Uma franquia mais cara é melhor que uma mais barata? Veja a resposta aqui!

Por
em
Imagem de uma mesa com um computador, uma calculadora, papeis e algumas notas de dólares. Imagem ilustrativa texto uma franquia mais cara é melhor que uma barata.
Advertisement

Para o empreendedor que deseja saber se uma franquia mais cara é melhor que uma mais barata, é preciso pesquisar e levar em consideração uma série de fatores.

Em média, de acordo com pesquisa realizada em 2016 pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), 61% redes de franquias que atuam no Brasil estimam ter um prazo de retorno do investimento inicial entre 18 a 36 meses. Isso mostra que a lucratividade pode variar bastante entre as franquias.

Assim, pode ser que uma franquia cara tenha um prazo de retorno pouco maior do que os 18 meses citados. Porém, podem existir marcas com um prazo próximo dos 36 meses, e isso varia de acordo com alguns detalhes, como mostraremos a seguir.

É melhor abrir uma franquia cara?

Para saber se uma franquia mais cara é melhor do que uma mais barata, é preciso analisar muitos aspectos do negócio.

Por exemplo, o valor do investimento pode influenciar no lucro, tendo em vista que uma franquia mais cara possui uma marca reconhecida, um espaço maior para atendimento, além de outros atrativos.

Da mesma forma, esta franquia chegou a este valor por apresentar um know-how agregado que pode ser um diferencial para o desenvolvimento do negócio.

Contudo, um negócio pode ser bastante lucrativo mesmo que seja uma franquia barata. Existem modelos de negócios e mercados que apresentam alta rentabilidade.

A rede de franquias pode oferecer produtos ou serviços de muito valor agregado sem ter uma taxa de franquia tão alta.

Isso ocorre bastante em franquias que estão iniciando seu processo de expansão, pois para atrair mais empreendedores, elas diminuem seus custos.

Do mesmo modo, a lucratividade pode ser influenciada pelo trabalho e dedicação do franqueado. Seus desempenho à frente do negócio é um fator preponderante para um bom retorno financeiro.

Dessa forma, mesmo que seja uma franquia com baixos custos, vai depender do tipo de negócio, do mercado e do trabalho do franqueado. Por isso, os ganhos podem variar bastante.

Em outras palavras, investir em uma franquia cara é interessante por conta do nome e do suporte, mas não é certeza de sucesso e nem de lucratividade.

Imagem de duas mulheres conversando em uma sala de reunião. Imagem ilustrativa texto uma franquia mais cara é melhor que uma mais barata.
O empreendedor deve avaliar bem antes de investir em uma franquia cara.

Franquias baratas são seguras?

Em geral, as franquias são modelos de negócio com taxa de sucesso maior do que as empresas iniciantes.

Entretanto, como em todo o mercado, há opções de investimento mais rentáveis do que outros.

Nesse sentido, as franquias baratas são uma forma segura de ter o negócio próprio. Mas isso não está diretamente relacionado ao valor da marca.

Por exemplo, ter um baixo investimento inicial permite que o empreendedor consiga se planejar melhor, tenha uma reserva de emergência e evita o endividamento futuro.

Da mesma forma, as franquias mais baratas costumam ser em home office, e por isso, dispensam lojas físicas.

Por conta disso, o empreendedor corre menos risco, pois não precisa fazer investimentos em um ponto comercial, gastar com aluguel ou reformas.

Sendo assim, redes de franquias mais baratas não são necessariamente seguras, mas elas possuem uma boa rentabilidade, estão em um setor atrativo e contam com a experiência e a sua segurança trazidas por estes fatores.

Além disso, antes de se tornar um franqueado, o empreendedor também precisa avaliar se a franquia se encaixa ao seu perfil.

O valor de investimento é um ponto de partida, mas estudar o mercado no qual deseja atuar, saber o seu perfil de trabalho e sua região de atuação fazem mais diferença do que o valor da franquia.

É melhor abrir uma franquia cara ou barata?

Uma franquia mais cara é melhor que uma mais barata dependendo de diversos fatores. Por isso, o empreendedor deve avaliar cada aspecto que envolve o negócio para fazer um investimento seguro.

Um exemplo famoso é a franquia McDonald’s. A marca é reconhecida mundialmente, sendo uma das franquias mais caras do Brasil.

Assim, para investir em qualquer modelo de franquias do McDonald’s, é preciso fazer um investimento inicial que pode variar entre R$ 1,6 milhão e R$ 2,5 milhões.

Imagem de uma mala cheia de notas de dólares. Imagem ilustrativa texto uma franquia mais cara é melhor que uma mais barata.
Mesmo com bastante dinheiro o empreendedor deve tomar cuidado para investir em uma franquia sólida.

Contudo, se você for uma pessoa que não sabe lidar bem com problemas do dia a dia, não tem capacidade gerencial, possibilidade de dedicação exclusiva à franquia, mesmo com uma marca como essa, seu sucesso não é garantido.

Veja aqui alguns pontos que você deve levar em consideração para responder se uma franquia mais cara é melhor que uma mais barata.

Avalie seu perfil empreendedor

Conforme falamos, a marca não desenvolve o negócio por si só. O empreendedor é a engrenagem principal para que o sucesso seja alcançado.

