O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Para Empreender » Estudo de franqueabilidade: será que está na hora de franquear?

Estudo de franqueabilidade: será que está na hora de franquear?

Sumário

Muitas empresas enxergam no franchising a oportunidade de crescimento da marca. No entanto, antes de fazer esta mudança, a empresa deve fazer um estudo de franqueabilidade do negócio. Aqui, entenda esta etapa do processo de formação de uma franquia.

Uma pesquisa da Associação Brasileira de Franchising (ABF), mostrou que houve um aumento significativo de 14,3% na receita do setor de franquias, em 2022, em relação ao ano anterior. Dessa forma, atingindo um faturamento de R$ 211,4 bilhões.

Logo, empreender no setor pode ser interessante para quem quer lucrar. Mas o que seria este estudo de franqueabilidade? Esta análise permite ver se a empresa pode se tornar uma rede de franquias e buscar empreendedores para se tornarem franqueados. Continue a leitura e saiba mais!

Entenda o que é o estudo de franqueabilidade

O estudo de franqueabilidade é uma análise de todo o processo produtivo da marca para saber se ele é replicável em unidades de franquias. Da mesma forma, este estudo observa se a empresa possui mercado para oferecer seus produtos ou serviços longe da sua sede.

Assim, com este estudo de franqueabilidade, a empresa entende o seu próprio trabalho, sua possibilidade de crescimento e de oferecer um modelo de negócio atrativo para os investidores.

Nesse sentido, o estudo é uma forma de refazer processos para torná-los mais eficientes e simples, para assim serem replicados. Isso passa por readaptar maquinários e o modo de produção.

Enfim, é por meio deste estudo que a empresa observa se tem capacidade financeira de investimento para o processo de franqueamento.

Como saber se está na hora de franquear?

Após o estudo de franqueabilidade, a empresa já consegue entender melhor seu papel, seus processos e suas possibilidades dentro do mercado de franquias.

Então, agora deve ver se seu modelo de negócio tem algumas das características necessárias para virar uma franquia. Aqui, separamos cinco delas para se observar neste processo. Acompanhe!

Capacidade de transmissão de know-how

Como o modelo de franquia consiste na replicação de um modo de produção e operação de uma marca, a empresa deve conseguir repassar seu know-how para os franqueados.

O conhecimento da operação da empresa deve ser repassado para cada unidade, seja por meio de treinamentos, ou por manuais. Assim, na formatação da franquia, este processo deve ser consolidado e padronizado para isso.

Da mesma forma, a empresa deve escolher quais etapas do processo serão feitas em cada unidade, e se haverá algum processo centralizado.

A franqueadora deve entender que processos operacionais mais simples são mais fáceis de serem replicados nas unidades. E assim, também são mais atrativos para empreendedores que querem abrir o próprio negócio.

Esse é, inclusive, um dos pontos abordados no curso Guia Para Iniciantes. São aulas que você pode acessar clicando aqui, assistir online e entender em detalhes como investir em uma franquia. Sem prejuízo e sem o risco de escolher uma marca ruim.

Amplitude do público-alvo

Um dos primeiros pontos a ser detalhado no estudo de franqueabilidade é a análise do mercado. Com ele, a empresa deve determinar seu público-alvo para investir nesta expansão por meio de franquias.

Uma das formas de determinar este público-alvo é estudar os clientes fiéis da empresa, que já a acompanham há mais tempo. Para isso, a marca deve fazer um estudo detalhado e entender sua clientela.

Deve-se responder o poder a quesito médio, os hábitos de consumo e preferências dos clientes. Dessa forma, com base nestas informações, observar a amplitude do mercado em outras regiões.

Com tudo isso a empresa consegue mapear as regiões onde seu modelo de negócio pode ter mais êxito. Ainda, pode até chegar à conclusão de que não vale a pena franquear tendo em vista seu reduzido público-alvo.

Assim, antes de entrar para o sistema de franquias, a empresa deve analisar se possui um público-alvo em potencial que possa ser alcançado. 

Posicionamento da marca no mercado

Com o estudo de franqueabilidade a empresa consegue analisar se tem alguma força no mercado para investir neste modelo. Ela precisa ter algum produto ou serviço que se destaque frente aos concorrentes para poder chamar a atenção de novos empreendedores.

No entanto, atualmente é difícil as empresas conseguirem uma grande inovação do mercado. Isso porque grande parte delas possuem acesso às mesmas matérias-primas e insumos.

Dessa forma, as empresas precisam mostrar algum diferencial para se destacarem. Assim, empresa está pronta para franquear ao oferecer um modelo de negócio interessante.

Além disso, a empresa deve ter uma marca forte no mercado com destaque no seu ramo de atuação. Por isso, às vezes o processo de franqueamento vem acompanhado de um marketing agressivo para ganhar força no mercado.

Concorrentes da empresa

Assim como um posicionamento forte da empresa no mercado, ela precisa estar atenta também aos concorrentes. Por isso, a análise de franqueabilidade também leva em consideração este fator.

A empresa deve ser capaz de competir bem no mercado frente aos concorrentes após a transição para o franchising. Dessa forma, seus produtos ou serviços devem manter a qualidade e diferencial mesmo neste modelo.

Da mesma forma, ao iniciar um modelo de franquia, a empresa pode adequar algo na marca para se destacar no mercado. Um exemplo disso é o investimento na eficiência do processo de produção para baratear o produto.

A empresa também deve estar atenta para identificar potenciais concorrentes que venham a se tornar franquia. Ela deve estar pronta para competir, e isso demanda organização, investimentos e uma boa base de know how.

Diferenciais competitivos da marca

O mercado de franchising é muito amplo e com diversas marcas atuando em todos os segmentos. Antes de investir neste modelo, a empresa deve ter ciência de que terá um longo trabalho para se estabelecer.

Existem diversas maneiras de uma marca de expandir, seja oferecendo produtos e serviços com bons preços ou com qualidade diferenciada. Ainda, podem ofertar inovação que não existe na concorrência.

Então, no estudo de franqueabilidade a empresa deve observar o que ela pode oferecer de diferencial frente às outras marcas.

E este diferencial não precisa ser necessariamente em produtos ou serviços. A marca pode oferecer um modelo de negócio de franquia atrativo, diferentes dos demais.

Assim, a empresa deve investir neste diferencial para atrair não só novos clientes, como também empreendedores interessados no próprio negócio.

Consultoria para tornar empresa uma franquia: devo contratar?

Uma maneira de simplificar este processo de formatação de franquia é contratar uma consultoria especializada. Esta empresa acaba sabendo o que fazer e como fazer este processo de forma eficiente.

Por exemplo, com a Formatação de Franquia, serviço prestado pela Encontre Sua Franquia, holding com cerca de 13 anos de experiência, você pode transformar sua marca em uma rede de sucesso, expandindo para diversas unidades.

A consultoria oferecida auxilia em todas as etapas do processo. Logo, inicia com um diagnóstico profundo da sua empresa e identifica pontos a serem trabalhados. Depois, define um modelo de negócio replicável e lucrativo.

Desse modo, você pode receber orientações sobre os cuidados na elaboração de documentos legais, como: manuais, Circular de Oferta de Franquia (COF) e contratos. Assim, simplifica a expansão do seu negócio. Então, conte com essa solução para lhe ajudar!

Ao longo do conteúdo, você aprendeu sobre o estudo de franqueabilidade. Ainda entendeu identificar qual o momento certo de franquear. Agora que está por dentro do assunto, empreenda e lucre.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje