As 5 melhores opções de negócio para investir e lucrar

Publicado em
porquinho dourado ilustrativo lucro opções de negócio

Anda pensando em abrir uma empresa, mas não sabe em que segmento investir? Então, este texto é para você! A seguir, listamos algumas das melhores opções de negócio do mercado. Acompanhe!

São várias as opções de negócio disponíveis no mercado. Para investir em uma empresa, você pode, por exemplo, optar pelo segmento de beleza e estética. Ou, quem sabe, pelo de alimentação ou moda. Os modos de investimento também variam, já que é possível abrir uma empresa do zero ou adquirir uma franquia.

Em 2018, o Brasil teve o 2º melhor desempenho na taxa de empreendedorismo no mundo. Apesar de várias tarifas e impostos, empreender é o desejo de 66% da população economicamente ativa no País. É por isso, inclusive, que micro e pequenas empresas representam 27% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro.

Os números só reforçam o espírito empreendedor no Brasil e o quanto investir no próprio negócio pode ser vantajoso. Todavia, antes de aderir a um setor, é necessário tomar uma série de cuidados, pois apenas com muita pesquisa e avaliação do seu perfil será possível definir a atividade mais vantajosa para o seu dia a dia.

Nesse sentido, para ajudar você nessa tarefa, apresentamos alguns cuidados fundamentais na hora de investir. Depois, você poderá conhecer os setores mais interessantes do mercado. Continue acompanhando o artigo!

Qual é a melhor opção para o meu investimento ? 

Apresentar características positivas para empreender é importante para a fluidez natural de um bom resultado. Qualquer que seja a sua escolha o mais importante é saber que haverá muito trabalho pela frente.

Nas empresas que iniciam do zero ter perfil empreendedor ou alguém que já tenha o faro comercial para auxiliar e administrar com você é essencial. No caso de uma franquia, esse processo tem suporte e orientação e, por isso, esse perfil profissional não necessariamente é obrigatório.

As franqueadoras ajudam nessa parte de gestão e adiantam alguns processos que seriam bem mais trabalhosos para quem apenas deseja empreender, mas não tem o feeling.

A melhor escolha é a que atende suas necessidades e condição de investimento. Se tiver características positivas, experiência e auxílio, qualquer uma das opções será um bom começo.

A seguir algumas sugestões de negócios rentáveis e nichos de mercado promissores para quem deseja empreender, mas ainda não sabe em qual modelo se inserir.

Escolha a melhor opção de acordo com o seu nível de maturidade empreendedora e boa sorte!

Quais as melhores opções de negócio para investir?

Na hora de abrir um negócio, existem dois modelos principais: uma nova empresa ou uma franquia. Logo mais, apresentaremos as vantagens de cada um deles. Antes de tudo, porém, é importante definir o setor no qual você vai investir. Essa escolha vai facilitar a decisão pelo melhor modelo de empreendimento para o seu caso.

1. Alimentação

Vemos uma pizza de presunto sobre um suporte de madeira redondo, muito comum em pizzarias (imagem ilustrativa). Texto: opções de negócio.
No franchising, a Pizza Hut é um destaque, com mais de 18 mil franqueados.

O setor de alimentação é a primeira ideia que vem à cabeça de muita gente que pensa em empreender. E não é à toa. Comida, além de uma necessidade inquestionável, pode ser sinônimo de diversão e até de arte. Afinal, basta observar a importância que a alimentação tem para os brasileiros que se reúnem para almoçar, jantar ou simplesmente fazer um lanche.

Nesse sentido, existem oportunidades em todos os nichos, mas alguns tendem a se destacar mais do que outros. Um dos critérios para diferenciar cada um dos ramos da alimentação é o custo para o consumidor. Desse modo, com menos dinheiro no bolso, o usuário passa a evitar opções muito caras e prefere pratos mais simples e baratos. Esse é um perfil de compra que favorece bastante as franquias do setor.

De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), em 2019, houve crescimento de 5,6% nas franquias de alimentação. Além disso, esse é o setor em que os franqueados mais lucram. Neste mesmo ano, o ramo de alimentação faturou mais de R$ 45,82 bilhões nas franquias.

Entre as principais tendências estão o serviço de delivery, comida saudável, sorveterias, padarias e bebidas funcionais.

Delivery

Empresas que entregam seus produtos em casa estão um passo à frente das demais. Afinal, elas levam soluções para um dos principais problemas dos consumidores: a indisponibilidade de tempo para sair de casa ou do trabalho para uma refeição. Só em 2017, o mercado de entrega de comida faturou mais de R$ 10 bilhões.

Pizzarias 

Um exemplo forte do ramo de pizzarias é a Pizza Hut, considerada a maior rede de pizzarias do mundo, contabilizando mais de 18 mil franqueados. Com sua presença forte no mercado brasileiro e de mais 10 países. A marca é referência para os consumidores, com sua identidade bem reconhecida entre eles.

As franquias de pizzaria são um bom negócio, pois representam um dos segmentos mais presentes no setor alimentício. Tem presença forte na opção dos consumidores e diversas formas de venda.

Comida Saudável

Entre as opções de negócio, as franquias que oferecem opções saudáveis de alimentação também estão em alta com o consumidor.

Sendo assim, um modelo interessante de negócio nesse nicho é o Mr.Fit, um fast-food saudável. A marca fornece refeições para revenda.

Outro exemplo, agora com foco no consumidor final, é o Griletto, um fast-food de grelhados e parmegianas que inclui opções fit em seu cardápio.

Segundo o Euromonitor, o consumo de alimentos saudáveis no Brasil movimenta US$ 35 bilhões por ano. Principalmente porque a expectativa de vida vem aumentando, e as pessoas desejam envelhecer com saúde.

Sorveterias

O jeito de vender sorvete mudou. As modernas sorveterias estão mais preocupadas em estabelecer um conceito que capture o interesse e a fidelidade do consumidor. Agora, elas contam com uma ambientação acolhedora e uma multiplicidade de opções de sabores.

As inovações fazem a diferença ao despertar a curiosidade dos clientes, gerando uma identificação maior com os produtos oferecidos.

Bons exemplos dessa tendência são a Oggi Sorvetes, que funciona como um verdadeiro supermercado de sorvetes, e a Mil Milkshakes, especializada no ramo de milkshakes desde 2005.

Padarias Inovadoras

As padarias, em um momento de renovação, passaram a oferecer novos modelos e serviços ao consumidor. Um bom exemplo dessa mudança é a Das Brot, padaria com pães especiais e doces importados da Alemanha, além de cafeteria.

Bebidas Funcionais

Outra tendência que começa a se consolidar no setor de franquias no Brasil é o negócio de bebidas funcionais. Elas consistem, basicamente, em sucos e vitaminas que auxiliam o organismo a manter o desempenho e a saúde.

Com essa proposta, um exemplo de franquia de sucesso é a DNA Natural, com mais de 70 unidades de Norte a Sul do Brasil.

2. Beleza e estética como opções de negócio

Vemos que uma mulher está deitada em uma maca. Vemos duas mãos de outra mulher (que usa luva). Ela está realizando na cliente o processo de depilação (imagem ilustrativa). Texto: opções de negócio.
Serviços como depilação, escovaria e outros cuidados rápidos com a beleza têm grande público consumidor.

Outra área que não “conhece a crise” é a de beleza e estética, com seus salões e clínicas. Também fazem parte desse mercado pontos de venda de cosméticos e outros produtos relacionados à autoestima e bem-estar das pessoas.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), o setor cresce ininterruptamente há mais de duas décadas. Seu faturamento anual já ultrapassou a marca de R$ 40 bilhões.

Uma das justificativas para esse desempenho é a inovação do setor. Até pouco tempo, por exemplo, o design de sobrancelhas e o alongamento de cílios eram quase desconhecidos do grande público.

