Qual a importância do suporte ao franqueado em uma franqueadora?

Por
em
Três pessoas em uma mesa de reuniões prestando atenção em algo. Imagem ilustrativa do texto suporte ao franqueado.
Advertisement

O suporte ao franqueado é uma das vantagens de se investir em uma franquia. Esse tipo de auxílio é um diferencial para que o empreendedor tenha sucesso em sua empreitada, como mostraremos aqui.

Além do suporte, as franquias são atrativas por serem um mercado sólido. Só em 2020, o setor de franchising faturou mais de R$ 167 bilhões, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Então, com o suporte ao franqueado, até mesmo o empreendedor menos experiente não terá dificuldade para lidar com o negócio no dia a dia. Porém, é preciso saber quais os tipos de suporte oferecidos por cada franquia antes de investir.

Entenda como funciona uma franquia

No modelo de franquia, além de uma empresa estruturada, o empreendedor conta também com uma marca renomada no mercado e um know-how. Isso facilita o desenvolvimento do negócio e a captação de clientes.

Do mesmo modo, uma franquia é a melhor opção para empreendedores sem muita experiência, pois ele poderá contar com o suporte da franqueadora.

Advertisement

Nesse sentido, ele recebe treinamentos para conhecer o mercado no qual vai atuar, entender como funciona a operação da franquia e como realizar as melhores ações de marketing para a sua unidade.

Enfim, é uma maneira de iniciar uma empresa de forma mais segura, sabendo quanto vai gastar, lucrar e de que maneira irá realizar isso.

Nesse sentido, o sucesso do negócio é impactado positivamente por esses suportes que a franqueadora oferece. É o que direciona o trabalho do empreendedor e evita que ele faça escolhas erradas.

Da mesma forma, a franqueadora conta com a experiência adquirida com as outras unidades. Por isso, está em constante evolução, repassando aos franqueados as ações mais eficientes para o desenvolvimento do negócio.

Enfim, esse contato com a franqueadora traz mais segurança para o franqueado. Logo, é um tipo de negócio indicado para os mais diversos perfis de empreendedores.

Homem pensativo sentando em frente um computador. Imagem ilustrativa do texto suporte ao franqueado.
O empreendedor deve estar bem no modelo da franquia na qual pretende investir.

Vale a pena abrir uma franquia?

O modelo de franquia é vantajoso, pois o franqueado além de uma marca reconhecida recebe uma estrutura de simples implementação.

Da mesma forma, a franqueadora oferece diversos apoios, como falamos. Este suporte oferece uma base que permite que o empreendedor, mesmo sem experiência, consiga iniciar e gerir o negócio.

Outro ponto é que a franqueadora auxilia na escolha do local, caso o franqueado trabalhe com loja física. Uma seleção eficiente de local pode impulsionar muito suas vendas em um primeiro momento.

O empreendedor pode contar com esse suporte da franqueadora e ainda, um setor bem atrativo. Isso porque, o mercado de franquias está em alta mesmo com as oscilações da economia.

Para se ter uma ideia, no ano de 2021, período ainda com muitos problemas econômicos, a ABF prevê que o setor deve crescer 9% em faturamento.

Mesmo com um cenário de baixo crescimento do Brasil, em geral, o setor de franchising se destaca por conta da solidez, os suportes das franqueadoras e marcas reconhecidas.

Enfim, são muitos motivos para investir em uma franquia, tanto para empreendedores novatos, que poderão contar com os suportes da franqueadora, como também investidores experientes.

Por que o suporte ao franqueado é importante?

Ao abrir uma franquia, o empreendedor conta com a facilidade de decolar com uma marca já consolidada e reconhecida no mercado. Exatamente por isso é que o relacionamento entre franqueado e franqueador deve ser o mais completo, claro e objetivo possível.

Portanto, da mesma forma com que você se preocupa com o suporte ao cliente quando contrata algum serviço, na hora de investir em franquias é importante verificar se ela fornece todo o apoio necessário que vai te levar ao sucesso

Afinal de contas, não basta simplesmente abrir uma franquia se seus funcionários não se sentem confiantes ou se o serviço prestado não está no mesmo nível das expectativas dos clientes, ou até mesmo além delas.

Call center com vários atendentes usando máscara. Imagem ilustrativa do texto suporte ao franqueado.
Muitas franqueadoras oferecem seus suportes de forma remota, por meio de uma central.

Outro pilar do franchising é a padronização, seja de processos ou dos próprios produtos. Assim, uma rede de franquias só existe a partir desses padrões.

Dessa forma, para atingir esse objetivo, é necessário muito treinamento, apoio e orientação por parte da franqueadora, pois é ela que estipula esses formatos a serem considerados pelas unidades.

Tudo isso mostra que o suporte ao franqueado é importante, e mais que isso, fundamental em diversos tipos de franquias. Então, seja para manter a qualidade do negócio como para orientar empresários sem experiência, essa ajuda é essencial.

Que suportes uma franquia deve ter?

O mercado de franquias é muito amplo, com negócios dos mais variados tipos e formas de trabalhar bem diferentes umas das outras.

Do mesmo modo é o suporte ao franqueado. Existem apoios da franqueadora que são restritos apenas aos manuais, por exemplo. Sendo assim, a franqueadora resume o seu know-how em alguns materiais e repassa para o franqueador para que ele possa aprender como realizar o trabalho.

Mas existem franquias com negócios mais complexos que oferecem treinamentos, visitas a uma unidade padrão da marca para ver de perto a operação, além de reuniões entre franqueado e franqueadora.

Da mesma forma, algumas franquias disponibilizam colaboradores para estarem na nova unidade nos primeiros momentos do negócio.

Além disso, algumas franqueadoras possuem algo parecido com uma “universidade” interna. É uma estrutura feita para o aprendizado e reciclagem dos franqueados ao longo do tempo.

Então, algumas franquias que possuem ponto comercial também oferecem ao franqueado uma consultoria de campo. Em seguida, orienta o empreendedor na escolha desse local para a nova unidade.

Já em outras palavras, é fácil ver que o suporte oferecido pela franqueadora varia muito, e por isso é importante que o empreendedor avalie cada franqueadora e busque informações sobre ela.

Advertisement

Nesse sentido, é importante estudar bem a Circular de Oferta de Franquia (COF), onde é informado com detalhes todos os suportes oferecidos.

Mulher e um homem em frente a um vidro pregando um lembrete. Imagem ilustrativa do texto suporte ao franqueado.
O suporte ao franqueado varia de acordo com a franquia e seu tipo de negócio.

Pontos para avaliar na hora de escolher uma franquia

Você sabe como escolher a franquia ideal? Para quem quer abrir um negócio, essa provavelmente é uma difícil decisão.

Por isso, saiba que não vale a pena escolher qualquer franquia. É preciso analisar algumas variáveis para acertar no investimento.

Isso porque, de nada adianta investir em um modelo de negócio que não combina com você, com seu perfil ou com as demandas do mercado atual. Portanto, nesse texto daremos algumas dicas para que sua escolha seja feita com consciência e estratégia

Além dos suportes ao franqueado, o empreendedor também precisa avaliar uma série de detalhes que impactam na escolha da franquia, conforme falaremos aqui.

Perfil empreendedor

Para definir o seu próprio perfil e identificar como ele pode se encaixar em uma franquia é necessário se perguntar: do que eu gosto? Que tipo de mercado me deixaria mais satisfeito na hora de atuar?

Nesse sentido, tentar entender como os seus gostos podem influenciar na escolha de uma franquia. Por exemplo, se você gosta de cozinhar, o segmento de alimentação pode ser o mais indicado.

Do mesmo modo, existem pessoas mais comunicativas, que gostam de fazer contato com outras pessoas, de conversar e trocar experiências. Então, esse tipo de característica tem mais ligação com um negócio de vendas diretas, que permite um contato bem próximos aos consumidores.

Assim, avalie quais são seus reais interesses em termos profissionais e busque uma franquia que esteja de acordo com eles. Logo, você vai demonstrar mais segurança na hora de fechar um contrato e conseguirá tocar seu negócio com mais facilidade.

Enfim, é preciso se autoavaliar para saber que tipo de franquia será mais adequada e prazerosa para você trabalhar no dia a dia.

Mulher sentada em frente a um computador em uma mesa em casa.
O empreendedor deve conhecer seu próprio perfil para investir em uma franquia que combine com ele.

Mercado local

A franquia é um segmento que vem apresentando bons números. Os dados coletados pela ABF ilustram bem este cenário. Porém, você pode ter problemas se ignorar as características do mercado.

O fato de uma franquia ter sucesso em uma região não significa que terá o mesmo desempenho em outra. Portanto, antes de escolher uma franquia, analise a aceitação do produto e o nível de demanda e competição onde pretende atuar.

Nesse ponto, você pode tentar duas estratégias: estabelecer o negócio na mesma região dos concorrentes ou apostar em uma área que carece desse tipo de serviço.

Já na primeira opção, você aproveita o fluxo de pessoas que frequenta os demais estabelecimentos para tentar atrair para a sua franquia. Já a segunda tem um risco maior, mas pode gerar grandes resultados.

Dessa maneira, neste ponto, o suporte ao franqueado da marca pode ajudar, pois é comum as franqueadoras orientarem o empreendedor para os locais com maiores chances de sucesso para a nova unidade.

Reputação da marca

Escolher uma franquia para investir envolve entender como ela está sendo avaliada pelo mercado e pelos consumidores.

O empreendedor deve analisar não apenas o suporte ao franqueado que a marca oferece, mas também como a marca é reconhecida no mercado.

Por exemplo, a rede de franquias pode estar passando por problemas de logística, ou então na qualidade de seus serviços ou produtos.

Além disso, avalie nas redes sociais e no site “Reclame Aqui” o que os consumidores estão falando dos produtos ou serviços da franquia. Depois, com esta análise, o franqueado evita iniciar uma parceria com uma empresa que não esteja tão sólida ou tenha problemas internos.

Opinião dos franqueados

O empreendedor deve conversar com os franqueados e ex-franqueados da marca para saber se a franqueadora oferece os suportes que promete.

Os contatos desses parceiros devem vir na COF para que o empreendedor possa conhecer alguns detalhes da rotina de uma unidade da marca.

Além disso, essa aproximação direta com os franqueados pode tirar as dúvidas do empreendedor em relação ao dia a dia do negócio, a rentabilidade e quanto a opinião dos consumidores a respeito da marca.

Como falamos, existem diferentes tipos de franquias, com suporte ao franqueado que varia de acordo com o tipo de negócio.

Por fim, separamos uma lista com franquias baratas para você conhecer mais opções de marcas nesse mercado.

Advertisement
Advertisement