Como está o mercado de franquias em 2021? Veja tendências para lucrar

Por
em
Imagem de um gráfico de barras cinza com uma seta em verde apontando para cima. Imagem ilustrativa texto mercado de franquias 2021.
Advertisement

Mesmo com a pandemia do novo coronavírus, o mercado de franquias em 2021 tem o que comemorar. São diversas marcas que aumentaram faturamento e setores que tiveram pontos positivos.

Por ser um tipo de negócio muitas vezes mais enxuto, com gastos menores, o modelo de franquias ajudou muitos empreendedores a passarem por este período. Contudo, alguns mercados de franquias tiveram números melhores, e outros nem tanto, como mostraremos a seguir.

Quais os setores em alta no mercado de franquias em 2021?

Conforme falamos, o modelo de negócio de franquias possibilitou que muitos empreendedores tivessem uma renda mesmo com a pandemia. Pois alguns setores se destacaram mais, vários deles com aumento de faturamento, apesar da retração econômica.

Por exemplo, o setor de franquias de Casa e Construção teve um aumento de 12,8% no faturamento de 2019 para 2020. O maior crescimento entre os setores. Além disso, o setor de Serviços Automotivos teve bom desempenho, com um faturamento perto dos R$ 6 bilhões.

Muito desse resultado foi impulsionado pelos serviços de higienização, devido à preocupação com o vírus da Covid-19. Do mesmo modo, um tipo de negócio que teve bastante aumento e destaque na pandemia foi o delivery.

Diversas empresas tiveram que se adaptar para cumprir as normas de distanciamento social e com as pessoas ficando em casa. Sendo assim, serviços de alimentação e outros tiveram que se adaptar para oferecer este diferencial ou mesmo implementar o delivery.

Levantamento da Statista mostra o Brasil como destaque no segmento de delivery na América Latina em 2020. O País foi responsável por quase metade dos números do delivery (48,77%), seguido por México e Argentina (com 27,07% e 11,85%, respectivamente).

Vemos a ilustração de um entregador saindo da tela de um computador enquanto passa uma espécie de caixa para o cliente (imagem ilustrativa). Texto: mercado de franquias 2021.
O mercado de delivery foi o grande destaque em 2020.

Outro setor que pôde aliar os serviços delivery ao seu nicho é o segmento de franquias de Saúde, Beleza e Bem-Estar. Este segmento teve um aumento de 3,1% no faturamento, passando dos R$ 35 bilhões.

Por fim, o setor de Seguros também teve pontos positivos com a pandemia. De acordo com dados da Susep (Superintendência de Seguros Privados), o seguro de vida teve alta de 11% na procura até novembro de 2020.

5 opções de franquias para investir em 2021

Vimos alguns dos mercados de franquias em 2021 com bons números, como Seguros, Serviços Automotivos e Casa e Construção. Em outras palavras, existem diversas redes de franquias para o empresário apostar.

Nesse sentido, se você deseja investir nas tendências do mercado de franquias em 2021, listamos abaixo algumas marcas bem conceituadas em seus respectivos mercados. Acompanhe.

1. Acquazero

A Acquazero é uma rede de serviços automotivos que pode ser uma boa aposta no mercado de franquias em 2021. A rede conta com alguns diferenciais que podem ser aproveitados pelos empreendedores no dia a dia do negócio.

Por exemplo, ela oferece serviços de higienização automotiva com uma preocupação ecológica. A marca usa produtos de limpeza biodegradáveis em vários de seus serviço e pouca água para a limpeza de um carro. Isso favorece o baixo desperdício deste recurso natural.

Além disso, a Acquazero tem grande apelo aos novos empreendedores, o que é demonstrado por meio de alguns números.

Entre 2019 e 2020, a rede aumentou em 152% o seu número de unidades, impulsionado pela pandemia e as preocupações das pessoas com a higienização do carro. Como resultado, a marca entrou para o ranking das 50 maiores franquias, de acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Antes de prosseguir, veja o vídeo abaixo que separamos falando um pouco mais sobre a franquia.

Um outro impulsionador do crescimento da franquia durante a pandemia foi seu modelo home office, mais enxuto e com maior flexibilidade de atendimento.

Além disso, a Acquazero conta com um aplicativo próprio, onde o cliente pode conhecer os serviços e agendar o atendimento com a unidade mais próxima.

A marca possui seis modelos de negócio, entre home office e lojas físicas, com um investimento inicial mínimo de R$ 22.820 mil.

2. Quisto

Advertisement

O mercado de franquias de seguro está aquecido, com uma maior preocupação das pessoas depois do surgimento do novo coronavírus. Nesse sentido, muitas delas passaram a procurar seguros de vida, bem como previdências privadas.

A franquia Quisto Corretora de Seguros trabalha com estes dois produtos, bem como diversos outros. São mais de 90 tipos de contratos disponíveis para os clientes da marca.

