Franquia KFC: quanto custa se tornar um franqueado dessa marca?

Por
em
Imagem de coxinhas de frango fritas e batatas fritas.
Advertisement

A Franquia KFC é uma das marcas mais famosas do mundo e referência em frango frito. E para montar uma unidade da rede norte americana, o empreendedor deve desembolsar um bom dinheiro.

A marca conta com mais de  5 mil lojas distribuídas por 120 países, e no Brasil busca a expansão de mercado nas cidades com mais de 500 mil habitantes, principalmente capitais.

Mas se você empreendedor ficou animado com a possibilidade de abrir uma unidade da franquia KFC, deve conhecer os valores de investimentos. Então, fique com a gente.

Quanto custa uma franquia KFC?

O valor total aproximado de investimento para abrir uma unidade da franquia KFC é de R$ 1.850.000,00.

Neste valor, está inserido um conjunto de investimentos e despesas que são necessárias para o processo de abertura de uma unidade.

A marca exige um método minucioso para a inauguração da sua unidade, a localização do ponto e até a experiência do futuro franqueado contam neste processo.

Entretanto, a franquia não financia os valores de taxa de franquia, entre outros, mas possui parcerias com instituições financeira que podem fazer este parcelamento.

Assim, para se tornar um franqueado KFC Food Court / Chick , a instalação deve ser feita em restaurantes a partir de 60m², em praças de alimentação de shoppings centers ou centro comerciais, sem assentos privativos.

Construção da unidade KFC

A franquia KFC exige que suas lojas sigam um padrão de excelência e sejam bem adequadas para o processo de produção dos produtos da rede.

Para a construção da unidade o valor aproximado de gastos é de R$ 490 mil. Isso porque o estabelecimento deve, além de um padrão, ter também toda a identidade da marca.

Dessa forma, como a exigência do padrão da marca é alto, os investimentos também são, e por isso, o empreendedor deve se programar bem financeiramente para abrir uma franquia KFC.

Imagem de pedaços de frango frito em um pote. Imagem ilustrativa texto franquia KFC.
O frango frito é o carro-chefe da marca KFC.

Equipamentos para a franquia

Advertisement

Assim como os cuidados com o ponto comercial, a franquia KFC também exige equipamentos apropriados para a preparação dos produtos e de fornecedores exclusivos.

Para esta parte, o investimento para uma unidade da franquia gira em torno de R$ 900 mil, pois envolve fritadeiras e fornos especiais.

Além disso, diversos outros equipamentos de médio e pequeno porte fazem parte da linha de produção da marca.

Projetos e demais taxas

Além de todos os gastos com equipamentos e com a reforma da loja para instalar uma unidade KFC, o franqueado ainda gasta por volta de R$ 60 mil com projetos e taxas.

Com isso, ele deixa a loja de acordo com padrão da marca, e isso inclui também a regularidade com a legislação, que envolve licenças da Vigilância Sanitária e Corpo de Bombeiros.

Neste projeto devem estar inclusos os encanamentos de gás para abastecer os equipamentos, bem como os cuidados com as seguranças dos funcionários.

Taxa de franquia do negócio

O valor da taxa de franquia, paga uma única vez quando no momento de assinatura do contrato com a franquia KFC, é de U$ 53.400. Transformando para Reais, o valor fica próximo de R$ 286.758,00.

Este valor, que pode variar de acordo com a cotação do dólar à época da assinatura do contrato, equivale ao licenciamento da marca e o know how de produção, bem como os treinamentos para o início da unidade.

Da mesma forma, é a remuneração da franquia pela assinatura do contrato, e deve vir bem explicada na Circular de Oferta de Franquia (COF). Assim, o interessado já sabe de antemão quais são os detalhes incluídos nesta taxa.

Outras despesas com a empresa

Do mesmo modo, depois de vários investimentos feitos, o empreendedor ainda deve separar um valor próximo de R$ 150 mil para outras despesas com a unidade.

Neste valor, está incluso o capital de giro e um capital para eventuais necessidades que podem surgir logo após a inauguração da loja.

Imagem de notas de real.
O empreendedor deve ser organizar bem antes de investir em uma franquia KFC.

Cardápio e modelos de negócio da franquia KFC

O cardápio da franquia KFC é conhecimento mundialmente pelo seu frango frito no balde, produto comum em filmes e séries americanas.

Da mesma forma, ao longo dos anos a franquia vem diversificando, e atualmente conta também com opções de sanduíches, acompanhamentos, molhos, sobremesas, bebidas e boxes.

Além do mais, o cardápio agrega ainda mais valor para a marca, com a receita que é mantida em segredo ao longo dos anos de atuação.

