O que preciso para abrir uma corretora de seguros? Veja a resposta completa!

Por
em
Imagem de duas pessoas se cumprimentando. Imagem ilustrativa texto o que preciso para abrir uma corretora de seguros.
Advertisement

Se você é um dos empreendedores que deseja saber o que é preciso para abrir uma corretora de seguros, este conteúdo é ideal. Trazemos aqui mais informações para abrir uma empresa neste mercado de seguros.

A Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNSeg) prevê um aumento de 8% a 11% no faturamento do setor de seguros em 2021.

Com uma projeção animadora e um cenário que tende a melhorar, o empreendedor deve ficar atento para abrir uma corretora. Por isso, conheça mais sobre este mercado e as opções para investir no segmento.

Mercado de corretoras de seguros no Brasil

É sabido que o mercado de seguros no Brasil ainda tem muito o que caminhar. Isso porque, são muitas pessoas que não contam com nenhum tipo de seguro como de vida, de residência ou de carros.

Dessa forma, é um amplo mercado consumidor em potencial para ser explorado pelo empreendedor que busca o que é preciso para abrir uma corretora de seguros.

Contudo, mesmo com uma grande fatia da população desprotegida, o setor costuma apresentar números expressivos ao longo do tempo.

Por exemplo, no acumulado de 2021 até outubro, o mercado segurador registrou R$ 116,2 bilhões em faturamento, alta de 14,2% ou R$ 14,4 bilhões a mais ante igual período de 2020 segundo o Boletim IRB+Mercado.

A participação mais expressiva foi do segmento de Vida, com aumento de R$ 4,9 bilhões.

Nesse sentido, o empreendedor pode se especializar em contratos como seguros de vida ou tipos de seguros voltados para pessoas jurídicas.

Da mesma forma, um nicho atrativo é o de seguro automotivo. Atualmente estima-se que 49,1 milhões de carros que circulam no Brasil não estão segurados segundo a CNseg.

Esse número corresponde a cerca de 67% da nossa frota com até dez anos de fabricação.

Imagem de mãos sobre uma folha com gráficos variados. Imagem ilustrativa texto o que preciso para abrir uma corretora de seguros.
O mercado de seguros é bem atrativo e pode dar bastante lucro ao empreendedor.

Outro nicho que o empreendedor pode trabalhar é o de previdência privada. Segundo a Fenaprevi, entre os anos de 2020 e 2021, a procura e contratação pelo serviço privado cresceu 16% em todo o Brasil.

Ainda, mais de 13 milhões de brasileiros possuem previdência privada no país. O cálculo indica que 6,5% da população fizeram esse tipo de plano.

Enfim, são dados atraentes com grande potencial de mercado. Contudo, não é simples o processo para abrir uma corretora de seguros, como mostraremos agora.

O que preciso para abrir uma corretora de seguros?

O processo para abrir uma corretora pode ser feito de duas maneiras. O empreendedor pode começar uma empresa de seguros sozinho ou então optar por investir em uma franquia.

Para montar uma corretora, são exigidos uma série de burocracias para tirar esse empreendimento do papel.

Primeiro, é preciso montar um plano de negócios e apresentar para a Susep (Superintendência de Seguros Privados). Caso seja aprovado, a corretora consegue o registro para começar a atuar.

Além disso, cabe ao empreendedor escolher o local para a instalação da corretora, e ainda, o registro da empresa na Junta Comercial.

Com todas as bases feitas, cabe ao empreendedor começar suas ações de marketing para iniciar os trabalhos neste concorrido mercado.

Todo este processo pode demandar tempo e bastante trabalho, principalmente no que diz respeito ao plano de negócios e todo o planejamento para capitalizar a empresa.

Porém, uma forma mais simples é investir em uma franquia de corretora de seguros. Assim, o empreendedor encontra um negócio estruturado, com uma operação pronta.

Com isso, quando se pensa o que preciso para abrir uma corretora de seguros, o empreendedor deve ficar atento ao modelo de franquias, que pode simplificar este processo, como mostraremos a seguir.

Franquia é opção bem mais simples de abrir corretora

Imagem de uma pessoa apontando para uma folha em uma mesa de escritório. Imagem ilustrativa texto o que preciso para abrir uma corretora de seguros.
O modelo de franquia é mais simples e não exige que o empreendedor tenha experiência no mercado de seguros.

A franquia é um modelo de negócio onde o empreendedor investe em uma empresa pronta. Por este formato, com estrutura e operação preestabelecidos, facilita a sua implantação pelo empreendedor.

Além disso, este modelo conta com uma marca reconhecida no mercado, e isso faz diferença para uma franquia de corretora de seguros.

Neste setor os clientes buscam aliar qualidade e preço, bem como facilidades proporcionadas pelos produtos oferecidos.

Assim, quando se t em uma marca reconhecida, faca mais fácil para entrar no mercado e atrair um bom número de clientes.

Advertisement

Do mesmo modo, com uma franquia, o empreendedor recebe suportes variados da franqueadora. Um deles é o auxílio para a escolha do melhor ponto para instalar a sua unidade.

O processo para iniciar um negócio neste formato também é mais simples. Primeiro, o empreendedor deve escolher em qual franquia investir.

Em seguida, deve analisar a Circular de Oferta de Franquia (COF) da marca. Este documento contém detalhes do negócio como custo, suportes que a franqueadora oferece, como é o trabalho do franqueado no dia a dia, entre outras informações importantes.

Dessa forma, caso as partes entrem em um acordo, é assinado o contrato de franquia e assim, o empreendedor se torna um franqueado da marca.

Depois, ele passa pelos treinamentos da franqueadora, organiza os últimos detalhes do negócio e então começa a trabalhar.

Opções de corretora de seguros para abrir

Investir em uma franquia pode ser a melhor opção na hora de abrir uma corretora. Dessa forma, você irá encontrar um negócio estruturado e praticamente pronto para iniciar a atuação.

Assim, com pouco tempo o empreendedor começa a venda dos seguros e a intermediação entre as seguradoras e os clientes.

Por fim, trazemos aqui algumas destas franquias que atuam no mercado de seguros com diferentes modelos, voltados para variados perfis de empreendedores e de clientes. Acompanhe conosco!

1. Quisto

Imagem de uma pessoa em frente a um computador conversando com outra em um escritório. Imagem ilustrativa texto o que preciso para abrir uma corretora de seguros.
A Quisto oferece mais de 100 tipos de contratos, incluindo diversos seguros.

A Quisto é uma das opções para você que busca o que é preciso para abrir uma corretora de seguros. A franquia atua neste mercado há mais de uma década e oferece uma grande variedade de seguros.

Para se ter uma ideia, a Quisto conta com 100 opções de contrato como seguros de vida, para automóveis, entre outros.

Além de variados tipos de seguros, a Quisto também trabalha com crédito consignado, financiamento imobiliário, previdência privada, planos de saúde e vários outros tipos de contratos.

Segundo o diretor da Quisto, Henrique Mol, o franqueado da Quisto pode optar por se especializar em apenas um tipo de seguro e assim, direcionar sua captação de clientes ou trabalhar de forma generalizada.

Assim, para o franqueado, há uma ampla possibilidade de ganhos, e ainda, um mercado gigantesco a ser explorado por meio da franquia.

Nesse sentido, a Quisto Corretora de Seguros é uma possibilidade de renda extra, ou então uma boa oportunidade para conseguir uma nova fonte de capital para quem ficou desempregado.

Ainda, o empreendedor conta com diversos suportes da franqueadora. Na Quisto, um diferencial é o software da marca que oferece mais de 20 cotações para o mesmo produto.

Da mesma forma, a franqueadora oferece treinamentos para o empreendedor entender bem a operação da marca e o mercado de corretagem.

Além disso, a marca oferece suporte para o marketing, com peças de divulgação e publicidade.

Por fim, o empreendedor pode optar por um modelo da Quisto em home office ou então no formato loja física.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 21 mil
  • Faturamento médio mensal: a partir de R$ 50 mil
  • Prazo de retorno: de 6 a 18 meses

2. Pentagonal Seguros

Advertisement
Imagem de duas pessoas trabalhando sentadas em uma mesa de escritório. Imagem ilustrativa texto o que preciso para abrir uma corretora de seguros.
O ramo de seguros oferece diversas opções para empreender no franchising.

A Pentagonal é uma franquia que trabalha com diversos tipos de seguros como de vida, para imóveis, carros, entre outros.

Além disso, a franquia trabalha com um modelo enxuto de negócio, voltado para o formato home office. Assim, o franqueado diminui os custos e ainda tem flexibilidade de horário de trabalho.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 30,8 mil
  • Faturamento médio mensal: a partir de R$ 18 mil
  • Prazo de retorno: de 6 a 18 meses

3. Touareg Seguros

A Touareg é uma franquia que atua no mercado de seguros há bastante tempo e conta com um amplo leque de opções para os clientes.

Dessa forma, trabalha com seguros para automóveis, de vida, imóveis, entre outros. Para o franqueado, a franqueadora oferece suportes como treinamento e auxílio para o marketing.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 30 mil
  • Faturamento médio mensal: R$ 30 mil
  • Prazo de retorno: de 3 a 12 meses

4. San Martin Corretora de Seguros

Uma opção para atuar como corretor de seguros é a franquia San Martin. A rede oferece diversos tipos de seguros.

Ainda, o franqueado conta com orientação da franqueadora para o trabalho de divulgação do negócio e captação de clientes.

  • Investimento inicial: a partir de R$ R$33.970,00.
  • Faturamento médio mensal:  R$ 150 mil
  • Prazo de retorno: de 6 a 12 meses

5. Seguralta

A franquia Seguralta é uma das marcas que oferece ao empreendedor a oportunidade de atuar como corretor de seguros.

A rede trabalha com um modelo de negócio de simples gestão, o que facilita para os empreendedores que não possuem experiência no mercado de seguros.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 30 mil
  • Faturamento médio mensal: a partir de R$ 15 mil
  • Prazo de retorno: de 6 a 36 meses

Aqui mostramos apenas algumas franquias, mas o mercado conta com diversas marcas que trabalha com variados modelos de negócios.

Por fim, agora que você já sabe o que preciso para abrir uma corretora, confira o nosso conteúdo com dicas de como escolher a franquia ideal para o seu perfil.

*Informações publicadas em FEVEREIRO/2022. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.

Advertisement
Advertisement