Negócio próprio em 2021? Vale SIM a pena investir durante a pandemia!

Por
em
Imagem de uma mulher trabalhando no computador usando uma máscara. Imagem ilustrativa texto negócio próprio 2021.
Advertisement

A crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus tirou a coragem de alguns empreendedores que queriam abrir um negócio próprio em 2021.

Contudo, estamos aqui para mostrar que o empresário pode sim ter o seu próprio negócio e aproveitar, principalmente, o movimento de retomada da Economia.

Além disso, vale a pena prestar atenção nos modelos de franquias, pois este tipo de negócio pode ser uma boa e segura opção para o momento, como mostraremos a seguir.

Entenda por que abrir seu negócio próprio em 2021

Muitos especialistas e empreendedores têm como máxima que é na crise que se abrem espaços para inovações e crescimento.

Não é novidade que, com a crise econômica causada pela pandemia, o mercado teve queda na maior parte de seus segmentos.

Mas mesmo neste momento, surgem oportunidades para empreendedores arrojados e corajosos. Ou seja, pessoas dispostas a correr riscos calculados e colher os frutos lá na frente.

Nesse sentido, o empreendedor deve ser resiliente e se organizar para finalmente ter o negócio próprio em 2021.

Novas demandas surgem nas crises

A queda na Economia causada pelas restrições sanitárias impostas pela pandemia fez surgirem novos mercados e renovou outros.

Por exemplo, muitas empresas tiveram que redefinir suas operações, enquanto muitas delas implementaram o home office para seus funcionários.

Da mesma forma, diversos serviços tiveram que se adaptar, pois grande parte dos estabelecimentos ficaram fechados durante a pandemia.

Como resultado, uma demanda bastante significativa por serviços delivery emergiu. Seja para a entrega de comida, serviços e outros produtos, muita coisa precisou “se descolar” até a casa dos clientes.

Além disso, diversas pessoas que antes comiam na rua passaram a trabalhar em casa e também fazer suas refeições ali.

Assim, abriu-se um leque ainda maior para oportunidades de negócios para atender parte da população brasileira que passou a ficar mais em casa.

Vemos um pequeno carro carregando diversas caixas (imagem ilustrativa). Texto: negócio próprio 2021.
O mercado de delivery se expandiu com a pandemia.

Da mesma forma, diversos produtos e serviços passaram a ser consumidos dentro de nossas casas. E assim, a demanda por entregar cresceu bastante.

Em síntese, o mercado passou por uma grande mudança nos últimos tempos. Com isso, diversas oportunidades de abrir um negócio próprio em 2021 surgiram.

Existe espaço para crescer na crise

Advertisement

Os números podem até ser assustadores, como a queda de mais de 4% no Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2020. Contudo, é neste momento que um espaço no mercado para quem deseja abrir o próprio negócio pode surgir.

Pois diversos estabelecimentos tiveram que fechar por conta da crise econômica. Entretanto, este movimento também faz com que mais espaços para novos negócios lucrativos surjam.

Da mesma forma, os novos negócios podem começar com um plano já voltado para este novo cenário do mercado pós-pandemia.

Por exemplo, empreendimentos voltados para consumidores que estão mais em casa ou que podem preferir evitar grandes deslocamentos.

Você vai estar preparado para o pós-pandemia

Um dos motivos que o empreendedor deve levar em conta para, o quanto antes, buscar abrir um negócio em 2021 é a retomada da economia que está por vir.

Para se ter uma ideia, no quatro trimestre de 2020, quando aconteceu uma abertura parcial da economia e dos estabelecimentos, houve um aumento de 3,2% da economia brasileira. Número este trazido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Isso mostra que quando a pandemia passar, ou for controlada, a economia irá fluir e ter uma boa retomada.

Nesse sentido, o empreendedor deve estar atento para poder aproveitar o momento pós-pandemia. Mas para isso, ele já deve começar a planejar a sua ideia de negócio.

Assim, o quanto antes, pense em como será o atendimento e os diferenciais para atrair os clientes que ainda poderão estar receosos com a pandemia.

Dessa forma, cabe ao empreendedor se planejar, buscar um negócio enxuto e voltado para mercados que possam se recuperar mais rápido.

Além disso, ele deve se planejar financeiramente. Por fim, tente entender quais serão as demandas dos consumidores neste pós-pandemia.

Imagem de uma multidão de pessoas nas ruas de máscaras. Imagem ilustrativa texto negócio próprio 2021.
Depois da pandemia, o mercado consumidor retornará em peso.

Franquia: melhor opção de negócio para abrir!

O momento de incerteza causado pela pandemia exige do empreendedor muito planejamento. Além disso, buscar um negócio sólido pode ser uma boa opção.

Sendo assim, o modelo de franquias é uma alternativa viável, pois consiste em um negócio com uma marca já consolidada. Da mesma forma, este modelo possui muitas vantagens em relação a abrir pequenos negócios do zero.

Por exemplo, uma franquia possui produtos ou serviços testados e aprovados pelo público em geral. Assim, o empreendedor pode ter uma ideia melhor de como será a aceitação do seu negócio.

Do mesmo modo, uma franquia possui um plano de negócio estruturado, com uma ideia de quais serão os custos do empreendimento ao longo do tempo.

Por exemplo, na Circular de Oferta de Franquias (COF), o empreendedor já sabe com o que terá que gastar, as taxas, custos dos materiais etc.

Além disso, uma franquia possui suportes para os empreendedores, como treinamentos, ajuda com a gestão e no marketing. Ao mesmo tempo, não podemos esquecer do amplo mercado de franquias home office que existe.

São diversas marcas que trabalham com este modelo de negócio, que possui um custo menor, o que pode ajudar os empreendedores.

Da mesma forma, trabalhar em casa ainda permite que o empreendedor tenha flexibilidade no horário de trabalho. Ou ainda, possa ter uma renda extra, caso já esteja empregado.

Com tudo isso que o modelo de franquia oferece, a segurança para ter um negócio próprio em 2021 aumenta, mesmo para os empreendedores menos experientes.

Separamos um ebook para você falando um pouco mais sobre as vantagens de ter uma franquia. Acesse agora!

E-book "As vantagens de abrir uma franquia: o guia definitivo".

5 opções de negócio próprio para começar em 2021

O mercado de franquias é bem amplo, com diversas possibilidades de negócios em diferentes modelos e nichos de atuação.

Dessa forma, o empreendedor pode buscar uma franquia de loja virtual, marketing digital, de cursos on-line, entre outros.

Sendo assim, separamos aqui promissores negócios em 2021 que podem fazer com que o empreendedor aproveite bem a retomada da Economia após a pandemia.

1. Acquazero

Especializada em serviços automotivos, a franquia Acquazero é uma rede que leva até os clientes uma série de cuidados para o carro.

São serviços de higienização, polimento de pintura e cristalização, enceramento, bem como limpeza da parte interna do veículo, entre outros.

A marca possui uma preocupação com o meio ambiente e traz isso em seus serviços. Vários deles são feitos a seco, com pouco uso de água.

Por exemplo, o carro-chefe da marca é a limpeza ecológica, método que limpa toda a parte externa de um carro utilizando apenas 300 ml de água. O líquido é misturado a um produto biodegradável – a cera de carnaúba.

Atualmente, a empresa, além da preocupação ecológica, tem investido em tecnologias para melhor se relacionar com os clientes.

Assim, ela desenvolveu um aplicativo próprio para os clientes conhecerem os serviços e marcarem uma visita ou um horário com um técnico.

Além disso, a Acquazero está no ranking das 50 maiores franquias do Brasil, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF). A rede teve crescimento de 152% no número de unidades, entre 2019 e 2020.

Em outras palavras, essa é uma boa oportunidade de você abrir um negócio próprio em 2021.

Por fim, a Acquazero possui diversos modelos de atuação em home office e loja, com investimento inicial partindo dos R$ 22.820 mil.

Veja um pouco mais sobre a Acquazero no vídeo que trouxemos para você.

2. Quisto

A Quisto Corretora de Seguros é uma franquia que oferece uma grande variedade de produtos para seu clientes. Além disso, a empresa trabalha com agentes financeiros autorizados pelo Banco Central do Brasil.

A Quisto é uma franquia onde é possível empreender com pouco dinheiro e ter um bom retorno. Por ser uma rede já consolidada, ela pode ajudar o empresário a ter um retorno rápido.

Além dos tradicionais consórcios para imóveis e veículos, são oferecidos planos para cirurgias estéticas, MBA, placas solares, bem como seguros para diversos itens da sua vida.

Para se ter uma ideia, atualmente, são mais de 90 possibilidades de contratos que podem ser firmados por meio da franquia Quisto.

Sendo assim, o empreendedor pode abrir um negócio próprio em 2021 e aproveitar uma marca consolidada que possui alguns suportes para o franqueado.

Por exemplo, o software próprio que realiza mais de 20 cotações para o mesmo contrato. Dessa forma, o franqueado consegue oferecer mais opções para o clientes e, assim, aumentar suas possibilidades de fechar negócio.

Além disso, a franquia Quisto conta com dois modelos de negócios: o home office e o de loja. O investimento inicial mínimo para ter uma unidade da marca é de R$ 21 mil.

3. Louyt

A Louyt foi fundada em 2013 e se tornou uma empresa global que atua em 24 países.

Além disso, a marca tem como foco principal a tecnologia de mobile marketing para potencializar as vendas de lojas virtuais. Ela ainda oferece suporte de atendimento por meio de chatbots.

Dessa forma, a empresa atua com um modelo de microfranquia home based de baixo investimento. Para abrir uma unidade da Louyt, o capital inicial mínimo é de R$ 19,5 mil.

4. Vida Leve

O estilo vegetariano e vegano de se alimentar abriu espaço para quem deseja ter um negócio próprio em 2021. Nesse sentido, o empreendedor pode optar pela franquia Vida Leve.

A rede oferece produtos naturais selecionados a granel, suplementos e produtos orgânicos, vegetarianos, veganos, entre outros.

Atualmente a rede conta com 40 franquias espalhadas pelo Brasil, e seu modelo de negócio é voltado para vendas em lojas de ruas, de centros comerciais, academias e shoppings.

O investimento inicial para uma loja da Vida Leve fica em torno de R$ 89 mil.

5. English Talk

Por fim, a franquia English Talk trabalha no mercado de cursos de inglês on-line, além de oferecê-los também de forma presencial.

A rede trabalha com dois modelos de negócio – ponto comercial ou home based. O investimento inicial mínimo para uma unidade da English Talk é de R$ R$ 80 mil.

Conheça outras opções de franquias baratas para ter o negócio próprio em 2021 clicando aqui.

*Informações publicadas em Maio/2021. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.

Advertisement
Advertisement