Como montar um negócio com dicas práticas? Veja antes de começar sua empresa

Por
em
Várias pessoas em uma sala conversando entre si. Imagem ilustrativa do texto montar um negócio, dicas.
Advertisement

Se você está pensando em montar um negócio, veja dicas, tome alguns cuidados para abrir uma empresa e evite surpresas nesse processo.

Começar um negócio é o desejo de muitas pessoas. Segundo pesquisa da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), feita em 2020, cerca de 50 milhões de brasileiros querem empreender nos próximos três anos.

Então, se você é um desses milhares de empreendedores, confira agora algumas dicas para montar um novo negócio. Continue a leitura e saiba mais!

Montar um negócio com 7 dicas de sucesso

O mercado está repleto de boas ideias de negócios, com variados valores de investimento inicial e formas de trabalhar.

Porém, algumas dicas são eficientes para montar um negócio independente do tipo de empresa, bem como o produto ou serviço com o qual vai trabalhar. Assim, essas dicas podem ajudar com diferentes tipos de negócios, como mostraremos. Confira!

1. Entenda o que você quer fazer

Um das primeiras dicas para montar um negócio é buscar algo que você goste de fazer. Logo, isso torna o trabalho no dia a dia mais prazeroso e lhe dá mais incentivo para se dedicar de corpo e alma.

Assim, empreenda no que você ama fazer. Portanto, realize aquilo que te dá prazer. Dessa forma, você irá acordar todos os dias de manhã com a satisfação de ir trabalhar. Isso porque, se você não está feliz com o que você está fazendo, simplesmente pode desistir.

Mas caso não tenha dinheiro e precise continuar trabalhando, faça um planejamento para começar o seu projeto. Mesmo que seja daqui há um, dois ou três anos, você tem que começar a pensar em médio e longo prazo. Senão você vai ficar triste pelo resto da vida. Lembre-se que você só tem uma vida. Então, tem que ser feliz!

Além disso, veja o que você gosta de fazer e tente encaixar suas paixões em uma forma de ganhar dinheiro. Não é necessário ser algo que você seja muito bom, pois você pode melhorar ao longo do tempo, mas precisa ser algo que goste.

Empresário trabalhando em uma mesa de escritório com computadores e usando um fone de ouvido. Imagem ilustrativa do texto montar um negócio, dicas.
Busque um tipo de negócio no qual você possa trabalhar com algo que goste.

2. Pesquise bem o segmento

Advertisement

Antes mesmo de iniciar uma atividade como empreendedor, é imprescindível analisar o nicho em que se pretende investir. Nesse sentido, avalie quem é o seu público-alvo, os hábitos dos consumidores deste nicho e o valor que costumam gastar.

Da mesma forma, entender que o nicho tem apresentado números atrativos nos últimos anos, se está em crise ou em um viés de crescimento. Depois, busque conhecer a solidez do mercado para investir com segurança.

Além disso, analisar os concorrentes, se ao montar um negócio nesse mercado você terá inovação em algo ou apresentar outras vantagens, como qualidade ou variedade.

Isso porque, conhecendo os detalhes sobre o segmento você direciona seus custos, seu modo de trabalho, suas ações de marketing e estrutura da empresa.

Sendo assim, poderá fazer um investimento mais eficiente para conseguir atender o mercado da melhor forma e sem gastar demais.

Portanto, o estudo de mercado surge como uma ferramenta essencial para minimizar riscos e identificar oportunidades em qualquer estágio de vida de uma empresa.

Enfim, é preciso conhecer o ambiente que você está inserido, entender os desafios que suas ideias e estratégias impõem e descobrir necessidades que ainda não foram exploradas.

3. Conheça seu mercado local

Essa análise mais focada que o empreendedor deve ter na hora de montar um negócio leva em consideração que tipo de produto ou serviço tem potencial de venda em sua região.

Nesse sentido, avalie se a região tem uma grande quantidade do seu público-alvo, para que você possa oferecer a eles aquilo que precisam.

Do mesmo modo, sua empresa pode criar algo para aproveitar uma lacuna de mercado. Por exemplo, algum nicho que não tem muitos concorrentes ou se eles são ineficientes em seu atendimento.

Logo, é cada vez mais importante que o empreendedor consiga identificar estas oportunidades, nichos com potencial na região e sem muita concorrência. Então, para analisar o mercado local, comporte-se não só como empresa, mas também como consumidor.

Rua cheia de pessoas e comércio. Imagem ilustrativa do texto montar um negócio, dicas.
Avalie quem e como estão os seus concorrentes para investir de forma certeira no mercado.

Assim, você pode fazer experiências de compra nos concorrentes para identificar quais são os pontos fortes e fracos de cada um, procurando por oportunidades não aproveitadas.

Além disso, com a pesquisa você obterá dados importantes sobre os potenciais clientes, como as suas necessidades, a melhor linguagem para abordá-los, como eles usam e avaliam as opções já existentes, entre outras definições importantes.

Advertisement

4. Defina um plano de negócios

O plano de negócios é uma ferramenta essencial para o empreendedor que deseja investir em uma nova empresa e até mesmo em uma possível manutenção em um empreendimento que já esteja em atividade.

Em todas as fases da nossa vida devemos saber a importância do planejamento para atingir algum objetivo. O planejamento pode ser simples, por exemplo, uma viagem, como também pode ser algo que requeira mais conhecimento, como uma construção de um imóvel.

Então, se só com esses exemplos já temos noção do quanto é preciso planejar, já imaginou quando o assunto é abrir um negócio? Empreender muitas vezes pode ser um mergulho no escuro.

Mesmo para a micro e pequena empresa, esse plano é fundamental para orientar na gestão financeira, no trabalho de marketing, na estruturação do negócio, seus custos e rentabilidade.

