Franquia de banco: venda serviços bancários altamente lucrativos

Por
em
Franquia de banco: cofre em forma de porquinho
Advertisement

Investir em uma franquia de banco pode ser uma das soluções financeiras perfeitas para você mudar de vida. São diversos serviços e opções para oferecer aos clientes. 

As pessoas estão sempre atrás de seguros, financiamentos ou consórcios. Essas possibilidades surgiram com o intuito de ajudar a trazer mais possibilidades para outros realizarem seus sonhos ou viverem uma vida mais tranquila. 

E quanto falamos dos serviços bancários, muitos candidatos a franqueados não sabem o potencial desse segmento no seu faturamento. Mas, antes começarmos a explorar um pouco sobre a franquia de banco, é preciso conhecer um pouco mais sobre o que é esse modelo de negócio. 

Com esse entendimento, ficará mais fácil para conseguir identificar as reais vantagens de investir no modelo. Por isso, preparamos o texto abaixo com dicas e vantagens do segmento. Acompanhe a leitura. 

O que é franquia de banco?

homem fechando negócio com casal franquia de banco
Abrir uma franquia pode ser a chace para você mudar de vida. Basta seguir algumas orientações.

Franquia é, no geral, uma “cópia autorizada” de uma marca. Ou seja, a empresa conhecida como franqueadora concede o direito a um terceiro de explorar comercialmente o seu nome. Dessa forma, ela consegue expandir sua área de atuação. 

Como consequência, o franqueado consegue entrar em um empreendimento rentável e seguro. Se tornando uma ótima opção para quem busca entrar no mercado, mas que ainda não se sente seguro ou confortável para investir em um negócio próprio. 

Esse modelo só é seguro por causa do seu formato de semi-independência. A função da franqueadora é transmitir para seus empreendedores o know how e expertise adquirida ao longos dos anos. 

Em troca, o empresário se compromete a seguir os padrões e quitar valores das taxas mensais e o capital de giro. Todas essas obrigações estão presentes na Circular de Oferta de Franquia (COF).

Assim, todas as unidades são beneficiadas por um formato único e tradicional. O que também favorece a fidelização dos clientes, uma vez que eles sempre poderão confiar na qualidade do atendimento. Independente de onde ele estiver. 

Porém, para os bancos não existe esse formato de franquia. A função que queremos apresentar são os serviços que são realizados em parceria com as instituições financeiras tais como empréstimo consignado, seguros, consórcios e financiamentos. 

Uma das grandes vantagens desse formato de empreendimento é que o empresário não precisa ter necessariamente conhecimento prévio na área. Isso acontece pois todo o serviço é realizado pelas instituições.

Com isso, durante os treinamentos realizados com a franqueadora, ele consegue aprender todas as funções e obrigações para desenvolver o seu trabalho. Para entender melhor o que é franquia em geral, veja o vídeo que separamos para você abaixo. 

Perfil ideal para empreender nessa área

Apesar de não precisar ter conhecimento prévio sobre a área, os franqueados que pretendem abrir uma franquia de banco precisam ter um bom tato com o público. Como irá trabalhar como intermediador, diversas questões vão chegar primeiramente para você.

Ou seja, reclamações ou elogios. E tudo isso depende muito da sua capacidade de tratar as pessoas, compreender a dor do outro, saber o que oferecer para ajudar no problema dele e, principalmente, transmitir confiança e conhecimento para eles.

Afinal, por mais que esteja a frente de uma marca respeitada, é comum as pessoas ficarem desconfiadas em questões que envolvem o dinheiro delas. Vale destacar que outra vertente desse trabalho é conseguir captar clientes e aumentar a sua carteira. 

Graças a esse tipo de atuação ampla, o futuro franqueado com o perfil ideal consegue exercer a sua função com tranquilidade. Além do fator de entender o seu público, é necessário ter boa capacidade de gestão e administração. 

Diversas questões contábil, de mercado, análises de concorrentes etc irão surgir. Por isso, abrir um negócio, mesmo que franquia, é a certeza de que sua jornada de trabalha não ficará apenas nas oito horas tradicionais. Portanto, esteja preparado. 

Como funciona uma franquia de serviços bancários?

Falamos brevemente sobre o trabalho anteriormente, mas agora é hora de entrar um pouco mais afundo nas suas funções ao abrir uma franquia de banco. Todo o processo começa com a captação de seus clientes. 

No começo, você pode indicar o seus serviços para amigos, familiares, conhecidos, divulgar em suas redes sociais etc. Após essa etapa, com a chegada dos clientes, será a vez de entender o que ele busca e oferecer o melhor pacote para ele. 

Independente do que for ofertado e negociado, o caminho é praticamente o mesmo. Você gera um relatório inicial com todos os valores para que o seu cliente fique ciente das opções e escolha a que entregar o melhor custo benefício para o que busca. 

Em seguida, com o plano de negócio definido pelo cliente, pontos levantados e proposta anotada, a sua função é entrar em contato com a prestadora do serviço e solicitar o contrato. Ao chegar, é importante que cheque todas as informações, se estão corretas ou faltando algo por exemplo. 

Com isso, a próxima etapa é mandar a apólice ou contrato para o cliente, e pedir para ele assinar. A partir desse momento, você se torna responsável por ajudar sempre o seu contratante.

Ou seja, qualquer problema que ele tiver, que necessite a retirada da indenização, cabe a você fazer a solicitação. 

Além disso, é importante destacar que você sempre estará ao lado dele. Em todos os momentos é sua responsabilidade é ser a voz dele com a prestadora de serviços. É por isso que abrir uma franquia de banco é ótimo para quem deseja trabalhar de casa. 