Também temos a crescente inclusão de famílias em faixas de renda menos elevadas. Assim, cuidados que antes pareciam um luxo, tornam-se parte do orçamento das pessoas.

Nos próximos anos, devem crescer muito os tratamentos de beleza com produtos orgânicos, assim como os cuidados para homens, cada vez mais preocupados com a aparência.

Em todos esses setores, há franquias para os mais variados perfis. Veja, abaixo, algumas delas.

Emagrecimento

São iniciativas que, de diferentes formas, apoiam o cliente na busca pelo emagrecimento saudável. Um bom exemplo é a Eu Magro, franquia dedicada ao emagrecimento e melhora da qualidade de vida de seus clientes.

Por meio de um programa multidisciplinar específico, a Eu Magro possibilita a perda rápida de peso. Isso sem a utilização de remédios ou outras práticas prejudiciais à saúde. A proposta é ensinar o indivíduo a pensar de forma diferente, garantindo emagrecimento acompanhado de bem-estar.

Depilação

Outro ramo que cresceu muito nos últimos anos foi o de depilação. Franquias como a +Depil levam serviços de depilação com cera e fotodepilação a clientes no Brasil inteiro. Tudo a preços acessíveis e com qualidade garantida. No caso da +Depil, também é oferecido o serviço de manicure.

Cuidados Masculinos

A evolução do mercado de beleza resultou, entre outras coisas, no aumento do público masculino no ramo, o que também traz boas expectativas de opções de negócio.

Um exemplo é a rede Sobrancelhas, que, com cerca de 200 mil atendimentos mensais, passou a contar com homens em sua clientela fixa. Os serviços vão desde o carro-chefe, design de sobrancelhas, até serviços mais elaborados, como limpeza de pele, micropigmentação e depilação facial egípcia.

Na mesma linha, a cuticularia Beryllos passou a oferecer o seu inédito conceito de cutilagem também para homens. A cutilagem é realizada quando uma ponta diamantada adaptada é usada para remover o excesso de cutícula, dispensando o uso de alicate.

Suav

Uma boa opção de franquia no segmento de estética é a Suav. A franquia tem como atividade a operação de clínicas de estética. Seus atendimentos estão voltados à Esmalteria, Depilação, Sobrancelhas e Escovaria. Confira como ter uma Franquia Suav clicando aqui.

3. Manutenção de bens

Vemos um franqueado Acquazero encerando o capô de um veículo.
O setor de serviços é amplo e cuida de bens como a sua casa ou carro.

A crise mudou o jeito de o brasileiro consumir. Hoje, muitas pessoas passaram a apostar no prolongamento da vida útil de alguns produtos que, até então, eram trocados constantemente. Produtos como carros, celulares e computadores.

O que pode ser uma péssima notícia para os varejistas, também foi o ponto de partida para um novo mercado. Ele conta com empresas dedicadas a reparos e consertos. Com as técnicas e a habilidade desses empreendedores, os clientes podem utilizar os seus aparelhos até o limite.

Este é um nicho em que podem caber iniciativas em áreas bastante diversas. São exemplos: oficinas mecânicas de carros ou motos, empresas de serviços gerais (como encanador e eletricista), conserto de computadores e informática, recarga de cartuchos de impressoras, manutenção de ar-condicionado e eletrodomésticos, além de reformas de móveis.

Nesse universo de consumo, destacam-se serviços como os cuidados automotivos, oferecidos pela Acquazero.

A Acquazero é a maior rede de estética automotiva do País. É possível abrir uma loja física, ou ainda investir no serviço delivery. Neste último, o empresário vai até o cliente, em endereços residenciais ou comerciais.

4. Varejo de moda

O crescimento da economia no período anterior à crise e a natural preocupação do brasileiro com a sua aparência vêm mantendo o mercado da moda em constante ascensão. Não foi à toa que o setor de franquias de vestuário e calçados arrecadou cerca de R$ 136 milhões em 2016.

