O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » FRANQUIAS LUCRATIVAS » Qual a melhor franquia para abrir com pouco dinheiro e recuperá-lo rápido

Qual a melhor franquia para abrir com pouco dinheiro e recuperá-lo rápido

Sumário

Diante do cenário de crise econômica, é muito comum encontrar pessoas querendo saber qual a melhor franquia para abrir com pouco dinheiro. 

Com o desemprego em alta, muitas pessoas precisaram mudar de vida para reduzir ao máximo os impactos da crise. Se você é do grupo de pessoas que pensa em empreender e quer aproveitar o formato de franquias, nesse conteúdo reunimos informações valiosas sobre esse modelo de negócio. 

De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), apenas 5 em cada 100 franquias fecham as portas antes de dois anos de operação. Em comparação com os empreendimentos próprios, ¼ das empresas encerram as atividades no mesmo período de tempo.

Muito da segurança do investimento em franquias se dá pelos suportes e treinamentos que as franqueadoras oferecem aos empreendedores. Dessa forma, os franqueados têm acesso ao know-how e expertise que tornaram a marca referência no mercado. 

Por isso, preparamos o texto a seguir com dicas para você conseguir escolher as melhor marcas e uma lista com algumas franquias que podem ser interessantes para o seu perfil.

Clique, conheça e compare FRANQUIAS LUCRATIVAS. Acesse!

Vantagens de abrir uma franquia com pouco dinheiro

Primeiramente, é normal se sentir inseguro ao abrir um negócio em um momento de crise. E podemos dizer que nós, brasileiros, já vivenciamos algumas situações de crise nos últimos anos que trouxeram reflexos para o mercado econômico.

Por mais que todo investimento esteja exposto a algum risco, as franquias são modelos de negócios que permitem uma facilidade maior de desenvolvimento devido ao seu plano de negócio.

Por essa razão, fala-se tanto que abrir uma franquia é mais seguro do que investir em uma empresa que iniciará todo o processo do zero. Sem a devida orientação, é muito mais demorado e arriscado não ter um planejamento já definido para ser colocado em prática.

Assim, o modelo de negócio das franquias permite ao franqueado perceber o resultado em menor espaço de tempo. Além disso, os empreendedores contam com suporte da rede para que a unidade atinja o ponto de maturidade e comece a dar lucros.

Como apresentamos no início do conteúdo, as franquias têm mortalidade muito menor. Segundo pesquisas, apenas 5% das franquias fecham as portas dentro de um período de até dois anos. No caso de empresas comuns, esse percentual sobre para 23%.

CURSO Guia Prático Sobre Franquias. Clique e confira o conteúdo completo sobre o franchising no Brasil, como investir e como faturar!

Essa diferença tão grande uma e outra está apoiada nos suportes e treinamentos recebidos pelos franqueados, além da atuação com base em um plano de negócio já testado e aprovado no mercado. Esses ingredientes são a receita do sucesso.

Ao investir em um modelo de franquia, todo franqueado conta com as seguintes vantagens:

  • Plano de negócio preestabelecido;
  • Uma marca reconhecida no mercado;
  • Taxa de mortalidade menor que a de outros negócios;
  • Previsibilidade sobre faturamento e retorno de investimento;
  • Suporte da franqueadora.

Para saber tudo sobre as vantagens de abrir uma franquia, baixe gratuitamente o nosso ebook!

E-book

Por que devo abrir uma franquia mesmo com pouco dinheiro?

O seu objetivo é abrir um negócio próprio, mas anda pensando se realmente pode valer a pena investir o pouco dinheiro que você tem nesse empreendimento? Nós vamos explicar que essa pode ser, sim, uma oportunidade única de realizar o seu objetivo.

Por mais que pareça arriscado, se você optar por um negócio que esteja alinhado com o seu perfil de empreendedor, e com boas perspectivas no mercado, essa pode ser a sua chance de sucesso.

Banner ProResultado consultoria. Clique e confira!

Claro que tudo vai depender do seu empenho. Isso porque, em qualquer modelo de negócio, é essencial ter comprometimento com a gestão e operação. Já falamos que os franqueados encontram suporte e treinamentos completos, por isso, não abra mão de contar com o auxílio da rede.

Abaixo, vamos mostrar porque você deve empenhar seus esforços escolhendo por uma franquia. Continue a leitura.

Menos concorrência no mercado

Com um cenário econômico incerto, muitos empreendedores se sentem inseguros e acabam por não investir em um modelo de negócio. Outros até desistem de manter o negócio de pé.

Sendo assim, aqueles que decidirem enfrentar os riscos, que existem, independente da situação, poderão se destacar no segmento que vão atuar. Isso porque, não haverá tanta concorrência direta, como de costume.

Além disso, com o plano de negócios desenvolvido pela franqueadora, os suportes de marketing e de vendas, as franquias conseguem desenvolver boas estratégias para superar os desafios econômicos.

Banner Totall Marcas. Clique para conferir os serviços!

Alta mão de obra disponível

Em momentos de dificuldades financeiras, muitas pessoas acabam ficando desempregadas.

Portanto, a mão de obra para atuação na sua franquia será mais ampla e você poderá buscar por bons profissionais disponíveis no mercado de trabalho para atuar junto ao seu negócio.

Basta realizar uma boa seleção. Como mencionamos na introdução deste conteúdo, existem pessoas dispostas a retomar suas buscas por novas oportunidades e empreendedores esperando a chance de abrir o próprio negócio.

Esse é, portanto, o momento de investir na procura por bons profissionais que estão em busca de recolocação.

Momentos difíceis não são permanentes

Por mais que as crises sempre aconteçam, esses momentos não duram para sempre. Já passamos por diversas crises e, em média, o tempo de duração é de dois anos. E com a retomada da economia, o poder de recuperação tende a ser bem menos demorado.

MJG SOLUÇÕES EM ENGENHARIA. Clique e saiba como contratar essa empresa conceituada!

Quer dizer que o mercado comercial pode estar retraído, mas vai se recuperar e, quando isso acontecer, você já estará atuando à frente de seu negócio.

Até porque, uma franquia tem um tempo para ser inaugurada e começar a apresentar lucros. Se a sua opção for um modelo home office, por exemplo, é possível que o seu ramo de atuação seja mais favorável ao momento, uma vez que a atuação é virtual.

Porém, se for uma loja física, vai precisar de um pouco mais de tempo para colocá-la em prática. Até o momento de recuperação econômica, o seu negócio já terá meses de atuação e um bom reconhecimento no mercado local.

Despesas menores

Para abrir uma franquia com pouco dinheiro, é muito mais provável que a sua opção seja por um modelo de negócio mais acessível.

Neste caso, a maioria das oportunidades do franchising são de franquias mais enxutas, com operação home office ou, se for modelo físico, em estruturas mais compactas.

FOCO MARKETING. Clique e acesse para saber como faturar com o seu negócio fazendo ações de marketing!

A modalidade home office apresenta baixíssimos custos de implantação e operação, uma vez que você trabalhará de casa e precisará apenas de um computador e acesso à internet. Também não há custo com funcionários, contas extras de aluguel, IPTU, luz, água e internet, nem gestão de estoque.

Há algumas modalidades físicas que também apresentam baixos custos, como as franquias de quiosque e food truck. Esses formatos apresentam alguns custos de instalação e operação. Mas são bem inferiores se comparados com uma franquia tradicional de loja, aquelas mais robustas.

A seguir, reunimos cinco dicas que podem ser muito úteis para você ao procurar uma franquia para investir.

5 dicas para investir em franquia com pouco dinheiro

Vemos um checklist impresso (imagem ilustrativa). Texto: qual a melhor franquia para abrir com pouco dinheiro.
Seguir algumas dicas para definir a melhor escolha é um fator primordial.

Agora que você sabe que existem vantagens ao abrir uma franquia mesmo com pouco dinheiro, vamos dar algumas dicas de como escolher o seu modelo ideal de franquia para atuar.

Com essas dicas fundamentais, será possível abrir um empreendimento com baixos riscos. Avalie a seleção de dicas que trouxemos aqui e se prepare para iniciar um negócio com mais assertividade. Veja.

CONHEÇA AS SOLUÇÕES DA DOTS HUNTERS PARA FRANQUEADORAS! Clique aqui!

1. Escolha a sua área de atuação

Primeiramente, a ação de escolha e definição do seu ramo de atuação são os passos mais importantes para o seu investimento. É preciso ter afinidade com o que vai realizar, além de estudar se o negócio é compatível com o momento atual.

Não adianta apenas imaginar o que vai ser mais atrativo financeiramente, mas o que vai lhe trazer certo prazer em atuar. O seu desempenho vai depender inclusive do seu grau de satisfação com o que irá fazer.

Não é porque você vai abrir uma franquia com pouco dinheiro que não vai precisar se dedicar a ele. Muito pelo contrário. Se o seu objetivo é fazer um bom investimento por mais que seja mínimo, a ideia é que ele seja bem-sucedido.

2. Faça um planejamento financeiro

Nesse momento, é provável que você já deva ter realizado uma análise financeira de suas condições para investir, já que o seu fator financeiro é menor.

Busque por opções que sejam mais acessíveis como os modelos de negócio home office. Esses não têm taxas de instalação de loja nem alugueis ou despesas convencionais para custear a manutenção do ponto.

CONHEÇA AS SOLUÇÕES DA SULTS PARA FRANQUEADORAS! Clique aqui!

Assim, será mais fácil adquirir e já sair trabalhando. Vai depender mais de sua atuação para alcançar bons resultados, pois nesse modelo é preciso ter muita dedicação, empenho e foco.

Em resumo, não deixe de estudar a sua situação financeira. Isso é importante para não correr riscos com o investimento. Caso não tenha isso em mente, as chances de o empreendimento não dar certo serão maiores. 

3. Faça contato com as franqueadoras

Feita a pesquisa sobre o seu modelo ideal de negócio e as condições financeiras possíveis para iniciá-lo, chega o momento de entrar em contato com a franqueadora.

Assim, o primeiro passo é fazer um cadastro no site da franqueadora escolhida e aguardar por um retorno.

Esse é, inclusive, um dos pontos abordados no curso Guia Para Iniciantes. São aulas que você pode acessar clicando aqui, assistir online e entender em detalhes como investir em uma franquia. Sem prejuízo e sem o risco de escolher uma marca ruim.

Assim que possível, a marca irá avaliar o seu perfil e entrar em contato para uma conversa sobre as suas intenções e condições de investimento no negócio.

Essa é a oportunidade de você demonstrar seus objetivos com o empreendimento e também sobre suas condições financeiras.

Essa conversa é essencial para que a franqueadora conheça bem o seu perfil. Ao mesmo tempo, é a sua oportunidade para conhecer melhor a franqueadora e tirar todas as dúvidas.

4. Estude a Circular de Oferta de Franquia

A partir dessa primeira conversa, estando ambas as partes alinhadas, a franqueadora irá enviar ao candidato a Circular de Oferta de Franquia (COF). O documento contém todas as informações sobre o empreendimento.

Esse documento é de extrema importância para a sua entrada no negócio. A COF apresenta valores de investimento, taxas, previsão de faturamento, prazo de retorno. No documento também constam todas as características da franquia, direitos e deveres do franqueado e da franqueadora.

O objetivo da COF é que todas as suas dúvidas relativas à franquia sejam esclarecidas e informadas antes da assinatura do contrato. De acordo com a Lei de Franquias, os candidatos têm 10 dias para estudar a COF antes de assinar qualquer documento.

5. Pesquise sobre as demais unidades da franquia

Uma outra ação que auxilia na tomada de decisão é entrar em contato com os franqueados da rede. Na COF, estão presentes informações de contato dos atuais e ex-franqueados da marca.

Com isso, você poderá marcar uma conversa com alguns deles para saber como é a relação com a franqueadora, se os suportes e treinamentos prometidos são oferecidos de fato, como é o dia a dia de operação da unidade etc.

A partir dessa conversa, você terá uma noção ainda mais real sobre o investimento que está prestes a adquirir. É também uma oportunidade de avaliar se a rede e o modelo de negócio escolhido são realmente ideais para o seu perfil.

Qual a melhor franquia para abrir com pouco dinheiro?

Para você saber qual a melhor franquia para abrir com pouco dinheiro, o primeiro passo é conhecer em qual área a empresa atua. Vale lembrar que passamos por um momento de crise, em que as empresas estão precisando se reinventar para se manter vivas. 

Dessa forma, dois tipos de empreendimentos ganharam força. Primeiramente, as conhecidas omnichannel – formato em que se mesclam os atendimentos off-line e on-line, trabalhando para que o cliente seja o centro de todo o processo.

Já em segundo plano, mas não menos importante, estão as empresas consideradas essenciais. Entre eles estão negócios voltados para saúde, distribuidoras, segurança, assistência social, limpeza etc. 

Não é à toa que segmentos como o de Alimentação sempre se mantém em alta. De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), em 2020, o setor teve um faturamento de R$ 40,8 bilhões. 

Ao mesmo tempo, tivemos como destaque o segmento de Saúde, Beleza e Bem-estar, com um faturamento de R$ 35,2 bilhões. 