Desse modo, o franqueado pode trabalhar com mais opções para os clientes, tendo um produto para cada uma das suas necessidades.

Os novos franqueados contam com diversos tipos de suporte da franquia, o que ajuda os empreendedores menos experientes neste mercado. Ou seja, treinamentos diversos, bem como auxílio na gestão da unidade e para o marketing. Todos eles estão explicados na Circular de Oferta de Franquias(COF).

Da mesma forma, a Quisto possui um software próprio que consegue fazer mais de 20 cotações para um mesmo contrato. Isso possibilita ao franqueado trabalhar com vários valores e margens de lucro junto aos clientes.

Como resultado, o empreendedor pode aproveitar bem o mercado de franquias em 2021 com uma marca de corretora de seguros.

Esse é um nicho de mercado, que como falamos, deve ter um aumento na procura, além de oferecer um modelo de negócio enxuto. Nesse sentido, a Quisto possui dois modelos de negócios, o home based e o loja física. Ainda, um investimento mínimo de R$ 21 mil.

Veja também o infográfico abaixo com outros números do mercado de seguros.

Infográfico "10 números sobre o mercado de seguros no Brasil".

3. Sóbrancelha

A franquia Sobrancelha Design foi fundada em 2013 e é uma rede especializada na prestação de serviços estéticos com foco em sobrancelhas, incluindo design e tratamentos de recuperação.

Com mais de 500 unidade, a rede conta com o modelo de loja Standart e de Shopping. Dessa forma, o empreendedor pode aproveitar bem o segmento de Saúde, Beleza e Bem-Estar do franchising.

Por fim, o investimento inicial em uma unidade da Sóbrancelha é de, no mínimo, R$ 160 mil.

4. WayBiz

Esta empresa de marketing digital atua desde 2015 neste segmento, sempre voltada para peças de divulgação nos meios eletrônicos.

A WayBiz oferece desde o planejamento do marketing da empresa até a criação de conteúdo, passando pela mensuração dos retornos de mídias. Dessa forma, o franqueado atua em home office, utilizando a plataforma da empresa.

Por conta deste trabalho remoto, essa pode ser uma boa opção no mercado de franquias em 2021. Pois, assim, o empreendedor evita gastos maiores, além de não precisa de um ponto comercial. O investimento inicial em uma unidade da WayBiz é a partir de R$ 15 mil.

5. Solar Prime

A franquia Solar Prime oferece soluções em energia solar para casas e empresas em todo o Brasil. A rede trabalha com geração de eletricidade limpa, renovável e sustentável, sem emissões de gases de efeito estufa, sem resíduos e sem ruídos.

Assim, a Solar Prime possui quatro modelos de negócios, sendo o mais barato deles o modelo home office. Para se tornar um franqueado, o empreendedor precisa de um investimento inicial mínimo de R$ 21 mil.

Vemos diversas placas de geração de energia solar (imagem ilustrativa). Texto: mercado de franquias 2021.
O setor de geração de energia solar é, com certeza, um mercado a ser explorado.

Vale a pena abrir uma franquia em 2021?

O modelo de franquias já caiu nas graças do empreendedor brasileiro, muito por conta da rentabilidade e segurança que ele traz.

Pois ter uma franquia oferece uma segurança maior em relação aos empreendimentos comuns. Por exemplo, ela conta com uma estrutura testada e aprovada pelo público. Dessa forma, uma franquia é mais sólida, e por isso, possui menos possibilidade de fechar as portas em pouco tempo.

De acordo com o Sebrae, a mortalidade de uma empresa comum é de 23% nos primeiros dois anos. Já segundo levantamento da ABF, a mortalidade de uma franquia neste mesmo período é de 5%.

Por contar com esta segurança, o modelo de franquias é uma boa opção para investir, mesmo na crise. Primeiro porque o empreendedor começa um negócio já estruturado e com uma marca de renome por trás. Isso impulsiona o novo empreendimento e aumenta a captação de clientes.

Em segundo, o empreendedor pode optar por modelos home office, mais enxutos e baratos, e que ainda possuem uma flexibilidade de horário de trabalho.

Outro ponto importante é que mesmo com a crise e queda na Economia, assim que esta fase passar, os consumidores vão voltar. Ou seja, a tendência é de melhora dos diversos setores que sofreram grande impacto com a pandemia do novo coronavírus.

Sendo assim, o empreendedor que se organizar e identificar uma boa opção no mercado de franquias em 2021 terá a possibilidade de aproveitar a retomada da Economia.

Por fim, é preciso ter em mente que, como dizem alguns especializas, é na crise que surgem as oportunidade. Logo, leve este lema para sua vida, analise bem o mercado no qual irá investir e se programe. Assim, é possível estar preparado para os próximos capítulos.

Advertisement
Advertisement