O que faz um franqueado Mardelle? Saiba tudo sobre!

Por
em
Adele Maria de Britto sócia fundadora da marca
Advertisement

O mercado de moda íntima está em constante crescimento desde 2014, o que vem atraindo pessoas para modelos de franquia do setor. Mas você sabe o que faz um franqueado Mardelle e quais suas obrigações?

Abrir uma empresa do zero gera algumas dúvidas e receios. Por isso a modalidade de franquia está entre as soluções mais procuradas por esses investidores. Com uma marca consolidada por trás, as chances de obter sucesso são muito maiores. 

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estima que metade das empresas abertas do zero não completam 5 anos de atividade. Enquanto isso, menos de 10% das franquias não chegam a essa idade. 

A Mardelle oferece todo um suporte, treinamento e auxílios para que o empreendedor não corra riscos e entregue o melhor resultado. Ainda assim, o franqueado também precisa se dedicar e “abrir mão” de certas coisas. 

Para saber qual o papel do investidor em uma franquia Mardelle, acompanhe a leitura!

O que faz um franqueado Mardelle?

A Mardelle espera de seus franqueado muita determinação para ser um empresário de sucesso. É preciso buscar constantemente por novos aprendizados, se dedicar ao empreendimento e possuir bons hábitos administrativos. 

O primeiro passo é exercer as funções de gestor assim que o contrato de franquia for assinado. O empreendedor deve tomar conta do negócio e cuidar para que todas as ações necessárias sejam realizadas sem prejudicar nenhuma operação da unidade.

As boa práticas na franquia também incluem acompanhar o atendimento ao público e observar como é a qualidade do atendimento. Todos os detalhes devem ser reparados sempre que necessário. 

Ainda é importante que o investidor atue constantemente para fortalecer a marca da franquia Mardelle na região em que atua. Esse é um dos requisitos básicos para tornar o empreendimento rentável e importante para o desenvolvimento da rede de franqueados. 

Para alcançar os resultados, será preciso seguir algumas ações básicas. Elas irão guiar o empresário a tomar as decisões corretas, além de transformar a unidade em uma referência de empreendimento para outros investidores.

Quais atividades o franqueado Mardelle deve exercer?

Agora que você sabe o que faz o franqueado Mardelle, é preciso conhecer as atividades e obrigações que são exercidas na unidade. 

O empreendedor precisa estar sempre à frente dos problemas e preparado para qualquer situação que possa pegá-lo de surpresa. Porém, esse não é um nível de percepção fácil de alcançar se não houver estudo, dedicação e disposição para ouvir.

Por mais que o modelo de franquia seja uma forma mais segura de abrir um negócio, ela exige os mesmos cuidados que um empreendimento “comum”. Por mais que o empresário esteja fazendo uma “cópia” da franqueadora, ele precisa seguir as mesmas práticas administrativas.

Em todo o caso, a facilidade de se unir a uma marca como a Mardelle, será a certeza de ter um plano de negócio eficiente e com resultados comprovados ao longo do tempo.

O sucesso depende de uma série de fatores e ações que devem ser tomadas pelo empresário. Veja abaixo! 

Contratar um contador

O contador é a primeira “aquisição” que o empreendedor deve fazer. Esse profissional será fundamental para abertura, manutenção e desenvolvimento do franqueado Mardelle e sua unidade. 

Ele ficará responsável por lidar com documentos, formulários e estudos complexos que, em alguns casos, vão precisar até da presença de um advogado. Para um leigo no assunto, essas etapas podem ser mais demoradas e complexas.

Aprofundando nas suas contribuições, o contador ajuda no registro ligado à Junta Comercial. Este é primeiro processo de abertura de um empreendimento, antes ainda do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ). 

Em caso de sociedade, o contador também desenvolve o contrato social. Neste documento, deverão constar as regras e condições sob as quais a empresa irá funcionar, qual o interesse das partes e a descrição do aspecto societário. 

Após essa etapa de documentação e obtenção do CNPJ, o contador irá cuidar do registro da empresa junto aos órgãos públicos, além da obtenção dos alvarás e licenças nos âmbitos federal, estadual e municipal. O que é necessário também para abrir negócios em outros ramos, desde no Turismo até Beleza e Bem-estar.

Mesmo finalizando e formalizando a abertura do negócio, a figura do contador continua sendo importante para o empreendedor. Ele deve ser visto como um parceiro que ajudará sua unidade a se desenvolver. 

Também fica como responsabilidade para o contador auxiliar na criação de um planejamento financeiro mais focado no empreendimento. O objetivo será garantir o pagamento de todas as dívidas, encargos, salários etc. 

Esse demonstrativo financeiro facilitará a obtenção de créditos em bancos e serve como prova judicial.. 

Manter e capacitar sua equipe

Advertisement

A Mardelle oferece treinamentos contínuos e materiais atualizados que irão ajudar todos os colaboradores a entender o modelo de negócio da marca. A capacitação é on-line por meio da plataforma “Academia de Estudos”. 

Além disso, nenhuma empresa funciona sem uma boa equipe. Eles são os responsáveis por fazer a unidade aumentar as vendas, fidelizar os clientes e divulgar a marca no dia a dia. Enquanto estiverem motivados, muito dificilmente haverá algum desligamento. 

A saída de um colaborador do time, pode representar um prejuízo que equivale o dobro do seu salário. Se essa rotatividade (turnover) for alta, ela também terá impacto na imagem da unidade.

Com o time desfalcado e sobrecarregado enquanto uma nova pessoa não é contratada, a rentabilidade do empreendimento também é afetada. É preciso levar em consideração o tempo para achar e treinar um novo colaborador. 

Uma boa forma de manter seu pessoal é capacitando-os. Tudo começa pela liderança, que precisa dar exemplos e zelar pela coerência. Mostrar na prática como tem se aperfeiçoado e quais resultados foram obtidos. 

Observar quem se destaca mais e incentivá-lo a transmitir seus conhecimentos é uma solução eficaz para melhorar a qualidade da equipe. Reconheça o esforço e ofereça mais chances ou premiações para quem se sobressair. 

Gerenciar bem seus colaboradores

Como vimos no último tópico, o gestor precisa ser o exemplo para o seu time e trabalhar no envolvimento dos colaboradores com a empresa, traçando objetivos comuns e voltados para os grandes resultados.

O conceito anterior e o que estamos apresentando agora podem se misturar em alguns aspectos, mas para ter sucesso é preciso que ambas estejam trabalhando juntas. Todo o processo de capacitação e permanência dos colaboradores passa por uma boa gestão de equipe.

É papel do gestor evitar conflitos dentro da unidade e identificar possíveis ameaças que possam prejudicar o desenvolvimento das atividades dos colaboradores. Fora estar sempre cuidando dos interesses de todos. 

Tenha uma comunicação efetiva, que transite de forma clara e transparente entre todos os níveis hierárquicos da sua unidade. Isso garantirá uma equipe motivada, feliz e em um ambiente que os proporcionará bem-estar. 

Uma boa gestão de pessoas é feita por meio de uma liderança horizontal. Ou seja, com um gestor próximo para ouvir, aconselhar e inspirar sua equipe. Sempre proporcionando maior integração entre os envolvidos e criando mini líderes na unidade. 

Colocando todos esses costumes em prática, com certeza você tornará seu empreendimento um imã de talentos. 

Captar e nutrir os clientes

Todo esse processo com os colaboradores vai ajudar no fator principal de sucesso do seu negócio: o atendimento ao cliente. Segundo uma pesquisa da Accenture, 47% dos consumidores que se frustraram durante alguma compra não voltam ao estabelecimento. 

Enquanto isso, a tendência das lojas que conseguem ir além do que é esperado pelo cliente tem chance de aumentar significativamente seu faturamento. Esse resultado só é possível quando a equipe conhece o perfil do seu público-alvo.

Ao entender como eles se comportam, você reduz a busca pela concorrência. O resultado será o aumento da propaganda boca a boca, forma mais antiga e tradicional de divulgar um produto/serviço. 

Para saber como está a captação e retenção de clientes, a credibilidade que seu negócio passa ou a confiança que eles tem na sua loja, basta fazer uma análise do ticket médio.

Esse índice vai mostrar qual a relação dos consumidores com a marca e relacionar essa informação com o retorno financeiro. O cálculo é feito da seguinte forma: 

  • Selecione o período que será observado e pegue o volume total de vendas(VT) entre as datas. Divida pelo número de clientes(C) que realizaram alguma compra. O resultado é o gasto médio de cada consumidor na loja(TMc). 

TMc = VT / C

Apesar de ser um indicador simples de ser acompanhado, ele mostra várias ações que podem ser feitas para valorizar o empreendimento. 

Comprar os produtos da linha Mardelle e controlar o estoque

Unidade física da Mardelle em Belo Horizonte, prateleiras e bancada com produtos da loja.
Unidade física Mardelle em Belo Horizonte/MG

A Mardelle é uma empresa que permite a seus franqueados escolher a quantidade de cada produto para repor e construir o seu estoque. Independente do tipo de unidade que o empreendedor escolha, os produtos serão entregues de acordo com a sua necessidade. 

Esse diferencial permite uma organização mais efetiva do estoque. Produtos armazenados e sem saída são sinônimo de dinheiro parado. Isso irá refletir na saúde financeira do seu estabelecimento. 

Uma estocagem muito fora do padrão exige um investimento maior para fazer as manutenções e, por causa do espaço limitado, reduz o poder de compra da loja. Por isso, é importante que você siga algumas boas práticas.

Cheque com frequência a quantidade de produtos por linha e acompanhe a saída deles. Crie um registro de mercadoria e marque todas as informações importantes como saída, tamanho, cor, modelo etc. Um dos indicadores utilizados é conhecido com Curva ABC.

A técnica consiste em ranquear os produtos de acordo com o retorno que cada um dá para estabelecimento. Os mais importantes são marcados com “A” e representam 80% do total das vendas. 

Para os considerados de saída mediana, equivalem a 15% do faturamento e são nomeados como “B”. Porém, as demais mercadorias que correspondem 5% das vendas, são denominadas de “C”.  

Por fim, com base nesse levantamento, defina qual será a quantidade máxima e mínima para cada categoria. A partir desse controle, o estoque fica melhor direcionado.

Esse processo é uma eterna busca pelo equilíbrio perfeito, com a finalidade de reduzir a quantidade de produtos a um nível ideal. Por consequência, será possível aumentar a vantagem competitiva do empreendimento com relação aos recursos financeiros. 

Realizar análises financeiras para bater metas

A marca representada precisa certificar-se que todas as medidas necessárias estão sendo tomadas para as unidades atingirem a performance esperada. Essa é a garantia que ela tem do trabalho realizado pelo franqueado. 

As dicas que foram passadas até aqui são fundamentais para que o investidor tenha sucesso nas suas operações e bata as metas colocadas pela Mardelle. Mas como transformar esses passos em números? Tudo é demonstrado na análise financeira da loja.

Esse trabalho, feito de preferência por um contador, analisa todos os indicadores úteis para identificar e prever problemas que podem afetar a capacidade lucrativa do seu empreendimento.

Com os dados necessários para tomar as melhores decisões e corrigir os pontos que não possuíam um bom resultado, conduzir a empresa se torna uma tarefa muito mais simples e segura. Os índices estudados são:

  • De liquidez(capital circulante, corrente, seca, geral);
  • Eficiência do giro de caixa;
  • Capital da empresa comprometido com alguma obrigação;
  • Custos variáveis e fixos;
  • Precificação;
  • Lucro operacional, e;
  • Demonstrativo de resultados do exercício. 

Tudo que for feito dentro da empresa irá refletir no desempenho econômico e financeiro do negócio. 

A relação com o dinheiro precisa ser muito transparente e clara. Por isso, o processo deve ser muito bem estudado.Mantenha o contador sempre por perto!  

Adotar ações de marketing compatíveis com a marca

Imagem decorativa de uma prancheta com gráficos e dados de vendas
O marketing será responsável por ajudar a aumentar as vendas. Por isso é tão importante seguir as recomendações.

Ao entrar em um sistema de franquia, uma das taxas se relaciona com a criação de campanhas e ações de marketing. 

Essa cobrança é conhecida com “Taxa de Publicidade” e é responsável por criar uma reserva voltada para a própria franqueadora conduzir a atividade.

Dessa forma, é muito importante que o franqueado siga as orientações que a Mardelle passa. São anos de estudos e evoluções na identidade da empresa para chegar no nível de reconhecimento atual.

Assim, qualquer campanha digital ou modificação deve ser notificada e autorizada pela franqueadora. Ninguém quer correr o risco queimar a impressão que um estabelecimento passa para os clientes, não é mesmo?

Mas calma: isso não impede que você crie ações de marketing para a sua unidade. A única exigência da franqueadora é que o empresário tenha uma postura compatível com o valores e missão da Mardelle.

Só assim será possível manter todos os franqueados alinhados, aumentando a sensação de coerência da marca com os consumidores finais. Esse é um ativo poderoso que exige organização e disciplina para ser bem-sucedido. 

Aumentar seu networking

Networking é a melhor ação para quem está começando e deseja se tornar visível para o mercado. Essa rede de contato influencia positivamente em muitas ações dentro do negócio e é vital para o seu crescimento pessoal e profissional. 

As relações se sustentam pela troca de conhecimento e a longo prazo. Mas isso não tira a necessidade de ter cuidado na hora de selecionar quais serão as pessoas que podem ajudar na sua franquia Mardelle. 

Essa troca de informações, técnicas e práticas pode ajudar você alavancar seu negócio para atingir os objetivos e crescimento esperado. É importante que você seja sempre transparente e verdadeiros com seus contatos. 

Marque presença nos eventos, se apresente e construa uma reputação como um empresário experiente, confiável e de suporte diferenciado. 

Ou seja, alguém que os investidores vão procurar para conversar sobre desafios e pedir sugestões que podem abrir portas para você.

Isso não gerará apenas novas oportunidades de negócio, como também vai fortalecer seu perfil diante de outros empresário. Tente abordar apenas aqueles empreendedores que possuem os mesmos interesses que você. 

O sucesso de uma unidade não está ligado apenas às questões financeiras. É preciso saber se relacionar com outras pessoas importantes para ter a quem recorrer quando precisar de algum auxílio. 

Qual o perfil do franqueado Mardelle?

Como você viu até aqui, um bom franqueado Mardelle é aquele que está sempre na linha de frente da sua unidade e dedicado a fazer dela uma referência. 

Assim, é preciso prezar o relacionamento com os clientes finais, ser capaz de identificar suas necessidades e se organizar. E claro, como dono de uma empresa, será preciso desenvolver capacidades como persuasão, liderança e trabalho em equipe.

Além disso, o candidato não pode colocar seu investimento a frente da sua real condição de vida. O capital necessário para investir não pode prejudicar sua qualidade de vida a ponto de criar problemas.

Dessa forma, para trabalhar no varejo, também é aconselhável que o empreendedor tenha conhecimento do Código de Defesa do Consumidor. Uma visão comercial mais apurada vai ajudá-lo a ter sucesso. 

Por fim, a Mardelle espera que seus franqueados tenham facilidade para se adaptar a mudanças, estando sempre dispostos a estudar, aprender e a ouvir. 

Nesse sentido, um bom empreendedor ainda deverá  buscar informações constantes sobre o mercado. A vontade de trabalhar, obter êxito e a capacidade de se antecipar aos problemas, são outras características que devem estar presente no investidor. 

Já entre as condições para ter um empreendimento bem-sucedido, a busca pelo organização perfeita é sem dúvida uma das mais importantes. 

Seja indo atrás de cursos de capacitação ou conversando com outros empresários, um bom administrador e gestor precisa estar muito bem preparado.

Quer saber mais sobre o modelo de negócio da Mardelle? Acompanhe o vídeo abaixo!

Agora que você sabe o que faz um franqueado Mardelle, o que acha de fazer parte da rede de franquias referência em moda íntima? Entre em contato e converse com um de nossos consultores! 

Agora, se você ainda está na dúvida sobre abrir um negócio, pode se sentir mais seguro(a) acompanhando o artigo: RESPOSTA: Franquia é boa opção para crise econômica no Brasil?

Você também pode contar com uma consultoria gratuita para entender o melhor modelo de negócio para você. Basta acessar: henriquemol.com.br.

Advertisement
Advertisement