E claro, não podemos deixar de mencionar os serviços automotivos que tiveram uma alta de 89% em 2020, de acordo com uma pesquisa do GetNinjas

Assim, se seu objetivo é fazer um investimento dentro desse cenário de crise, que tem diversos pontos positivos, como baixa concorrência e bons ganhos, a melhor opção é estudar o setor desejado e achar um empreendimento que valha a pena.  

Franquias para abrir com pouco dinheiro

Agora que você sabe como escolher a melhor franquia para abrir com pouco dinheiro, separamos algumas opções de empreendimento para ajudar você a tomar uma decisão. Seja sobre o setor que mais lhe agrada ou mesmo para conhecer melhor as marcas que apresentamos. 

Assim, será mais fácil abrir a sua mente para analisar algumas opções de segmentos de bom desempenho no mercado, independente de crise ou do montante disponível.

Afinal, não é o valor que se investe mas a forma como se conduz o empreendimento que vai dizer se você será ou não um empreendedor de destaque no seu ramo de atuação. Confira!

[raio_x_esf]

Cuidados na hora de abrir uma franquia com pouco dinheiro 

Ao fazer um investimento, seja ele com qualquer valor, é sempre importante tomar certos cuidados para que o processo seja seguro. 

Para começar, não se esqueça de se organizar financeiramente. Além de realizar os pagamentos iniciais, você precisa contar com uma reserva suficiente para se manter nos primeiros meses. 

Isso porque, um negócio pode demorar um tempo para começar a dar retorno. Assim, é fundamental não estar despreparado, caso um imprevisto aconteça. 

Da mesma forma, como já pontuamos ao longo do texto, não deixe de pesquisar sobre a marca e conhecê-la a fundo. Sua unidade terá sucesso se estiver ligada a uma empresa de credibilidade e que oferece os suportes adequados. 

Ao mesmo tempo, não se esqueça de que a sua dedicação é parte fundamental para o crescimento da unidade. Logo, não deixe de se preparar, prestar atenção aos treinamentos e tirar dúvidas com a franqueadora. 

E claro, durante a operação, mantenha-se focado nos seus objetivos e busque sempre aperfeiçoar suas habilidades para entregar o seu melhor. 

Opções úteis para quem quer abrir uma franquia com pouco dinheiro 

Ao longo do texto, você pôde perceber que existem muitas franquias baratas para quem quer empreender sem precisar gastar muito. 

Mesmo com tanta variedade e valores em conta, é normal que algumas pessoas tenham algum receio de investir devido a questões financeiras. Por isso, separamos a seguir algumas dicas que podem ajudar nessa etapa. 

Procure um sócio 

Uma alternativa para abrir um negócio com pouco dinheiro e mais estabilidade é encontrar um sócio para o negócio. Isso porque, um sócio irá lhe ajudar financeiramente e será um parceiro ao longo da operação. 

Desse modo, você pode procurar uma pessoa de confiança, seja um familiar ou amigo. Mas claro, alguém que esteja alinhado com os seus objetivos e que também se identifique com o negócio proposto. 

Em seguida, é preciso combinar e regulamentar a participação de ambos, desde o quanto cada um irá investir, até as responsabilidades e funções previstas para o momento de funcionamento da unidade. 

Encontre um bom financiamento 

Já para quem deseja empreender sozinho, uma alternativa é o financiamento. Com ele, você pode encontrar opções de crédito ideais e que vão ajudar você a adquirir a franquia e se manter estável. 

Inclusive, há muitas instituições financeiras no mercado que oferecem serviços como esse. Logo, você terá um catálogo amplo de opções para analisar. 

No entanto, é sempre importante ressaltar que você deve prezar pela sua segurança, portanto, avalie tudo com o máximo de cuidado. Ainda, só solicite o serviço se for viável e se isso não for lhe prejudicar em algum momento. 

Dependendo da sua situação financeira, um financiamento pode ser arriscado. Por isso, coloque todos os valores de forma organizada em uma planilha, faça contas, planejamentos e procure entender se essa será ou não uma boa opção para o seu caso. 

Agora que você sabe qual a melhor franquia para abrir com pouco dinheiro, o que acha de aprender mais sobre o franchising? Continue em nosso blog e confira o post: O que considerar na hora de escolher uma franquia para investir?

Se preferir, você pode contar com a ajuda de nossos profissionais em uma consultoria gratuita. Assim, é possível ter o acompanhamento certo para escolher a franquia ideal. Acesse henriquemol.com.br

*Informações publicadas em Setembro/2021. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje