O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Franchising » Franquia de chocolate pode ser negócio lucrativo e delicioso para você abrir

Franquia de chocolate pode ser negócio lucrativo e delicioso para você abrir

Sumário

Investir em uma franquia chocolate pode ser uma alternativa lucrativa no segmento de Alimentação. Por isso, preparamos este texto com tudo que você precisa saber.

Até porque, com a pandemia, as pessoas passaram a consumir mais chocolate em casa. Uma pesquisa apontou, por exemplo, que 58% dos consumidores passaram a comer mais em seus lares.

Sendo assim, a forma de comer mudou, mas continua alta. Logo, investir em uma franquia de chocolate pode ser uma forma de aproveitar um produto amado pelos brasileiros.

Números do nicho de chocolates no Brasil

O nicho de chocolates está inserido em um mercado importante, o de alimentação. Assim, faz parte de um setor indispensável e seguro.

De acordo com dados colhidos pela Abicab, houve um crescimento nesse setor.

Dessa forma, a indústria de chocolates apresentou um crescimento de 6% em produção. O crescimento se deu entre 2021 e 2022.

Ou seja, foram cerca de 201 mil toneladas em comparação às 189 mil toneladas produzidas no ano anterior. Além disso, o Brasil é o quinto maior produtor e consumidor de chocolate do mundo. 

Assim, fica atrás apenas dos Estados Unidos, Alemanha, Rússia e Reino Unido.

Ainda em relação à pesquisa, o presidente da Abicab vê o mercado nacional com cada vez mais diversidade. Como consequência, é um mercado com potencial de atender vários tipos de consumidores.

Nesse cenário positivo, é esperado pelo setor mais altas até o fechamento do ano de 2022.

Vantagens e desvantagens de abrir uma franquia de chocolate

Há muitas vantagens em investir em uma franquia de chocolate, como um modelo de negócio pronto. No entanto, alguns fatores podem ser considerados desvantagens, como a necessidade de seguir os padrões da marca.

Em primeiro lugar, vamos falar sobre as vantagens. As franquias de chocolate operam por meio de um plano de negócio padrão.

Sendo assim, o franqueado não precisa começar seu negócio do zero. Isso poupa tempo e evita erros.

Contudo, por se basear em um padrão replicável, não é possível montar um negócio exatamente como você quer. Para muitos, isso pode ser uma desvantagem.

Assim, ao investir em uma franquia é preciso estar ciente dessas questões. A franqueadora oferece apoio em todas as etapas do processo.

Logo, o franqueado tem ajuda para empreender desde o começo. Nesse sentido, as vantagens se mostram maiores que as desvantagens.

Quais as melhores franquias de chocolate?

Agora que você já sabe que abrir uma franquia de chocolate pode ser um negócio promissor, vamos apresentar opções. Então, você pode analisar de acordo com seus interesses e escolher a mais atrativa.

Há, por exemplo, fábrica de chocolate franquia e algumas marcas famosas. Entre elas: franquia chocolates Brasil Cacau.

[raio_x]

Como escolher uma franquia de chocolate para abrir?

Para escolher uma franquia de chocolate para abrir, o investidor precisa seguir alguns passos. Essas etapas vão ajudar em uma escolha segura.

Para investir em um negócio que combina com o seu perfil empreendedor, há alguns elementos. Por isso, é essencial prestar atenção e analisar com cuidado.

No começo, é importante definir o perfil de empreendedor. Depois, é a hora de procurar negócios que vão de acordo com as expectativas e habilidades do investidor.

Outra questão importante são os valores. Há, por exemplo, o investimento inicial e outros gastos, como taxas e capital de giro.

Dessa forma, o empreendedor consegue se organizar financeiramente. Logo, é capaz de selecionar as marcas que mais se adequam a sua capacidade de investimento.

Afinal, gastar mais que o planejado é um risco para qualquer empreendimento.

Há também a questão da localidade do negócio. Ou seja, é importante saber como é o comportamento e aceitação do mercado local.