Na área de varejo de moda, saber se diferenciar dos concorrentes é essencial para o crescimento do negócio. Inclusive, por meio do bom atendimento e de uma estratégia cuidadosa de comunicação.

Um bom exemplo é o da franquia Quiksilver, líder no segmento de surfwear no Brasil e no mundo. Com 600 lojas nos cinco continentes, a Quiksilver quer aumentar sua presença no território brasileiro.

As opções de negócio, porém, não param por aí. Franquias como a Camisetas da Hora e Chilli Beans apostam em dois nichos diferentes. A primeira entra de cabeça na moda das camisetas personalizadas, tanto na venda on-line, como em quiosques. Já a Chilli Beans investe em óculos, relógios e acessórios de moda.

Outro setor muito forte é o voltado para os esportes, especialmente para os apaixonados pelo futebol. Franquias como a Esporte Fino Store têm grande apelo e podem ser uma excelente oportunidade de negócio.

Em outro nicho, bem mais específico, estão as lojas voltadas para os torcedores de um clube em particular. Há, por exemplo, a GrêmioMania, a Loja do Galo, a Santos na Área e a Poderoso Timão. Elas são dedicadas, respectivamente, a produtos esportivos do Grêmio, Atlético Mineiro, Santos e Corinthians.

Lingeries movimentam o mercado da moda íntima 

O setor da moda íntima também é um mercado promissor. De acordo com uma pesquisa do Inteligência de Mercado (IEMI), sobre o comportamento de compra das consumidoras de moda íntima, nos últimos anos foram identificadas várias mudanças no perfil de consumo.

Dentre essas mudanças, o gasto médio de consumo teve um acréscimo de 20% no ticket médio, que passou de R$106 reais para R$ 127 reais.

A frequência de compra também teve aumento, passando de 5,2% para 5,5% ao ano, em média.

Mardelle 

Uma opção que vale a pena investir é a Mardelle, uma franquia com 25 anos no mercado de moda íntima. Nesse sentido, ela atende a todos os públicos, com peças que variam do básico ao casual. São linhas para homens, mulheres, crianças, gestante, plus size e noite.

Peças íntimas todo mundo usa todos os dias, certo? Portanto, como elas fazem parte do cotidiano das pessoas, sempre haverá demanda.

Ainda existe o apelo sazonal das datas comemorativas. A marca fabrica suas próprias peças, o que permite um preço mais atrativo em relação ao seu custo-benefício.

Veja um pouco mais sobre a marca Mardelle no vídeo abaixo!

5. Ecoturismo e turismo

Vemos um óculos sobre um livro aberto, um coco, um chapéu de palha, câmera fotográfica, um jeans, uma blusa e um óculos de sol sobre uma superfície de madeira, indicando uma áurea de férias.
Apenas em 2019, o setor de turismo faturou R$ 13,2 bilhões no franchising.

Essa é outra área que a crise pode até balançar, mas não derruba, sendo uma ótima opção de negócio. A sociabilidade do brasileiro e o amor por programações individuais, em casais e em grupos maiores, leva milhões de pessoas a viajarem em busca de descanso e diversão.

Nos últimos anos, o ecoturismo e o turismo de aventura têm se destacado. Ambos estão comprometidos com valores cada vez mais comuns na sociedade, como a preservação do ambiente e uma relação saudável com a natureza.

Entre as atrações mais valorizadas estão o ciclismo, canoagem, escaladas e rafting, além das famosas trilhas em praias e montanhas. Apenas em 2019, o setor de turismo faturou R$ 13,2 bilhões no franchising.

Franquias como a Encontre Sua Viagem têm apoiado seus clientes na busca por roteiros dos mais variados. Tanto para o ecoturismo e esportes radicais, quanto em visitas por cidades históricas e outras.

Qual o melhor setor para investir?

As possibilidades de investimento no Brasil são amplas. E, com o avanço da tecnologia e mudança nos perfis consumidores, não param de surgir opções de negócio. Sendo assim, pode ser difícil definir a melhor atividade para o seu investimento. Até porque, é necessário considerar diferentes fatores da Economia.

De qualquer forma, existem três aspectos que os investidores devem sempre avaliar. Isso, independentemente das condições da Economia ou das políticas de incentivo do Governo. São eles: seu perfil de interesse, metas e aporte financeiro.

1. Seu perfil de empreendedor

Sem dúvida, o seu perfil como empreendedor será parte essencial do sucesso ou fracasso da companhia. Por isso, ele deverá ser utilizado para definir o setor ideal para o seu investimento. Em quais atividades você tem interesse? 

O seu interesse no ramo será essencial para manter o estímulo para investimento de tempo e dinheiro na companhia. Normalmente, ele é ainda mais importante do que o lucro gerado.

Ou seja, mesmo que os resultados financeiros sejam vantajosos, você precisa se sentir bem com o seu negócio. Do contrário, haverá apenas a sensação de que aquela atividade é obrigatória e não algo que lhe dá orgulho e satisfação em trabalhar.

2. Metas e planos

Definir onde você deseja chegar e como vai fazer isso, é parte fundamental para o crescimento de uma empresa. Logo esses aspectos precisam ser cuidadosamente avaliados antes do investimento. Conhecendo seus objetivos, você terá maior facilidade em se manter incentivado para alcançá-los.

3. Capital para investimento

É necessário colocar na ponta do lápis todos os gastos previstos para a empresa. Depois você deve avaliar se possui mesmo todos os valores de que precisa. Será necessário obter um empréstimo? O negócio daria lucro suficiente para se manter e ainda pagar as parcelas ao banco?

Todos esses pontos devem ser listados e avaliados no plano de negócios da empresa. Caso não haja recursos suficientes, pode valer mais a pena escolher outro setor ou atividade para atuação.

ebook tudo o que você precisa saber para começar a empreender banner divulgação

Franquia ou empresa nova?

Existem vantagens e desvantagens em abrir uma franquia, assim como em começar uma empresa do zero. Por isso, antes de investir no próprio negócio, é essencial avaliar cada um dos modelos de investimento.

A principal vantagem de uma franquia é que esse tipo de empreendimento já tem seu plano de negócio pronto. Basta que o empresário coloque-o em prática e acompanhe o sucesso da sua companhia.

O sucesso acontece de modo bem mais simples do que em uma empresa nova. Afinal de contas, o plano de uma franquia já foi testado.

Enquanto isso, o planejamento de um novo negócio precisaria resultar em erros e acertos antes de se tornar bem-sucedido.

Além disso, uma franqueadora oferece grande apoio ao franqueado na montagem da loja, registro formal da empresa, negociação de insumos e mais.

Em contrapartida, a inovação é de certo modo limitada, já que é preciso oferecer os mesmos produtos e serviços da dona da marca.

Em uma empresa nova, a inovação é possível, uma vez que o empreendedor imprime sua personalidade no mercado, seu modo de fazer  e objetivos. Nesse sentido, ainda é possível definir o próprio horário de trabalho e encontrar mais tempo para a família e amigos.

Porém, em uma empresa nova os riscos são maiores, uma vez que é preciso estabelecer um plano inédito de negócio. Também não há suporte de um terceiro, a menos que o empresário contrate especialistas em empreendedorismo para ajudar. O que seria muito mais oneroso. 

Onde escolher modelos de franquia?

Caso opte por iniciar um modelo de franquia como negócio, escolha por franqueadoras que ofereçam a melhor opção dentro de sua perspectiva. 

Faça pesquisas com franqueados, pergunte como foi o suporte. Tudo isso é importante para que sua escolha seja mais assertiva e você tenha mais segurança na hora de iniciar o processo.

Opções de negócio: respostas definitivas para suas perguntas

Para que você tenha clareza na hora de pesquisar sobre opções de negócio, separamos algumas perguntas e respostas que podem ajudar nesse momento. Acompanhe!

Qual o negócio mais rentável para investir?

Foto mostrando um gráfico de crescimento, com a montagem em azul com um homem ao fundo (imagem ilustrativa). Texto: opções de negócio.
Você deve avaliar diversos fatores para entender a rentabilidade do seu futuro negócio.

Na hora de avaliar as melhores opções de negócio e escolher um bom ramo para atuar, é comum ter dúvidas sobre qual opção é a mais rentável.

Assim, ao procurar por uma marca para investir, você pode levar em consideração setores que já estão em alta no mercado e que possuem boas chances de se desenvolverem.

Os setores de Alimentação, Turismo e Casa e Construção, são boas apostas para quem deseja trabalhar em áreas com bons números.

Da mesma forma, outros fatores são importantes para a rentabilidade de um negócio. Primeiramente, é preciso atuar em um local com um público para consumir aquilo que você oferece.

Ou seja, não adianta ter uma boa loja e negócios bem elaborados se eles estão presentes em uma região onde as pessoas não possuem interesse por eles. Além disso, é preciso contar com uma boa estratégia de marketing para conseguir divulgar seu serviço e expandir o negócio.

Como ter um negócio próprio com pouco dinheiro?

Com tantas opções de negócio, você pode estar em busca de alternativas que sejam mais em conta e que realmente cabem no seu orçamento para investimento.

Saiba que existem várias opções de negócios de baixo investimento no mercado e você pode investir tendo um bom plano de gastos, mecanismo que facilita a gestão da sua vida financeira.

Para começar uma franquia, você terá que arcar com alguns custos. Mesmo o menor deles precisa de todo tipo de preparo e organização para não haver dificuldades.

Logo, para conhecer melhor as várias franquias baratas nas quais você pode apostar, confira o nosso texto com franquias baratas em 2021: 201 melhores oportunidades para ganhar dinheiro.

O que vender em 2021? Qual a melhor tendência?

Devido às várias mudanças que a pandemia trouxe em 2020, além de toda situação da crise econômica, vários serviços precisaram adaptar seus modelos de atuação. Como resultado, algumas áreas devem crescer bastante em 2021.

O Turismo, por exemplo, é um setor que tende a voltar com bons números, já que no último ano as pessoas estavam impedidas de viajar e, agora, pretendem compensar isso no futuro.

Foto de um tablet com gráficos, ao lado de papeis também com gráficos e outros dados. Ao fundo temos uma mesa de madeira (imagem ilustrativa). Texto: opções de negócio.
Avaliar as tendências do mercado é o caminho para encontrar o investimento certo.

O setor de alimentos é outro que sempre apresenta bons números e com o uso cada vez mais frequente de aplicativos de delivery, isso tende a aumentar. Outra tendência é a busca por alimentos saudáveis.

Além disso, você também pode apostar no setor de serviço e construção civil, necessários para os mais variados tipos de pessoas e em diferentes momentos.

Posso montar um negócio em casa?

Ultimamente, o mercado vem aderindo fortemente à tendência do trabalho home office. Mesmo sendo uma forma de atuação diferente para muitas pessoas, esse modelo é cada vez mais comum e possível de ser adotado.

Desse modo, se você está em busca de opções, saiba que é totalmente possível montar seu negócio por conta própria, e até mesmo integrar uma franquia que já opera no formato home based.

Se pegarmos, por exemplo, o setor de seguros e turismo, temos várias empresas que oferecem aos franqueados a opção de trabalhar de casa.

Nestes casos, você só precisa de um computador com acesso à internet e um telefone para manter contato com os clientes. A maior parte do serviço pode ser feito em casa e, se necessário, você pode se deslocar até o local onde o cliente está. Mas ter uma unidade física não é necessário.

Apesar de bem prático e cômodo, trabalhar em casa exige ainda mais concentração e disciplina para não deixar que o ambiente atrapalhe seu desempenho.

Contudo, é possível encontrar ainda mais flexibilidade de horário, trabalhando em momentos mais oportunos, encaixando outras atividades no seu dia a dia, além de manter uma boa qualidade de vida.

Para conhecer melhor as franquias home office, confira nosso artigo com 45 franquias baratas de home office para 2021.

Homem de blusa xadrez azul, escrevendo em um caderno. Vemos uma mesa de madeira com computador, uma planta ao fundo e janela. Imagem ilustrativa para texto opções de negócio.
Trabalhar em casa é uma ótima alternativa para quem deseja mais flexibilidade.

Saiba onde investir

Depois de tudo isso, deu para ver que são inúmeras as opções de negócio, não é mesmo? Caso deseje abrir uma franquia, você pode fazer parte do Grupo Encontre Sua Franquia (ESF).

A ESF possui 5 marcas próprias nos setores de Turismo, Automotivo, Beleza e Estética, Corretora de Seguros e Moda Íntima. Já são mais de 1 mil franqueados espalhados pelo Brasil!

Com sua expertise em implantação de franquias, a empresa oferece toda a estrutura e acompanhamento necessário para fazer o seu negócio ser de sucesso.

É muito importante reforçar que, independente da escolha, se será um negócio iniciado do zero ou um modelo de franquia com suporte, fato é que empreender é um ato de muita coragem.

Muitas pessoas acham que ser dono do próprio negócio é sinônimo de tempo livre e dinheiro fácil. Não é bem por aí. É preciso muita dedicação e ter DNA de empreendedor.

6 características de um potencial  empreendedor 

Empreender exige uma série de preparos do investidor, logo, o processo não é algo simples. Nesse sentido, acompanhe a seguir algumas das características imprescindíveis para quem deseja abrir uma empresa e iniciar tudo do zero.

1. Ser otimista 

Entrar em uma atividade por entrar não é motivador, é preciso ter força de vontade de fazer acontecer e ver os resultados que só serão possíveis com empenho e otimismo. Acredite no seu empreendimento.

2. Ter autoconfiança 

Estar inseguro com um investimento não é nada auspicioso. Faça um diálogo interno consigo mesmo para saber quais são as suas inseguranças ou incertezas e descubra quais os pontos que te fazem confiante o bastante para tomar a decisão que tanto busca. Cuidado com a auto sabotagem.

3. Desejo de ser protagonista da própria história 

Desejar o reconhecimento por aquilo que construiu e ser dono do próprio sucesso é ser protagonista. Invista no seu sonho, passe segurança naquilo que você oferece e seja firme na construção do seu ideal profissional.

4. Persistência 

Sacrifícios são necessários, portanto, persistir mesmo na dificuldade é ter resiliência. Altos e baixos sempre vão acontecer e, às vezes, será preciso recomeçar. Nada é construído de uma hora para outra. Em síntese: persista, insista e colha os frutos da persistência.

5. Tolerância ao risco 

Não permita que o medo de avançar impeça você de agir e seguir em frente. Existem riscos em todas as opções e elas são experiência para o melhoramento. Não tenha medo de arriscar, desde que tenha consciência de que o risco não seja devastador.

6. Comprometimento 

Criar uma empresa e administrá-la não é tarefa fácil, pelo contrário, é uma atividade árdua, sobretudo quando se é dono do próprio negócio.

Além de cuidar de toda a parte administrativa também é imprescindível estar disponível para cuidar da gestão de pessoas e clientes.

O seu comprometimento é com o seu resultado! Ele depende de vários fatores dos quais a sua presença e participação são essenciais.

Gostou desse conteúdo sobre opções de negócio? Saiba mais sobre franquias e assista abaixo as 10 melhores opções para 2021!

*Informações publicadas em Janeiro/2021. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.