Franquia Mardelle como abrir: veja o passo passo para investir

Por
em
Como abrir uma franquia Mardelle
Advertisement

A moda íntima no Brasil vem crescendo e ganhando mais clientes, sejam homens ou mulheres. Por isso, vamos apresentar o passo a passo de como abrir uma franquia Mardelle, uma referência no quesito qualidade e preço juntos. 

É comum vermos empresários começando suas carreiras como franqueados. Muitos partiram de um segmento que já tinha vivência e conseguiram atingir bons resultados. Outros apenas identificaram o crescimento exponencial do setor, assim como dos ramos de destaque no mercado, como turismo e beleza.

Se você está começando e deseja ser como eles, é preciso atentar-se a algumas informações e processos para não ser surpreendido negativamente. Afinal, isso poderia prejudicar suas economias e qualidade de vida.

Para saber todos os passos para abrir sua franquia da Mardelle, acompanhe a leitura com a gente!

Franquia Mardelle: como abrir?

Para abrir uma franquia, o primeiro passo é identificar qual tipo de negócio motiva você. Qual empreendimento irá proporcionar uma escalada promissora e, ao mesmo tempo, oferecer desafios frequentes? 

O mercado da moda está em constante mudança e sempre inovando. Principalmente por ser um setor que exige contato frequente com pessoas e conhecimento básico sobre tendências, costumes e estilo. Tudo isso permite entender melhor as necessidades do público.

Mas abrir um negócio exige muito esforço dos envolvidos, mas o empreendimento também precisa ajudá-lo a equilibrar a sua vida pessoal com a profissional. É essencial saber qual o seu perfil como empreendedor ou empreendedora e quais os seus objetivos ao dar esse passo importante. 

A Mardelle tem como objetivo oferecer a seus franqueados condições para todos executarem o melhor trabalho. 

A relação entre marca e empreendedor precisa ser prazerosa a ponto de dar a sensação do tempo voar durante o trabalho. Além de confortável o suficiente para deixá-lo seguro e preparado correr riscos. 

Defina se o setor de moda vale a pena para você

Trabalhar com moda vem se tornando uma forma lucrativa e rápida de ter bons retornos financeiros. Principalmente depois que o setor começou a dar mais espaço para lingeries.

Entre 2014 e 2018, de acordo com o relatório do Inteligência de Mercado (IEMI), o número de sutiãs fabricados cresceu mais de 10%. O aumento também foi registrado para calcinhas, com 9,6% a mais que o observado inicialmente. 

Outro fator que impacta nesse crescimento é a mudança de comportamento dos consumidores. 

Isso porque, o mercado de moda íntima não se limita a apenas algumas gerações. Na verdade, ela está presente em quase todas, graças ao seu mix de produtos, que consegue atender a necessidade de vários consumidores. 

O movimento acompanha o avanço e a recuperação do varejo como um todo. O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) identificou, em 2019, avanço de 4,4% nas vendas do setor, comparado com 2018. 

Esse bom ritmo entre janeiro e dezembro também foi sentido pelo setor de vestuário. O segmento acompanhou o desenvolvimento e registrou um bom crescimento no período, consolidando a melhora na situação financeira dos brasileiros. 

Analise a sua situação financeira

Parte fundamental para qualquer investidor, a análise financeira pessoal é importante para identificar qual a sua capacidade de entrar no negócio.

Se o seu objetivo é ter um empreendimento, essa ação precisa ser colocada em prática antes que seu patrimônio corra risco. Ela será responsável por preparar o empresário para futuras crises e longas recessões, além de ser meio caminho para o sucesso.

Se você ainda não faz esse tipo de acompanhamento, o primeiro passo é identificar as suas saídas e entradas mensais. Após essa etapa, é preciso esmiuçar cada despesa e conhecer o caminho do seu dinheiro.

Por meio dessa ação, já será fácil conhecer quais são os gastos “bobos” do dia a dia, qual o tamanho das suas dívidas e quanto do seu dinheiro está prejudicado pelo consumo espontâneo.

O sucesso nessa prática exige organização das suas contas pessoais em planilhas, definição dos seus objetivos e mudança de hábitos.

Também evite empréstimos ou dívidas com juros altos, economize dinheiro, crie um fundo de reserva e viva de acordo com sua condição financeira. 

Tudo isso vai permitir que você organize as finanças e obtenha o necessário para investir em um negócio próprio.

Conheça o sistema de franquia da Mardelle

Após organizar todas as suas finanças, é hora de saber como abrir uma franquia Mardelle e quais serão os custos necessários para ser um franqueado Mardelle. 

Com o estudo econômico e objetivos em mãos, você estará pronto para conversar com os consultores da marca e conhecer o modelo que melhor se encaixa a sua situação e perfil. 

A Mardelle trabalha com cinco linhas de produtos com excelente qualidade, bem confortáveis e com preço justo. São eles:

  • Feminina – calcinha e sutiã;
  • Masculina – cuecas e sungas;
  • Noite – baby doll, camisolas e pijamas (todos os tamanhos e sexos);
  • Infantil – calcinhas e duas peças;
  • Maternidade – camisolas, bodys, calcinhas e sutiãs para mães gestantes e em período de amamentação. 

As unidades oferecidas pela marca possuem dois formatos que atendem as exigências de qualquer investidor.

Unidade Shopping

Voltada para centros comerciais, ela requer um espaço entre 40 m² e 45 m² e um quadro de funcionários que pode variar de 4 a 9 pessoas. 

  • Taxa de franquia – R$ 30 mil;
  • Instalação e Montagem – valor base de R$ 120 mil;
  • Capital de giro – R$ 15 mil;
  • Investimento inicial previsto – R$ 215 mil;
  • Faturamento médio mensal – R$ 80 mil.

Unidade Mardelle Loja de Rua

Advertisement

As unidades para bairros devem ter uma medição entre 25 m² e 40 m², enquanto o número de colaboradores varia entre 4 ou 6. 

  • Taxa de Franquia – R$ 30 mil;
  • Instalações e Montagem – valor base de R$ 90 mil;
  • Capital de giro – R$ 15 mil;
  • Investimento inicial previsto – R$ 206 mil;
  • Faturamento médio mensal – R$ 50 mil.

Vantagens de abrir uma franquia Mardelle

A franquia Mardelle oferece para seus franqueado um suporte operacional que vai desde a aquisição da franquia até o encerramento do contrato. Também possui treinamentos presenciais e on-line para seus franqueados, e assessoria contínua para o desenvolvimento das unidades.

Além disso, o empreendedor conta com auxílio jurídico e estoque independente. Ou seja, a reposição acontece de acordo com a necessidade da unidade. Não existe um lote padrão de produtos. 

A reposição é feita por meio da análise de saída e entrada de produtos, época do ano, tipo de clientes e tamanho da sua clientela. Isso vale para todas as unidades.

Acompanhe mais sobre os modelos de negócio da Mardelle no vídeo abaixo!

Passo a passo de como abrir uma franquia Mardelle

Na hora de abrir uma franquia Mardelle, é necessário seguir algumas etapas importantes.  Abaixo, apresentamos um infográfico completo sobre o passo a passo para abrir uma franquia. 

Depois, explicamos melhor alguns deles, além de falarmos de algumas dicas essenciais para investir. Acompanhe!

infográfico como abrir uma franquia

Pesquise sobre o franqueador

Todo investimento exige um cuidado especial para que não se torne um problema e, por consequência, um gerador de dívidas. Por isso, antes de fechar o contrato com a Mardelle, é indicado uma pesquisa completa sobre a marca.

Busque entender como o mercado e os consumidores enxergam essa marca, se ela possui uma boa reputação e arca com seus compromissos. 

Entre em contato com as outras franquias e pergunte como elas estão se saindo, se o suporte oferecido realmente condiz com o que é oferecido etc. Ao abrir uma franquia Mardelle, ela indica e aponta todos os franqueados da marca.

Não deixe de consultar também a efetividade do plano de negócio da marca, apesar de parecer que ser uma franqueadora é sinônimo de sucesso, nem todas as empresas possuem um sistema realmente efetivo como da Mardelle.

Todas essas informações estão contidas na Circular de Oferta de Franquia(COF) da Mardelle. Esse contrato possui todas as informações importantes para que o empreendedor conheça a marca. 

O documento possui também o contato de todos os franqueados, a situação financeira e jurídica da empresa, história, valores, taxas, entre outros.

Avalie o know-how da Mardelle

Know-how é uma expressão em inglês que se refere ao conhecimento técnico e prático adquirido por uma empresa, ou pessoa, que a tornou referência para o mercado em algum aspecto.  Essa habilidade é utilizada para conseguir vantagem competitiva perante seus concorrentes.

Esse entendimento sobre o setor que atua só é adquirido com tempo — algo que a Mardelle já tem de sobra no mercado.

A Mardelle é uma empresa fundada em 1995 por Adele Maria de Britto, em Betim, Minas Gerais. Com o objetivo de expandir sua atuação, ela convidou Marcus Vinicius Ferreira para ser seu sócio.

Nos primeiros 3 anos, a marca já contava com mais de 50 revendedoras e uma loja física na região metropolitana de BH. O modelo de negócio fez tanto sucesso que, desde 2007, a empresa está atuando no mercado de franquias. 

Em 2020, ela se associou ao grupo Encontre Sua Franquia, já com mais de 20 unidades espalhadas pelo Brasil. Hoje, o objetivo é atingir 50 unidades até o final do primeiro ano de parceria com a holding, ampliando e testando ainda mais o seu know-how. 

Melhore suas habilidades antes de investir

Um bom empreendedor conhece seus pontos fortes e fracos, além de buscar constantemente sua evolução como empresário. Isso é muito importante para que o negócio não fique parado no tempo, gerando prejuízo. 

Antes de fechar o contrato com a franqueadora, identifique os seus pontos fracos como empreendedor e busque aprimorá-los. O sucesso da unidade deve ser o maior motivador para o empresário buscar mais habilidades como gestor e administrador.

Trabalhe, por exemplo, sua autoconfiança, equilíbrio emocional, análise crítica, polivalência, liderança, persuasão, técnicas de negociação, improvisação, resiliência etc. Todas essas são habilidades que podem ser muito úteis no varejo.

Outras dicas: trace metas pessoais com o que deseja melhorar, estude sobre o mercado da Mardelle e como é o dia a dia do empresário do ramo. Procure por cursos que podem auxiliar você a ser um profissional melhor e, principalmente, ouça quem tem mais experiência na área.

Absorver o conhecimento dessas pessoas, e da franqueadora, irá ajudar você a ganhar experiência e, por consequência, insights interessantes para colocar em prática na sua unidade.

Observe as taxas associadas à franquia

As taxas associadas são custos que garantem ao investidor o direito de explorar e comercializar os produtos da marca. Os valores variam de acordo com o modelo escolhido.

A Mardelle cobra a taxa de franquia para as unidades de shopping e rua no valor de R$ 30 mil. Esse valor só é cobrado na assinatura do contrato, porém existem outras tarifas mensais.

Como é o caso da taxa de royalties. Ela é necessária para o investidor continuar utilizando a marca durante o seu contrato, além de manter os suportes oferecidos, auxílios, treinamentos e materiais.

Seu valor pode ser fixado no contrato ou definido de acordo com uma porcentagem no faturamento da unidade.

Outra taxa importante, e que estará presente todo mês, é a relacionada à publicidade. O valor é utilizado para que a empresa possa desenvolver materiais e campanhas de marketing para ampliar o seu alcance a captar mais clientes. 

Estude a COF da Mardelle

Você conhece a COF? Saiba o que é com o nosso vídeo!

Como vimos em outro tópico, neste documento constam todas as informações importantes para o empresário entender como funciona a marca e quais os custos para mantê-la. 

Será esse contrato quem vai garantir que a franqueadora não omitiu nenhuma informação. É essencial que esse acordo seja bem estudado, para não ter nenhuma confusão durante a sua execução. 

Além disso, não deixe de avaliar se o seu perfil corresponde realmente com a marca. Verifique se ela encaixa com seu plano financeiro e levante todos as informações para não ter obstáculos na hora de firma a parceria.  

Por fim, estude bem todas as informações do contrato, converse com o consultor para esclarecer qualquer dúvida e não tenha pressa. A Lei do Franchising exige que a assinatura do contrato só aconteça 10 dias após a entrega da COF ao candidato. 

Se essa regra for descumprida por alguma das partes, o acordo perde a validade e será considerado irregular. 

Determine um ponto comercial

Esse é o ponto mais importante para quem deseja abrir uma unidade física. Um bom lugar para expor a marca pode ser difícil de achar. Porém, a Mardelle auxilia o investidor a pesquisar e encontrar esse espaço. Tudo para garantir que a loja estará no melhor lugar possível.

Um bom lugar precisa estar em uma área que tenha um bom fluxo de pessoas e, principalmente, do seu público-alvo. 

O estabelecimento precisa ser fácil de chegar e ter um bom posicionamento no quarteirão ou andar (para shoppings). Dê preferência por pontos que serão visto pelo maior número de pessoas. 

Outra etapa desse processo é conhecer o seu concorrente e como ele atua na região. Dessa forma, será possível desenvolver ações e estratégias para captar novos clientes. 

Não se assuste: ter concorrentes por perto pode ser uma boa tática para alavancar suas vendas. Principalmente quando se trata de produtos que podem ser comparados, como a qualidade das roupas íntimas e variedade de modelos. 

Por fim, os custos deste imóvel devem ser levados em consideração. Não apenas o aluguel ou valor de compra, mas se será necessário alguma reforma estrutural como cabeamento, uma parede nova, encanamento etc.

Engaje sua equipe

Uma equipe engajada pode resultar em um aumento expressivo do faturamento de uma loja, como aponta um estudo feito pela Right Management, em 2018. Segundo ele, houve um aumento de 50% na receita das empresas que tinham colaboradores mais comprometidos. 

Ao se sentirem realizados no exercício da função, eles ficarão mais dispostos a encarar novos desafios e divulgar a empresa por onde passar.

Isso também ajuda a reduzir o número de erros operacionais que poderiam criar prejuízos para o seu negócio. 

Esse time perfeito começa a ganhar forma no processo seletivo, onde você deve procurar por pessoas que possuam o perfil mais próximo com o que a marca pede. A franquia Mardelle também ajuda nessa etapa de formulação da equipe.  

Com a redução do turnover — rotatividade de contratados, o empresário evita gastos maiores na procura de novos funcionários. Estima-se que a substituição de um colaborador, custa duas vezes o seu próprio salário.

Além de sobrecarregar os que já estão atuando na loja. Diminuindo a produtividade do estabelecimento e a perda da competitividade.

Abra a sua empresa

Apesar de parecer que está abrindo uma cópia da empresa matriz, para os órgãos de fiscalização e Estado, você e a franqueadora só possuem a mesma marca e são totalmente distintas. Antes de iniciar as atividades da unidade, é preciso registrar-se, como todo empreendimento.

O primeiro passo é inscrever-se na Junta Comercial do seu estado para obter o documento que serve como “certidão de nascimento” da sua empresa. Os formulários e documentos necessários para o cadastro varia de uma localidade para a outra. 

Após a criação do ato constitutivo da empresa, documento que irá constar o enquadramento jurídico e tributário do negócio, o investidor recebe o Número de Identificação do Registro de Empresa (NIRE). Sem essa informação, não será possível emitir o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ).

Todo o processo para a expedição do CNPJ pode ser feito pela internet — basta fazer o download do Documento Básico de Entrada. Lá, você encontrará o passo a passo para gerar o registro. 

Na sequência, é necessário dar entrada nos alvarás de funcionamento e localização, além de inscrever-se na Previdência Social. No caso de empresas, ele é conhecido como INSS Patronal. Lembrando que esses procedimentos são apenas para as lojas físicas.

Agora que vimos como abrir uma franquia Mardelle e quais os documentos necessários é a hora de colocar a mão na massa!

Ficou alguma dúvida? Está interessado em abrir um empreendimento voltado para moda íntima e aproveitar o crescimento do setor? 

Na dúvida sobre o melhor momento para abrir uma franquia, você pode conferir o conteúdo: RESPOSTA: Franquia é boa opção para crise econômica no Brasil?

Entre em contato com a gente e converse com nossos consultores para receber mais informações. Assim, você pode descobrir as possibilidades para se tornar um empresário de sucesso. Basta acessar: henriquemol.com.br.

*Informações publicadas em Agosto/2020. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.

Advertisement
Advertisement