Cansado do emprego? Que tal empreender? Saiba como!

Neste artigo você vai ver

Advertisement

Empreender pode ser uma alternativa para aumento da renda e uma melhor qualidade de vida para quem está cansado do emprego. Acompanhe o texto e descubra tudo o que você precisa saber antes de investir!

Ter um negócio próprio é o sonho de 46% dos brasileiros, de acordo com relatório do Global Entrepreneurship Monitor (GEM). Para quem tem esse desejo, um emprego formal muitas vezes não o satisfaz, mas há também um medo de dar esse passo rumo ao empreendedorismo.

A caminhada no empreendedorismo não é fácil, mas pode ser recompensadora. Confira, no artigo, algumas dicas para perder o medo de empreender — mesmo que você precise sair do emprego ou esteja desempregado.

Advertisement

4 vantagens de empreender

Em tempos difíceis da economia é de se pensar que um empregado não se arriscaria a empreender. Por que trocar de emprego ou tomar a iniciativa de abrir um negócio se os resultados são incertos? Costuma ser mais fácil continuar do jeito que está do que arriscar uma mudança.

Advertisement

É comum sentir receio de investir em algo novo e, a princípio, desconhecido. Mas empreender pode ser uma ótima opção para quem está cheio de ideias, ou para quem deseja ter independência financeira.

Abrir o próprio negócio também é interessante para quem está cansado do emprego. Afinal, às vezes, você pode sentir que não está entregando tudo o que pode.

No ano de 2022, houve um aumento no número de empreendedores. Só nos primeiros quatro meses do ano, o IBGE registrou a abertura de 1,3 milhão de novas empresas. O que mostra o enorme potencial do setor.

No trabalho, o empregado vende seu tempo para realizar tarefas que exigem certas habilidades. Sejam elas intelectuais ou manuais. Independentemente da complexidade, “há espaço para todos”, já que existem inúmeros tipos de trabalho.

O fruto dos serviços prestados é o salário, necessário para subsistência do trabalhador. Porém, ter um emprego não é sua única opção. Empreender é uma forma diferente de ganhar dinheiro!

Não são todas as pessoas que se adaptam ao empreendedorismo, mas qualquer um é capaz de experimentar. Até porque, são várias as vantagens de abrir o próprio negócio — o que, normalmente, atrai os novos empresários. Veja, a seguir, quatro dos vários benefícios de empreender.

1. Ter uma renda maior

Sem dúvida, o que mais chama a atenção de um candidato a empreendedor é o lucro possível. Normalmente, o ganho com o próprio negócio é maior do que o salário de um trabalho formal. Mesmo que alcançar o valor ideal leve algum tempo.

Sua empresa pode dar um retorno financeiro maior, pois esse lucro virá diretamente para você, não terá que passar pelo seu patrão. Outro ponto é que em uma empresa, como empregado, o seu salário tem um teto. Ou seja, um patamar que dificilmente irá passar dentro daquela estrutura.

Empreender, então, é uma oportunidade de realizar sonhos para quem está cansado do emprego formal. Pois sua renda e possível poupança serão maiores. Logo, será mais fácil comprar aquele carro, viajar nas férias e muito mais.

2. Fazer o próprio horário

É claro que abrir um negócio requer dedicação o tempo todo. Mas, ao gerenciar a si mesmo, você pode estabelecer seu próprio horário.

Quando uma empresa é on-line ou home office, esse tipo de flexibilidade é grande. Afinal de contas, o contato presencial com o cliente será pouco frequente. Então, adaptar seu horário às tarefas do dia a dia se torna mais simples.

Advertisement

Você pode, por exemplo, adiar uma tarefa do trabalho para levar seus filhos à escola, ou para uma consulta médica. O importante é não deixar de realizar o necessário para empresa, pois isso afetará seus resultados.

Agora, se a sua empresa tiver um espaço comercial, a adaptação do horário só precisará de um pouco mais de atenção.

Uma loja física precisa estar aberta nos horários em que os consumidores estão “dispostos” a comprar. E é preciso ter regularidade no dia a dia, já que, se voltar à loja, o consumidor precisará encontrá-la disponível. Se você não estiver disponível, é essencial que outra pessoa esteja.

3. Você pode descansar

Se você pode planejar seus próprios horários, também pode planejar suas férias, não é mesmo? Para isso, basta se programar quanto à realização do trabalho.

Se for o caso, também é possível deixar a gerência da empresa sob a responsabilidade de alguém de confiança. É um ponto que pesa bastante para quem está cansado do emprego e vê no empreendedorismo uma chance de uma vida melhor.

Como o empreendedor é seu próprio chefe, ele não precisa esperar a aprovação de ninguém para descansar. Em casos de empresas home office, também se torna possível trabalhar onde você quiser.

Ou seja, nada impede que você leve seu notebook à praia ou a qualquer outro lugar, trabalhando algumas horas por dia.

Isso em um médio e longo prazo faz muita diferença, dá maiores possibilidades para viagens mais longas, organizadas com antecedência.

4. Fazer o que se ama

Uma quarta vantagem para quem está cansado do emprego, entre tantas outras que existem ao empreender, é o fato de poder se dedicar ao que você gosta. Já dizia o filósofo Confúcio: “Escolha um trabalho que você ama, e você nunca terá que trabalhar um dia sequer na vida”.

Ao gostar do que se faz, você se dedica mais e investe seu tempo e dinheiro com mais prazer. Esses são aspectos fundamentais para garantir o sucesso da sua empresa.

Advertisement

Além disso, tem mais disposição para aprender sobre aquilo. Pensar no mercado, em formas de melhorar, acaba fazendo parte do seu dia a dia. E isso não será um fardo, dará prazer de ter esses pensamentos sobre aquilo que gosta.

5 sinais de que você deve largar seu emprego

Apesar das vantagens de empreender, tomar a decisão de largar o emprego pode ser difícil mesmo cansado do emprego. Afinal, será preciso deixar o que você conhece e entrar em um mundo desconhecido e pouco previsível.

Dessa forma, seu negócio pode ter enorme sucesso, mas também pode demorar a chegar lá.

Pensando nisso, é fundamental ter a certeza de que você está preparado para deixar seu emprego formal e investir totalmente no empreendedorismo. Para ajudar a tomar essa decisão, listamos sinais de que é hora de você pedir demissão e começar a investir no que deseja.

1. Suas ideias são ignoradas

Existem empresas e empresas, e algumas delas não estão dispostas a ouvir as ideias dos seus colaboradores. Isso pode ser frustrante, especialmente quando você tem ideias cheias de potencial. Pior: quando a ideia dá certo com os concorrentes, e seu chefe não quer arriscar de jeito nenhum!

Advertisement

Se suas opiniões estão sendo ignoradas, você tem duas opções para mudar esse cenário. A primeira é buscar por outra empresa, por um emprego que incentive suas ideias e a aplicação delas. A segunda alternativa é empreender, colocando tudo que você espera de uma empresa em prática.

2. Seu trabalho não é reconhecido

Outro aspecto que costuma pesar na decisão de deixar o emprego é a falta de reconhecimento. Não apenas com uma perspectiva de crescimento ou aumento de salário.

Na verdade, você não recebe elogios, não recebe um agradecimento ou um simples aperto de mão. Às vezes, você sente que seus colegas nem sabem qual o seu papel na empresa, assim como o dono da empresa não sabe.

Se o seu superior direto toma seus feitos para si, ou se simplesmente não cumpre o papel, seu incômodo só tende a aumentar com o tempo. Isso o deixará ainda mais cansado do emprego.

3. Você está desanimado

É normal acordar alguns dias sem nenhum desejo de ir ao trabalho. Mas se isso se torna frequente, pode ser que o seu emprego seja realmente o problema.

Se você se sente desanimado de sair de casa, ou entediado com as mesmas tarefas, é provável que você precise de uma mudança de ares. Ou ainda, fica pensando antes de sair da cama se vai ligar na empresa e dizer que está doente.

Nesse sentido, conta as horas para dar sexta-feira e acabar o expediente e ficar dois dias longe daquele trabalho. No domingo à noite, bate aquela “deprê” de pensar que vai ter que trabalhar na segunda.

Esse não é o cenário ideal, mas acontece com muitas pessoas e, se você é uma delas, pode ser a hora de repensar seu caminho.

Além disso, essa falta de ânimo pode até fazer mal a você ao longo do tempo. Muitas pessoas começam a ficar doentes com mais frequência quando chegam nesse estágio no trabalho.

Do mesmo modo, insônia e irritabilidade acompanham muitos que estão cansados do emprego. Em certos momentos, sair do emprego ou buscar novas funções pode ser um ponto fundamental para sua saúde.

Vale a pena buscar por um propósito no seu trabalho, achar que você faz a diferença na empresa. Se isso não acontecer, seu propósito poderá ser seu próprio negócio.

4. Você não vê perspectivas

Até 2015, 70% das empresas não ofereciam plano de carreira aos seus funcionários. Mesmo que o dado não seja tão recente, ele ainda reflete a realidade de vários negócios. Você hoje sabe como pode crescer na sua empresa?

A falta de perspectiva de crescimento costuma ser uma das razões do desânimo dos colaboradores. Mas com um negócio próprio, você criará suas próprias perspectivas e objetivos. Assim, se sentirá mais entusiasmado ao investir seu tempo.

5. Você age no “piloto automático”

Agora, um sinal que merece muita atenção: você vê seus dias passarem sem nada realmente marcante. Em vez disso, você trabalha no “piloto automático”, executando as tarefas apenas porque é sua função, sem ver um propósito ou resultados que animem.

Se você não tem um objetivo além do seu salário no fim do mês, você precisa logo encontrar algo que goste de fazer. Isso dará mais sentido ao seu dia a dia.

Advertisement

Confira agora alguns dos pontos importantes para analisar nesse processo de mudança para o empreendedorismo.

Abrir um negócio sem largar o emprego?

Normalmente, as pessoas investem em um negócio após largar o emprego, ou em um momento de desemprego. Mas essa não é sua única opção. É, sim, possível se manter no emprego formal e optar por empreender. Só será necessário um pouco mais de cuidado e planejamento.

Temos algumas dicas rápidas para que você abra seu negócio sem sair da sua empresa atual. Veja abaixo!

Mantenha-se sempre atualizado

Antes de abrir qualquer negócio, é essencial saber no que você vai investir. Por isso, estude! Estude sobre o seu setor de atuação, sobre o modo de gerenciar um negócio, como registrar a empresa etc.

Quanto mais você souber, mais vai estar preparado para lidar com o cotidiano do empreendedorismo e com os imprevistos que surgirem. Não adianta estar cansado do emprego e não buscar meios para ter satisfação profissional.

Nesse sentido, você pode aproveitar os cursos online disponíveis na internet, bem como canais digitais que trazem muito conteúdo sobre empreendedorismo. É um universo muito amplo para o qual você pode se preparar de maneira simples e sem ter que gastar muito dinheiro.

Do mesmo modo, com o estudo, terá mais capacidade para tomar decisões, avaliar mercado, questões sobre gestão, marketing e atendimento.

Invista aos poucos para empreender

Para que um negócio deslanche, você precisará se dedicar a ele. Mas estando formalmente empregado, você não poderá se dedicar completamente.

Por isso, é importante que você invista na empresa aos poucos, para avaliar bem o seu desenvolvimento. Assim, será mais simples, gradualmente, aumentar seu tempo dedicado, com mais segurança de retorno.

Assim, vale a pena começar um negócio em home office, como uma loja virtual, por exemplo. Com isso, vai implementando ideias e aumentando sua renda.

Ou ainda, pode guardar dinheiro, fazer uma reserva e, com o tempo, ter uma segurança para largar o emprego para empreender.

Vale ainda dizer que, muito provavelmente, chegará um momento em que você precisará deixar seu emprego e se dedicar totalmente ao seu negócio. A atuação próxima do empreendedor é essencial para que a companhia se mantenha nos eixos. Principalmente: se mantenha crescendo exponencialmente.

Experimente o negócio

Muita gente tem uma ideia de empresa, mas nunca empreendeu. Além disso, o mundo dos negócios é cheio de particularidades. Para que o seu investimento dê certo, pode valer a pena “medir” o mercado e experimentar sua ideia.

Ou seja: converse com pessoas próximas a você. Pergunte o que elas acham do seu produto ou serviço previsto e avalie bem suas considerações.

Depois, se possível, trabalhe certo tempo com a área desejada. Principalmente se a abertura do seu negócio for mudar completamente seu ramo de atuação.

Esse tipo de “treinamento” dará mais confiança a você no empreendimento. Seja se dedicando por mais tempo, seja abrindo uma loja física ou aumentando o número de funcionários.

Tenha convicção no empreendedorismo

Não é todo mundo que deseja realmente empreender. Por isso, é importante ter a certeza de que você quer um negócio próprio.

Empresas dão certo quando contam com a paixão dos seus donos. É preciso levar em conta mais do que o lucro esperado. Na verdade, é preciso gostar do que se faz e dos desafios que virão ao investir.

Agora, se seu incômodo hoje é apenas com o seu salário, pode ser melhor apenas procurar por um novo emprego. Sem paixão, seu negócio próprio será apenas um modo de ganhar dinheiro e dificilmente se desenvolverá bem.

Divida as tarefas

Um negócio precisa de um gerente dedicado e presente o tempo todo para a empresa. Ao “trabalhar fora”, você provavelmente não terá tanto tempo livre. Então, é importante contar com um parceiro ou funcionário que cuide desse dia a dia.

Dependendo do seu tipo de negócio, esse parceiro de negócios não será necessário. É o caso, por exemplo, de uma agência de viagens on-line, em que o horário de atuação será bastante flexível.

Porém, se necessário, divida as tarefas. Abraçar seu negócio e seu trabalho formal ao mesmo tempo pode ser muito trabalhoso.

Você também pode ler: Saiba como investir em uma franquia sem largar seu emprego.

Está na hora de abrir um negócio?

Se você leu esse texto até aqui, já tem uma maior noção se deve empreender ou não. Mas ainda faltam alguns pontos que precisam ser analisados na hora de abrir um negócio.

Como não é um processo simples e você estará mudando sua vida, deve levar em consideração alguns pontos.

Nesse sentido, é importante pesquisar o mercado com o qual você se identifica. Por exemplo, pode até aproveitar sua experiência adquirida em algum emprego.

Também é interessante buscar um mercado que combine com os seus gostos pessoais, bem como analisar a região onde investir. Entenda que tipo de produto ou serviço tem maior potencial de sucesso. Ou melhor, uma necessidade do mercado local que não seja totalmente atendida atualmente.

Do mesmo modo, avalie sua capacidade de investimento e sua rotina. Pode ser que um negócio em home office seja mais indicado se tem menos dinheiro. Ou então que se encaixe no seu dia a dia, para cuidar da família, por exemplo.

Enfim, tome os cuidados necessários para investir com maior segurança, de forma certeira. Para diminuir ainda mais os seus riscos, o modelo de franquia pode ser sua melhor oportunidade.

Abra uma franquia!

Quer empreender, mas não tem ideia de por onde começar? Sem problemas! Uma franquia pode ser a solução.

Uma franquia nada mais é do que uma nova unidade de uma empresa que já existe no mercado. Essa nova unidade utiliza o mesmo nome da empresa franqueadora, seu modelo de negócio, produtos, serviços, modo de atendimento e mais.

Isso significa que uma franquia entrega exatamente o que os consumidores esperam de determinada marca. É o que acontece, por exemplo, com o McDonald’s, uma das mais bem-sucedidas franquias do mundo.

Quando o consumidor sabe o que esperar, ele tem maior confiança na sua empresa. Por isso, torna-se mais simples conquistá-los e angariar compradores. No curso Franquias Sem Cilada você encontra aulas com dicas de como fazer esse trabalho de marketing e impulsionar o seu negócio.

Outra vantagem de uma franquia é que a franqueadora entrega todo o passo a passo para atuação com o negócio. Então, é preciso apenas colocar as etapas em prática e gerenciar o dia a dia do negócio.

Com todo esse planejamento, também fica mais fácil prever o lucro e o prazo de retorno do investimento. Assim, é possível planejar sua vida financeira e organizá-la para resultados ainda melhores.

Sem contar que a franqueadora oferece suporte em todas as etapas do negócio. Desde a sua abertura até o seu gerenciamento, com dicas financeiras e comerciais. Esse know-how (conhecimento prévio) auxilia todo o processo, baixando para quase zero as chances de erro.

Melhores negócios para abrir

O mercado de franquias é muito amplo e com muitas opções para quem está cansado do emprego e quer empreender.

Gostou da ideia de abrir uma franquia? A Encontre Sua Franquia conta com algumas opções de franquia para investir.

Um de seus diferenciais é que são marcas focadas na sustentabilidade, suporte aos parceiros e alta rentabilidade. São mais de 1.815 franqueados no Brasil e no mundo.

São oportunidades em setores bem atrativos, como Alimentação, Serviços Automotivos, Turismo, entre outros.

As franquias do grupo permitem que empreendedores de diferentes perfis e variadas necessidades possam começar seu próprio negócio. Seja uma empresa na sala da sua casa ou em uma loja de shopping.

Então, se você está cansado do emprego, precisa conhecer essa lista de franquias. Quem sabe uma delas é a sua chance de mudar de vida.

...Carregando..

Mesmo cansado do emprego, não tenha pressa. Evite tomar decisões precipitadas, para que esta guinada de vida possa ser o mais positiva possível. Analise bem as oportunidades no franchising e boa sorte na sua jornada!

Advertisement

Advertisement

Qual franquia combina com seu perfil?

Preencha o formulário e fale com um consultor das nossas marcas.

POSTS RELACIONADOS