Tudo sobre franquias: o que são, opções, modelos e mais

Por
em
Materiais de escritório em cima de uma mesa. Ilustração do texto tudo sobre franquia.
Advertisement

Você certamente já ouviu falar da fama das franquias. Mas já parou para pensar quais os detalhes envolvem esse setor e por qual motivo ele é tão procurado pelos empreendedores? Veja nesse artigo tudo sobre franquias!

Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), mesmo com um ano de 2021 bem oscilante na economia, o setor de franchising deve crescer 9% em seu faturamento.

Primeiro, é preciso dizer que o universo das franquias é bem atrativo, com opções diversas de valores de investimento, formatos de franquias, setores e possibilidades de atuação no mercado.

Esses são apenas alguns dos fatores que atraem os empreendedores que desejam ser donos de um negócio próprio.

Além disso, quem opta por investir em um modelo de franquia encontra um formato de negócio mais seguro, principalmente para os empreendedores de primeira viagem.

Dessa forma, a segurança é proporcionada por uma legislação específica, documentações e transferência completa do conhecimento da marca para os franqueados.

Quer saber mais sobre o universo das franquias? Continue lendo o nosso texto.

O que é uma franquia?

Para entender tudo que envolve o investimento em franchising, é importante saber o que é uma franquia. Esse modelo de negócio faz parte de uma estrutura testada e aprovada no mercado. O formato de negócio foi desenvolvido ao longo do tempo pelas empresas até que chegasse ao nível de expandir em outras unidades.

Em outras palavras, uma franquia é uma cópia de uma empresa que deu certo e tem toda a sua estrutura planejada para ser copiada por outros empreendedores. Os franqueados investem na abertura da unidade e pagam algumas taxas referentes ao direito de uso da marca.

Assim, esses são alguns dos principais diferenciais que geram tanto interesse no investimento em franquias. Além disso, os franqueados recebem auxílio completo, desde o momento da implantação da unidade até o dia a dia de operação.

Por outro lado, em um empreendimento comum, criado do zero, o empresário passa por várias etapas e desafios para consolidar o negócio e não conta com o suporte de uma rede madura para a rotina de trabalho.

Pequenos quadrados com imagens de lojas representando franquias. Ilustração do texto tudo sobre franquia.
As franquias são cópias de modelos de negócios que deram certo no mercado.

Como as franquias funcionam?

Para saber tudo sobre franquias, você deve entender como funciona esse modelo de negócio que tem atraído tanto a atenção dos empreendedores.

Nesse sentido, o empreendedor recebe um negócio previamente estabelecido, com uma operação pronta e o conhecimento de como realizar o negócio.

Esse know-how envolve o modo de produção, de atendimento, de gestão, que é repassado ao franqueado por meio do contrato de franquia.

Assim, ao comprar uma franquia você recebe uma permissão para usar a marca, o conhecimento da operação da franquia e ainda, suporte para que esse processo de implementação do negócio ocorra da melhor forma.

O sistema de franquia é como investir em uma empresa que é clone de outra, pois cada unidade da franquia é basicamente igual a outra.

Dessa forma, tudo é padronizado de acordo com o que é posto pela franqueadora. Então, cabe à rede de franqueados seguir a organização que a franquia repassa.

Formatos de franquias disponíveis no mercado

Existem várias opções de modelos de negócios disponíveis no franchising para investimento. Logo, com opções diversas, o mercado permite uma maior entrada de diferentes perfis de empreendedores. Abaixo você conhece os formatos de franquias.

Microfranquias

As microfranquias são opções de negócios que apresentam valor de investimento máximo de até R$ 105 mil. A classificação é da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Dessa forma, entre as vantagens, está o baixo valor de investimento e operações mais enxutas, o que também reduz os custos da unidade.

Por essa razão, esse modelo costuma atender, em sua maioria, às opções de negócios home office. Porém, uma microfranquia também pode ser instalada em formato físico, como em quiosques ou unidades móveis.

Independente do formato, as microfranquias são consideradas franquias baratas. Isso porque, com baixo valor, a tendência é que o negócio apresente rápido retorno de investimento.

Franquia on-line ou virtual

Advertisement
Mulher ao telefone digitando no notebook. Ilustração do texto tudo sobre franquia.
Franquias on-line são muito procuradas, pois proporcionam maior flexibilidade na rotina de trabalho.

Baseadas na tendência home office, as franquias on-line ou virtuais permitem que o franqueado trabalhe de casa, gerenciando a unidade via software desenvolvido pela rede de franquias.

Assim, muitas redes trabalham como franquias de agências de viagens, lojas virtuais, vendas de serviços, corretoras de seguros, agências de marketing, serviços automotivos, entre outras opções.

Mas esse formato depende apenas do uso da internet, não necessitando instalação em ponto comercial, nem de estoque. Alguns exigem que o franqueado visite os clientes, mas a rotina de trabalho é o próprio empreendedor quem organiza.

A facilidade de operação da franquia de dentro da própria casa, não requer que o franqueado gaste dinheiro com gastos comuns em franquias físicas. Portanto, não é necessário contratar funcionários, gastar com contas de água, luz, internet, entre outras despesas.

Franquia de loja

As franquias de lojas são consideradas as mais comuns e têm a característica de serem instaladas em pontos comerciais de rua ou em galerias, shoppings, aeroportos, rodoviárias, entre outros espaços.

A rede de franquias determina as especificidades das unidades, como estrutura mínima necessária, padronização arquitetônica, número de funcionários e se a unidade é indicada para ser instalada na rua ou em ambientes fechados.

Já para a instalação da unidade, os franqueados recebem auxílio completo da rede, desde a escolha da melhor localização, nas reformas e inauguração da franquia. Em todos esses processos, o franqueado conta com o auxílio do plano de negócio da rede.

Dessa forma, para abrir uma franquia de loja, é necessário um investimento maior de capital, uma vez que é preciso inaugurar uma unidade física, arcar com contas relativas ao espaço, pagamento de funcionários, estoque, entre outros investimentos.

Homem e mulher pesquisando algo em um tablet. Ilustração do texto tudo sobre franquia.
O ideal é conhecer todos os detalhes do formato de franquia para saber se o investimento é o ideal para você.

Quiosques

Os quiosques são alternativas de franquias menores, ideais para serem instaladas em corredores de shoppings, galerias comerciais, aeroportos, entre outros. Assim, são unidades que apresentam grande atratividade dos consumidores por estarem localizadas em ambientes com alta circulação de pessoas.

Mas os custos de investimento costumam ser mais em conta, por se tratar de unidades enxutas. Os custos também são menores do que os de uma loja física, e o número de funcionários também. Porém, os quiosques devem seguir os regulamentos de operação em shoppings e outros ambientes comerciais.

Se quiser saber mais sobre o assunto, leia o nosso texto: Loja ou quiosque: qual a melhor opção de franquia para investir

Home office

Outro modelo muito procurado pela facilidade de trabalho e flexibilidade na rotina, é o formato home office. Esse tipo de franquia é ideal para quem deseja complementar a renda familiar ou mudar de trajetória profissional.

Não há a necessidade de instalação da franquia em pontos comerciais e, com isso, os custos de investimento e operação saem bem mais em conta.

Dessa maneira, a única observação para essa opção de negócio é justamente o fato de que, por trabalhar de casa, é essencial ter compromisso com a rotina para que a unidade tenha resultados.

Afinal, os resultados da franquia estarão diretamente ligados ao empenho do empreendedor ao negócio.

Homem sentado no sofá da sala de casa, executando trabalho em home office. Ilustração do texto tudo sobre franquias.
O home office pode ser um modelo muito interessante para o empreendedor.

Food Trucks

Os food trucks também são formatos possíveis nas franquias e estão cada vez mais em alta. O food truck pode ser instalado em carros, vans e caminhões adaptados e até em motos e bicicletas.

Containers

As franquias de Container seguem a linha dos food trucks, mas diferentemente dos modelos móveis, os containers são instalados em único local, sem a alta facilidade de mudar de ponto comercial.

Os containers são voltados para franquias que trabalham com alimentação, roupa e vestuário e até serviços como salões de beleza e barbearias. As opções são variadas.

Porém, é preciso verificar as normas da sua cidade sobre a instalação de um container em determinados locais. De todo modo, as franqueadoras que oferecem o modelo têm a orientação adequada para cada caso.

Como posso abrir uma franquia?

Depois de conhecer os formatos de franquias, é hora de entender como abrir esse modelo de negócio. Então, atente-se nessa etapa para encontrar a rede e o formato de negócio ideais para o seu perfil.

Procure saber mais informações sobre a franquia

Antes de mais nada, você precisa buscar conhecer bem a marca que deseja investir para ingressar no franchising.

Em seguida, avaliar os custos, as condições e o suporte da rede são algumas das questões a se estudar. Portanto, invista em uma pesquisa cuidadosa.

Escolha o segmento que deseja atuar

Essa escolha é decisiva: invista naquilo que você se identifica. É preciso gostar do que vai oferecer.

Até porque investirá tempo e dinheiro nesse processo, e não é interessante que você desanime ao longo do tempo por fazer algo que não esteja alinhado com o seu objetivo. Logo, gostar do segmento em que você atua tornará seu trabalho mais simples e produtivo. 

Advertisement

Assim, você não pode considerar apenas os ganhos ou o sucesso da marca. Ou seja, se estiver disposto a realizar algo que você não gosta, não terá ânimo suficiente para fazer sua unidade prosperar como as demais.

Escolha uma marca de credibilidade

Escolha uma marca que esteja estável no mercado e que os clientes reconheçam pelo produto ou serviço que oferecem. Assim, você terá mais chances de sucesso na representação da rede.

Mas se preferir, para ajudar nessa escolha, seja também um cliente da rede, conheça a marca, os produtos ou serviços. Em seguida, você entenderá o que sente o consumidor na hora que busca pelos produtos ou serviços da rede.

Entre em contato com a franqueadora

Homem falando ao telefone sentando em frente um computador, em uma bancada de cozinha. Ilustração do texto tudo sobre franquias.
Entre em contato com a franqueadora para demonstrar seu interesse, tire todas as suas dúvidas e avalie a COF.

Depois de escolhida a rede, faça contato com a franqueadora demonstrando interesse em investir. Nos sites das marcas há um formulário para preenchimento com dados pessoais do candidato a franqueado. Envie as informações e aguarde contato da rede.

Os representantes da franquia entrarão em contato para conhecer seu perfil e objetivos para o futuro. Essa análise é importante para garantir que os objetivos e valores da empresa estejam alinhados com os seus.

Analise o contrato de franquia

Com o seu perfil aprovado pela rede, você receberá a Circular de Oferta de Franquia (COF). O documento explica todas as informações relativas ao investimento: capital necessário, taxas, faturamento, prazo de retorno, além de direitos e deveres de ambas as partes.

Depois de estudar a COF com calma e estar de acordo com todas as informações, é hora de assinar o contrato de franquia. Se preferir, peça ajuda para um advogado para estudar as documentações com você.

No vídeo a seguir, explicamos tudo sobre a COF. Assista!

Se tiver dúvidas ou estiver inseguro, marque uma reunião com os representantes da franquia para conhecer mais a fundo o modelo de investimento.

O que é a Circular de Oferta de Franquia?

A Circular de Oferta de Franquia é um documento desenvolvido pelo franqueador e que apresenta todas as condições gerais do negócio, principalmente em relação aos aspectos legais, obrigações, deveres e responsabilidades das partes.

Então, é nesse documento que vão estar todas as informações necessárias para que o empreendedor entenda perfeitamente o modelo de negócio em que está investindo.

Isso porque, esse documento do franchising é importante para as tratativas entre os interessados em uma franquia e a própria empresa. Por isso, é regulado pela Lei de Franquias (Lei nº 13.966/19).

Por meio da COF, o candidato analisa a solidez da empresa e as vantagens e obrigações que vai ter com o contrato. A COF é tão importante que deve ser entregue inclusive para franqueadores que estejam adquirindo sua segunda unidade.

Por ser um documento essencial para o entendimento da franquia e apresentar importantes detalhes da operação, a Circular de Oferta de Franquia é entregue ao investidor em uma reunião de apresentação mediante a assinatura de um termo de confidencialidade.

Dessa forma, a partir do seu recebimento da COF, o interessado na franquia tem um prazo de, no mínimo, 10 dias para que possa analisar com cuidado os detalhes.

Assim, pode compartilhar com seu advogado, verificar a saúde financeira da franqueadora e consultar marcas e patentes citadas.

Enfim, para garantir o total entendimento do futuro franqueado, somente após o prazo citado acima, as partes poderão finalizar o negócio ou assinar qualquer pré-contrato.

Vantagens de abrir uma franquia

Ter uma franquia é investir em uma empresa que já está no mercado, bem diferente do que iniciar um empreendimento do zero.

Nesse sentido, como a franquia já atua no setor há mais tempo, já está estabelecida. Sabe o que fazer para atrair os clientes, como ser mais eficiente no trabalho e ter a maior lucratividade possível.

Como falamos, além de investir em um negócio previamente estabelecido no mercado, o empreendedor conta com uma marca reconhecida.

Além disso, com o tempo em que a franquia atua, ela pôde trabalhar seu marketing, captar clientes, mostrar a eles que seus produtos ou serviços valem a pena.

Imagem de uma mulher sentada em frente um computador em uma mesa na sala de casa. Imagem ilustrativa texto tudo sobre franquias.
O modelo de franquias pode ser bem mais simples de implementar e não exige muita experiência.

Todo esse trabalho demanda tempo, e o franqueado recebe um negócio que já passou pela etapa de maturação da marca no mercado.

Ainda, vale a pena, pois o franqueado é acompanhado pela franqueadora no processo de implantação, com auxílio para a escolha do local da franquia, treinamentos e orientação para a gestão do negócio.

Cuidados para abrir a sua franquia

O interessado a franqueado deve ter alguns cuidados antes de investir em uma franquia. Primeiro, analisar bem o mercado onde pretende atuar.

Com isso, entender se o setor é sólido, conta com um bom público consumidor em potencial, se está em viés de alta ou não.

Da mesma forma, buscar uma franquia que se encaixe com seu perfil. O empreendedor deve aproveitar suas próprias características e buscar um tipo de negócio no qual possa aproveitar suas qualidades.

Ainda, deve analisar bem a COF, entender tudo sobre franquias com as quais teve contato. Ver qual o tipo de trabalho no dia a dia, os suportes que a franqueadora oferece e a rentabilidade.

Do mesmo modo, ter cuidado com a parte financeira. Buscar uma franquia que seja condizente com a sua capacidade de investimento e seu custo de vida. Isso é importante para que possa investir no negócio e ainda ter uma reserva financeira e um controle sobre seus gastos.

Qual a diferença entre franqueador e franqueado?

O franqueador é a empresa que realiza a estruturação prévia da empresa, que organiza o modo de produção e toda a operação do negócio.

Nesse sentido, o franqueador pode ser alguém que iniciou um negócio comum e com o tempo se tornou uma franquia, ou que já começou sua empresa no modelo de franchising.

Dessa forma, o franqueado é aquele que possui uma empresa estabelecida no mercado e que oferece ao franqueado a oportunidade de usar essa marca.

Por outro lado, o franqueado é aquele empreendedor que investe em uma unidade da franquia. Ele paga para usar todo o conhecimento estruturado pelo franqueador.

E ainda, será o responsável pela gestão total da unidade, o atendimento, o trabalho de marketing do seu negócio e eventuais problemas que surjam.

A franqueadora pode auxiliar em algumas questões, mas o franqueado é o administrador do negócio pelo tempo que determinar o contrato de franquia.

E então, entendeu sobre o universo do franchising? Está disposto a investir no setor? Confira uma lista de franquias baratas em diferentes nichos de mercado que separamos para você.

Advertisement
Advertisement