trabalhar

Em primeiro lugar, para se abrir um empreendimento é preciso saber e entender em que área trabalhar.  Desse modo, são diversas características que podem ajudar nessa decisão. Por exemplo, analisar quais mercados estão em alta e as suas tendências.

Logo, esse é um ótimo indicador para um negócio de sucesso. Outra questão é a atuação, as pessoas têm diferentes características que podem ser ideais para um nicho específico. Assim, pode ser interessante buscar essas especificações. 

Como o investidor ser uma pessoa sociável e de fácil comunicação. Dessa maneira, um negócio que exija essas características pode ser uma boa escolha. Bem como, para quem tem mais facilidade tecnológica pode atuar completamente online, sem precisar se deslocar para trabalhar. 

Algumas pessoas precisam de rendas complementares, trabalhando apenas em uma parte do dia. Enquanto outras procuram uma renda principal para dedicação completa. Tudo isso precisa ser levado em conta.

2. Pesquise seu mercado local

Após escolher em qual negócio você quer investir é a hora de observar sua disponibilidade para o mercado local. Ou seja, entender como o público local consome, quais seus hábitos, o que eles não gostam no mercado e o que eles preferem.

Sendo assim, é possível traçar uma estratégia para soluções das deficiências encontradas nesse mercado. Além disso, outras questões relacionadas ao mercado local são muito importantes. 

Por exemplo, a quantidade de habitantes, se a cidade é pequena ou uma grande metrópole. Isso interfere no quanto o investidor precisa gastar e quais lucros pode esperar com o seu negócio.

Mas também existem questões da localização dentro da cidade, seja em um bairro de comércio, ou em um shopping, perto de uma praça etc. Portanto, entenda qual é o lugar mais conveniente para atender o seu público-alvo e invista em uma identidade visual assertiva.

3. Entenda sua capacidade de investimento

Como citado anteriormente, diversas características podem interferir diretamente ao escolher um nicho para empreender. Logo, a capacidade de investimento depende do porte do negócio. 

Então, outros fatores que podem interferir são a localização, necessidade de um local para estoque e a contratação de funcionários. Há também taxas burocráticas como para expedir um CNPJ, alvará de funcionamento, contratação de um contador ou uma assessoria jurídica etc. 

Por outro lado, hoje em dia é possível ter um negócio completamente online. Desse modo, o investidor pode dispensar diversas taxas de manutenção, aluguel de um ponto ou contratação de funcionários.

Porém, é muito importante que seja feito um planejamento financeiro antes de abrir um negócio. Isso para que o empreendedor possa evitar endividamentos desnecessários. 

Por fim, lembre-se que essa parte precisa ser feita com muito cuidado e análise antes da decisão final. 

Qual o melhor tipo de negócio para abrir?

Para quem tem o sonho de empreender com um negócio próprio, o mercado de franquia é o que melhor atende as necessidades gerais para esses investidores. Atualmente existe uma ampla gama de franquias que oferecem todos os tipos de atuações.

Assim, ao se tornar um franqueado o empreendedor terá todo o apoio da franqueadora desde o planejamento do negócio até a atuação do dia a dia. Consequentemente, o mercado de franchising se torna uma opção mais segura.

Isso porque, todo o valor previsto para investimento inicial entre outras taxas são citados na Circular de Oferta de Franquia (COF), para que o franqueado não tenha nenhuma surpresa futura. Dessa maneira, é possível escolher entre franquias que valem a pena investir.

Esse é, inclusive, um dos pontos abordados no curso Guia Para Iniciantes. São aulas que você pode acessar clicando aqui, assistir online e entender em detalhes como investir em uma franquia. Sem prejuízo e sem o risco de escolher uma marca ruim.

Além disso, treinamentos, assessorias e outros acompanhamentos costumam ser oferecidos. Logo, até para pessoas sem experiência na área é possível empreender com uma franquia.

Os negócios podem ser de baixo investimento com lucros menores. Porém, há também negócios robustos, de alta lucratividade, para investidores com mais capacidade de investimento.

Então, veja a seguir alguns dos nichos mais lucrativos para você investir. São setores para todos os bolsos e perfis empreendedores. Saiba mais!

9 nichos em alta para você investir e lucrar

Agora, confira alguns nichos que estão em alta e opções de franquias em cada um dos segmentos. Mas vale lembrar que a própria franqueadora pode passar mais informações sobre cada negócio.

1. Limpeza ecológica

Uma novidade que já está se consolidando no mercado é a tendência ecológica. Isso porque, cada vez mais consumidores preferem empresas que pensam no bem-estar da população e do meio ambiente.

De acordo com um levantamento, uma lavagem convencional de um lava rápido gasta, em média, cerca de 300 litros de água por veículo. Logo, essa quantidade de água consegue matar a sede de 150 pessoas diariamente. 

Dessa forma, a limpeza ecológica pode diminuir a quantidade de água drasticamente, gastando em média 300 ml de água para limpar a parte externa do veículo. Assim, uma ótima opção de franquia para quem quer empreender nessa área é a rede Acquazero.

Isso porque, a é marca consolidada e conta com mais de 800 unidades no Brasil e no exterior. A franquia atua com produtos biodegradáveis e com um método de limpeza sustentável exclusivo. 

2. Delivery de comida

Um mercado consolidado e muito acelerado pela pandemia foi o de Alimentação. A prática de pedir delivery pelo menos uma vez por semana cresceu muito desde a pandemia. Por isso, o faturamento anual do segmento foi de R$ 1 trilhão! Isso mesmo que você leu. É ou não é um setor aquecido?

Além disso, muitas franquias de delivery de comida contam com o suporte e a expertise de uma rede de franqueados, o que pode ajudar na gestão do negócio.

3. Alimentação saudável

A Alimentação saudável é outra grande tendência para os consumidores do mundo todo e principalmente no Brasil. Uma pesquisa feita em 2023 apontou que cerca de 85% dos brasileiros buscam por uma alimentação mais saudável.

Mas além disso, cerca de 71% têm preferência por alimentos que sejam mais saudáveis, mas consideram que são mais caros. Porém, isso também traz alguns desafios para a indústria. Como entregar e produzir um produto com agilidade e que agradem o paladar dos clientes. 

Logo, você pode optar por empreender com franquias de diversos nichos do setor de Alimentação. Ou seja, desde fast-food até comida saudável.

4. E-commerce de produtos

Outro mercado que foi muito aquecido pela pandemia apresentando números expressivos foi o de e-commerce. Em 2023, apenas em janeiro, o Brasil somou 237 milhões de vendas online, 33% a mais do que no ano passado.

Neste sentido, a  franquia BioFlora pode ser uma ótima opção. Isso porque, trabalha no ramo da indústria farmacêutica e suplementos alimentares há mais de 20 anos. Assim, possui o objetivo de cuidar da saúde por meio de uma suplementação balanceada, sempre prezando o bem-estar. 

Além disso, oferece o modelo de franquia digital, com investimento inicial baixo e total suporte ao franqueado.

5. Desenvolvimento de games

O Brasil é um dos mercados mais robustos de games do planeta. Assim, estima-se que mais de 70% da população do país consome jogos eletrônicos de diversos tipos. 

Porém, não é apenas o público consumidor que cresce cada vez mais. Mas também os profissionais desse mercado, que buscam se especializar.

Por isso, a rede de franquias Gracom School of Visual Effects oferece aulas de efeitos visuais e computação gráfica, para cinema ou desenvolvimento de games, design 3D e programação. A rede foi fundada no ano de 2008 e atualmente possui sete unidades próprias e 16 franqueadas. 

6. Marketing digital

Uma pesquisa apontou que as empresas escolheram o Marketing Digital como estratégia de crescimento. Ou seja, essa prática já está completamente aderida no mercado brasileiro e ganha mais consistência a cada ano. 

Logo, a rede de franquia Guia-se busca sempre desenvolver novas tecnologias e estratégias de marketing digital. A empresa trabalha com as mais diversas soluções, suportes e oportunidades para negócios na internet, com uma ampla gama de serviços e produtos.

7. Venda de cosméticos naturais

Por sua vez, uma pesquisa no mercado de cosméticos naturais aponta que, ao nível global, esse mercado deverá ultrapassar US$ 400 bilhões em vendas até 2030.

Dessa forma, a franquia Orgânica possui um portfólio exclusivo com acessórios e cosméticos naturais. Além disso, a base dos cosméticos é 100% vegetal. Portanto, conta com uma linha de alta qualidade e acessível para todos.

8. Negócios imobiliários

O ramo do mercado imobiliário sente a recuperação cada vez mais em âmbito nacional. Por isso, você pode escolher como um nicho para empreender. Assim, a projeção de crescimento para o ano passado foi de 2,5% no Brasil.

Então, para quem deseja empreender no ramo imobiliário, a franquia Paulo Roberto Leardi é uma ótima opção. Isso porque, conta com mais de 104 anos de tradição nesse mercado e mais de 2 mil unidades franqueadas.

Além disso, o franqueado pode oferecer mais de 400 mil imóveis cadastrados na base. E tem acesso a uma assessoria completa por parte da franqueadora.

9. Produtos vegetarianos e veganos

De acordo com um estudo, a alimentação vegana e vegetariana soma 30 milhões de adeptos no Brasil, cerca de 14% da população. Além disso, 90% da população demonstra disponibilidade para começar uma dieta sem carne.

A franquia Açougue Vegano é a primeira rede de franquias veganas genuinamente brasileiras. Assim, a empresa oferece produtos como carne de jaca, cheddar vegano, entre outros produtos.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje