Franquias de calçados apostam em vendas diretas

Por
em
Advertisement

Sabia que é possível investir em franquias de calçados de vendas diretas? As opções exigem contato mais próximo com o cliente e permitem a criação de uma rede fiel de usuários.

Abrir o próprio negócio é o sonho de muita gente. Mas, às vezes, os custos associados a uma unidade física são grandes e dificultam o investimento.

Contudo, existem opções como as franquias de calçados com vendas diretas.

Com o passar dos anos, os setores da Economia vêm se recuperando aos poucos. Este é o caso, por exemplo, do setor de calçados.

Pois em 2017, houve crescimento de 1% na produção do setor, o que correspondeu a 908,9 milhões de pares fabricados no período. Os dados são da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados).

Um empresário do setor de calçados convive com um ticket médio de R$ 160,33 por venda. Além disso, o setor é bastante diverso, atendendo a crianças, jovens e adultos, com os mais variados modelos.

Na hora de investir no ramo, a venda direta pode ser um diferencial. Todavia, esse modelo de negócio não é uma técnica tão nova de empreendedorismo.

Prova disso são as empresas de cosméticos, produtos de higiene, iogurtes, potes e vasilhas.

Nesse sentido, grande parte dessas marcas trabalha por meio de franquias. Elas formulam técnicas para que os empresários levem os produtos diretamente às casas das pessoas.

Assim, eles podem efetuar as vendas com mais comodidade. Se interessou? Então continue lendo o texto e confira mais vantagens desta área promissora!

O que são as vendas diretas?

Vemos um homem que estende a sua mão para um aperto (imagem ilustrativa). Texto: franquia de calçados.
Nas vendas diretas é o vendedor que procura pelo consumidor, e não o contrário.

A técnica de vendas diretas exige que o empreendedor procure o cliente e mostre o que tem a oferecer. Ela é muito indicada para as pessoas que desejam ter flexibilidade nos seus horários de trabalho.

Do mesmo modo, o método é ideal para quem está disposto a conhecer gente nova, e que tem facilidade para começar e manter uma boa conversa.

O processo de vendas diretas também pode ser chamado de home office.

Contudo, apesar de não ser especificamente realizado em casa, existem pontos facilitadores. Ele permite que o trabalho seja feito em partes internamente, e a execução seja externa, em contato com o cliente.

Isso quer dizer que você administra as questões burocráticas como estoque e o marketing dentro de casa. Depois, executa a venda junto ao cliente.

As franquias de calçados estão seguindo essa mesma lógica. Dessa forma, seus franqueados são frequentemente conhecidos como revendedores, consultores ou distribuidores.

Segundo dados da World Federation of Direct Selling Associations (WFDSA), o Brasil é o 6ª país com maior presença no mercado de venda direta. Apenas em 2017, esse modo de comercialização faturou R$ 45,2 bilhões no país.

Do mesmo modo, uma das principais vantagens da venda direta é que não é preciso manter um espaço fixo comercial. Você, empresário, vai até o consumidor para que ele escolha e experimente os calçados.

Para que essas vendas sejam eficazes, porém, é necessário trabalhar uma série de técnicas. Isso inclui um bom atendimento, a exposição correta dos sapatos e a divulgação adequada.

Além disso, ao aderir a uma franquia de calçados, o franqueado obtém todo o suporte e treinamento da franqueadora.

Requisitos para vendas diretas

Sem dúvida, a principal característica de um empreendedor de vendas diretas é o carisma. É fundamental ter simpatia e habilidade para a captação de clientes.

Principalmente considerando que será preciso visitar a casa de uma pessoa, a princípio, desconhecida.

Imagem de uma mulher apertando a mão de um homem fechando um negócio.
Car saleswoman talking with client

Além disso, é obrigatório que o franqueado possua conhecimento de todos os detalhes do produto que está vendendo.

No caso das franquias de calçados, ele precisa saber quais modelos estão em alta e as tendências da moda. Qual o material utilizado no calçado? Quais modelos são mais confortáveis? Entre outros pontos.

Pois é importante repassar essas informações ao consumidor, com confiança e conhecimento de causa. Isso será fundamental para convencê-lo a comprar.

Do mesmo modo, também é importante construir uma rede de contatos. Vender apenas para os seus conhecidos e familiares não é suficiente para um bom lucro.

Assim, a cada venda, peça para o seu cliente indicar você para outras pessoas, destacando as novidades e condições especiais.

Para as vendas diretas, a propaganda “boca a boca” é essencial. Conquiste o seu cliente a cada dia. Apenas assim ele sentirá prazer em comprar com você e em divulgar o seu trabalho para os amigos.

