O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Franchising » Invista no negócio da Lady Driver! Maior app de transporte feminino do mundo

Invista no negócio da Lady Driver! Maior app de transporte feminino do mundo

Sumário

O modelo de negócio Lady Driver pode ser uma boa opção para quem quer investir em uma franquia inovadora voltada para mulheres. Continue neste texto para saber tudo sobre o investimento.

Mas antes de mais nada, o negócio Lady Driver não é exatamente uma franquia. Na realidade, se trata de um licenciamento que permite ao investidor desenvolver a empresa em sua cidade.

Com uma procura cada vez maior por aplicativos de transporte seguros para mulheres, o negócio Lady Driver se mostra como uma boa opção de investimento.

Conheça o negócio Lady Driver

Em primeiro lugar, a Lady Driver é um aplicativo de transporte de passageiros. O que diferencia este de outros é o fato de ser voltado apenas para o público feminino.

Dessa forma, o aplicativo conta apenas com motoristas mulheres e aceita apenas passageiras. Por isso, o negócio Lady Driver pode ser uma boa opção para solucionar problemas recorrentes.

A Lady Driver surgiu no ano de 2017, após a CEO e fundadora sofrer assédio dentro de um transporte com aplicativo. Ela constatou que não era a única a passar por isso e pensou em uma solução que pudesse ajudar outras mulheres.

Atualmente, o Lady Driver tem como seu objetivo licenciar o maior número de cidades possíveis. Além de trazer mais segurança para o público feminino. Assim, se tornando um serviço de utilidade pública.

Atualmente, já são 85 cidades brasileiras licenciadas. Logo, o app foi eleito como o maior aplicativo de transporte feminino do mundo pelo jornal Financial Times.

O que o licenciado Lady Driver faz?

O modelo de negócio da Lady Driver não é de franquia e sim licenciamento. Dessa forma, o licenciado é o responsável por desenvolver o mercado local. Além disso, tem o papel de ser embaixadora da marca na cidade. 

Mulher observa o retrovisor enquanto dirige o carro. Ilustração do texto sobre negócio Lady Driver.
A Lady Driver não é de franquia, mas sim licenciamento.

O perfil de licenciado é de pessoas que queiram se comprometer com a marca e crescer localmente. Além disso, os homens podem sim, serem investidores da licença. Porém, é indispensável uma sócia ou embaixadora mulher.

Portanto, a licenciada Lady é responsável por captar motoristas parceiras na cidade e capacitar as mesmas. Por exemplo, oferecer o treinamento e suporte local para as motoristas, fazer o gerenciamento financeiro e investimento em marketing. 

Além disso, também é responsável pelo pós-venda, ou seja, o relacionamento. Bem como, a construção de um bom relacionamento com os estabelecimentos.

Por outro lado, a Lady Driver, oferece o suporte para usuários do aplicativo e motoristas. A marca gerencia as corridas em tempo real e emite cupons promocionais. Além da manutenção e atualização do aplicativo para todas as plataformas. 

Outros atrativos para os licenciados é o dashboard com relatórios e análises para monitorar o crescimento do seu negócio Lady Driver. Há ainda treinamentos para o licenciado, incluindo marketing, comercial e de painel.

Dessa forma, os licenciados contam com suporte completo desde a implantação do modelo de negócio Lady Driver até o acompanhamento do mesmo. Isso faz toda a diferença para o crescimento do investidor.

Vale a pena abrir um negócio Lady Driver?

mulher sorrindo dentro de veículo segurando tablet e bolsa ilustração para negócio lady driver
Serviço surgiu para garantir mais segurança às mulheres.

Atualmente, o mercado brasileiro de mobilidade gera cerca de R$ 40 bilhões em receita. Além disso, o Lady Driver trouxe inovação com tecnologia para conquistar o primeiro lugar no mundo de maior aplicativo de transporte exclusivamente feminino.

Ou seja, investir na Lady Driver é investir em um propósito. Além disso, é garantido uma rentabilidade escalável, com baixo investimento e sem custo fixo inicial.

De acordo com dados do Datafolha de 2021, cerca de 40% dos entrevistados que usam aplicativos de transporte querem evitar os coletivos lotados. Essa escolha é consequência principalmente da mudança de hábitos gerada pela pandemia.

Ou seja, atualmente, os aplicativos de transporte coletivo são os maiores concorrentes do transporte público entre a classe C.

Além do mais, dados apontam que cerca de 97% das mulheres já passaram por alguma situação de assédio em viagens com transporte por aplicativo. Nesse sentido, o número indica urgência em negócios voltados para o público feminino.

Quanto custa um negócio Lady Driver?

Para se tornar um licenciado ou licenciada da Lady Driver, é necessário pagar uma taxa de licenciamento. Por isso, o valor é tabelado e depende do número de habitantes da cidade.

Também vale destacar que o licenciado Lady Driver não precisa fazer grandes investimentos. Isso porque, toda parte de tecnologia e suporte para o planejamento do marketing local é oferecido pala Lady Driver.

Porém, em relação ao marketing, o investimento é de responsabilidade do licenciado. A Lady Driver sugere, por exemplo, a contratação de uma agência de marketing local.

Atualmente, a Lady Driver trabalha com dois modelos de licenciamento. Confira abaixo quais são, bem como o investimento conforme o tamanho da cidade.

Licenciada Lady

Mulher dirigindo de ré. Ilustração do texto sobre negócio Lady Driver.
Tornar-se uma licenciada Lady é prático.

Primeiramente, no modelo de negócio Licenciada Lady, o investidor atua na captação de motoristas parceiras em sua cidade. Além disso, cabe à licenciada manter um bom relacionamento com os estabelecimentos.

Nestes casos, o licenciado precisa realizar a gestão financeira, investimento em marketing e o pós-vendas, ou seja, o relacionamento com clientes e parceiros.

Lady Driver

Por sua vez, o modelo de negócio Lady Driver inclui dar suporte para usuários do aplicativo e motoristas, gerenciamento das corridas em tempo real e a distribuição de cupons promocionais.

Assim, a licenciada Lady Driver tem acesso a um painel com relatórios e análises, treinamento de marketing, comercial e do sistema.

Por fim, cabe a cada interessado analisar os modelos de negócio e escolher aquele que mais condiz com seu perfil e seus objetivos comerciais. Abaixo, estão os valores estimados de investimento.

  • Cidades com 30 a 50 mil habitantes: R$ 35 mil
  • Cidades de 50 a 10 mil habitantes: R$ 60 mil
  • Cidades de 100 a 200 mil habitantes: R$ 80 mil
  • Cidades de 200 a 300 mil habitantes: R$ 100 mil
  • Cidades de 300 a 400 mil habitantes: R$ 120 mil
  • Cidades de 400 a 500 mil habitantes: R$ 160 mil
  • Cidades acima de 500 mil habitantes: sob consulta

Quanto um negócio Lady Driver ganha? Qual o faturamento?

Pesquisas apontam que há cerca de 2,8 bilhões de corridas realizadas por aplicativos de mobilidade no Brasil. Dessa forma, gera nacionalmente uma receita de R$ 10 bilhões por ano. E a média da taxa cobrada pelos apps é de 25%. 

Mas os números da Lady Driver, com dados da cidade de São Paulo, apontam 1,5 milhões de downloads do app realizados por passageiras. Além disso, são de 5 milhões de chamados. 

Já são mais de 60 mil motoristas cadastrados. Assim, o licenciado pode faturar até R$ 1,2 milhão por ano.

Mulher contando dinheiro da carteira.
O negócio Lady Driver pode render um bom faturamento.

Portanto, a projeção na Lady Driver é de alto lucro, se baseando nos números de habitantes da cidade. Por isso, confira abaixo a média de faturamento de acordo com o tamanho das cidades.

  • Cidades com 30 a 50 mil habitantes: R$ 5 mil
  • Cidades de 50 a 100 mil habitantes: R$ 13 mil
  • Cidades de 100 a 200 mil habitantes: R$ 21 mil
  • Cidades de 200 a 300 mil habitantes: R$ 37 mil
  • Cidades de 300 a 400 mil habitantes: R$ 45 mil
  • Cidades de 400 a 500 mil habitantes: R$ 68 mil
  • Cidades acima de 500 mil habitantes: sob consulta

Para aprender mais sobre começar o seu próprio negócio, leia também: “Qual a franquia perfeita para o seu perfil? Saiba como escolher!“.

*Informações publicadas em FEVEREIRO/2022. Informe-se com a franqueadora da marca sobre os preços atuais do negócio.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje