O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Para Empreender » Como iniciar um primeiro empreendimento? Passos para você fazer

Como iniciar um primeiro empreendimento? Passos para você fazer

Sumário

Para começar o seu primeiro empreendimento você deve tomar alguns cuidados para que sua inexperiência não seja um fator negativo neste processo. Confira algumas dicas que separamos para ajudar neste processo.

Levantamento feito em 2022 mostrou que quase metade dos brasileiros desejam abrir um negócio próprio. Ou seja, é bem amplo o número de pessoas que buscam seu primeiro empreendimento.

Nesse sentido, é necessário ter cuidado para começar o negócio próprio. Um bom planejamento e escolhas certas podem ser diferenças para um empreendedor bem-sucedido.

O mercado apresenta diversos modelos de negócios e possibilidades nas quais você pode investir. Porém, é preciso saber como lidar com este processo, como mostraremos aqui.

Clique, conheça e compare FRANQUIAS LUCRATIVAS. Acesse!

Etapas para investir em seu primeiro empreendimento

Começar um negócio é um processo que envolve diversas etapas, mas exige organização e planejamento do empreendedor. Isso porque, ao pular certos detalhes pode resultar em prejuízos lá na frente.

Além disso, antes mesmo de começar é preciso definir parte deste caminho, desde suas vontades pessoais até fatores externos como investimento e mercado. Ainda, definir como será a estrutura da loja para oferecer serviços ou se vai atuar em casa

Sendo assim, aqui explicamos algumas dessas etapas para que você possa começar seu primeiro empreendimento de forma mais segura e com boas escolhas.

Entender o próprio perfil

O primeiro passo para começar um negócio é saber com o que você deseja trabalhar e como é o seu próprio perfil. Até porque isso terá grande influência em suas escolhas.

Por exemplo, uma pessoa com mais facilidade de comunicação terá mais chances de sucesso em ideias de negócios de vendas diretas. Por outro lado, alguém mais tímido terá mais dificuldade com este tipo de trabalho.

Do mesmo modo, existem empreendedores mais arrojados, que gostam de arriscar, e estão sempre de olho em uma oportunidade de inovar. Existem também pessoas mais centradas, que buscam caminhos mais sólidos, sem grandes riscos.

CURSO Guia Prático Sobre Franquias. Clique e confira o conteúdo completo sobre o franchising no Brasil, como investir e como faturar!

Você precisa entender e para isso é interessante avaliar suas experiências, por exemplo, momentos em que se sentiu mais produtivo, trabalhando com algo que goste.

Empreender é ter que dedicar muitas horas da sua vida a um projeto. Nesse sentido, será melhor para você se estiver atuando com algo que goste, que se encaixe no seu perfil.

Em nosso dia a dia, quando fazemos algo que gostamos, o tempo parece passar mais rápido e pode-se aplicar isso a um trabalho ou a um negócio. Se estiver atuando em algo em que não se adapta, isso lhe trará stress e desmotivação.

Enfim, faça esta autoavaliação, veja quais são suas qualidades e características e como pode encaixá-las no seu primeiro empreendimento.

Organizar as finanças

A organização financeira também é muito importante no processo de empreender. Afinal, não há garantia de renda fixa. Se organizar financeiramente para viver um tempo sem que a ideia dê um retorno suficiente para sustentar o padrão de vida que mantém é essencial.

Banner ProResultado consultoria. Clique e confira!

Dessa forma, uma organização financeira pessoal evita que a pessoa sacrifique a ideia e o processo natural do lançamento e a maturidade do negócio.

Mesmo que vá fazer pouco investimento neste seu primeiro negócio, é fundamental que se organize e torne seus gastos de vida mais eficientes. Então, elimine custos desnecessários como aquela academia que você paga e nunca vai.

Do mesmo modo, pode abrir mão de um carro que não usa e assim pode investir no negócio, ter um capital de giro e quem sabe uma reserva de emergência para facilitar o fluxo de caixa.

Ter um negócio é algo instável, pode dar muito certo no início ou não, pode ter um bom faturamento ou oscilar bastante. Sem muita segurança, ter uma organização financeira é um diferencial para ter tranquilidade enquanto desenvolve o negócio.

Além disso, ao fazer o seu investimento inicial, você deve encontrar opções de negócios que se encaixem nas suas possibilidades. Portanto, evite começar seu primeiro empreendimento sem saber se terá dinheiro para terminá-lo.

Banner Totall Marcas. Clique para conferir os serviços!

Poupar dinheiro suficiente para investir

Faz parte desta organização financeira juntar um bom capital para ter mais tranquilidade. Nesse sentido, algumas mudanças no padrão de vida podem ajudar a ter este investimento.

Para este primeiro negócio, pode ser interessante se planejar com antecedência, ir poupando aos poucos para ter mais dinheiro. Mais vale começar no empreendedorismo com uma base financeira sólida do que se aventurar sem saber no que vai dar.

Nesse sentido, como dito, pode ser um bom momento para vender um carro ou outro bem que não use tanto.

Do mesmo modo, um empréstimo pode ser uma opção, caso você se organize muito bem e tenha certeza de que esta é a melhor opção.

Se o seu sonho é um tipo de negócio mais robusto, irá exigir mais capital. Assim, pode ser que demore mais tempo para poupar o dinheiro necessário. Porém, tenha calma para fazer este processo com segurança.

MJG SOLUÇÕES EM ENGENHARIA. Clique e saiba como contratar essa empresa conceituada!

Estudar o mercado desejado

Como falado, um dos passos para ter o seu primeiro empreendimento é estudar a si mesmo e também o mercado no qual vai atuar. Veja quais os nichos estão em alta de forma geral e também na sua região.

Ao identificar nichos com bom potencial, pesquise o máximo possível sobre ele. Entenda o seu público-alvo, se está em bom momento ou em viés de queda. Tudo isso é importante na hora de analisar o setor.

Do mesmo modo, entenda quais são os tipos de negócios que melhor se encaixam neste mercado e entenda os investimentos que irá demandar.

Veja se a ideia é atrativa e possa se adaptar ao mercado de forma satisfatória e possibilitar um bom lucro.

Além disso, não tenha pressa, estude o histórico recente do mercado, quais são os fatores positivos e negativos que existem nele. Este cuidado pode direcionar suas escolhas de uma forma mais eficiente e segura.

FOCO MARKETING. Clique e acesse para saber como faturar com o seu negócio fazendo ações de marketing!

Analisar o mercado local

Além de analisar o mercado como um todo, estude também o seu mercado local. Sua região precisa ser um local propício para o seu primeiro empreendimento.

Começar um negócio é como plantar uma semente. Isso porque, irá florescer se estiver em um solo rico em nutrientes e tenha luz suficiente para o seu desenvolvimento. Com um negócio acontece a mesma coisa.

Para ter boas vendas e crescer precisa de consumidores e se sua região tiver muitos deles, suas chances de sucesso aumentam

Além disso, pesquise o mercado local para identificar lacunas deixadas pela concorrência que podem ser exploradas por seu negócio. Pode ser um tipo de produto ou serviço que não tenha empresas que o disponibilizem.

Mas é cada vez mais importante estar em uma região propícia, à qual o seu negócio se encaixe bem e possa ter potencial de crescimento.

CONHEÇA AS SOLUÇÕES DA DOTS HUNTERS PARA FRANQUEADORAS! Clique aqui!

Com as relações de consumo mudando rapidamente, especialmente em um mundo cada vez mais digital, fazer uma análise do mercado consumidor é indispensável para estar sempre a par do que querem os clientes.

Enfim, esse tipo de avaliação, inclusive, permite que a oportunidade identifique novas dores e necessidades do mercado, de modo a atendê-las de maneira a se destacar.

Conhecer a concorrência

Além de pensar nos clientes, uma boa análise de mercado também é responsável por avaliar os concorrentes.

Esquecer-se de olhar para o lado permite que você se torne menos competitivo e menos atraente para um mercado que é cada vez mais dinâmico.

Embora a atuação do seu negócio não deva ser majoritariamente baseada na atuação de outros do mesmo ramo, é fundamental reconhecer a situação da concorrência.

CONHEÇA AS SOLUÇÕES DA SULTS PARA FRANQUEADORAS! Clique aqui!

Dessa forma, ao fazer uma análise da concorrência, você pode saber como sua marca está posicionada no mercado em relação a outras empresas que disputam o mesmo público que você. Assim, será capaz de identificar o que diferencia sua empresa do resto.

Além disso, esse tipo de estratégia permite que você identifique os pontos em que seu negócio está bem em relação aos concorrentes e aquilo que você precisa melhorar para conquistar mais clientes. Com isso, sua marca pode se tornar cada vez mais competitiva.

Conhecendo bem a concorrência você consegue também identificar como fazer o trabalho de marketing mais certeiro. Por exemplo, explorar e mostrar aos consumidores o que sua empresa tem de vantajoso em relação às outras.

Por último, ao analisar bem o mercado local em conjunto com os eventuais concorrentes, fica mais fácil definir as potencialidades do seu negócio.

Planejar suas atividades

Que o planejamento e bons negócios andam juntos, isso todo mundo sabe. A questão é que assim como cada um tem seu próprio jeito de caminhar, cada um também se adapta a um método diferente de planejar suas ações empresariais.

A montagem do seu primeiro empreendimento deve passar pela organização que deve se transformar em um plano de negócios. Um bom plano de negócios é aquele que responde, no formato em que for proposto, perguntas sobre como a empresa está organizada. Também sobre seus clientes e fornecedores.

Do mesmo modo, deve-se planejar sobre as estratégias que poderão ser usadas para ganhar mercado e manter o negócio em um bom patamar.

O plano serve para ajudar o empresário a entender a viabilidade e os desafios de um negócio. Mostra também o seu posicionamento dentro do mercado e traz informações sobre o público.

O plano de negócios funciona como um mapa. Sem ele, você sabe apenas onde está e onde quer chegar. Logo, é o plano que vai mostrar quais são os melhores caminhos e quais serão os obstáculos a serem superados.

Dessa forma, é muito válido para que você saiba como encarar as situações e superar os desafios sem ter prejuízos ou até mesmo inviabilizar o funcionamento da empresa.

Enfim, é importante dizer que elaborar um plano de negócio não elimina os riscos, mas ajuda a enfrentá-los e evita que os gestores cometam erros que podem prejudicar a empresa.

Definir metas para o negócio

Definir metas é importante para alcançar o sucesso em sua carreira. Saber como definir metas pode ajudá-lo a estabelecer objetivos desafiadores e gratificantes. Assim, auxilia no seu crescimento, desenvolvimento e avanço no local de trabalho.

Nem toda meta precisa ser grande, mas você pode definir metas que o desafiem para que continue a aprender e crescer. Pense em sua última conquista, seja grande ou pequena e procure realizar mais do que antes.

Por exemplo, uma meta inatingível pode trazer um desânimo ao longo deste primeiro empreendimento. Assim, busque objetivos factíveis, mas que o ajudem a puxar o negócio de forma positiva.

Como resultado de um plano de ação voltado para as metas e objetivos, você consegue direcionar esforços e recursos de uma forma mais competente. Ou seja, ao invés de atividades sem foco específicos, as atividades agora têm prioridades e um alvo determinado.

Do mesmo modo, com as metas no centro das ações da sua empresa, os empreendedores tendem a tomar decisões com maior convicção. Ou seja, em momentos de dúvida sobre qual caminho tomar, escolhem aqueles que irão conduzir as suas metas.

Com isso, as metas incentivam a tomada de decisão e melhor atitude ao longo do processo de montagem e desenvolvimento do primeiro empreendimento.

Considerar abrir uma franquia

Para começar o seu primeiro negócio, um modelo que pode ser bem atrativo por conta da sua inexperiência é o formato de franquias.

Na essência, o franchising consiste em replicar, ou como se tornou moda dizer, em “clonar”, em diversos locais ou mercados, um mesmo conceito de negócio. Então, pode ser uma loja, um restaurante, uma lavanderia etc.

Cada um dos “clones” é implantado, operado e gerido por um terceiro autônomo, o franqueado. Logo, recebe da franqueadora, por meio de contrato, a permissão para a comercialização de determinados produtos ou a prestação de certos serviços.

Isso tudo em combinação com o uso de uma marca e dos métodos, sistemas, políticas e padrões desenvolvidos ou estipulados pela própria franqueadora.

Ao iniciar o primeiro empreendimento tendo por trás a credibilidade de uma marca já conhecida no mercado certamente traz mais segurança. Principalmente no caso de um empreendedor sem experiência.

Mas além disso, permite que se planeje melhor financeiramente e invista com mais segurança. Isso porque, a franqueadora apresenta uma projeção de custos para a implantação do negócio.

Assim, permite ao empreendedor se organizar e evita que comece um negócio para o qual não tem dinheiro para terminar.

Refletir bastante antes de investir

Em vários momentos falamos sobre organização para começar o seu primeiro empreendimento. Faz parte deste planejamento os momentos nos quais o empreendedor para e reflete sobre suas opções e escolhas.

Mas é comum ter dúvidas, pois começar um negócio não é uma tarefa simples e nem mesmo segura. Muitos fatores podem fazer com que sua empresa não seja aquilo que você espera.

Por isso, reflita sobre o processo, entenda se fez tudo da melhor maneira possível e tenha calma para reavaliar determinadas etapas.

Além disso, caso se sinta inseguro, faça alguns cursos online, aprenda com empreendedores experientes das redes sociais. A internet é cada vez mais um espaço de aprendizado e que permite analisar bem antes de você investir.

Pense se é isso que você quer, pois empreender é abdicar de muitos momentos de lazer, principalmente no início do primeiro empreendimento. Portanto, é preciso entrar de cabeça e não ter dúvidas de que este é o seu futuro.

Validar sua ideia

Antes de começar o negócio, mas depois de ter organizado sua estrutura e ter uma ideia de como irá atuar, chegou a hora de validar esta ideia. Então, mostre para algumas pessoas como será o seu negócio e busque um feedback.

Nesse sentido, apresente sua ideia, seja para pessoas que são acostumadas a comprar neste mercado ou para empreendedores mais experientes. Essas pessoas podem dar um direcionamento ou mostrar algo que você tenha esquecido.

Do mesmo modo, essas pessoas podem lhe dar uma visão de fora do processo, atentar para algum erro ou uma forma de melhorar algo.

Porém, evite ficar muito vidrado em opiniões negativas. Saiba filtrar este feedback, aprender com ele e não desanimar. Tire proveito de tudo isso para começar seu primeiro empreendimento.

Vantagens de abrir o próprio negócio

São muitas as vantagens de abrir o seu primeiro empreendimento. Uma delas é a possibilidade de uma melhora na sua vida financeira e aumento dos ganhos.

Do mesmo modo, pode ter liberdade de horário de trabalho, já que pode escolher um empreendimento em home office, por exemplo. Assim, terá flexibilidade e tempo para se dedicar a outros projetos.

Além disso, um negócio próprio tem um potencial maior de ganhos do que se for um trabalhador assalariado. O seu ganho em uma empresa que não é sua tem um teto máximo, já no empreendimento não.

Nesse sentido, com o desenvolvimento do negócio, os seus lucros podem crescer bem mais do que em um emprego.

Enfim, é uma maneira de ter sua independência financeira e não ficar dependendo de patrão. Mais vantajoso ainda é investir em uma franquia, como mostraremos agora.

Maiores vantagens de empreender com uma franquia

O modelo de franquias é bastante sólido e tem atraído cada vez mais empreendedores, principalmente os iniciantes. Tem muitas vantagens em relação ao negócio do zero, como a marca da rede.

Sendo assim, como a franqueadora já tem uma marca consolidada, provavelmente conta com um cadastro extenso e estruturado de fornecedores. Isso diminui seus custos e pode lhe dar um alto faturamento.

Dessa forma, possibilita que os franqueados consigam ter condições especiais em seus pedidos. Por exemplo, prazos mais longos para pagamento, descontos por quantidade etc.

Ao investir em uma franquia, além de contar com a força de uma grande marca, o empreendedor conta ainda com o apoio da franqueadora.

Nesse sentido, há o manual de franquia, auxílio na escolha do ponto comercial e treinamento para o empresário e seus empregados. Logo, são alguns dos benefícios de ingressar em uma rede de franquia.

Esses suportes são fundamentais para o desenvolvimento do seu primeiro empreendimento. Isso porque, evita que por inexperiência você cometa erros ao longo do processo.

Passos para começar o seu primeiro negócio com franquia

Começar seu próprio negócio pode ser uma experiência emocionante e gratificante, mas também pode ser um desafio. Investir em uma franquia pode ser uma ótima opção para aqueles que desejam empreender sem começar do zero.

Aqui estão alguns passos que você pode seguir para começar o seu primeiro negócio com uma franquia: o primeiro passo é escolher a franquia certa para você. Faça uma pesquisa cuidadosa e considere suas habilidades, interesses e orçamento antes de decidir.

Depois de escolher a franquia, é hora de fazer a devida diligência. Pesquise a reputação da marca, leia o contrato de franquia e converse com outros franqueados para obter suas opiniões.

Se você decidir prosseguir com a franquia, é hora de planejar suas finanças. Determine quanto você precisará investir e como financiará seu negócio.

O próximo passo é obter a aprovação da franquia. Preencha todos os formulários necessários e atenda a todas as exigências.

Em seguida, prepare-se para o treinamento. A maioria das franquias oferece treinamento para novos franqueados, portanto, certifique-se de aproveitar essa oportunidade para aprender tudo o que puder sobre o negócio.

Finalmente, é hora de abrir seu negócio. Siga todos os procedimentos e protocolos da franquia para garantir que seu negócio comece com o pé direito.

Ao seguir esses passos, você estará em uma posição melhor para estabelecer um negócio bem-sucedido e lucrativo.

Enfim, seja um negócio próprio do zero ou por franquias, é importante ter cuidado na hora de começar seu primeiro empreendimento. Porém, com a organização certa os resultados podem ser muito bons. Boa sorte!

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje