Melhores investimentos: saiba onde aplicar seu dinheiro para lucrar

Por
em
Moeda dourada ao lado de um computador com gráficos de ações. Imagem ilustrativa do texto melhores investimentos.
Advertisement

Os melhores investimentos são formas de aplicar o seu dinheiro que também estão adequadas ao seu perfil e sua possibilidade financeira. Logo, a seguir explicamos um pouco sobre algumas destas possibilidades.

Em dezembro, o número de investidores pessoas físicas na Bolsa (B3) brasileira atingiu 4.976.145 milhões, segundo levantamento da própria B3.

Isso mostra que o brasileiro está em busca de meios para começar a investir sem perder dinheiro. Assim, nessas horas surgem diversos produtos, além das ações, como mostraremos.

Quais os melhores investimentos para fazer?

O ideal é que o investidor procure variar sua carteira de investimentos, com renda variável, renda fixa, de maior liquidez e de menor liquidez também.

Os investimentos de renda fixa são mais voltados para perfis conservadores, que não queiram correr grandes riscos.

Advertisement

Como mostramos, é cada vez maior o número de brasileiros aplicando sua reserva de emergência para fazer o dinheiro render e não perder valor com a alta inflação.

Então, com uma boa educação financeira, o investidor consegue identificar os melhores investimentos para os seus objetivos ou necessidades.

Da mesma forma, o mercado financeiro apresenta produtos, muitas vezes atrelados até à sua conta bancária que facilitam este investimento.

Enfim, cada tipo de investimento tem seus prós e contras, cabendo ao investidor analisar bem, buscar informações para aplicar seu capital de forma mais segura possível.

Além disso, existe também uma outra forma de investir o seu dinheiro, que é empreendendo. Começar um negócio é uma maneira não apenas de fazer o dinheiro render, mas de mudar de vida.

O empreendedor pode investir em um negócio do zero, montar a estrutura, pensar os produtos ou serviços com os quais vai trabalhar, e demais detalhes do empreendimento.

Porém, este processo também tem um risco, tanto quanto ou maior do que os melhores investimentos no mercado.

Enfim, falaremos sobre algumas das formas de investir no mercado, assim como das franquias, modelos de negócio mais simples e seguro para empreender. Confira!

Diversos números em um quadro eletrônico. Imagem ilustrativa do texto melhores investimentos.
O mercado de ações é atrativo para ganhar dinheiro, mas com riscos.

Franquia

Entre os melhores investimentos para fazer são as franquias. Nesse sentido, uma maneira mais segura para empreender pode ser o mercado de franquias.

Neste formato de negócio o empreendedor recebe uma estrutura e operação prontos, previamente estabelecidos pela franqueadora.

Este modelo de negócio possui muitas vantagens para o empreendedor, principalmente para aqueles com menos experiência.

Além de um modelo simples de empreender, as franquias também são negócios rentáveis. Por exemplo, o franqueado conta com um modo de operação, produtos e serviços já testados e aprovados. Assim, recebe um negócio organizado.

Uma outra vantagem de abrir uma franquia é a reputação da marca, o que ajuda a impulsionar o negócio em um primeiro momento.

Nesse sentido, a unidade da franquia inicia seus trabalhos com o nome forte no mercado, produtos e serviços que já caíram no gosto do cliente.

Do mesmo modo, este modelo de negócio é ideal para empreendedores menos experientes, pois contam com uma série de suportes da franqueadora.

Estes suportes vão desde o treinamento para a execução dos serviços da rede, como para auxiliar na gestão do negócio, controles internos e organização do trabalho.

Além de ganhar dinheiro e com as facilidades do suporte, a franquia é uma oportunidade de conquistar a realização profissional, independência financeira e trabalhar sem chefe.

Se os ganhos com os investimentos, sejam na bolsa ou papéis negociáveis, possuem um teto, que vai de acordo com os riscos que você corre, uma franquia não tem limite.

Você pode começar com uma pequena franquia, em home office, ganhar dinheiro, expandir, investir em um modelo de loja e faturar alto e com segurança ao longo do tempo.

Para completar a explicação sobre franquias e você não ter dúvida sobre este modelo de negócio, separamos um vídeo bem interessante aqui. Assista!

Tesouro Selic

O Tesouro Selic é uma aplicação de renda fixa e, portanto, segue a mesma dinâmica de funcionamento de outros produtos da categoria. É o caso da caderneta de poupança ou, então, das Letras de Crédito para o Agronegócio (LCA).

Nesse sentido, suponha que você precise de um empréstimo do seu banco. Para entregar dinheiro a você, a instituição financeira cobrará uma taxa de juros, correto?

Assim, a ideia dos investimentos de renda fixa é a mesma. Só que você não será a pessoa que solicita o empréstimo, e sim quem vai fornecer o capital nesse tipo de operação. É como se você fizesse um empréstimo do seu dinheiro para uma empresa.

Da mesma forma que você seria cobrado por essa concessão de capital, também exigirá uma remuneração. Afinal, por que alguém emprestaria dinheiro de graça?

Ou seja, a diferença no caso dos títulos públicos, como o Tesouro Selic, é que o destino do dinheiro será o próprio governo. Por isso, é um dos melhores investimentos para fazer.

Por último, a maior vantagem desse tipo de investimento é a segurança e relativa lucratividade. Nesse caso, a primeira pesa mais que a segunda. Isso porque, no Tesouro Selic, o risco de perda é praticamente inexistente, independente do tempo de aplicação e data de resgate.

CDB

O CDB, sigla para Certificado de Depósito Bancário, é um investimento de renda fixa que oferece rendimento de acordo com o período de aplicação.

Dessa forma, ele funciona como uma operação de crédito pessoal, em que o investidor empresta uma quantia para as instituições financeiras visando remuneração futura.

Os títulos privados são emitidos por diversos bancos e corretoras de investimentos, que usam esse dinheiro para custear suas operações ou para financiar empréstimos de outros clientes.

Com isso, essas empresas têm autonomia para definir o valor mínimo de cada aplicação, a rentabilidade e a data de vencimento.

Tanto pessoas físicas quanto jurídicas estão aptas a adquirir o CDB e quando decidem pelo ativo, já sabem quais são as características e quanto vão receber pela operação.

Tela de computador com gráficos de ações. Imagem ilustrativa do texto melhores investimentos.
O CDB é uma forma atrativa de investir, mas deve ser bem pensado antes pelo investidor.

Além disso, existem três tipos de CDBs. Os prefixados, têm taxa de juros fixa, definida ainda na aplicação, o que permite ao investidor saber quanto vai receber no vencimento.

E ainda, os pós-fixados, que têm rendimento atrelado a algum índice econômico, como Selic, DI ou IPCA, com variação ao longo do tempo.

Por último, os híbridos, que unem a taxa pré-fixada com um índice econômico para compensar a variação da taxa pós-fixada.

Se você se interessou, saiba que qualquer pessoa pode investir em CDB, mas precisa ter CPF em situação regular e cadastro em um banco ou corretora.

Tesouro IPCA

O Tesouro Direto é um investimento que pode funcionar tanto para quem quer começar nesse ramo quanto para quem já investe e quer diversificar suas aplicações. Uma das opções entre os melhores investimentos é o Tesouro IPCA.

Assim como os outros títulos, quem investe nesse tipo de título do Tesouro faz tudo de maneira digital, pelo celular ou computador. Além disso, é possível investir nessa modalidade com menos de R$ 100.

O Tesouro IPCA é um investimento de renda fixa, assim como outros títulos públicos do Tesouro, e a sua rentabilidade é pós-fixada, o que significa que ela está atrelada a um indexador. Nesse caso, é o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA).

Nesse sentido, o Tesouro IPCA é um tipo de título oferecido pelo Tesouro Direto, um programa de negociação de ativos públicos do Governo Federal.

Assim, com essa aplicação, o investidor pode se proteger da inflação e projetar a valorização de longo prazo com total segurança.

Porém, ao colocar seu dinheiro em um título do Tesouro IPCA, você não sabe exatamente quanto terá no vencimento.

Apesar disso, terá uma noção bem importante. Isso porque, mantendo a aplicação até o vencimento do título, ele vai se valorizar com juros definidos na contratação, acrescido da variação total do IPCA no período.

Um ponto interessante é que o Tesouro IPCA tem incidência de Imposto de Renda conforme o tempo de aplicação, de menos de 180 dias (22,5%) a mais de 720 dias (15%).

Pessoa com as mão cruzadas em frente um a computador com vários gráficos de ações na tela. Imagem ilustrativa do texto melhores investimentos.
Bons investimentos fazem com que o investidor evite que a inflação afete o seu dinheiro.

Debêntures

Como quase tudo no mercado financeiro, o nome é meio diferente, mas é muito mais fácil do que parece. Investir em Debêntures nada mais é do que emprestar dinheiro para uma empresa e ela pagar uma taxa de juros sobre o valor emprestado.

Porém, tem uma vantagem em relação a um empréstimo direto para a empresa. A Debênture é um empréstimo que se negocia no mercado. Ou seja, ela é um título de crédito privado negociável.

Nesse sentido, o mercado financeiro tem a tecnologia de pegar um empréstimo gigante, de milhões ou até bilhões de reais, e transformar em pequenos pedacinhos de empréstimo de R$ 1 mil, que passam a ser negociáveis.

Portanto, quando você compra uma Debênture está comprando um título de dívida de uma empresa. Ou seja, você está emprestando dinheiro a ela e se tornando um credor. Por isso, as aplicações são incluídas na renda fixa.

Advertisement

Esse é um dos principais atrativos da alternativa, já que você pode ter o título de uma empresa sólida, mas ainda com a estabilidade da renda fixa. É possível encontrar companhias com menos risco e rentabilidade melhor do que a de outras opções.

Por outro lado, diferente de outros títulos de Renda Fixa, as debêntures não são cobertas pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Desse modo, o risco da operação está na capacidade do emissor não honrar a dívida (risco de crédito), na impossibilidade de venda no mercado (risco de liquidez) e na possibilidade de variação da taxa de juros e dos indexadores (risco de mercado).

LCI e LCA

Considerados investimentos de baixo risco, a Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e a Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) são emitidas por instituições financeiras. Com o objetivo de captar recursos para os setores imobiliário e agronegócio, respectivamente.

Desse modo, são alguns dos melhores investimentos, de acordo com o seu perfil de investidor. Ainda, são dois tipos de investimentos de renda fixa de curto prazo e isentos de Imposto de Renda (IR).

Pessoa segurando o celular com gráficos em frente um computador também com gráficos.
As Letras de Câmbio são um bom investimento, mas que variam ao longo do tempo em seu valor.

Na prática, as LCIs estão relacionadas a financiamentos e linhas de crédito do setor imobiliário. Assim, a emissão dos títulos permite que a instituição financeira capte recursos que serão usados para financiar iniciativas e projetos nesse segmento.

Já na LCA, a diferença é que, nela, o lastro ocorre no mercado de agronegócio. Logo, é um título ligado a linhas de crédito oferecidas neste setor.

Além disso, a forma de remuneração das LCIs e das LCAs varia de acordo com o título. Ela pode ser pré-fixada, pós-fixada ou híbrida. Ainda, varia também a liquidez.

Então, a liquidez de um investimento representa a facilidade de converter o montante aplicado em dinheiro. Porém, essa característica também varia entre as diversas LCIs e LCAs disponíveis no mercado.

Por exemplo, alguns títulos só permitem o resgate no dia de vencimento, enquanto outros possuem um período de carência, normalmente, a partir de 90 dias. Ou seja, o título tem um prazo mínimo para que o investidor possa solicitar o resgate antecipado.

Nesse último caso, a aplicação passa a ter liquidez diária após determinado período. Mas em todos os casos, é importante ter atenção a essa característica para tomar decisões alinhadas aos prazos dos seus objetivos.

Fundos de Investimento de Renda Fixa

Os fundos de renda fixa são formas de investimento. Ao realizar aportes em um fundo, o investidor está comprando cotas dele. Assim como outros investidores, ele receberá seus investimentos proporcionalmente à quantidade de cotas que possui.

Nesse sentido, o capital de todos os investidores desse fundo é administrado por um gestor profissional, que escolhe o que fazer com o montante total dos cotistas.

No caso dos fundos de renda fixa, o dinheiro dos investidores é aplicado em títulos de renda fixa, que podem ser públicos ou privados.

Como todo fundo de investimento, o fundo de renda fixa é uma modalidade de investimento coletivo, que tem o papel semelhante à administração de um condomínio.

Nestes fundos, os recursos de um conjunto de investidores, os cotistas, são reunidos em prol de um mesmo objetivo: obter rendimentos por meio de investimentos.

Pessoa segurando uma moeda dourada em frente um papel com gráficos.
Os fundos de renda fixa são atrativos para perfis mais conservadores.

A rentabilidade dos fundos tipo renda fixa são as mais variadas e dependem das políticas de cada fundo. Isso porque, alguns deles usam títulos de crédito e alavancagem para gerar mais resultados.

Do mesmo modo, por serem mais rentáveis também acabam por correr mais riscos. Eles costumam ter uma pequena oscilação variando em sua rentabilidade entre 90% e 110% do CDI.

Portanto, essa modalidade tem como vantagem uma maior previsibilidade e menor índice de risco, já que os investimentos de renda fixa tendem a acompanhar índices de inflação e taxas de juros do mercado.

Por isso, pode ser considerada um dos melhores investimentos, especialmente voltada para investidores de perfil conservador, que não esperam grandes variações em seus ativos.

Como escolher o melhor investimento para fazer?

Conforme falamos, existem diversos tipos de investimentos no mercado, para os mais variados perfis de investidores.

Nesse sentido, são muitos detalhes a serem levados em consideração para buscar os melhores investimentos para você.

Por exemplo, dependendo do valor que irá investir, é mais difícil abrir uma franquia. Com isso, deve buscar formas mais atrativas. Ainda, se você tem um perfil mais arrojado, pode optar por investir na bolsa de valores.

Do mesmo modo, as Debêntures são indicadas para quem não é conservador e busca uma rentabilidade maior.

Por outro lado, os mais conservadores encontram os melhores investimentos nos CDBs e nas Letras de Crédito. São mais seguros e cabem no bolso de todos os investidores.

E ainda, para quem também tem espírito empreendedor, com certeza a franquia é uma opção bem adequada. Isso porque, mesmo que você não tenha experiência, conta com o suporte e orientação da franqueadora.

Pessoa com um caderno no colo e um computador ao lado.
O investidor deve pesquisar bem antes de aplicar o seu dinheiro em algo.

Outro ponto a analisar é o momento do mercado, pois a alta ou baixa dos juros influenciam no rendimento de vários destes itens que falamos.

Por isso, precisa analisar os melhores investimentos a cada momento, pra buscar rentabilidades melhores ou maior segurança.

Cuidados importantes para investir seu dinheiro

Independente de onde for investir, um dos maiores cuidados que você deve ter é estudar. Se informar da melhor maneira, com pessoas ou materiais que possam lhe deixar atualizado com as melhores possibilidades.

Seja para começar uma franquia ou investir em renda fixa ou variável, deve-se analisar bem o momento e o mercado como um todo. Como nas franquias, avaliar o mercado local para ver se ele é atrativo.

Outro ponto é investir aquilo que pode. Organizar suas finanças para saber quanto de dinheiro tem para investir sem comprometer a saúde financeira.

Isso permite que avalie se pode abrir uma franquia, se sobra um capital a mais para investir em uma loja de uma marca mais reconhecida.

Do mesmo modo, se tem mais capital, pode entrar para um fundo de investimento de renda fixa que tenha uma rentabilidade maior, com maiores riscos. Ao mesmo tempo, guardar um valor para uma reserva de emergência.

Além disso, conversar com pessoas mais experientes, que podem indicar algum movimento mais seguro ou que esteja em uma tendência de crescimento.

Enfim, são muitos cuidados para fazer um investimento mais seguro e cuidar do seu dinheiro da melhor forma.

Então, se você ficou com interesse em ter seu próprio negócio, separamos uma lista com top franquias para que conheça melhor. Acesse e descubra!

Advertisement
Advertisement