Gestão de franquias: como cuidar de uma rede no franchising?

Por
em
Pessoas reunidas em volta de uma mesa de reunião. Ilustração do texto sobre gestão de franquias.
Advertisement

A empresa que entra para o mercado de franchising deve estar atenta à sua gestão de franquias. Este trabalho precisa ser bem feito para que a marca possa se destacar no segmento.

Esta organização passa por uma boa estruturação interna da empresa para dar todo o suporte que os franqueados precisam. Ainda, passa por adaptar diversos setores a um novo modelo de negócio.

Dessa forma, se sua empresa pretende entrar para o franchising, atenção às nossas dicas de gestão de franquias que podem te ajudar nesta etapa.

Planejamento para gestão de franquias é essencial!

A empresa enfrenta uma mudança estrutural para o modelo de franquias passar por um processo de formatação.

Este trabalho molda toda a empresa para oferecer novos tipos de negócios para os empreendedores.

A cada unidade vendida, a empresa deve estar atenta à gestão de franquias, para dar o suporte necessário a todas elas.

Do mesmo modo, o planejamento para esta gestão estrutura a empresa internamente. Seja a parte de logística, treinamentos de novos franqueados e suporte para os empreendedores.

Antes de entrar para o franchising, a empresa deve analisar tudo que ela precisa fazer para tornar viável o seu modelo de negócio. É fundamental que seu planejamento estratégico seja detalhado.

Cada custo do negócio deve ser analisado, estudado para ver se não pode diminuir e melhorar a rentabilidade. Com isso, passa a negociar com os fornecedores de toda a cadeia produtiva.

Ainda, o controle sobre indicadores de desempenho é fundamental para direcionar ações estratégicas para a melhora do negócio.

Logo, ela deve saber quanto irá gastar para gerir várias unidades e quanto terá que investir para implementar uma logística eficiente.

Ainda, este planejamento engloba as estratégias de marketing, tanto para atrair novos franqueados quanto para divulgar a franquia como um todo.

Em outras palavras, a empresa deve estudar os próximos passos ao se tornar uma franqueadora.

Imagem de uma pessoa na frente de duas telas de computadores. Imagem ilustrativa texto gestão de franquias.
A empresa deve planejar sua estrutura para ter uma boa gestão das unidades.

Cuidados para fazer a gestão de franquias

Como vimos, a gestão de franquias é um processo importante para a empresa que começa a atuar no franchising.

São muitos os cuidados que devem ser tomados, para melhor organizar o modelo. Ainda, para oferecer uma franquia rentável e atrativa para os empreendedores.

Da mesma forma, cada detalhe da organização e planejamento da empresa pode ser um diferencial para o posicionamento da marca.

Assim, falaremos sobre alguns exemplos dos cuidados que a empresa deve ter para fazer uma boa gestão de franquias.

Pessoas capacitadas

A  gestão de uma franqueadora deve buscar ter profissionais capacitados e acostumados a este modelo de negócio.

Cada setor interno deve estar apto a resolver os problemas dos franqueados da maneira mais eficiente e rápida.

Nesse sentido, a franqueadora deve investir no treinamento dos seus colaboradores. Um profissional preparado para melhorar o atendimento das questões levadas até ele.

Muitas franqueadoras já fazem este trabalho junto aos seus funcionários, com treinamentos periódicos, além de experiências de campo. Dessa maneira, familiarizar os seus funcionários com as unidades da rede.

Ademais, encontros entre franqueados e colaboradores da franqueadora é um bom passo para melhorar a sinergia entre diferentes etapas do negócio.

Boa comunicação dentro da rede

Advertisement

Para uma gestão de franquias, algumas boas práticas podem ser diferenciais para o desenvolvimento da marca.

Uma destas práticas é a comunicação entre franqueadora e franqueados. Algumas marcas mantêm diálogo próximo com suas unidades, para assim conhecer os problemas e auxiliar nas soluções.

Muitos empreendedores do mercado de franquias são inexperientes. Por isso, podem precisar de uma ajuda maior.

Portanto, diversas empresas investem em um portal do franqueado, com informações úteis para as unidades. Normalmente conta com treinamentos e manuais para os empreendedores.

Nesse sentido, a franqueadora deve se comunicar com as unidades quando analisar uma queda de rendimento. Ainda, se ela verificar que a concorrência da região está vindo com estratégias pesadas.

Imagem de uma pessoa na frente da tele do computador assistindo a um vídeo. Ilustração do texto gestão de franquias.
Treinamentos on-line são comuns nas franquias.

Esteja atento às inovações

A franqueadora não deve achar que seus produtos e serviços são bons para sempre. O mercado é dinâmico, e exige mudanças constantes para se adequar e melhorar.

A franqueadora deve atentar-se às inovações que podem impactar os seus negócios, seja para baratear os custos ou ganhar mercado da concorrência.

Então, uma boa gestão de franquia é estar antenado às novidades que surgem a cada momento que impactam o segmento de mercado.

Conheça a legislação

A franqueadora deve conhecer bem as leis que regem o mercado de franquias para orientar as suas unidades para uma boa gestão.

Porém, este conhecimento não deve se restringir aos conhecimentos da Lei de Franquias, e mais especificamente sobre a Circular de Oferta de Franquia(COF).

A franqueadora deve conhecer as normas que regulam o seu nicho de mercado em específico.

Ainda, as licenças que são necessárias para cada unidade funcionar, como alvarás e licenças ambientais e da Vigilância Sanitária.

Assim, a empresa pode ajustar o seu modo de produção, aos seus produtos ou serviços, para que possam ser mais facilmente regularizados junto aos órgãos públicos.

Escolha bem os franqueados

Quando passa pela formatação da franquia a empresa normalmente faz uma análise de qual o perfil ideal de empreendedor para a rede.

Este perfil leva em conta o tipo de negócio e as qualidades necessárias para ser um franqueado de sucesso.

Tendo em mente o perfil, a empresa faz um processo de escolha para escolher boa parte de todos os franqueados. Sendo assim, opta por empreendedores que mais se ajustem aos propósitos da marca.

Franqueados compromissados são importantes para as franquias que estão começando. Isso porque cada unidade de sucesso também é uma propaganda positiva para a rede de franquias.

Enfim, cada franqueado auxilia na gestão da marca, com feedbacks e ideias para melhoria do negócio. Assim, a franquia cresce juntamente com os seus franqueados e colaboradores.

Antes de continuar, baixe o nosso ebook com dicas de alguns cuidados essenciais para abrir uma empresa, e que podem ajudar você no seu negócio.

Banner ebook cuidados abrir empresa.

Gestão é parte importante da formatação de franquias

Antes de decidir por entrar no mercado de franquias, a empresa deve analisar se os seus produtos ou serviços são interessantes para os consumidores e empreendedores deste segmento.

Esta análise chama-se estudo de franqueabilidade, e verifica o quanto a marca pode concorrer junto às demais redes de franquias.

Saber o posicionamento da marca ajuda nas estratégias de gestão da franquias. Isso influencia no direcionamento de onde abrir as novas unidades, bem como o preço a ser cobrado.

Ainda, o tipo de negócio da franquia impacta na gestão, pois alguns segmentos são mais simples, outros, são mais complexos.

Por isso, dependendo do mercado onde a franquia atua, a parte de logística é mais importante. Por outro lado, a gestão de franquias de alimentação exige cuidados extras com os ingredientes.

Para a empresa que se torna uma franqueadora, ela precisa adaptar a sua estrutura interna para este novo modelo de negócio.

Primeiramente, a adaptação do modo de produção é fundamental para que o processo possa ser replicado por meio de franquias.

Cada etapa interna deve ser revista para torná-la mais eficiente, simples e barata. Assim, fica mais fácil de ser montado o negócio em diferentes locais.

Além da estrutura de produção, a empresa deve adaptar setores para os atendimentos aos franqueados. Da mesma forma, um setor de vendas voltado para a comercialização de franquias.

Mas este processo é algo complexo, com muitas etapas. Portanto, separamos um vídeo com mais informações sobre formatação de franquias.

Consultoria para formatação da rede de franquias: vale a pena?

Conforme explicamos, o processo de formatação pode ser bastante complexo para alguns modelos de negócios.

Para cumprir todas as etapas de modo eficiente e com uma boa orientação, a empresa pode contar com a ajuda de uma consultoria.

Logo, a empresa pode se orientar com profissionais experientes, com conhecimento do mercado de franchising.

Uma destas empresas é a NX Franquias, especializada em formatação de franquias e expansão de marcas. Ela faz parte do grupo Encontre Sua Franquia, uma das maiores holdings de franquias do Brasil.

A NX Franquias conta com a expertise do grupo Encontre, que possui sete marcas em seu portfólio e mais de 1000 franqueados espalhados pelo Brasil, Estados Unidos e República Dominicana.

Desse modo, a empresa possui setores especializados nas etapas que compõem o processo de transformação da empresa.

Um setor voltado para a formatação de franquias em si, com toda a documentação necessária e os estudos de franqueabilidade, entre outros.

Da mesma maneira, há projetos de expansão de marca, como feiras virtuais de franquias e também presenciais.

Ainda, projetos de divulgação de empresas com produção de conteúdos para o site Portal Top Franquias e para o canal de Youtube Henrique Mol.

Henrique Mol, que também é presidente do grupo Encontre Sua Franquia, é um empreendedor com mais de 10 anos de experiência no franchising.

Com tudo isso, a NX Franquias auxilia a empresa, oferece um modelo de franquia rentável e atrativo para empreendedores.

Da mesma maneira, você já inicia o negócio com uma boa estrutura para gestão de franquias, e assim, ter um crescimento sólido no segmento.

Caso queira conhecer um pouco mais sobre a NX Franquias para formatar sua empresa, entre em contato pelo link abaixo.

Advertisement
Advertisement