Nesse sentido, ele deve entender que não se escolhe uma franquia apenas pelo seu valor de investimento e renome da marca.

O empreendedor é quem estará à frente do negócio, e ele precisa se adaptar ao trabalho para que a empresa evolua bem.

Assim, é preciso buscar por uma franquia que se encaixe ao seu perfil, entender como suas qualidades podem contribuir neste processo.

Por exemplo, se você não tem nenhuma vocação para cozinhar e não se sente atraído pelo mercado de Alimentação, não adianta investir em uma franquia neste setor, por mais famosa que a marca seja.

Do mesmo modo, existem franquias baratas que podem se adequar melhor ao seu gosto pessoal. E isso é importante para que o trabalho do dia a dia seja prazeroso para o franqueado e renda bons lucros.

Saiba quanto você pode gastar

Advertisement

O planejamento financeiro é uma das bases para o empreendedorismo. Para investir em uma franquia, é preciso analisar quanto você tem para gastar.

Buscar uma franquia cara se você não tem de onde tirar este dinheiro pode ser perigoso. A franquia deve se adequar à sua capacidade financeira.

Nesse sentido, é preciso colocar na ponta do papel seus gastos, o capital que possui pra investir, verificar se possui algum bem que possa vender sem atrapalhar a sua vida.

Analise estes aspectos financeiros antes de decidir por investir em uma franquia para evitar dar um “passo maior do que as pernas”.

Imagem de uma pessoa contando dinheiro.Imagem ilustrativa texto uma franquia mais cara é melhor que uma mais barata.
Entenda qual a sua capacidade financeira para ai sim adequar

Planeje seu financeiro em longo prazo

Depois de avaliar quanto dinheiro tem para investir, o empreendedor deve estudar as formas de fazer este investimento.

Por exemplo, vender um bem como um imóvel ou um veículo pode ajudar a levantar capital e evitar que busque um empréstimo.

Além disso, o franqueado deve levar em consideração que não conta apenas o investimento inicial para investir em uma franquia.

Na Circular de Oferta de Franquia (COF) o empreendedor tem uma noção de todos os custos necessários para a implantação do negócio.

Assim, taxas de royalties e fundos de propaganda que são cobradas mensalmente, além dos custos de reformas e adequação do espaço físico para receber a unidade da franquia.

Ainda, ter um capital de giro para que o negócio tenha saúde financeira e consiga arcar com os compromissos mesmo em meses de poucas vendas.

O empreendedor deve saber que demora um tempo até a maturação do negócio para que comece a ter o lucro esperado.

Enfim, o empreendedor precisa ter certeza de que consegue arcar com todos estes custos sem precisar fazer um empréstimo.

Considere seu mercado local

Além de avaliar o seu próprio perfil e sua capacidade financeira, o interessado em uma franquia deve estudar o seu mercado local.

Para avaliar se uma franquia mais cara é melhor que uma mais barata, é preciso levar em consideração a região e o seu público consumidor.

Não é eficiente investir em uma franquia chamativa, de grande investimento inicial e com produtos mais caros em uma região com uma população de baixa renda.

O tipo de negócio, valor dos produtos ou serviços deve estar de acordo com o mercado local. Por isso, muitas franquias apresentam estudos sobre as regiões mais indicadas na sua cidade para abrir uma nova unidade da marca.

Imagem de uma rua comercial cheia de pessoas caminhando. Imagem ilustrativa texto uma franquia mais cara é melhor que uma mais barata.
O mercado local precisa comportar sua franquia para que o investimento dê o retorno esperado.

Outro ponto é estudar os concorrentes, saber quem são eles, onde estão e como podem vir a dificultar o desenvolvimento da sua unidade.

Tudo isso deve ser pensado antes de optar por uma franquia cara ou barata. Além disso, o empresário deve pensar bem em qual tipo de negócio ele vai investir.

Avalie bem a franqueadora

No processo de escolha da franquia na qual vai investir, um ponto chave é estudar bem a franqueadora da marca ou das marcas nas quais você se interessou.

Conheça a sua história, busque informações sobre processos, se informe se os franqueados e ex-franqueados estão satisfeitos com a empresa.

Do mesmo modo, analise na COF como está o balanço financeiro da empresa e se suas finanças estão saudáveis. Ainda, verifique se ela poderá arcar com toda a estrutura de suporte para seus franqueados.

Mesmo franquias caras podem apresentar dificuldades ou prometerem mais do que podem cumprir. Assim, é ainda mais importante estar seguro em relação à franqueadora antes de investir um capital considerável no negócio.

Da mesma forma, mesmo que seja uma franquia barata, evite optar por marcas aventureiras, sem renome ou cuja estrutura e marca estejam em decadência.

Enfim, o mercado é muito amplo, por isso o empreendedor deve estar atento. Existem várias marcas disponíveis, por isso todo o cuidado é pouco.

Veja aqui algumas opções de franquias no link abaixo que separamos para você.

Caso opte por uma franquia, entre em contato com a franqueadora. Se ainda está em dúvida, receba uma consultoria gratuita com especialistas que vão lhe ajudar na escolha da melhor franquia para você. Acesse: henriquemol.com.br.

Advertisement
Advertisement