Os modelos de home office permitem que o empreendedor, com apenas acesso à internet e um computador, realize todas as operações que ele necessita. Sem a necessidade de uma grande estrutura.

Serviços oferecidos com os bancos?

Franquia de banco: mulher com celular e cartão na mão
Existem diversos serviços que podem ser oferecidos, porém os mais comuns são empréstimos, consórcios e financiamento.

Para trabalhar com esse tipo de empreendimento, é necessário conhecer um pouco mais sobre o que de fato pode ser oferecido em parceria com os bancos. Basicamente, são três opções como falamos anteriormente: seguros, consórcios ou financiamento. 

Outras modalidades que também podem ser oferecidas são empréstimos em geral, crédito consignado etc. São diversas possibilidades financeiras. 

Cada tipo de serviço possui suas características bem definidas e podem ajudar o seu cliente de diferentes formas. Porém, para que não cometa erros ou confunda na hora de oferecer seus serviços, fizemos uma breve explicação de cada um dos principais. 

Seguros diversos

Uma das opções mais comuns, os seguros funcionam como uma garantia para seu cliente. Ou seja, ele faz um contrato com a seguradora com o intuito de garantir uma indenização a si, terceiros ou bens materiais. 

Para que tenha acesso a isso, o contratante precisa pagar um valor mensal determinado em contrato, apólice. Com base nisso, caso aconteça algum incidente com o que foi assegurado, ele terá direito a uma verba indenizatória. 

Vale lembrar que no caso dos seguros de vida, esse valor só pode ser repassado para as pessoas que estiverem ligadas ao contrato. Além disso, existem diversas particularidades em cada tipo de serviço. Assim, cabe ao franqueado estudar e compreender cada um deles. 

Consórcios para carro ou casa

Advertisement

Os consórcios podem ser considerados uma das soluções mais adequadas para quem não possui uma boa reserva financeira ou está passando por um momento de crise. Utilizando como base, uma estrutura como poupança em grupo, esse formato pode servir para adquirir carros, imóveis e até serviços. 

Pagando uma quantia fixa todo mês, durante um período, o seu cliente cria uma reserva para adquirir o bem escolhido. Dessa forma, ele garante que irá receber o produtos e serviços assim que terminar de pagar o valor total. 

Porém, caso ele queira reduzir o número de parcelas e receber o bem antes do final do consórcio, ele pode dar um lance de arremate. Assim, como em um leilão, ele oferece uma quantia a maior naquele mês para o consórcio. 

Caso outra pessoa não dê um lance maior, o cliente adquire o produto e apenas paga a quantia restante. O tempo de consórcio depende do tamanho do que seu cliente está procurando. Para imóveis, pode chegar até 20 anos.

Financiamentos com boas condições

Os financiamentos ou linhas de crédito funcionam da seguinte maneira: a instituição bancária disponibiliza um dinheiro para a pessoa física ou jurídica. 

Porém, no caso dos financiamentos, eles só podem ser adquiridos para um fim específico. Diferente de um empréstimo pessoal, que oferece crédito pessoal para ser gasto da forma que o cliente quiser. 

Por exemplo, caso o seu cliente queira comprar uma casa, ele solicita o financiamento imobiliário. Ao conseguir acesso a esse montante, ele só poderá gastar a quantia para comprar a casa. 

Caso ele gaste em outra finalidade, cabe a ele justificar com a instituição o motivo do deslize e arcar com as consequências. Afinal, cada banco possui a sua regra para cobrar o valor do financiamento. É como se fosse um cartão de crédito com uso limitado. 

Quais as vantagens de investir nesse segmento?

Um dos negócio mais promissores do Brasil, investir em seguros é um dos maiores atrativos para quem deseja empreender e uma boa opção é uma rede de franquias de banco. Isso acontece devido a capacidade de crescimento da área, que vem acumulando crescimento já alguns anos

Para ter uma ideia do avanço, em 2019, o segmento registrou um faturamento próximo a R$ 200 bilhões. Se for feita uma comparação com 2018, o crescimento foi de 13%.

Dessa forma, com números tão atrativos, a tendência é que surja ainda mais empresários querendo aproveitar o momento. Como resultado, o setor tem registrado um aumento nas apólices, tornando o brasileiro ainda mais protegido. 

Impulsionado pelas seguradoras de automóveis e de vida, a Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), estima que mais de R$ 73 milhões foram movimentados por ambos os setores apenas em 2018. 

Certamente, esses benefícios também seriam sentidos na Associação Brasileira de Franchising (ABF). De acordo com a instituição, as franquias de serviços e outros negócios é o quarto maior mercado entre os segmento do país. O faturamento em 2019 foi superior a R$ 27 bilhões. 

Além disso, separamos o infográfico com uma amostra de como anda o mercado de seguros no geral. Veja.

infografico setor seguros

Como vimos, entrar nesse tipo de empreendimento pode ser uma boa forma de transformar a sua carreira profissional. Não apenas pela não necessidade de conhecimento prévio, mas também pela possibilidade de trabalhar apenas em casa. 

Assim, com uma carteira de clientes mais íntima, a conversa e as negociações ficam muito mais fáceis e práticas. Possibilitando que você cresça mais rapidamente do que se montasse uma loja física, por exemplo. 

Gostou do conteúdo sobre franquia de banco? Veja mais sobre esse mercado no texto “Franquia correspondente bancário ou corretora de seguros?

Advertisement
Advertisement