Internacionalização de empresas: como levar minha marca para fora do Brasil?

Por
em
Imagem de um pequeno globo terrestre com marcadores pregados dele. Imagem ilustrativa texto internacionalização de empresas.
Advertisement

Com a globalização e as facilidades de comunicação e logísticas, é cada vez maior o número de empreendedores que buscam a internacionalização de empresas. Uma forma de fazer isso é através do franqueamento.

Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), em 2020 eram 163 franquias brasileiras atuando em 106 países, com presença maior nos Estados Unidos, Portugal e Paraguai.

Contudo, este processo de internacionalização de empresas exige muita paciência, bem como uma boa estruturação. E melhor ainda, contar com uma consultoria especializada como a NX Franquias, da qual falaremos mais à frente.

Quais as formas de internacionalização de empresas?

Para atuar em novos mercados, a empresa pode oferecer seu produto ou serviço de diversas formas para chegar até os clientes mais distantes.

O mercado internacional é bem atrativo, mas o empreendedor deve tomar alguns cuidados antes de entrar neste comércio.

Para a marca que está começando, uma forma de internacionalização é por meio da exportação. Assim, a empresa consegue enviar seus produtos ou serviços para outros países.

Esta exportação pode ser feita de forma direta, ou seja, de dentro da empresa diretamente para os consumidores do mercado externo.

Por outro lado, pode se fazer uma exportação indireta, por meio de empresas especializadas, que já possuem entrada em determinado país e podem auxiliar na expansão da marca naquela região.

Outra forma de internacionalização de empresas é através do licenciamento. Nele, a empresa concede a outra, no exterior, os direitos de fabricação, reprodução e utilização dos serviços ou produtos que comercializa.

Nesse sentido, a empresa brasileira repassa a outra a oportunidade do negócio em outros países em troca de pagamentos, que podem ser feitos em royalties, taxas ou sobre o faturamento.

Ainda, este formato diminui os riscos da empresa, pois é o empreendedor estrangeiro quem faz os investimentos necessários para atender àquele mercado.

É possível também realizar a internacionalização de empresas por meio de uma filial. Por exemplo, a marca pode construir uma nova unidade para atender ao mercado interno daquele país.

Por fim, esta expansão da empresa para fora do país pode se dar através do franqueamento. A empresa se estrutura para se transformar em uma franquia e assim vender unidades para empreendedores em outros países.

Assim, ele empresta seu know-how para um empreendedor em determinado país e este fica responsável pela unidade e pelo seu desenvolvimento.

Imagem de uma mesa com um computador e um globo terrestre. Imagem ilustrativa texto internacionalização de empresas.
Existem várias formas de expandir a marca pelo Mundo.

Vantagens de internacionalizar uma empresa

Expandir os negócios é certamente algo vantajoso para um empreendimento. Trata-se de uma oportunidade de reduzir a dependência em relação ao mercado interno.

A empresa ainda pode aumentar a produtividade e a inovação, diversificar produtos e assim, obter mais lucro.

Nesse sentido, ela pode conquistar novos mercados, se tornando menos dependente do mercado interno. Isso é importante para que uma crise econômica possa ser diluída.

Assim, se o Brasil passa por um momento de queda de consumo por exemplo, para uma marca internacionalizada é possível diminuir seus prejuízos se ela estiver atuando em um país cuja Economia esteja melhor.

Dessa forma, consequentemente, a internacionalização de empresas permite um aumento de vendas. Afinal de contas, as vendas não ficam limitadas ao mercado nacional. Logo, é possível ampliar a base de clientes e lucrar mais.

Outro ponto interessante é que, com o aumento das vendas e da produção, a empresa pode melhorar sua economia de escala. Pode fazer mais contratos com fornecedores e ainda, contar com subsídios de impostos para a exportação.

Por fim, com este trabalho que expande suas fronteiras iniciais, a empresa melhora também o posicionamento de sua marca.

Empresas que atuam em vários países passam a ser mais conhecidas, se mostram fortes no mercado e atraem a atenção dos consumidores.

Falamos apenas sobre algumas das vantagens da internacionalização de empresas. Contudo, é preciso cuidado neste processo, e contar com uma consultoria pode ser um bom negócio, como mostraremos agora.

Imagem de uma carteira com dinheiro e uma pessoa a segurando. Imagem ilustrativa texto internacionalização de empresas.
O faturamento das empresas pode melhorar muito com sua expansão internacional.

Como fazer a internacionalização do negócio por franquia?

Conforme falamos, expandir sua empresa para fora do país exige cuidado para evitar prejuízo e até uma imagem negativa para sua marca.

Por meio de franquias pode ser interessante fazer esta internacionalização, pois a marca corre menos riscos, já que é o franqueado que investe na estruturação de sua unidade.

Contudo, para transformar sua empresa em franquia para que possa se expandir internacionalmente, o empreendedor pode contar com uma consultoria especializada, como a NX Franquias.

Para este processo de formatação de franquias, a empresa precisa rever todo o seu processo, para diminuir custos e simplificar etapas. Dessa forma, poderá apresentar um modelo mais atrativo  para os empreendedores.

A NX Franquias orienta neste sentido, além de auxiliar em outras etapas importantes para esta transformação.

Por exemplo, ela faz a produção da parte burocrática, que envolve documentos fundamentais para uma franqueadora. A Circular de Oferta de Franquia (COF) e o Contrato de Franquia são alguns deles.

Do mesmo modo, a NX Franquias auxilia nesta expansão atraindo empreendedores através da divulgação de sua marca. Para isso, ela organiza feiras de franquias nos formatos online e presencial.

Ainda, sua marca é divulgada através do canal do Youtube Henrique Mol, que é especializado em empreendedorismo, sem contar que ele é uma das figuras mais relevantes no cenário nacional de franchising.

Enfim, esta consultoria poderá orientar sua empresa para que ela faça esta formatação de forma sólida e atrativa para os empreendedores, facilitando a internacionalização de sua marca.

Veja um vídeo que separamos para você falando mais sobre este processo de formatação de franquias.

Cuidados para internacionalizar uma marca

Para chegar a novos mercados, a empresa não precisa apenas de um produto atrativo e um marketing agressivo para sua divulgação.

Diversos cuidados devem fazer parte deste processo para evitar que o empreendedor “dê um passo maior do que as pernas”, ou seja, não corra o risco de não conseguir consolidar sua marca fora do país.

Primeiramente, ele deve analisar a estrutura interna da empresa, avaliar se ela possui capacidade para oferecer seus produtos ou serviço em outro país, a preços competitivos.

Assim, em posse dessas informações, já é possível criar um esboço de quais são os pontos a se desenvolver e ficar sob maior observação.

Do mesmo modo, pesquisar sobre o mercado ou mercados nos quais irão inserir sua marca. Avaliar seus concorrentes, regiões onde existem demandas não supridas e as lacunas a serem exploradas pela sua marca.

Além disso, um ponto crucial que precisa ser levantado está ligado aos aspectos legais. Nesse sentido, é necessário ficar atento a documentações, leis específicas e outras exigências do mercado internacional.

Da mesma forma, defina sua estratégia, pois deve-se pensar bem este processo de internacionalização de empresas. Conheça seu público-alvo naquele mercado e veja como chegar até ele.

Por fim, prepare sua empresa. Por exemplo, a mudança nas embalagens (para o idioma do país de destino), a utilização de matéria-prima que esteja dentro dos padrões mínimos de qualidade e o cumprimento de requisitos que se exige no outro país.

Exemplos de empresas brasileiras que já se internacionalizaram

O Brasil, ao longo do tempo, já exportou diversas marcas para outros países. Como falamos no início do texto, já são 163 marcas de franquias brasileiras atuando fora do país.

Entre estas marcas está a Acquazero, a maior rede de limpeza automotiva do mundo, com quase 500 unidades, sendo algumas delas fora do país. Atualmente a marca conta com unidades nos Estados Unidos e na República Dominicana.

Ainda sem unidades no exterior, mas em processo para isso, podemos citar a Cream Berry e a Zaplus Car. A primeira é especializada na venda de açaí, produto tradicional brasileiro que possui grande mercado no exterior.

Já a Zaplus Car trabalha com produtos para limpeza e outros cuidados automotivos. Ela funciona como um verdadeiro supermercado do automóvel, por conta da grande quantidade de produtos expostos em suas prateleiras.

Ademais, podemos citar grandes marcas que passaram pela internacionalização de empresas, como a Vale e a Gerdau. Estas marcas já possuem renome mundial pelos anos de atuação em seus respectivos mercados.

Por fim, para você que deseja sua marca atuando fora do país, conte com uma consultoria da NX Franquias, clicando no link abaixo.

Se ainda deseja ter mais informações sobre o mercado de franchising, conte com uma consultoria gratuita com especialistas que podem lhe orientar neste setor. Acesse: henriquemol.com.br.

Advertisement
Advertisement