Outra dica é investir no marketing do produto. Com as redes sociais, as possibilidades de divulgação são inúmeras!

Mas é preciso feeling para alcançar o público desejado. O suporte geral para o marketing a franqueadora oferece, mas o operacional também fica por sua conta. Use e abuse, de forma sensata, da divulgação on-line.

Caso invista em franquias de calçados, você também poderá contar com o suporte da franqueadora na conquista dos consumidores. Porém, há apenas o suporte: o trabalho árduo fica por conta do franqueado.

Como trabalhar com a venda direta de calçados?

Vemos os pés de uma pessoa calçados com um par de All Star. Eles estão para cima, como se a pessoa estivesse deitada.
Franquias comercializam diferentes tipos de calçado, buscando os mais variados públicos.

O primeiro passo para começar a trabalhar com a venda direta de calçados é escolher a marca da sua franquia. No mercado, existem diversas companhias especializadas no sistema mais flexível de comércio.

É preciso levar em conta três aspectos principais para escolher a marca ideal. Começando pelo reconhecimento da companhia no mercado: os consumidores se sentem atraídos pelos produtos? Os itens têm qualidade?

Logo depois, é preciso avaliar a qualidade da companhia como franqueadora. Uma boa franquia oferece suporte aos franqueados, não apenas no início da empresa, mas durante toda a sua operação.

Também é importante que a franquia esteja preocupada em renovar suas coleções frequentemente. É preciso se manter atual para conquistar os clientes todos os dias. Se você não apresentar novidades, dificilmente conseguirá se destacar no mercado.

Por fim, é preciso avaliar o modo de venda desejado. Algumas franquias trabalham com a venda porta a porta. Outras, por meio do relacionamento virtual ou pontos de venda móveis.

É essencial trabalhar com o modelo mais comum aos seus objetivos, mas que também seja efetivo.

Vender de porta em porta em um condomínio fechado, por exemplo, pode ser difícil. Para esse público, a venda on-line ou em eventos pode ter mais eficácia.

Venda porta a porta

Quando o empreendedor investe em uma franquia para venda porta a porta, ele precisa visitar seus clientes. As visitas podem ser realizadas na casa dos consumidores, trabalho ou em espaços escolhidos por eles.

Portanto, é possível  carregar pares para a venda imediata ou apresentar um catálogo de produtos. Deste modo, os usuários podem visualizar os calçados e encomendar os que mais lhe atraem.

Um exemplo de franquia de calçados porta a porta é a Sapatilha na Sacola, que oferece aos clientes mais de 586 modelos de sapatilhas.

Imagem de uma mão abrindo uma porta (imagem ilustrativa). Texto: vendas diretas.
A closeup shot of a person holding a door knob and opening the door

A Quinta Valentina trabalha do mesmo modo, mas com modelos mais diversos de calçados femininos.

Já a Mil e Uma Sapatilhas é um modelo de franquia que cresceu rápido. Ela iniciou o negócio com a revenda de sapatilhas, em São Paulo, no ano de 2015, e logo se tornou franquia. Atualmente, a marca conta com mais de 150 lojas em todo Brasil.

Seu diferencial é o valor dos calçados. Com uma grande variedade, a Mil e Uma Sapatilhas oferece produtos com valores entre R$ 35 e R$ 75 reais.

Loja móvel

Já uma loja móvel funciona com o auxílio de um veículo. O próprio carro, trailer ou outros automóveis são utilizados para a exposição dos calçados.

A principal vantagem da opção é a possibilidade de mover a “loja” para o local desejado, ampliando o alcance do público.

Esse ponto é muito importante: você precisa saber onde está o seu público ideal. Só assim você poderá levar até ele o seu produto de forma a atender as expectativas de compra.

Existem hoje algumas formas de se ter uma “loja móvel”. Na opção de revenda, você usa seu carro próprio e leva os produtos de forma convencional para o seu cliente.

É possível também adaptar um veículo para esse fim. Procure um local especializado em adaptação de veículos e use da criatividade para apresentar a sua loja.

Licença para vender o produto 

Advertisement

Para este tipo de negócio móvel, é preciso ser legalizado. Isso mesmo! Se engana quem pensa que vender de forma itinerante não necessita de um alvará.

Além de tirar o seu alvará junto a Prefeitura da cidade, é preciso ter CNPJ, além de o veículo precisar estar adaptado de forma correta. Por último, não se esqueça de legalizá-lo junto ao Departamento de Trânsito (Detran).

Vale a pena montar uma loja móvel?

Ter um empreendimento desse tipo pode ser interessante, mas a avaliação de oportunidade deve ser feita por você mesmo. Pois são vários fatores a se levar em consideração para vender o seu produto.

Imagem de uma calçada com comércio dos dois lados (imagem ilustrativa). Texto: vendas diretas.
As vendas de rua podem ser uma boa opção para o empreendedor.

É preciso saber, por exemplo:

  • Se o local terá demanda de clientes necessária para a sua captação;
  • Se oferece concorrência de outras empresas no modelo convencional; e
  • Se o seu produto é realmente diferenciado.

Locais que oferecem menos oportunidades comerciais são mais interessantes para esse tipo de negócio. Afinal, não há concorrência.

No entanto, lembre-se: o local deve contar com um número de circulação de pessoas satisfatório.

Comercialização em eventos

Outra opção de venda direta é promover pequenos eventos, como bazares. Ou, quem sabe, participar de eventos já marcados, como um encontro de amigos. Feiras locais também são boas opções para esse tipo de venda.

Com um catálogo e amostras de calçados em mãos, o franqueado pode oferecer e divulgar seus produtos.

Parcerias com estabelecimentos comerciais

Um vendedor direto não possui espaço físico próprio. Contudo, isso não significa que ele não possa trabalhar nesses ambientes.

Algumas franquias de calçados permitem que o empreendedor crie parcerias com outros estabelecimentos.

Deste modo, é possível expor seus produtos em lojas ou salões de beleza, por exemplo. O acordo normalmente inclui o pagamento de uma porcentagem dos lucros ao dono do espaço.

Relacionamento virtual

Oferecer e comercializar produtos com o auxílio da internet é outra opção interessante de venda direta. Para isso, é possível utilizar site, redes como o Facebook, e aplicativos de troca de mensagens, como o WhatsApp e Telegram.

No franchising, uma empresa que utiliza bem estes canais é a Golfran. A empresa trabalha com calçados femininos, infantis, masculinos e muito mais.

O modelo de franquia da Golfran conta com um catálogo virtual de produtos diversos. O consultor de vendas oferece os produtos ao cliente que escolhe a mercadoria.

Após fazer o pedido, o consultor solicita o produto à loja franqueada que envia a mercadoria ao consultor, que por sua vez, fica responsável pela entrega.

Esse é um processo de venda indireta ao consumidor final que permite comodidade ao cliente. Ele escolhe o produto e aguarda o recebimento.

Imagem de um computador com desenhos de um organograma sobre ele (imagem ilustrativa). Texto: vendas diretas.
O relacionamento com os clientes virtuais é importante para as vendas.

5 opções de franquia de calçados para abrir

Como falamos, existem franquias de calçados com modelos de vendas diretas. Mas o mercado também conta com marcas de ponto fixo.

Logo o empreendedor pode escolher em qual modelo de negócio investir, levando em conta o seu perfil, capital e disponibilidade de tempo.

Sendo assim, separamos algumas franquias de calçados para você conhecer um pouco mais sobre elas.

1. Sonho dos Pés

A franquia Sonho dos Pés está no mercado de varejo do calçados desde 1989, trabalhando com diversos tipos de calçados e acessórios, como cintos e bolsas. Todos os produtos são voltados para mulheres de vários estilos.

Atualmente, a rede possui mais de 150 lojas no Brasil, sendo mais de 90 em formato de franquias. A empresa está presente em 17 estados brasileiros.

  • Investimento inicial: R$ 300 mil
  • Faturamento médio mensal: R$ 160 mil
  • Taxa de retorno: entre 24 e 36 meses

2. Pezinho e Cia

A Pezinho e Cia é uma empresa especializada na venda de calçados infantojuvenis que começou suas atividade em 1980, na cidade de Goiânia, capital de Goiás.

A rede entrou para o franchising em 2010, com as primeiras franquias logo no ano seguinte.

A empresa possui um modelo de loja física, com ponto comercial de 40m² a 50m², padrão exigido pela franqueadora.

  • Investimento inicial: R$ 380 mil
  • Faturamento médio mensal: não informado
  • Taxa de retorno: entre 24 e 36 meses

3. Quinta Valentina

A franquia Quinta Valentina possui um modelo de negócios de vendas diretas de calçados femininos. Dessa forma, o franqueado vai até a casa da cliente para fazer o atendimento.

Da mesma forma, é possível trabalhar com uma shoes bag – malas personalizadas para o transporte e demonstração dos calçados – com 136 modelos de calçados dos mais variados para vender.

  • Investimento inicial: R$ 36 mil
  • Faturamento médio mensal: R$ 15 mil
  • Taxa de retorno: entre 3 e 10 meses
Imagens das pernas de uma mulher com sapatos de salto preto (imagem ilustrativa). Texto: vendas diretas.
Os sapatos femininos são uma das opções para venda direita de calçados.

4. Sapatilha na Sacola

Voltada também para a venda direita, a franquia Sapatilha na Sacola é uma rede que trabalha com o modelo home office. Ou seja, o investimento para se tornar um franqueado será menor.

A marca trabalha com diversos modelos de sapato para os mais variados estilos e personalidades. Tudo para alavancar as vendas dos seus franqueados.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 9,9 mil
  • Faturamento médio mensal: não informado
  • Taxa de retorno: entre 3 e 6 meses

5. Bibi

A franquia Bibi é uma empresa que atua há mais de 10 anos no mercado de sapatos infantis e acessórios, para crianças de zero a seis anos, com linhas exclusivas.

Cada franqueado conta com a ajuda da franqueadora para escolher o ponto comercial, adequa-lo aos padrões da marca, bem como outros suportes para a gestão do negócio.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 230 mil
  • Faturamento médio mensal: entre R$ 100 mil e R$ 160 mil
  • Taxa de retorno: até 36 meses

Outras opções de franquia

Apesar de todas as vantagens da venda direta no franchising, a opção pode não ser a mais interessante.

Nesse sentido, talvez você não tenha interesse no setor de calçados. Ou, quem sabe, o contato direto com o público não é bem o seu objetivo.

Se um destes for o seu caso, saiba que existem diversas alternativas para o investimento em franquias.

Abrir uma franquia pode ser algo cheio de vantagens. Esse modelo de negócios cresce, em média, 7% ao ano, de acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF).

A seguir, apresentamos algumas opções de franquia em diferentes setores. Acompanhe!

Acquazero

Fundada em 2009, a Acquazero é a maior rede de estética automotiva do mundo. Seu principal serviço é a limpeza ecológica, que utiliza apenas 300 ml de água. Enquanto isso, uma lavagem comum utiliza cerca de 300 litros!

Imagem de uma pessoa passando um pano azul na lataria de um carro também azul (imagem ilustrativa).
O serviço de limpeza a seco do carro pode ser realizada na casa do cliente.

São quatro os modelos de franquia da marca, incluindo uma opção home office. Nela, o franqueado oferece serviços delivery, comparecendo à casa ou trabalho do consumidor.

Os serviços oferecidos pela franquia ainda incluem a hidratação de banco de couro, higienização do ar condicionado, enceramento e muito mais.

Existem seis modalidades de negócio. Dentre elas, três opções são home office/venda direta, com valores que partem dos R$ 22.820 mil.

Com o modelo home office, o franqueado atende o cliente in loco. Ou seja, onde ele desejar — exceto em locais de movimentação contínua, como estacionamentos de shopping, hipermercados e supermercados.

Confira as opções listadas abaixo.

Modalidade Home Office – opção básica

Essa modalidade contempla o modelo básico de serviços da franquia que oferece atendimento delivery ao cliente com os seguintes serviços:

  • Limpeza Ecológica;
  • Enceramento;
  • Cristalização de Vidros;
  • Técnica de Motor;
  • Hidratação de Banco de Couro;
  • Revitalização de Plástico;
  • Higienização do Ar Condicionado;
  • Remoção de Chuva Ácida;
  • Descontaminação de Pintura.

Modalidade Home Office – opção intermediária

Também presta o serviço delivery e contempla as mesmas opções do home office básico, além de outros serviços como:

  • Higienização Interna;
  • Impermeabilização de Estofados.

Modalidade Home Office – opção avançada

Na opção de home office avançada são oferecidos todos os serviços de estética oferecidos na franquia Acquazero intermediária, mais:

  • Oxi-Sanitização;
  • Cristalização e Revitalização de Pintura;
  • Vitrificação de Pintura;
  • Polimento e polimento de Faróis.

Assista oa vídeo a seguir e saiba mais sobre a Acquazero e seu modelo de negócio!

Contém1g

A Contém1g é uma rede de franquias de vendas diretas que atua no ramo de beleza e estética.

Atuando no mercado há mais de 30 anos, a rede possui mais de 300 produtos de maquiagem e cosméticos. Ela oferece tanto o sistema de venda direta, quanto o de franquia de loja.

No formato de venda direta, o franqueado oferece os produtos por meio de catálogo, demonstração e também por meio da loja virtual.

Hoje, a Contém1g atua no mercado com mais de 70 pontos físicos e milhares de consultoras na venda direta dos produtos.

Para conhecer melhor as vantagens do home office, trouxemos para você o ebook Como abrir uma franquia home office de sucesso. Acesse já!

*Informações publicadas em Abril/2021. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.

Advertisement
Advertisement