O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Franchising » Abrir franquia de tecnologia vale a pena? Vantagens e opções para investir

Abrir franquia de tecnologia vale a pena? Vantagens e opções para investir

Sumário

Vivemos em uma sociedade na qual os avanços tecnológicos fazem parte do nosso dia a dia. Por isso, existe um mercado interessante para investir em uma franquia de tecnologia, como mostraremos.

De acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Software, o Brasil é um dos 10 maiores mercados de tecnologia do mundo. Ou seja, é um setor forte e que conta com um grande potencial.

Nesse sentido, o empreendedor pode investir em uma franquia para atuar nesta área. Assim, não precisa sequer ter um curso voltado para área para poder ganhar dinheiro nesse mercado.

Existem muitas maneiras de atuar nesse setor, como mostraremos aqui.

O que é uma franquia de tecnologia?

Uma franquia de tecnologia é um negócio que atua com diferentes produtos ou serviços. Eles são voltados para ferramentas tecnológicas.

Assim, pode ser voltado para computadores, internet, celulares, entre outros.

Nesse sentido, é possível atuar com softwares, área de tecnologia da informação e aplicativos. Ou então com computação na nuvem, informática em geral etc.

Assim, dá para atuar com uma franquia de produtos eletrônicos, por exemplo.

Com a franquia, você pode comercializar diferentes itens ou fornecer serviços para os clientes. Além disso, a unidade pode ser em home office, com um atendimento online, ou em um ponto físico.

Existem muitas oportunidades de franquias de tecnologia baratas. Isso porque um dos grandes avanços atuais é o atendimento remoto.

Dessa forma, consegue atender aos consumidores usando apenas um computador ligado à internet.

Enfim, essas franquias variam na maneira de atuar e com o nicho de mercado. Trabalhando com tipos de tecnologias diversas.

Vantagens de investir no ramo de tecnologia

Como quase todo mundo tem um celular ou um computador, ou os dois, essa massa de pessoas é o seu mercado em potencial. Essa é uma das grandes vantagens de se investir no ramo de tecnologia.

As tecnologias fazem parte do dia a dia das pessoas. Por exemplo, por meio de programas, aplicativos, trabalho e vendas online, entre outros.

Uma das vantagens gerais de um modelo de franquias é ter uma operação pronta, preestabelecida no mercado. Assim, você vai vender produtos ou serviços testados e aprovados pelos clientes.

Do mesmo modo, é um negócio que conta com o suporte da franqueadora. Seja por meio de treinamentos para conhecer o mercado e a operação da empresa. Inclusive, gestão e marketing.

Além disso, as franquias de tecnologia são uma maneira de empreender nesse mercado cada vez mais crescente.

Veja esse exemplo. Existem cerca de 447 milhões de dispositivos digitais (computador, notebook, tablet e smartphone) em uso no Brasil.

Assim, com uma franquia, você tem pronta a tecnologia com a qual vai trabalhar. Se fosse iniciar um negócio do zero, teria que você mesmo inventar.

Dessa forma, é um mercado bem atrativo para franquias na área de tecnologia. Tem grande potencial e muita diversidade, como verá agora.

Lista de franquias de tecnologia para você considerar

Conforme falamos, a área de tecnologia é bem variada. Você encontra opções diversificadas para investir em uma franquia.

Aqui separamos algumas delas para você conhecer um pouco mais, tendo em vista a importância de se pesquisar bem.

[raio_x]

Como escolher a melhor franquia de tecnologia?

Para escolher a melhor opção de franquia para atuar com tecnologia, o empreendedor deve analisar vários pontos. Primeiro, com o que deseja trabalhar.

Nesse sentido, ele pode se identificar mais com a área de vendas de computadores. Logo, optará por investir em uma franquia de informática.

Por outro lado, pode ter um gosto mais próximo dos softwares, computação nas nuvens, aplicativos. Nesse caso, deverá atuar com franquias de tecnologia da informação.

Além disso, é importante analisar o seu mercado local para identificar necessidades. Veja a concorrência, entenda o que pode oferecer de diferente ou complementar.

Do mesmo modo, pesquise bastante, conheça o máximo de franquias possíveis. Entre elas, faça uma comparação, colocando os prós e contras de cada uma.

Nesse momento é importante conhecer a Circular de Oferta de Franquia (COF) da rede. Nesse importante documento existem detalhes do negócio, como custos, rentabilidade, suportes da franqueadora.

Avalie o que cada marca oferece, qual a tecnologia que você enxerga maior potencial de ganhos na hora de empreender. Com isso, poderá escolher a melhor opção para investir.

Para quem uma franquia de tecnologia é indicada?

Uma franquia de tecnologia é indicada principalmente para quem se identifica com esse mercado. É importante ser uma pessoa antenada com as inovações tecnológicas que mais fazem sucesso com os clientes.

Nesse sentido, é importante ter esse perfil mais voltado para a área para que possa pesquisar sobre as necessidades do setor. Além disso, entender um pouco dessas tecnologias pode ajudar na hora de convencer um cliente.

Por exemplo, um leigo em questões de internet, software, computação, terá mais dificuldade de assimilar. Fica meio perdido naquilo com o que vai trabalhar.

Do mesmo modo, dependendo do tipo de negócio com o qual vai trabalhar, deve também ser uma pessoa comunicativa. Além disso, saber trabalhar com vendas é importante.

Por outro lado, existem formas de atuar sem esse contato, o que dispensa essa qualidade. Cada franquia pode exigir esta ou aquela característica mais específica.

Contudo, de modo geral, é fundamental ter apreço e curiosidade por tecnologias. Gostar das inovações que envolvem a área.

Passo a passo para abrir sua franquia de sucesso

O primeiro passo para abrir uma franquia é escolher uma entre as várias opções existentes no mercado para aquele nicho.

Depois de estar seguro com sua decisão, procure a franqueadora, entre em contato para demonstrar interesse. Essas primeiras conversas podem se dar pelo site da rede ou em uma feira de franquias.

Nesse momento, você poderá saber mais detalhes sobre a franquia e a franqueadora irá conhecer mais sobre você. Ela avalia se tem o perfil que ela procura para novos franqueados.

Passadas as tratativas entre as partes, há o pagamento da taxa de franquia e a assinatura do contrato de franquia. Nessa hora o empreendedor se torna franqueado e começa o processo para montagem de sua unidade.

Se for um negócio em home office, há basicamente os treinamentos para conhecer tudo sobre a forma de atuar no negócio. A franqueadora dará as ferramentas necessárias para começar a trabalhar.

Caso a franquia trabalhe com um modelo de loja física, há a procura pelo ponto comercial. Inclusive, montagem do espaço, contratação de colaboradores.

Enfim, é uma etapa a mais, mas que tem ajuda da franqueadora.

Com a unidade pronta e o franqueado preparado, é só começar os trabalhos. É comum que haja um marketing mais agressivo nesse momento, para “bombar” a inauguração da nova franquia.

É um processo que pode ser mais longo ou mais simples. Depende do tipo de negócio, como ele atua, entre outros fatores. Mas, com o auxílio da franqueadora, o processo acontece de forma mais natural.

Seja em uma franquia de tecnologia ou em outros negócios, cabe ao empreendedor pesquisar, sem pressa. E, então, avaliar suas melhores opções.

Enfim, com os pontos que separamos nesse conteúdo, você já está pronto para mergulhar de cabeça nesse mercado. Boa sorte.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje