Franquias de moda: as 21 marcas de lingerie mais conhecidas no Brasil!

Por
em
Advertisement

As franquias de moda são empresas especializadas na comercialização e produção de peças para vestuário. Elas podem atuar em várias frentes: peças fitness, casuais, social, esportiva, íntima etc.

Entre essas opções, o nicho de lingerie é um dos que mais crescem ao longo dos anos. Especialmente porque essas peças deixaram de ser vistas exclusivamente como roupas íntimas.

Hoje, as lingeries fazem parte do look e da composição da vestimenta. Muitas delas ficam aparentes, o que requer certo requinte e beleza. Mas essa atratividade aos usuários não é a única vantagem das franquias de moda.

Esse é um setor que possui uma característica importante se compararmos com outros segmentos. A rotatividade de clientes costuma ser mais alta, pois as pessoas estão sempre a procura das melhores coleções, das peças mais confortáveis e do estilo que mais combina com elas.

Assim, cabe aos donos de franquias de moda procurar as melhores soluções para conseguir se diferenciar dos concorrentes. Principalmente, para entregar produtos que vão conseguir atingir o maior número de clientes possível.

Pensando nisso, preparamos o texto a seguir com algumas informações importantes sobre o mercado e uma lista das melhores franquias de moda. Acompanhe!

Franquia de moda: opções de nichos

Vemos uma mulher escolhendo roupas em uma loja (imagem ilustrativa). Texto: franquias de moda.
Existem diversas opções de negócios possíveis no ramo da moda.

Antes de se inserir no mercado, é importante avaliar a opção de franquia de moda que você deseja representar dentre uma variedade de nichos. Isso porque existem formas de representar vários ou apenas um tipo de segmento.

Contudo, é importante analisar que um investimento muito alto, apesar de ampliar as possibilidades de ganhos, requer um capital mais robusto. Logo de cara, talvez não seja a melhor opção investir nos modelos mais caros.

Mas existem outras oportunidades de entrar para o mercado de franquias representando um subsegmento que trará bons resultados para o seu empreendimento.

Moda íntima

Moda íntima é um dos subsegmentos que mais se destacam entre as franquias de moda. Por ser um nicho casual, e fazer parte do cotidiano de praticamente todo mundo.

Em outras palavras, é um mercado considerado essencial e que, portanto, não depende da sazonalidade reforçando, assim, o seu potencial de vendas no mercado.

Plus Size

Advertisement

O segmento de moda Plus Size faz parte de um setor ainda pouco explorado, mas com uma demanda bem alta perante o mercado. Por isso, o setor pode ser uma alternativa de negócio atrativo e bastante lucrativo.

Moda Infantil

Outra oportunidade são as franquias de moda infantil. Esse mercado costuma ter alta lucratividade, pois atende a uma demanda com alta rotatividade.

Isso porque bebês e crianças crescem muito rápido, logo, pais e/ou responsáveis estão sempre em busca de vestuários e calçados para os pequenos.

Feminina

A moda feminina é uma das que mais vendem no setor. Nesse sentido, a potencialidade do mercado está relacionada ao perfil das consumidoras que não abrem mão das novas tendências.

Masculino

A moda masculina faz parte desse mercado promissor que são as franquias de moda. Ao mesmo tempo, são opções que possibilitam um ganho expressivo de vendas.

Por atenderem um público específico, as redes podem trabalhar com peças variadas. Dessa forma, um amplo portfólio potencializa as possibilidades de ganhos da unidade franqueada.

Qual a vantagem do mercado de franquias de moda?

Vemos vários blocos de madeira empilhados com símbolo de loja impressos. O primeiro bloco da ponta superior à direita da imagem, em vermelho, foi o escolhido por uma pessoa que está prestes a retirá-lo da pilha (imagem ilustrativa).
Existem inúmeras vantagens ao atuar em uma franquia de moda.

Uma das vantagens de entrar para o mercado de franquias de moda está na ascensão do setor, como mostra o estudo feito pela Associação Brasileira de Franchising (ABF). Em 2019, o mercado de moda foi o terceiro com o maior faturamento, atingindo R$ 24 bilhões no período.

Além disso, foi possível identificar um crescimento de 5% em comparação com o ano anterior. Outro destaque está para o número de unidades que foram inauguradas, quase 2% a mais.

Esse crescimento ajudou o varejo a se recuperar de um período de recessão, principalmente para o segmento de vestuário. O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) identificou, em 2019, um avanço de 4,4% nas vendas do setor comparado a 2018.

Falando especificamente das franquias de moda íntima, os números também são bastante interessantes. Por exemplo: entre 2014 e 2018, a produção de sutiãs e calcinhas teve alta de 10,2% e 9,6%, respectivamente.

Alta na produção é um dos destaques

O aumento da produção vem como consequência da procura por esse tipo de produto. Logo, investir em um negócio de lingerie pode ser uma ótima opção para ter bom público e faturar.

Principalmente se sua empresa for uma franquia. Afinal, esse é um modelo de negócio preestabelecido. Ou seja, ao iniciar uma franquia, você, empreendedor, vai reproduzir o modelo de uma marca que já atua no mercado.

Assim, com um plano já testado em outras unidades, você vai contar com sucesso mais rapidamente. Ao mesmo tempo, uma franquia tem uma marca conhecida pelos clientes. Então, os usuários têm maior confiança no negócio.

O que um franqueado de loja de roupas precisa saber antes de inserir no mercado

Vemos duas mulheres em reunião (imagem ilustrativa). Texto: franquias de moda.
Algumas dicas irão reforçar a sua atuação a frente do negócio.

Antes de mais nada, muitos empreendedores não conseguem levar o seu negócio adiante pelo simples fato de não analisar bem o mercado e as possibilidades.

Por essa razão, é importante avaliar algumas questões que, aparentemente são simples, mas que podem fazer uma grande diferença na hora de você iniciar a franquia.

Dessa forma, trouxemos aqui algumas delas para sua análise e compreensão que podem reforçar a pesquisa na hora de escolher por sua franquia de moda.

Tenha afinidade para atuar no setor

Nem precisa dizer que no empreendedorismo você escolhe o que deseja realizar. Certamente deve optar por alguma atividade que esteja alinhada com o seu desejo.

Até porque você vai precisar se dedicar muito ao negócio. E essa dedicação é essencial em qualquer empreendimento, além de se identificar com o mercado de atuação.

Por exemplo, imagine passar boa parte do seu tempo atuando à frente de uma atividade que não lhe agrada? Não daria certo, não é mesmo?

Por isso, o ponto inicial dessa análise é a busca pelo segmento que mais o agrada. Como estamos falando do setor de moda, você pode escolher por uma atuação específica para se dedicar mais ao seu público-alvo.

Não é preciso experiência para atuar na franquia

A experiência na atuação de uma franquia não é obrigatória. Mas caso já tenha alguma vivência no segmento de vendas e lojas de roupas, esses conhecimentos serão favoráveis para a sua nova atuação.

Por outro lado, nas franquias, os empreendedores recebem treinamentos em todas as áreas de atuação, inclusive sobre vendas, marketing e atendimento. Portanto, você será totalmente capacitado para gerenciar e operar o negócio.

Além disso, as franqueadoras garantem suporte completo no cotidiano de trabalho da franquia. Por exemplo, treinamentos e suportes que reforçam a segurança do investimento.

Conheça as possibilidades de lucro

Outro ponto que deve ser avaliado é esclarecer todos os seus interesses junto à franquia, inclusive sobre as expectativas de ganhos.

Vale ressaltar que as expectativas geram uma idealização. Entretanto, para atingir os ganhos, é importante que você tenha dedicação e siga todas as padronizações repassadas pela rede.

Ou seja, o potencial de lucratividade vai depender exclusivamente de quem está à frente do negócio, neste caso, você e sua equipe.

Vemos cinco pilhas de moedas como se fossem um gráfico de crescimento.
Avalie se o plano de negócios favorece a lucratividade do empreendimento.

Ou seja, todas as perspectivas de lucro apresentadas no plano de negócios da franquia são possíveis. Pois já foram testados e realizados por outros franqueados.

Entretanto, os franqueados precisam ter comprometimento com o trabalho, dedicação e seriedade para gerenciar a unidade.

Analise a sua capacidade de investimento

A princípio, quando você pensa em investir em uma franquia, o primeiro passo é analisar a sua capacidade de investimento.

Entender se o seu aporte financeiro está de acordo com o valor que a franqueadora exige para aquisição de uma unidade é importante para não comprometer a sua renda familiar.

Nesse sentido, existem no mercado diversas oportunidades possíveis para todo tipo de empreendedor. Há formatos com operação home office, que não exigem instalação de um ponto comercial e, portanto, são modelos de franquias baratas.

Há outras que requerem um capital mais robusto e, por isso, a franquia será instalada em pontos comerciais maiores. Além disso, você terá que contratar funcionários, gerenciar estoque, entre outras questões.

Por isso, avalie as características das franquias, valores e porte junto da sua capacidade financeira. Do mesmo modo, pense se é viável adquirir um empréstimo para financiar uma parte, ou a possibilidade de um sócio investidor.

21 franquias de moda íntima mais conhecidas no Brasil

Agora que você viu algumas características das franquias de moda e como o mercado é atrativo para os futuros empresários do ramo, vamos apresentar quais são as franquias de moda mais conhecidas do País.

Assim, mesmo com o que falamos até aqui, vale ressaltar que moda íntima não está ligada apenas para à moda feminina. Dessa forma, nessa lista será possível identificar lojas que são exclusivas para o público masculino e infantil.

1. Mardelle

A Mardelle é uma empresa focada em moda íntima. Natural de Minas Gerais, a marca está há mais de 20 anos atuando no segmento e se tornou uma referência de qualidade e conforto para o cliente.

Com um dos preços mais em conta do país, ela atua em todas as linhas: feminina, masculina, noite, infantil, plus size e maternidade.

A marca oferece duas modalidades de negócio. Dessa forma, as opções para o investidor são lojas para shopping e ruas comerciais.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 206 mil
  • Faturamento médio mensal: até R$ 80 mil
  • Prazo de retorno: entre 18 e 24 meses

Conheça um pouco mais sobre a Mardelle e suas vantagens no vídeo a seguir. Veja!

2. Hope

A Hope é uma das franquias de moda que está no mercado há mais de 50 anos. Desde o seu surgimento, a empresa se propôs a entregar o máximo conforto para as mulheres por meio de suas peças íntimas.

Atualmente, ela é uma das referências do segmento e está explorando sua rede de franquias desde 2005, quando inaugurou sua primeira unidade em São Paulo. Assim, com o passar dos anos, já são mais de 180 franqueados espalhados pelo Brasil.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 260 mil
  • Faturamento médio mensal: até R$ 110 mil
  • Prazo de retorno: entre 24 e 48 meses

3. Intimissimi

Presente em mais de 48 países, a Intimissimi é uma marca mundial que se consolidou no mercado graças a sua rede de franquias. Ou seja, devido ao apoio, treinamento e suporte, foi possível entregar para os franqueados boas experiências no ramo do empreendimento e gestão.

Assim, criada em 1996, a empresa é uma referência na Europa e conta com lojas espalhadas em grandes polos como Barcelona, Milão, Roma, Paris, Lisboa, Viena etc. Além disso, vale lembrar que todas as peças são 100% importadas.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 480 mil
  • Faturamento médio mensal: até R$ 180 mil
  • Prazo de retorno: entre 24 e 36 meses

4. Anacapri

A franquia Anacapri atua com a venda de calçados e acessórios femininos para todo o Brasil.

Dessa forma, em seu portfólio, os clientes encontram modelos de sapatos com e sem salto, botas, tênis, sapatilhas, bolsas, mochilas, pochetes, pingentes, meias, entre outros.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 410 mil
  • Faturamento médio mensal: a partir de R$ 125 mil
  • Prazo de retorno: entre 36 e 48 meses

5. Balonè

Com mais de uma década de operação, a Balonè proporciona às consumidoras um momento de compra diferenciado. Dessa forma, dentre os seus principais produtos estão joias e bijuterias.

Além disso, a franquia possui modelo de loja ou quiosque para os empreendedores que desejam investir no mercado da moda.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 285 mil
  • Faturamento médio mensal: a partir de R$ 60 mil
  • Prazo de retorno: entre 24 e 36 meses

6. Outlet Lingerie

A rede de lojas especializada em lingerie tem como proposta atrair o público por meio dos seus preços de outlet, podendo chegar a descontos de até 70%. São diversas marcas trabalhando junto da empresa.

Sendo assim, desde 2008 no mercado, e natural da cidade de São Paulo, ela busca montar uma rede apenas com unidades físicas.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 250 mil
  • Faturamento médio mensal: a partir de R$70 mil
  • Prazo de retorno: entre 24 e 36 meses

Para saber se é a hora certa para empreender, baixe o ebook a seguir e confira todas as dicas!

E-book "Chegou a sua hora de empreender?"

7. Polo Wear

A Polo Wear é uma marca responsável por oferecer produtos de alta qualidade e conforto. Como resultado, a marca agrega valor e custo benefício para seus clientes.

Tal comportamento fez com que a empresa entrasse para o grupo Top Brands Fashion, uma holding com mais de 30 marcas no mercado de roupas.

Atualmente, são mais de 20 franquias e cerca de 250 revendedores que levam e espalham as coleções e produtos que mesclam o casual com o esportivo. Além disso, marca atende mulheres e crianças de todas as idades.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 750 mil
  • Faturamento médio mensal: não informado
  • Prazo de retorno: não informado

8. Valisere

Uma das marcas mais antigas do Brasil, a Valisere surgiu em 1934. Após 50 anos de mercado, ela passou a fazer parte do maior grupo têxtil da América Latina, o Rosset. Desde então, a empresa passou a focar o seu empreendimento para o público jovem.

A marca ficou conhecida pela publicidade sobre o primeiro sutiã, em 1987, se tornando uma das referências em qualidade, conforto e estilo. Dessa forma, grande parte das suas coleções são voltadas para a renda, material que passou a fazer parte do DNA da marca.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 240 mil
  • Faturamento médio mensal: até R$ 100 mil
  • Prazo de retorno: entre 24 e 36 meses

9. Colcci 

A Colcci é uma das marcas de roupas mais consolidadas do Brasil. A empresa catarinense com mais de 30 anos de existência atua fortemente no mercado de roupas para o público masculino, feminino e infantil.

Ela é figurinha carimbada em eventos como Fashion Rio, São Paulo Fashion Week e semanas de moda. Atuando em mais de 30 países, a empresa também possui uma linha voltada para a vida fitness. Só é possível abrir unidades físicas.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 685 mil
  • Faturamento médio mensal: R$ 170 mil
  • Prazo de retorno: entre 24 e 36 meses
Vemos uma loja de roupas masculinas (imagem ilustrativa). Texto: franquias de roupas.
O mercado da moda é um setor com bom faturamento e público variado.

10. Casa das Cuecas

Voltada exclusivamente para moda masculina, a Casa das Cuecas é uma marca que possui diversos produtos que vão além do que o nome sugere. Não à toa, ela está há mais de 50 anos atuando no setor.

Assim, em seu portfólio estão conjuntos, meias, sungas, camisetas, acessórios e, claro, roupas íntimas. Seja para crianças ou os usuários plus size. Neste momento, a empresa tem mais de 10 unidades espalhadas pelo Brasil.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 300 mil
  • Faturamento médio mensal: a partir de R$ 120 mil
  • Prazo de retorno: entre 30 e 36 meses

11. Casa das Calcinhas

Atuando no mercado desde o final da década de 1970, a Casa das Calcinhas é uma empresa que se especializou no varejo dessas peças.

O grande diferencial da marca é o seu atendimento personalizado, pois os clientes têm a possibilidade de contar com uma consultoria durante o processo de escolha da peça.

Além disso, a empresa se dedica ao conceito outlet e comercializa diversas marcas do mercado de moda íntima. Assim, com o atendimento realizado por vendedores qualificados sobre o caimento e qualidade das peças, o franqueado pode oferecer um atendimento mais personalizado.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 100 mil
  • Faturamento médio mensal: a partir de R$ 120 mil
  • Prazo de retorno: entre 16 e 18 meses

12. Scala

Criada por uma das maiores indústrias têxteis da América Latina, a Scala veio para trazer mais conforto para o público feminino. Ela atua com apenas três linhas: underwear (roupas íntima), peças básicas e shapewear (roupas que modelam o corpo).

Vemos algumas peças íntimas penduradas em cabides em uma loja (imagem ilustrativa).
Contar com diversos produtos é importante para chamar a atenção dos clientes.

Porém, para investir na franquia, é preciso uma loja com no mínimo 50 m². O modelo de negócio só permite unidades em centros comerciais.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 320 mil
  • Faturamento médio mensal: não divulgado
  • Prazo de retorno: entre 24 e 36 meses

13. Darling

A Darling é uma empresa especializada em lingerie que tem como sede a capital paulista. Porém, apesar de estar no mercado desde 1949, sua migração para o sistema franquias se deu apenas em 2009. Assim, a marca conta com mais de 10 franquias espalhadas pelo Brasil.

O foco da empresa é oferecer um ponto de venda que seja capaz de apresentar toda a linha de peças exclusivas da marca. Além disso, a Darling é reconhecida no mercado pelas suas linhas fashion, básico, noite e acessórios.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 290 mil
  • Faturamento médio mensal: até R$ 70 mil
  • Prazo de retorno: entre 24 e 36 meses

14. Sketch

A franquia de roupa masculina Sketch está no mercado desde a década de 1990. De Belo Horizonte (MG), a marca mineira começou a expandir a sua área de atuação por meio do modelo de franchising.

Dessa forma, a ideia da empresa é atuar em um setor que sofre com lacunas: a moda exclusiva para homens. A empresa atrai franqueados graças ao seu modelo de negócio sólido, confiável e com bom rendimento.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 330 mil
  • Faturamento médio mensal: a partir de R$ 100 mil
  • Prazo de retorno: não informado

15. Jogê

São mais de 50 anos de experiência no mercado de moda íntima. Suas coleções são reconhecidas pelo público devido a sua ideia de estar presente em vários momentos especiais e marcantes.

Vemos uma loja de lingerie muito bem organizada e com várias peças expostas (imagem ilustrativa).
As lojas de lingeries precisam contar com um visual atrativo e confortável.

Além disso, suas peças também possuem uma delicadeza que proporciona qualidade e conforto para quem as estiver usando.

Dessa forma, a marca acredita que uma lingerie precisa ser a segunda pele da mulher. Por isso, as coleções precisam ser pensadas na melhor experiência possível para os clientes.

A marca oferece para seu público linhas de calcinhas, pijamas, body, maternidade, sexy e modeladores.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 380 mil
  • Faturamento médio mensal: não divulgado
  • Prazo de retorno: entre 24 e 36 meses

16. Hering Store

Fundada há aproximadamente 140 anos, a Hering é uma das marcas brasileiras mais lembradas quando se trata de vestuário. De Blumenau, Santa Catarina, a empresa tem no lifestyle casual o diferencial para continuar dominando o mercado de franquia no segmento.

Porém, a empresa exige um espaço entre 50m² e 180m² e um quadro de funcionários que pode chegar a até 40 colaboradores. Atualmente, são quase 600 unidades espalhadas pelo Brasil e mundo.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 320 mil
  • Faturamento médio mensal: não informado
  • Prazo de retorno: entre 24 e 48 meses

17. Liz 

Mais uma marca nacional, a Liz é uma das franquias de moda que tem como ideia transformar os desejos femininos em produtos capazes de valorizar o corpo entregando a maior elegância possível.

Dessa forma, desde 2012, a marca decidiu abrir a sua rede de franquias e, atualmente, conta com mais de 30 lojas espalhadas pelo Brasil.

Além disso, o grande diferencial da Liz está na inovação de seus produtos, que possuem foco em tecnologia, alta qualidade e respeito ao meio ambiente. A marca também é responsável por exportar seus produtos para mais de 50 países.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 398 mil
  • Faturamento médio mensal: até R$ 110 mil
  • Prazo de retorno: entre 22 e 36 meses

18. Puket

Criada ainda na década de 1980, a Puket tinha como objetivo inicial atuar no mercado de meias. Diante do sucesso, ela passou a criar sua linha própria de pijamas e outras peças do vestuário infantil.

Dessa forma, com personalidade e buscando inovar em cada segmento, a empresa decidiu ampliar sua área de atuação. Todas as suas unidades fazem parte do modelo de loja oferecido pela marca.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 350 mil
  • Faturamento médio mensal: a partir de R$ 2,5 mil/m²
  • Prazo de retorno: entre 24 e 36 meses
Vemos algumas roupas e acessórios para bebês sobre uma camas (imagem ilustrativa). Texto: franquias de moda.
O mercado de roupas e acessórios para bebês é bom para atuar.

19. Sensual Moda Íntima

A Sensual Moda Íntima é uma marca com origem no Sul do Brasil e mais de 25 anos de história. Com o sucesso do empreendimento, a marca passou a ganhar espaço no interior.

Dessa forma, em menos de dois anos, já possuía duas lojas próprias em Chapecó, Santa Catarina, e em Erechim, no Rio Grande do Sul.

Assim, com o sucesso do empreendimento, na primeira década dos anos 2000, logo surgiram as primeiras unidades franqueadas da marca. Além disso, em seu catálogo estão lingeries, pijamas e acessórios voltados exclusivamente para o público feminino.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 140 mil
  • Faturamento médio mensal: a partir de R$ 50 mil
  • Prazo de retorno: entre 24 e 30 meses

20. Reserva

A Reserva é uma marca que atua no mercado de roupas masculinas desde 2004. Natural da cidade do Rio de Janeiro, a empresa já esteve presente em grandes eventos de moda como a Fashion Rio.

Dessa forma, seu objetivo agora no mercado de franquias é tornar a marca reconhecida no mundo pelo seu modo de tratar os clientes, a qualidade de seu vestuário e o tipo de atendimento diferenciado no setor.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 600 mil
  • Faturamento médio mensal: a partir de R$ 100 mil
  • Prazo de retorno: entre 24 e 30 meses

21. Recco Lingerie

Por fim, criada na década de 1970, a Recco Lingerie é uma empresa que busca entregar para seus clientes as melhores lingeries do mercado, sempre focada na qualidade, performance, tecnologia e inovação.

Sendo assim, a Recco conta com dois parques industriais em São Paulo, que são responsáveis por fabricar as peças com exclusividades. Além disso, são mais de 30 unidades pelo Brasil.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 390 mil
  • Faturamento médio mensal: não informado
  • Prazo de retorno: entre 24 e 36 meses

Franquias de moda: como abrir?

As franquias de moda estão em alta. Não à toa, existem diversas opções no mercado, como apresentamos anteriormente. Isso permite ao empresário escolher a que melhor combina com o seu perfil e o tipo de público que deseja trabalhar.

Aliás, essa é um dos pontos mais importantes na hora de escolher o negócio no qual você vai investir. Seja ele uma franquia ou não. Além disso, é preciso gostar da atividade, do ramo e do nicho da empresa.

Vemos duas mulheres escolhendo uma roupa em uma loja (imagem ilustrativa). Texto: franquias de moda.
O empreendedor deve pesquisar bem antes de escolher uma franquia de moda.

Dessa forma, se sentir atraído pelo setor vai ajudar você a manter o prazer de investir tempo e dinheiro no negócio.

Do mesmo modo, o entusiasmo é essencial, especialmente nos primeiros meses de investimento, quando as franquias ainda não atingiram todo o seu potencial.

Enfim, dito isso, é hora de apresentarmos o passo a passo necessário para abrir franquias de moda. Veja abaixo!

Pesquise entre as marcas de franquias

Como você pôde ver antes, existem muitas marcas de franquia de moda, inclusive franquias baratas, disponíveis no mercado. E olha que citamos apenas as principais delas.

Por isso, na hora de optar por uma marca, será importante pesquisar bem por cada uma. Por exemplo, conhecê-la a fundo para ter a certeza sobre qual se encaixa com seus desejos e objetivos.

Além disso, nessa pesquisa, vale muito a pena verificar a reputação da marca. Afinal de contas, sua unidade vai oferecer exatamente os mesmos produtos e serviços de outras franquias.

Os consumidores sabem disso. Então, se a empresa não tiver uma boa reputação, eles entenderão que sua unidade também não oferecerá o que eles precisam.

Dessa forma, avalie o que os usuários dizem sobre a franquia. Principalmente em sites como o Reclame Aqui e nas redes sociais. Nesses espaços, os consumidores costumam ser bastante sinceros sobre suas frustrações.

Banner do site Reclame Aqui.
No Reclame Aqui, os consumidores fazem reclamações sobre diversas marcas.

Mostre interesse à franqueadora

Após essa pesquisa, será hora de entrar em contato com a franqueadora. Ou franqueadoras, caso você queira conversar com várias delas. Esse pode ser um ótimo modo de comparar as opções antes da decisão final.

Sendo assim, para mostrar seu interesse na marca, acesse o site e procure pelo formulário de qualificação do candidato.

Normalmente, são solicitadas informações como nome, e-mail e telefone. Assim, a empresa poderá entrar em contato com você para prestar mais dados sobre a franquia.

Conheça o negócio de forma detalhada

Para apresentar a franquia aos seus candidatos, as franqueadoras costumam fazer reuniões. Por telefone, on-line, bem como pessoalmente.

Essas reuniões são oportunidades de as duas partes se conhecerem melhor. Assim, ambas poderão verificar se abrir uma nova unidade da empresa é mesmo um bom negócio.

Do mesmo modo, além das várias conversas, que também funcionam para tirar dúvidas, a franqueadora deverá disponibilizar a COF da marca.

A COF é a Circular de Oferta de Franquia, um documento completo sobre o negócio. A COF deve contar, por exemplo, com o histórico da marca, regras da relação entre franqueadora e franqueados, suportes oferecidos etc.

Seja como for, por lei, o candidato precisa ter, pelo menos, 10 dias entre o momento em que recebe a COF e a data em que vai assinar o contrato. Esse tempo mínimo é importante para permitir uma avaliação detalhada do documento.

Assim, se achar interessante, o empreendedor pode, inclusive, solicitar o auxílio de um advogado. O especialista poderá avaliar as informações com base na legislação.

Converse com franqueados atuais

Outra informação que aparece na COF é a lista dos atuais franqueados da marca, bem como aqueles que deixaram a rede nos últimos dois anos.

Vemos um empresário sentado à mesa de um escritório (imagem ilustrativa). Texto: franquias de moda.
Sinta mais segurança no negócio conversando com outros franqueados.

Dessa forma, use os dados disponibilizados para entrar em contato com alguns deles. Isso vai permitir que você conheça realmente a franquia segundo a visão de quem já investiu nela.

Durante essa conversa, pergunte, por exemplo: a franqueadora oferece o suporte prometido? Quais foram as dificuldades encontradas no dia a dia? O investimento valeu a pena? O retorno do faturamento realmente acontece no prazo?

Haverá casos em que os empreendedores não estarão tão dispostos a conversar. Mas vários outros vão estar e facilitarão a sua decisão sobre a franquia.

Adquira sua franquia

Com as franquias de moda bem avaliadas, em todos os aspectos que você puder, será hora de abrir o negócio. Para isso, você deverá assinar o contrato de franquia. Normalmente, também é preciso fazer o pagamento da taxa de franquia.

Por fim, você passará a fazer parte da rede de franquias! Seu processo de implantação será iniciado com treinamentos, auxílio para registro do negócio e escolha do ponto.

Vale dizer que os passos após a aquisição da franquia pode variar segundo a marca. Logo, é importante ler bem a COF da franquia. As etapas ficam listadas no documento, assim como os suportes que serão prestados pela franqueadora.

Faça o marketing do seu negócio

Usar e abusar das ferramentas de divulgação da sua franquia, como as redes sociais, a presença virtual hoje é fundamental.

Dessa forma, antes mesmo da inauguração, é importante ampliar a divulgação da marca por meio do suporte de marketing oferecido pela rede. Seja atuante e aproveite as oportunidades que esse universo pode oferecer para o seu negócio.

Assim, será possível alcançar bons resultados, melhorando tanto os rendimentos, quanto a lucratividade do empreendimento.

Gostou do nosso artigo e deseja saber qual rede de franquias de moda vale a pena? Continue a leitura no post Franquia de roupa feminina: como escolher a melhor?

*Informações publicadas em Maio/2021. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.

Advertisement
Advertisement