Portanto, esse plano é como colocar todas as ideias e dicas que você tem para montar um negócio, visualizar o caminho que deseja seguir para obter sucesso.

Nele, é representada sua empresa, tendo-se como escopo a minimização de erros e, ainda, o aumento das possibilidades de sucesso no setor desejado.

Enfim, deve-se frisar que o ato de planejar se relaciona com a determinação antecipada de objetivos almejados pela organização. Dessa maneira, é necessário observar os recursos que serão usados para chegar nesses objetivos.

5. Planeje suas finanças

Infelizmente, não é raro encontrarmos empresas que foram à falência por falta de planejamento financeiro. De acordo com a pesquisa Boa Vista, cerca de 91,6% das falências que foram registradas no primeiro trimestre de 2019 são referente a pequenas empresas.

A falta de planejamento financeiro é algo geral: tanto com finanças pessoais quanto com finanças das empresas.

Algumas moedas e uma calculadora. Imagem ilustrativa do texto montar um negócio, dicas.
O planejamento financeiro é fundamental para iniciar um negócio de forma sólida.

Nesse sentido, não aprendemos a lidar com o fluxo de dinheiro, organizando as contas e usando o dinheiro corretamente.

Se você é empreendedor e não quer entrar nas estatísticas de empresas que faliram por falta de planejamento, é preciso entender o passo a passo para transformar a realidade do seu negócio. Assim, conseguir identificar os possíveis gargalos, e trabalhá-los de forma adequada.

Dessa forma, realizar um levantamento de quanto tem para investir, direcionar bem o dinheiro que será gasto nesta ou naquela etapa do negócio, ter uma reserva para fluxo de caixa, entre outros cuidados.

Para fazer isso, é necessário que você conheça seu público-alvo e estude o mercado no qual está entrando. Ainda, estudar também seus concorrentes, de modo a avaliar os preços e a qualidade dos produtos e/ou serviços oferecidos e compará-los com os seus próprios.

Estude também os valores que farão parte dos seus custos, como aluguel, salário de funcionários (caso necessite contratá-los), entre outros.

Essa é a única forma que você poderá montar cenários e avaliar cada um deles para que, em nenhuma situação, sua empresa entre em dívidas ou, ainda pior, falência.

6. Crie um plano de marketing

O plano de marketing nada mais é do que uma ferramenta estratégica gerencial. Ela é usada para identificar as forças e fraquezas da empresa e as ameaças e oportunidades que o mercado proporciona.

Nesse sentido, o marketing tem se tornado um dos departamentos mais estratégicos das empresas atualmente. Isso, ainda mais quando se consegue trabalhar junto com o departamento de vendas. Logo, aliando comunicação à parte comercial do negócio.

Mas para que uma área de marketing consiga realizar um trabalho efetivo e que traga bons resultados para a empresa, é essencial ter como base um planejamento de marketing.

Desse modo, ele deve ter metas e objetivos estabelecidos para chegar a um resultado final maior. Porém, só fazer o planejamento não adianta, é preciso segui-lo à risca ou redesenhá-lo quando a realidade da empresa muda de maneira que afete o planejamento.

Grande outdoor eletrônico com diversas marcas famosas.
Um bom trabalho de marketing pode ser um diferencial para o sucesso do negócio.

Por meio do planejamento de marketing é possível criar uma visão de mercado e de tudo o que envolve o negócio com mais clareza.

Por fim, consegue-se traçar metas e objetivos que são realmente estratégicos e vão proporcionar bons resultados para a empresa.

7. Aprenda sobre administração

Montar um negócio envolve dicas e vários tipos de conhecimentos. Desde uma ideia de como realizar o trabalho de marketing, pesquisas de mercado, entre outras informações que fazem parte desse processo.

Além disso, o empreendedor precisa aprender sobre a gestão do negócio como um todo, como gestão de estoque, financeira. E ainda, como gerir melhor seus colaboradores.

Nesse sentido, deve procurar aprender sobre essas partes do negócio, por meio de livros, cursos on-line, graduação ou especialização.

Em geral, é importante que o empreendedor busque conhecimento para que possa tomar decisões melhores para o crescimento do negócio.

Qual o melhor negócio para abrir hoje?

Como falamos, para montar um negócio próprio o empreendedor deve buscar investir em algo que gosta. Além disso, precisa conhecer o mercado local e ver que tipo de negócio se encaixa melhor.

O empreendedor deve analisar o seu próprio perfil antes de montar um negócio para adaptar a empresa às suas características pessoais.

Ainda, avaliar se tem o capital para investir, buscar boas ideias de negócios baratos, como as franquias. Este formato de negócio, além de mais enxuto, também oferece menos riscos.

Nesse sentido, o modelo de franquia consiste em um negócio preestabelecido, com uma operação pronta. Ainda, produtos ou serviços testados e aprovados no mercado e uma marca reconhecida.

Além de ser mais simples de implementar, as franquias também oferecem a vantagem dos suportes que a franqueadora disponibiliza.

Por exemplo, o empreendedor passa por treinamentos para conhecer o mercado e o negócio, bem como para entender como fazer o trabalho de marketing.

Do mesmo modo, o mercado das franquias é sólido e com muitas opções, para os mais variados perfis de empreendedores. E ainda, muitas marcas que valem a pena investir, porque possuem ótimas chances de sucesso.

Por isso, para montar um negócio, o modelo de franquias pode ser bem mais fácil, o empreendedor pula algumas etapas e inicia uma empresa mais sólida.

Mas agora que você já sabe um pouco mais sobre o assunto, separamos uma lista de franquias baratas que podem ser uma boa escolha para empreender. Acesse e descubra!

Advertisement
Advertisement