Como montar uma franquia em sociedade sem dor de cabeça

Neste artigo você vai ver

Advertisement

É comum encontrar empresários que buscam saber como montar uma franquia com um sócio. Quer saber sobre os cuidados para montar sua franquia com um sócio? Preparamos esse texto com dicas e cuidados que deve tomar para você.

Em 2022, uma pesquisa da Associação Brasileira de Franchising (ABF), mostrou que o setor de franquias registrou um aumento de 14,3% no faturamento. Desse modo, alcançando uma receita de R$ 211,4 bilhões.

Sendo assim, as franquias são um modelo de negócio que funciona como uma “cópia autorizada” de uma marca. Ou seja, com base na imagem e experiência da franqueadora, o empresário inicia um empreendimento com mais visibilidade e segurança do que se estivesse do zero. 

Advertisement
Advertisement

Porém, quando se trata de uma sociedade, é preciso tomar alguns cuidados para que o empreendimento não se torne um fardo e fique no meio de uma briga. Lembrando que a sociedade é possível tanto nos modelos tradicionais de unidades físicas, quanto nas franquias de home office. Continue a leitura!

Como montar uma franquia em sociedade?

Quem pretende saber como montar uma franquia em sociedade, precisa escolher o sócio antes mesmo de definir o negócio. Essa etapa é importante para que o empresário tenha a certeza que está firmando acordo com uma pessoa que tem um objetivo mais próximo dos seus. 

Esse é, inclusive, um dos pontos abordados no curso Guia prático para iniciantes. São aulas que você pode acessar clicando aqui, assistir online e entender em detalhes como investir em uma franquia. Sem prejuízo e sem o risco de escolher uma marca ruim.

Encontre uma pessoa de confiança

O primeiro passo para quem deseja saber como montar uma franquia com uma sociedade, é encontrar uma pessoa que esteja alinhada com as suas expectativas. Ou seja, quais as visões e experiência ela tem que pode agregar no negócio. 

Além disso, é fundamental identificar se você quer um sócio que terá na franquia sua principal fonte de renda ou apenas um dinheiro complementar no final do mês. Esse é um detalhe importante para garantir um repasse honesto e justo pelas funções que cada um exerce.

Gere um contrato

Como todo acordo que envolve uma boa quantia de dinheiro, é necessário registrar todos os deveres e direitos de ambas as partes da sociedade. Porém, antes de fazer esse registro, certifique-se que fez acordos benéficos para os dois ou mais envolvidos. 

Evite ao máximo os contratos de boca, ou seja, aqueles que não tem como provar que algo foi acordado e não cumprido.

Dessa forma, registre tudo, faça planos de ação para caso aconteça algum desacordo entre os sócios, determine as horas de trabalho de cada um, participação dos lucros e na empresa. 

Esse é um passo muito importante antes de escolher qual franquia vocês irão abrir. Além disso, é graças a essas orientações que futuros conflitos serão amenizados, permitindo uma relação mais fortalecida e levando o negócio ao sucesso. 

Evite familiares

Trabalhar com familiares em um primeiro momento pode parecer algo fácil. Afinal, vocês se conhecem há anos, sabem o perfil de cada um e acreditam que essa pode ser uma receita perfeita para tocar um projeto. 

Mas é preciso tomar bastante cuidado na hora de envolver um parente nesse tipo de empreendimento. Devido a essa proximidade, pode ser mais complicado chegar aos acordos como os que citamos acima. Além disso, as discussões tendem a ser mais pesadas.

Ou seja, por se tratar de família, essas conversas vão ultrapassar o âmbito profissional e acompanhar você nos encontros, churrascos, casamentos etc. Sem contar no risco de envolver outros parentes, que podem tomar partido para uma das partes. 

Advertisement

Sendo assim, claro que existem franquias tocadas por familiares e que não possuem esse tipo de problema. Por outro lado, é essencial ter bastante jogo de cintura, tato e cuidado para conversar. Então, faça uma reflexão se vale a pena ou não entrar nesse tipo de sociedade. 

Como abrir uma franquia: passos a seguir

Após definir quem será o seu sócio, chegar nos acordos necessários e ter segurança no tipo de trabalho que estão prestes a iniciar, é hora de escolher qual franquia vocês irão abrir. 

Embora existam diversas opções, nem todas podem ser vantajosas para uma sociedade. Dessa forma, entre no melhor negócio possível. Confira a seguir as dicas que preparamos para você abrir uma franquia. Acompanhe!

1. Escolha uma área que se sinta confortável

Para saber como montar uma franquia é necessário que os sócios encontrem uma área que gostem e se sintam à vontade para trabalhar. Afinal, vocês viverão o empreendimento 24 horas por dia e é importante que seja algo que gostem. Isso porque, pode deixar de ser um sonho e por fim, torna-se um fardo!

2. Demonstre interesse para as franqueadoras

Com o setor escolhido, é hora de encontrar as melhores franqueadoras para o empreendimento de vocês. Sendo assim, entre em contato, inicie as conversas e estude bem a Circular de Oferta de Franquia (COF). 

Esse documento é importante para que os candidatos a franqueados possam conhecer a marca e o plano de negócio que estão prestes a assumir. Com base nas informações fornecidas, é possível ver se o empreendimento tem um valor justo, benefícios que justificam o investimento etc.

3. Pesquise a fundo sobre a marca

Quando estiver com a COF em mãos, entre em contato com os atuais e ex-franqueados da marca. No documento consta uma relação de todos eles dos últimos dois anos. 

Advertisement

Desse modo, pode-se identificar se a franqueadora cumpre prometido. Isso, além do cumprimento das suas obrigações, dificuldades para conseguir obter bons resultados e motivos de descontentamento.

Assim, pesquise sobre a marca em redes sociais e em sites especializados como o “Reclame Aqui!”. Nesse sentido, você terá acesso a como o público enxerga a marca e de que forma os clientes percebem a franqueadora.

Mas não se preocupe com o tempo para fazer essa busca, pois a COF só pode ser assinada após dez dias do seu recebimento. Depois de firmar esse acordo, é hora de dar início aos próximos passos como contrato definitivo e pagamento da taxa de franquia. 

Advertisement

4. Assine o contrato

A Lei de Franquias exige o contrato como o documento definitivo que será usado para determinar como funcionará a relação entre franqueado e franqueadora. 

O objetivo é garantir que a marca irá oferecer o uso da imagem, reconhecimento de mercado, práticas e know-how para o empresário. 

Enquanto o franqueado se responsabiliza em manter o modelo de negócio por meio das taxas, comercialização de produtos ou serviços. Ainda, garantir o nível de atendimento exigido pela empresa.

De acordo com a norma federal, a redação do contrato, de responsabilidade da franqueadora, deve ser claro, imparcial, bilateral, consensual e preventiva. Em resumo, isso reduz as chances de ambas as partes encontrarem brechas no documento. 

Cuidados para quem deseja saber como montar uma franquia com sócio

Antes de escolher quem será o seu sócio, o empresário deve ter em mente que tipo de parceiro quer para o empreendimento. Têm vários tipos de sociedade e cada uma com uma característica diferente. 

Advertisement

Existem aqueles que vão investir apenas o dinheiro para que você torne o seu empreendimento realidade e não vão trabalhar. Nesse caso, cabe ao empresário garantir a distribuição de lucros de acordo com o que se acordou no contrato.

Lembrando que lucro não é o mesmo que rentabilidade. Ou seja, a definição se algo é rentável ou não, quer dizer o quanto de dinheiro esse empreendimento gera no total, o lucro equivale ao faturamento menos todas as despesas. 

Além disso, também existem os sócios que vão querer atuar com você na empresa. Dessa forma, também são remunerados pelo que é chamado de pró-labore. Nesse caso, há um salário que condiz com a função que ele atua na franquia. 

Porém, é importante tomar cuidado para não pagar um valor mais alto do que para um funcionário comum e nem uma quantia menor. Para isso é preciso que o valor seja justo. 

Nesse caso, o correto é que os sócios recebam tanto a participação nos lucros quanto o pró-labore. Mas para fazer chegar nos valores corretos, caso tenha dificuldade, contrate uma empresa de contabilidade.

Assim, poderá lhe ajudar a chegar na quantia exata. O fundamental é que se defina tudo para não acontecer conflitos.

Por que montar uma franquia em sociedade vale a pena?

De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o mercado de franquias vem em constante crescimento nos últimos cinco anos. Como dito, o levantamento de 2022, identificou um aumento de 14,3% no faturamento desse mercado em comparação ao ano de 2021.

Além disso, foi identificado um aumento de 14,5% na quantidade de unidades no país, em comparação com 2019. 

Outro fator importante de observar é o aumento dos empregos gerados pelas franquias. Em 2022 foram mais de 1,5 milhões de novas vagas. Crescimento de quase 17% se compararmos com o ano de 2019. 

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realizou uma pesquisa que comprova o quão seguro é investir em franquias. De acordo com a instituição, apenas 5% dos empresários fecham suas unidades antes de completar dois anos.  

Diante desse cenário, não é difícil imaginar o motivo que fazem das franquias um modelo de negócio cada vez mais atrativo para os empresários. Porém, para conseguir conciliar as atividades e o valor do investimento, muitos buscam montar uma sociedade. 

Assim, para quem está pensando nisso, é importante saber escolher bem quem será seu parceiro no ramo e definir bem todas as diretrizes que irão tomar ao longo do contrato.

Essa parceria é importante também na hora de definir o ponto comercial. Assim, monte um empreendimento com bons resultados e vantajoso para ambos. Agora que está por dentro do assunto, abra o seu negócio e ganhe dinheiro.

Advertisement

Advertisement

Qual franquia combina com seu perfil?

Preencha o formulário e fale com um consultor das nossas marcas.

POSTS RELACIONADOS