Franquia de calcinhas e sutiãs: invista a partir de R$ 25 mil

Por
em
Franquia feminina barata calcinha
Advertisement

Para quem deseja abrir um negócio próprio no ramo da moda, a opção de franquia de calcinhas é uma das soluções mais atrativas do mercado. Não só pelo investimento mas, principalmente, pelo crescimento do setor e os bons resultados que o mercado tem registrado nos últimos anos. 

Antes de explorarmos mais o setor, é necessário entender melhor o que é franquia. Esse modelo de negócio permite que um terceiro explore comercialmente uma marca, tendo acesso a todo o know how e expertise adquirido ao longo dos anos de operação. 

Dessa forma, o empreendimento permite que o futuro franqueado inicie suas vendas com um público que conhece a marca. Porém, para garantir que você irá escolher a melhor empresa para trabalhar em conjunto, é preciso fazer uma pesquisa completa. 

A escolha deve ser mais certeira, principalmente, em um mercado como o de moda íntima, que possui um público mais exigente que os demais meios do setor.

Por isso, preparamos o texto a seguir para mostrar algumas vantagens de apostar nesse mercado, com opções de franquias de calcinhas e dicas para escolher a melhor rede. Acompanhe a leitura. 

Quais as vantagens de investir em franquia de calcinhas?

Apostar em uma franquia de calcinhas permite que o empreendedor possa usufruir dos bons movimentos do mercado. Em um levantamento realizado pelo IEMI Inteligência de Mercado, entre os anos de 2014 e 2018, o consumo de peças íntimas tem crescido e a expectativa é que essa guinada permaneça positiva pelos próximos anos. 

Para começar, podemos reparar que houve um aumento de 9,6% na produção de calcinhas, enquanto a de sutiãs registrou 10,2% a mais no número de unidades fabricadas. Dessa forma, é importante observar a projeção do setor para os próximos anos. 

Além disso, o setor estima que, nos próximos anos, o consumo será 2,2% maior que o período de quatro anos observado. Para se ter ideia do tamanho desses números, só em 2018 foram comercializadas mais 880 milhões de calcinhas e sutiãs. 

Porém, para aproveitar o movimento, é preciso observar algumas características para ter um empreendimento de sucesso. Ainda segundo a pesquisa do IEMI, dentre os fatores que mais fizeram os consumidores comprarem um produto foi o bom atendimento, a variedade de produtos e a presença de todos os tamanhos em estoque. 

Outro ponto que vale a pena ficar atento são os motivos apontados pelos consumidores para fazer a aquisição de alguma calcinha, por exemplo. Isso é muito importante para que você consiga apresentar um atendimento coerente com as necessidades de cada cliente. 

Dessa forma, o Inteligência de Mercado aponta que a maioria das pessoas busca os produtos para repor peças usadas. Enquanto outras parcelas se dividem entre o se sentir bem vestida, romantismo, conforto.

Assim, ao analisar os dados que o estudo levantou, é possível transformar o seu empreendimento em um negócio de sucesso. 

Escolha uma franquia de calcinhas para investir

Como observamos na pesquisa da IEMI, existem diversos fatores para que uma pessoa escolha a sua loja e não a do concorrente. Porém, é importante que o futuro franqueado saiba que o mercado da moda é bem volátil. Ou seja, poucas pessoas são fiéis a uma marca, possibilitando uma boa rotatividade e uma alta gama de clientes. 

Por isso, se seu objetivo é investir em uma franquia de calcinhas, esteja preparado para escolher a marca que vai atender todas os pontos que apontamos anteriormente: variedade de produtos, diferentes tamanhos, conforto e coleções para diferentes momentos. 

Tendo isso em mente, separamos algumas empresas que vão ajudar você a abrir um empreendimento capaz de obter bons resultados. Não esqueça de observar todos os pontos importantes e os diferenciais de cada uma das opções abaixo. 

Porém, antes de conhecer as melhores franquias, baixe o nosso ebook para saber porque o investimento em franquia é uma boa opção para você.

ebook por que franquia é uma boa opção

1. Mardelle

A Mardelle é uma marca mineira que está no mercado desde a década de 1990. Criada a partir da ideia de comercializar roupas íntimas para ajudar a pagar os estudos de sua fundadora, em pouco mais de dois anos de operação a empresa já contava com as primeiras lojas físicas. 

Assim, com o passar dos anos, a empresa continuou se expandindo devido a suas peças confortáveis, de qualidade e com design inovador. Além disso, a Mardelle não se limitou a produzir linhas apenas para o público feminino, passando a oferecer produtos masculinos. 

Atualmente, é possível encontrar coleções voltadas para gestantes, plus-size, infantil, lingeries e pijamas. A rede trabalha com dois modelos de franquia: loja de shopping e loja de rua.

  • Investimento total: a partir de R$ 206 mil
  • Faturamento médio mensal: até R$ 80 mil
  • Prazo de retorno: entre 18 e 24 meses 

Para saber mais sobre a marca e quais as opções de negócio disponíveis para você, acompanhe o vídeo a seguir. 

2. Outlet Lingerie

Advertisement

A Outlet Lingerie é uma marca que surgiu em 2008, e passou a ser reconhecida no mercado pela sua ideia visionária de oferecer diversas marcas em um lugar. Ou seja, comercializando boas peças que ficam de fora por causa da rotatividade natural das coleções em suas lojas originais. 

Com isso, não demorou muito para a Outlet Lingerie se tornar uma referência no mercado. Devido ao sucesso, em 2011, a empresa passou a operar no sistema de franchising e deu início a sua rede. Atualmente, são mais de 100 unidades espalhadas pelo Brasil.

  • Investimento total: R$ 235 mil
  • Faturamento médio mensal: a partir de R$ 70 mil
  • Prazo de retorno: entre 24 e 36 meses 

3. Sensual Moda Íntima

Criada no ano de 1991, a Sensual Moda Íntima é uma empresa natural de Passo Fundo, no estado do Rio Grande do Sul.

Dessa forma, observando as necessidade do mercado, não demorou muito para que seus fundadores buscassem alternativas para se tornar ainda maiores e reconhecidas pelo público. 

Com o empreendimento crescendo, foi a vez de iniciar a expansão por meio das franquias e, em 2003, começou a contar com os primeiros franqueados.

Para isso, preparam uma área de compras e um centro de treinamento para auxiliar todos os empreendedores a seguir os caminhos que tornaram a marca um sucesso. 

  • Investimento total: R$ 140 mil
  • Faturamento médio mensal: a partir de R$ 50 mil
  • Prazo de retorno: entre 24 e 36 meses  

4. Liz Lingerie

Especializada em moda íntima, a Liz Lingerie é uma marca que busca trabalhar com produtos inovadores.

Para isso, utiliza o que há de mais tecnológico na fabricação de suas peças, além de ser pioneira na confecção de sutiãs de diferentes tamanhos. Assim, a empresa passou a ser referência ao não economizar no investimento nesse quesito especial: o conforto.

A Liz está no mercado desde o final da década de 1980 e começou a operar com franquias em 2012. Após alguns anos de operação, são mais de 30 unidades no Brasil e uma no exterior, entre lojas próprias e franqueadas. Natural de São Paulo, a rede também oferece calcinhas com modelagem própria e de diferentes tamanhos. 

  • Investimento total: R$ 398 mil
  • Faturamento médio mensal: não informado
  • Prazo de retorno: não informado  

5. Darling

Uma das marcas mais antigas de moda íntima do país, a Darling está no mercado desde 1949. Visando um crescimento ainda maior, não demorou muito para que montasse sua própria fábrica. Dessa forma, a empresa se orgulha de fazer parte do desenvolvimento das mulheres de diferentes gerações. 

Além disso, visando expandir por outros estados brasileiros, a marca iniciou suas operações por meio de franquias. Ao todo, são mais de 2,6 milhões de peças vendidas em quase dois mil pontos. 

  • Investimento total: R$ 290 mil
  • Faturamento médio mensal: a partir R$ 70 mil
  • Prazo de retorno: entre 24 e 36 meses

Como escolher a melhor franquia de calcinhas para investir?

Para você escolher a melhor franquia de calcinhas é preciso observar algumas características do negócio. O primeiro passo é estudar o mercado, observar como o setor está se desenvolvendo e entender as expectativas para o próximo ano. Além disso, é necessário que o empreendedor tenha interesse e afinidade para entrar no setor. 

Para abrir um negócio, seja franquia ou não, é preciso que você goste de atuar como empreendedor e seja interessado em buscar sempre novidades para aplicar no seu negócio. Isso acontece porque haverão desafios e situações que podem lhe fazer querer desistir. Assim, caso esteja no negócio apenas pelo dinheiro, será mais fácil deixar o plano de lado. 

Porém, se for por amor e vontade de fazer seu plano dar certo, todos os obstáculos serão mais fáceis de serem vencidos. Principalmente porque precisará dedicar mais que apenas as oito horas de trabalho tradicionais, ou seja, você irá viver seu negócio como nunca. 

O próximo passo é pesquisar sobre as marcas escolhidas. Entre as boas práticas, está buscar no Google sobre como o público alvo e outros franqueados enxergam a marca. Outra dica é olhar no site “Reclame Aqui!”. Eles são responsáveis por reunir diversas opiniões importantes para a sua análise.

Além disso, há a possibilidade de conversar diretamente com outros franqueados. Na Circular de Oferta de Franquia (COF) é obrigatório que a franqueadora apresente o contato de todos os atuais e ex franqueados dos últimos 24 meses. Outra dica, também relacionada a COF, está em estudar esse documento. 

Qual a importância da COF?

Vale lembrar que a Circular é um documento responsável por apresentar todos os pontos de interesse do empreendedor como histórico da marca, taxas, valores, pendências judiciais, suporte e treinamentos oferecidos etc. 

É graças a esse documento que o franqueado tem acesso a suas obrigações e direitos. De acordo com a Lei de Franquias, a COF só pode ser assinada após 10 dias do seu recebimento. Dessa forma, não estude a circular com pressa. 

Esse é um dos processos mais importante antes de se tornar um franqueado. Por isso, caso tenha qualquer dúvida, consulte um advogado para lhe auxiliar a checar as informações pertinentes a ele.

Como vimos ao longo do texto, o mercado de moda íntima tende a crescer nos próximos anos, porém, para conseguir navegar por essa onda, é preciso oferecer um negócio com peças, tamanhos e coleções variadas. 

Gostou do nosso texto sobre franquia de calcinhas e quer conhecer um pouco mais sobre o setor? Acompanhe a leitura em nosso artigo: “Franquia de lingerie: saiba como abrir e lucratividade”.

*Informações publicadas em Agosto/2020. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.


Advertisement
Advertisement