O empreendedor também deve selecionar, caso tenha, marcas específicas que ele gostaria de investir. Ou então empresas de um segmento em que deseja atuar.

Do mesmo modo, é importante prestar atenção no tempo de dedicação ao negócio. Ou seja, se é necessário se dedicar de forma integral, ou se é um complemento de renda que pode ser conciliado com outra ocupação.

No modelo de franquias, o investidor também pode ter noção do valor de faturamento mensal. Assim, é capaz de escolher uma franquia que tenha um bom retorno mensal.

Cuidados para abrir uma boa franquia

Existem alguns cuidados para abrir uma boa franquia. Entre eles, a avaliação da experiência da franqueadora e do suporte da marca ao franqueado.

Então, a franquia precisa ter o negócio testado em uma unidade-piloto. 

Assim, irá reproduzir as mesmas condições oferecidas para os franqueados, o que comprova sua viabilidade. Dessa forma, os riscos podem ser menores.

Afinal, muitos erros já foram corrigidos, e a marca já tem os produtos e serviços avaliados e testados pelo mercado.

Esse passo ajuda a avaliar se o modelo de negócio se baseia em uma tendência de mercado ou se é um modismo passageiro. Afinal, o sistema de franquias é conhecido pelo seu know-how. 

Para isso, ele paga uma taxa para reproduzir esse modelo e os direitos de uso de uma marca já reconhecida no mercado. Além disso, o objetivo dos franqueados é obter o sucesso já alcançado pela franqueadora. 

Porém, para que isso aconteça é necessário que a marca ofereça apoio e bons treinamentos. Bem como, inovações tecnológicas aplicadas constantemente ao negócio e suporte operacional.

Esse fator pode ser observado por meio de franqueados e ex-franqueados da marca.

Outro cuidado necessário é a avaliação da saúde financeira da franquia e o cumprimento de exigências legais.

Dessa forma, a franqueadora deve garantir aos seus franqueados a viabilidade do seu plano de negócios. 

Analisando, portanto, dados financeiros que comprovem a capacidade do negócio em atender as necessidades de toda a rede.

Além disso, vale ressaltar que a legislação exige que seja entregue os balanços dos dois últimos exercícios. Essas informações devem constar na Circular de Oferta de Franquias.

Ou seja, o franqueado deve ser informado sobre a regularidade fiscal e tributária da empresa. 

Passo a passo para investir no seu negócio de chocolate

O primeiro passo para investir em um negócio de chocolate é o espírito empreendedor e a afinidade com o segmento. Outro ponto importante é ter o perfil alinhado com o escolhido pela franquia.

Afinal, as marcas costumam procurar por investidores que sigam as regras de forma estratégica. Ou então que tenham traçados o planejamento de vendas, marketing, operações e atendimento.

Outro passo é que o candidato conheça de perto os procedimentos de gestão escolhidos pela rede. Bem como os sistemas que a marca utiliza, o suporte oferecido, pontos de vista etc.

Dessa forma, o empreendedor pode obter e entender o cenário de forma concreta e transparente. 

Atualmente, as franquias oferecem oportunidade para diversos investidores. Desde pessoas com menor poder aquisitivo até aquelas com maior poder de barganha.

Assim, é possível observar questões como as taxas exigidas pela franquia, tempo de retorno, capital de giro, entre outros.

Com todas essas questões o empreendedor ainda pode entrar em contato diretamente com a franquia. Dessa forma, irá conversar e conhecer melhor como funciona a franquia. 

Com esse contato, o empreendedor irá receber a COF, com todas as questões mais importantes da rede. Para esse passo ele pode pedir ajuda de profissionais para analisarem com mais cuidado.

Assim, com a decisão tomada, o empreendedor irá assinar o contrato da franquia. Então, irá começar os treinamentos iniciais e auxílios para abrir sua unidade.

Com essas dicas e nossas opções de franquia chocolate, você tem o básico para começar a empreender. Faça seu planejamento e boa sorte!

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje