O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Franchising » Saiba como montar um plano de negócio para franquia e ter sucesso com o negócio

Saiba como montar um plano de negócio para franquia e ter sucesso com o negócio

Sumário

Antes de mudar o formato da sua empresa, saiba que um plano de negócio para franquia é essencial. Aqui, mostraremos detalhes importantes que devem estar neste planejamento.

O mercado de franquias é atrativo e, por isso, muitas empresas estão de olho nele, seja para expandir em unidades ou aumentar o faturamento. Para se ter uma ideia, em 2022, o setor faturou R$ 211,4 bilhões, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Porém, formatar uma franquia não é um processo simples, pois exige um cuidado para fazer essa mudança no modelo de negócio. Logo, a sua empresa deve estar preparada para conseguir competir com as outras redes e aumentar suas chances de sucesso.

Sendo assim, separamos aqui algumas dicas para fazer um plano de negócio e ser bem-sucedido nessa alteração de modelo. Continue a leitura!

Qual o processo para definir os planos das franquias?

O processo para definir um plano de negócio envolve analisar diversos aspectos da empresa. Isso vale tanto para a fase atual como para uma organização para o futuro.

Além disso, faz parte desse plano avaliar o que é necessário para que a empresa possa ser atrativa para os novos empreendedores. Mas sem perder sua própria característica nem a qualidade de seus serviços ou produtos.

Nesse sentido, o empresário deve ter paciência, analisar diversos aspectos para iniciar o processo com segurança e sem pular etapas. Enfim, é fundamental se atentar para alguns cuidados, sobre os quais falaremos neste conteúdo.

Avaliação da viabilidade financeira

Um dos primeiros pontos a se considerar no plano de negócio para franquia é a viabilidade financeira do empreendimento. Isso porque, é preciso entender se a formatação da empresa para o franchising irá resultar em um negócio lucrativo.

Primeiramente, é importante avaliar a operação interna da empresa, o que terá que alterar para que se transforme em uma franquia. Inclusive, essas mudanças não podem aumentar demasiadamente o negócio.

Do mesmo modo, o empresário precisa analisar se conseguirá ter um negócio competitivo financeiramente. Não é interessante que ele monte uma franquia muito boa, mas que seja demasiadamente cara. Isso pode dificultar sua entrada no mercado.

Além disso, se os produtos e serviços da empresa terão um preço competitivo após as alterações necessárias no formato. Isso envolve logística, produção, insumos e vários detalhes que impactam no valor.

Enfim, avaliar os custos que envolvem o negócio. Ou então, se a rentabilidade da franquia será suficientemente atrativa para os empreendedores.

Ajustes para rentabilidade do franqueado

Conforme falamos, é preciso pensar na viabilidade financeira do negócio no início do processo de formatação. Além disso, é necessário ajuste para a rentabilidade do empreendimento para o franqueado.

Por exemplo, a franqueadora precisa diminuir os valores pagos em insumos para poder repassá-los por um preço menor. Claro, sem deixar de ter lucro nessa operação.

Do mesmo modo, é importante organizar etapas produtivas do dia a dia para ser mais eficiente. A empresa deve entender que agora há mais um player na operação, e o negócio precisa ser lucrativo.

No plano de negócio deve ter ajustes, diminuição de custos, busca por produtos mais baratos. Para isso, a franqueadora deve investir em negociações junto aos fornecedores. Afinal, agora terá um potencial de compra maior.

Assim, é preciso entender que o franqueado também é um empresário que visa o lucro em um negócio próprio. Ou seja, para a franquia ser atrativa, deve-se levar em consideração o lado desse empreendedor.

Definição da COF, Contrato e DRE

O modelo de franquia exige alguns documentos importantes para o negócio. Seja para a sua própria proteção, segurança jurídica das partes e até uma forma de apresentar a rede para interessados.

Um desses documentos é a Circular de Oferta de Franquia (COF), que serve como um pré-contrato entre franqueadora e empreendedores. Nela se repassam detalhes do negócio, como a taxa de franquia, projeção de custos de implantação, rentabilidade média, suportes etc.

A COF é uma apresentação mais formal do negócio, e precisa ser bem elaborada. Até porque, tem que ser clara e objetiva, informando o necessário aos interessados. Do mesmo modo, dentro do plano de negócio para franquia há um contrato que irá formalizar a relação entre franqueado e franqueadora.

Este Contrato de Franquia também precisa ser bem feito para ser uma segurança jurídica entre as partes. No Contrato há informações como o tempo de parceria, se haverá cláusula de não concorrência, direitos e deveres etc.

Ainda, na COF há uma apresentação do Demonstrativo de Resultados do Exercício. Esse documento é um dos mais importantes, pois mostra a saúde financeira da franqueadora. Bem como se terá condições de arcar com suas obrigações ao longo da parceria.

Estes documentos são a base para que a franqueadora se apresente aos interessados, mostrando o quão séria e sólida é. Por isso, são fundamentais para o processo de formatação de franquia.

Processos padronizados

Uma franquia precisa funcionar de modo padronizado, isso é essencial nesse modelo. Quando se pensa em alterar o modelo para o franchising, é importante que cada unidade trabalhe com os mesmos processos.

Ao formatar uma franquia, você deve organizar a estrutura do negócio e a operação. Esse modo de fazer é o chamado know-how da franquia.

Nesse sentido, envolve a forma de produção e de atendimento, os produtos usados, os itens vendidos, tudo que diz respeito à essência da marca. Tudo precisa ser igual em todas as unidades, independente de onde estejam.

Essa padronização é um dos pilares do modelo de franquia. Afinal, quando se investe em uma marca, espera-se o mesmo padrão de sucesso. Imagina chegar em um McDonald’s e encontrar sanduíches totalmente diferentes de uma unidade para outra?

A empresa deve padronizar seus processos antes de começar a repassar o seu modo de fazer. Assim, cada novo empreendedor receberá o mesmo know-how para atuar em seu negócio.

Definição dos manuais

Todo franqueado deve atuar da mesma forma, seguir um padrão definido pela franqueadora. Uma forma que a empresa tem de repassar o seu modo de fazer para os empreendedores é por meio de manuais.

Nesse sentido, no processo do plano de negócio para franquia deve ter a montagem destes manuais. Ou seja, um compilado de informações que os franqueados precisam para realizar o processo padrão da rede em sua unidade.

Esses manuais precisam ser completos, para que o empreendedor não tenha dificuldade de implementar o padrão da marca.

Criação dos treinamentos

Além dos manuais, repassa-se o know-how da franquia aos franqueados por meio de treinamentos. Esse aprendizado é fundamental para que o empreendedor consiga montar o negócio e atuar da forma que a franquia espera.

Logo, cada vez que um novo empreendedor se torna franqueador, precisa passar por treinamentos. Neles existem informações e orientações que o ajudarão na gestão do novo negócio.

Nos treinamentos a franqueadora pode mostrar uma forma de produzir determinados produtos. Ou então, ensinar uma maneira de atendimento aos clientes do mercado no qual atua.

Por fim, ensina sobre a gestão da unidade da rede, o que fazer para ter a rentabilidade esperada para o negócio etc.

Marketing para expansão

Um ponto fundamental para um plano de negócio da franquia é o planejamento para o marketing de expansão. Isso porque, é preciso direcionar as ações de fortalecimento da marca e captação de empreendedores.

Veja que nessa mudança de formato a empresa deve focar esforços em chamar consumidores e parceiros, para serem franqueados. Assim, o marketing precisa ser redirecionado.

Esse é, inclusive, um dos pontos abordados no curso Guia Para Iniciantes. São aulas que você pode acessar clicando aqui, assistir online e entender em detalhes como investir em uma franquia. Sem prejuízo e sem o risco de escolher uma marca ruim.

Agora, o público-alvo passa a ser empreendedores em busca de um novo negócio rentável. Então, você não estará oferecendo produtos ou serviços, mas sim uma empresa. Portanto, é necessário repensar esse trabalho de divulgação para poder direcioná-lo a ponto de trazer franqueados para a rede.

Como montar um plano de negócio para franquia?

Para montar um plano de negócio para a franquia é importante ter uma consultoria para o processo. Ou seja, uma empresa que possa auxiliar na estruturação do novo formato de maneira eficiente, seja em home office ou loja.

Conforme vimos, são vários detalhes que fazem parte do processo de formatação de uma franquia. Assim, ter uma empresa especializada ao seu lado pode ser um diferencial para essa mudança.

A empresa poderá apresentar caminhos mais eficientes para a formatação do negócio, baseado em suas experiências. Bem como mostrar o que é mais importante de se focar em um primeiro momento.

Por exemplo, com a Formatação de Franquia da Encontre Sua Franquia, empresa com mais de 13 anos de experiência, é possível transformar sua marca em uma rede de sucesso, expandindo para diversas unidades.

A consultoria abrange todas as etapas, começando por um diagnóstico profundo da sua empresa e identificação de áreas a serem aprimoradas.

Em seguida, desenvolve um modelo de negócio replicável e lucrativo. A assistência inclui orientações na elaboração de documentos legais, como manuais, COF e contratos, simplificando a expansão do seu negócio.

Caso você não opte por uma consultoria especializada, entenda que um direcionado sem eficiência pode resultar em uma franquia pouco atrativa para os empreendedores. Por isso, é interessante contar com o auxílio de uma consultoria para a montagem do plano de negócio.

Hoje, você descobriu um pouco sobre o universo do franchising. Aqui, você aprendeu quais são os processos necessários para definir os planos de franquias e como montar um planejamento. Agora que está por dentro do assunto, coloque o conhecimento em prática, empreenda e ganhe dinheiro.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje