O que é uma franqueadora? Entenda como se tornar uma

Por
em
Advertisement

O mercado de franchising é amplo e tem atraído a atenção de muitos empreendedores. No entanto, nem todos sabem o que é uma franqueadora e como funciona este modelo de negócio.

Existem muitas marcas e várias opções para investir. Por isso, os empreendedores devem estar atentos aos segmentos mais sólidos e atrativos.

Sendo assim, o investidor deve entender sobre as peculiaridades do sistema de franquias e como se dá este modelo de negócios.

Qual o papel de uma franqueadora?

Uma franqueadora é a empresa que se organiza para oferecer a empreendedores um negócio formatado e com produtos ou serviços já aprovados pelo mercado.

Esta empresa normalmente começa seguindo os caminhos normais de um negócio, mas com o tempo, enxerga no mercado de franchising uma opção de crescimento.

Ela possui um modo de produção próprio, uma marca já relativamente conhecida no mercado ou em expansão. Contudo, ela resolve também oferecer modelos de franquias para que outros investidores entrem para o negócio.

Cada unidade de franquia é uma réplica do modelo da empresa “mãe”, e é papel da franqueadora orientar o negócio destas unidades.

Sendo assim, a franqueadora licencia o direito de uso da marca e dos produtos ou serviços para que os franqueados ofereçam as mesmas coisas.

Dessa forma, ela transfere todo o seu know-how para os franqueados, podendo, todavia, manter em segredo alguma etapa do negócio ou algum ingrediente de uso exclusivo. Assim ela faz com que os franqueados queiram continuar no negócio.

A franqueadora também tem o papel de dar diversos tipos de suporte para as unidades. Ou seja, a orientação para comprar de matéria prima ou insumos iguais para todas as unidades.

Do mesmo modo, ela oferece apoio com a parte administrativa, jurídica e com o marketing para difundir não só a marca, mas também cada unidade.

Vemos uma mulher de negócios fazer uma explanação para outras pessoas em uma mesa de reunião (imagem ilustrativa). Texto: o que é uma franqueadora.
A franqueadora deve orientar o modo de produção da marca nas unidades.

A franqueadora deve ainda fiscalizar a atuação de cada unidade franqueada. Assim, ela evita que unidades destoam do resto e possam manchar a reputação da empresa afetando toda a rede.

Por fim, cabe à franqueadora estar atenta ao mercado para não deixar que seus produtos ou serviços se tornem ultrapassados. Para isso, ela deve promover inovação constante em busca de melhorias para a marca como um todo.

Saiba como funciona uma franquia

Para entender o que é uma franqueadora, é necessário saber primeiro o que é uma franquia e no que consiste este modelo de negócio.

Basicamente, o negócio consiste no direito de uso de uma marca que é licenciado por uma empresa (franqueadora) para empreendedores (franqueados). Cada um destes últimos fica responsável pela gestão de sua respectiva unidade.

Dessa forma, a empresa sede o direito para que estes empreendedores repliquem o seu modelo de negócio em troca de taxas, com a taxa de franquia.

Portanto, uma franquia já é um negócio estabelecido, uma empresa com produtos ou serviços consolidados no mercado. Além disso, ela detém de um modelo de produção ou produtos únicos daquela marca.

Em nosso dia a dia, é fácil perceber marcas de franquias, pois vamos a diferentes shoppings, em várias cidades, e lá estão elas. Marcas conhecidas como McDonalds e Subway, que oferecem o mesmo produto, não importa a cidade, são franquias.

Mas o mercado de franchising também é feito por diversas franquias mais baratas, menores, e que são ótimas oportunidades para os empreendedores que querem ser donos do próprio negócio.

Em franquias de serviço, por exemplo, cada unidade oferece o mesmo tipo de trabalho. E a franqueadora é a responsável por oferecer treinamento para que os franqueados executem os serviços de maneira uniforme em todas elas.

Do mesmo modo, franquias de produtos também são homogêneas e devem possuir os mesmo insumos e matérias-primas. Dessa forma, o cliente encontra a mesma coisa independente de qual unidade ele está.

Imagem de figuras de lojas representando o modelo de franquias. Com uma maior no centro, esta está interligada as demais por pontos formando, assim, uma rede (imagem ilustrativa). Texto: o que é uma franqueadora.
Todas as unidades estão ligadas à matriz, mas cada uma gere seus próprios negócios.

Desempenho do setor de franchising no Brasil

Um dos motivos pelos quais as pessoas têm buscado o modelo de franquia resulta da força que o segmento vem demonstrando ao longo do tempo.

Já são anos de crescimento no faturamento e no número de unidade de franquias no Brasil, com um aumento considerável de marcas.

De acordo com dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor teve um aumento de 6,8% no faturamento de 2018 para 2019, chegando a mais de R$ 185 bilhões.

Ainda no mesmo período, houve um aumento de 4,7% no número de unidades. Destaque especial para o segmento de Comunicação, Informática e Eletrônicos, com aumento de 15,5% e o de Casa e Construção, com um acréscimo de 10,5%.

A pandemia do novo coronavírus, mesmo tendo derrubado a economia do mundo inteiro, ainda permitiu que o setor de franchising tivesse bons números.

Dessa forma, mesmo em um cenário de crise, o segmento de franquias de Casa e Construção teve um aumento de 8,3% no faturamento.

Marcas de Comunicação, Informática e Eletrônicos também tiveram crescimento de 4,1%. São os setores de maior destaque.

Outro segmento de franquias que merece ser citado é o de Alimentação, pois é o setor de maior faturamento do franchising. E isso pode ser notado pela quantidade de franquias deste segmento nas mais diversas localidades.

A força do setor também se mostra na quantidade de modelos de negócios, que podem ser loja de shopping, pontos comercias de ruas ou home based.

Dessa forma, é possível abrir o próprio negócio com diferentes valores de investimento inicial e para os mais variados bolsos.

A seguir, separamos um infográfico com os números dos melhores setores de franquias no Brasil.

Infográfico "É um bom negócio?" com os números dos melhores setores para abrir uma empresa.

Vale a pena transformar a empresa em uma franquia?

Somente depois de compreender o que é uma franqueadora é que o empreendedor poderá analisar se a sua empresa está pronta para este papel. E em última instância, se vale a pena passar por esta transformação.

Algumas empresas já estão bem consolidadas, possuem um mercado sólido e uma marca conhecida. No entanto, dar o passo para o franqueamento pode mudar esse cenário se tudo não for feito de maneira inteligente.

Franquear uma marca traz inúmeras vantagens, principalmente para aquelas que buscam expandir os negócios.

Pois o modelo de franquia permite que a empresa amplie o seu mercado sem vultuosos investimentos. Isso porque é o franqueado que investe na unidade, e é ele quem gerencia o estabelecimento.

Dessa forma, a empresa diminui o risco do negócio para ela, e ainda aumenta seu mercado de atuação pelo esquema de rede. Com o crescimento da demanda, ela ainda ganha força frente os fornecedores para negociar melhores preços.

Quando a empresa se torna uma franqueadora e oferece modelos de negócios bem-sucedidos, ela recebe mais investimentos dos empreendedores. Com este aumento da rentabilidade, ela pode melhorar suas operações e gestão.

Como podemos ver, é um círculo virtuoso que se instala na rede de franquias quando ela se prepara bem para se tornar uma franqueadora. E é claro que o sucesso não vem no curto prazo e demanda muito trabalho.

No entanto, como vimos, são várias as vantagens que a empresa pode ter ao franquear o seu negócio. Por isso, trazemos um vídeo com mais informações sobre como transformar a sua empresa em uma franquia. Confira!

Cuidados para tornar negócio uma franquia

O sistema de franquia, como vimos, é muito atrativo, seduz um grande número de empreendedores, mas também empresas que quererem aderir ao modelo. Mas como isso pode ser feito?

Primeiramente, a empresa deve fazer a análise da franqueabilidade para entender o seu próprio negócio e buscar soluções para possíveis gargalos de produção e distribuição.

Da mesma forma, esta análise ajuda a verificar se o modelo de negócio pode se enquadrar como uma franquia. Com isso, o empreendedor atesta se o modo de produção e gestão da marca devem ser mantidos ou se necessitam de adaptações.

Da mesma forma, a empresa deve estar com a saúde financeira em dia, já que este processo demanda alguns investimentos. Se a empresa estiver com problemas de capital, isso pode gerar inseguranças.

Além disso, a empresa deve fazer os devidos ajustes de documentação, como proteção da marca e do seu know-how. Assim, ela se protege contra o uso indevido de seus conhecimentos e operações.

Ademais, a Lei de Franquias, que regulamenta o sistema de franchising, exige alguns cuidados nas negociações entre franqueado e franqueador.

Por exemplo, a Circular de Oferta de Franquia (COF) é um documento que deve ser entregue ao interessado em se tornar um franqueado. Nele, precisam constar informações essenciais do negócio em si. O documento serve como um pré-contrato de franquia.

Consta na COF os direitos e deveres das partes, valor do investimento e taxas para cada unidade da franquia, capital de giro, etc. Pois é dever da franqueadora informar bem e claramente o futuro franqueado.

O modelo que é apresentado pela franqueadora deve ser sólido e rentável para atrair empreendedores. Assim, a marca tende a conseguir novos interessados e expandir o negócio.

Imagem uma ilustração de moedas empilhadas com setas apontando para cima. Há um homem de negócios dançando com o que representa resultados positivos e lucros.
Um modelo de negócio rentável atrai a atenção de novos empreendedores.

Consultoria para empresa virar franquia

Depois de entender o que é uma franqueadora e o trabalho necessário para se tornar uma, a empresa pode necessitar de uma ajuda profissional para a realização, de fato, desse processo.

Todas as etapas para formatação da franquia podem ser mais simples se você contratar uma consultoria. Isso porque algumas delas exigem alguma experiência no mercado de franchising, o que pode ser determinante para um processo de formatação seguro e eficiente.

Uma empresa que pode ajudar neste processo é a NX Franquias, consultoria especializada em formatação de franquias e expansão de marcas.

Ela faz parte do grupo Encontre Sua Franquia, holding que conta atualmente com sete marcas e mais de mil franqueados. Assim, a NX Franquias pode oferecer a expertise de uma empresa com muita experiência para lidar com franquias.

Dessa forma, a transição de uma empresa para uma franquia pode ser melhor orientada. Além disso, a NX Franquias conta também projetos para expansão da marca.

Em sua estrutura, a NX Franquias promove feiras virtuais de franquias, além de eventos presenciais. Assim, após a formatação, sua empresa já estará sendo vista por novos empreendedores.

Tudo isso, fazendo uma formatação adequada e bem orientada. Como resultado, sua empresa poderá oferecer um modelo de negócios mais atrativo e sólido.

Por fim, caso tenha se interessado, entre em contato com a NX Franquias pelo link abaixo e conheça um pouco mais sobre o trabalho da empresa.

Advertisement
Advertisement