Ao mesmo tempo, a franquia investe em um modelo de negócio voltado para lojas de shoppings de grandes cidades.

É um modelo que investe em comidas rápidas e de consumo em praças de alimentação. Assim, a rede não busca que os clientes permaneçam em suas lojas por muito tempo, já que não exige mesas e cadeiras próprias da unidade.

Vale a pena investir em uma franquia KFC?

Como visto, o investimento para ter uma unidade da franquia KFC é alto, no entanto, existe uma boa possibilidade de retorno.

A rede oferece um produto já conhecido, com uma marca de renome, o que ajuda na captação de clientes para a unidade.

A taxa de retorno do investimento fica entre 42 e 48 meses, sendo que o contrato entre franquia e franqueador é de 10 anos. Dessa forma, é possível rever o capital investido em um prazo razoável e ainda ter tempo para obter lucro.

Além disso, a franquia possui um produto que cada vez mais tem caído no gosto popular do brasileiro, o que pode representar vendas ainda maiores em um futuro próximo.

No entanto, o empreendedor deve ficar atento também às taxas cobradas mensalmente pela franquia para que planeje seus custos.

A rede cobra de cada unidade um valor de 6% sobre o faturamento bruto a título de royalties, e de 5% sobre este faturamento para o fundo de propaganda.

Separamos um ebook para você que ainda está em dúvida sobre investir ou não em uma franquia.

ebook chegou a sua hora de empreender?

Outros modelos de franquia no setor de Alimentação

O cenário para franquias na área de alimentação, como o KFC, é bem promissor e de alto faturamento.

Segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), este segmento é o de maior faturamento no mercado de franquias brasileiro.

Entre 2018 e 2019, o setor de alimentação faturou mais de R$ 48 bilhões, com uma alta de 5,6% em relação ao ano anterior. Até o terceiro trimestre de 2020, o setor havia faturado mais de R$ 41 bilhões, mesmo com a crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus.

Além de um alto faturamento, o segmento de alimentação é variado, com modelos de negócios para todos os perfis de empreendedores.

Da mesma forma, são diversos tipos de produtos para comercialização, e é um setor que vive menos altos e baixos, por oferecer produtos indispensáveis.

Além da franquia KFC, separamos para você três outras franquias de alimentação para conhecer e, quem sabe, optar por uma delas para empreender.

1. Fórmula Pizzaria

A franquia Fórmula Pizzaria começou suas atividade em Belo Horizonte (MG), e tem se expandido pelo estado de Minas Gerais e fora dele.

A rede conta com uma cozinha central onde são produzidas as massas e outros ingredientes das pizzas. Dessa forma, a franquia mantém um padrão de qualidade e uniformidade nos seus produtos.

Ainda, os ingredientes são embalados a vácuo, para se manterem frescos e saborosos por mais tempo. Além disso, é uma forma de evitar que cada unidade tenha que manter um estoque muito grande de insumos.

Da mesma forma, a Fórmula Pizzaria é voltada principalmente para o delivery de pizza, podendo o franqueado optar também por um modelo com mesas de atendimento no local.

A rede conta com sabores exclusivos, desenvolvidos unicamente para a marca, além de ter entre seus produtos os calzones e pizzas doces. Ao todo, são mais de 40 sabores da receita.

Além dos cuidados com o produto, a franqueadora também oferece uma série de suportes para as unidades. Cada franqueado conta com treinamento para a gestão da loja, auxílio para a parte jurídica e ações de marketing para toda a rede.

A marca trabalha com três modelos de negócio. São eles: o Delivery com cozinhas compartilhadas, Delivery e Delivery + Mesas.

O investimento para uma unidade da Fórmula Pizzaria varia entre R$ 99 mil e R$ 175 mil.

2. N1 Chicken

A franquia N1 Chicken surgiu em 2017 e é uma rede focada 100% no delivery de frango frito. Cada unidade da franquia precisa contar com, no máximo, quatro colabores para a gestão do negócio.

O investimento inicial para uma unidade da N1 Chicken varia de R$ 99 mil a R$ 159 mil, com um faturamento mensal de até R$ 150 mil e prazo de retorno entre 9 e 16 meses.

3. MR Fritz

Especializada em frango frito, a franquia Mr Fritz está no mercado de franchising deste 2018 e possui dois modelos de negócios: loja com retirada no balcão e delivery, e um modelo com o acréscimo de área de restaurante.

O investimento inicial para uma franquia MR Fritz é a partir de R$ 30 mil com um prazo de retorno de 12 a 18 meses.

Separamos também um conteúdo com outras franquias baratas para investir em 2021.

*Informações publicadas em Março/2021. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.

Advertisement
Advertisement