9 passos para o empreendedorismo de sucesso: lucre este ano!

Por
em
Homem segurando um tablet com vários gráficos na tela. Imagem ilustrativa do texto empreendedorismo de sucesso.
Advertisement

Para fazer um empreendedorismo de sucesso é preciso bastante paciência, resiliência e foco, além é claro, de muito trabalho. Então, confira alguns passos que o empreendedor de sucesso precisa seguir.

De acordo com levantamento da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), 50 milhões de brasileiros desejam ter o próprio negócio. Porém, tirar as ideias do papel e entrar nessa jornada não é tão simples.

Dessa forma, para você que faz parte desse número de empreendedores em potencial, fique ligado nas dicas deste conteúdo.

Empreendedorismo de sucesso: como fazer?

É comum conhecermos os grandes empreendedores do Brasil e do mundo, como Steve Jobs, Bill Gates, a brasileira Luiza Helena, entre diversos outros.

Mas nem sempre conhecemos as histórias de empreendedores por trás das grandes empresas, com grandes faturamentos, como: Cacau Show, Pão de Açúcar etc. Marcas que foram construídas ao longo de anos de trabalho em todo o Brasil e que são exemplos do empreendedorismo de sucesso.

Além da grande dedicação de seus fundadores e funcionários, para o empreendedor ter sucesso, assim como essas marcas, é preciso muito tempo gasto e muitas etapas. Desde uma avaliação de mercado até o atendimento, como mostraremos agora. Continue a leitura!

1. Defina o que você quer fazer

Um primeiro passo para se tornar um empreendedor de sucesso é definir bem com o que você deseja trabalhar. Para isso cabe avaliar o que mais gosta de fazer e ainda, o tipo de negócio que se encaixa às suas habilidades e características.

Nesse sentido, entender se sua paixão por cozinhar, por exemplo, vai poder ser bem aproveitada em uma empresa de alimentos, um restaurante, uma venda de comida congelada, entre outros.

Além disso, se autoconhecer, entender com que tipo de trabalho quer lidar no dia a dia ajuda no empreendedorismo de sucesso. Então, se busca uma empresa com oportunidade de atendimento direto aos clientes, ou por meio remoto.

Do mesmo modo, se é uma pessoa mais comunicativa ou mais introvertida, pois são características que irão impactar na sua satisfação no trabalho do cotidiano.

Homem usando uma furadeira na madeira. Imagem ilustrativa do texto empreendedorismo de sucesso.
Analise que tipo de trabalho você deseja desempenhar no seu novo negócio.

Esta avaliação inicial é importante para direcionar os próximos passos da sua jornada para que invista em um negócio com o qual se identifique e ainda, lhe permita ser bem sucedido.

2. Avalie bem o mercado

Advertisement

Além de analisar bem o que você deseja fazer, é preciso também atentar-se às novas oportunidades no mercado sem correr riscos.

Nesse sentido, pesquisar o produto ou serviço que está em alta junto aos consumidores, ou então, que sejam uma inovação que vá tomar o mercado.

O empreendedor precisa ficar focado já que o mercado está sempre em constante mudança, com nichos que em um ano se destacam e pouco tempo depois são esquecidos.

Do mesmo modo, analisar o mercado local, quem são os seus concorrentes em potencial, que tipo de negócio falta na região. Assim, poderá aproveitar essa lacuna de mercado para tomar decisões sobre onde investir.

Existem mercados mais sólidos, que contam com um grande público em potencial, mas da mesma forma costumam também ter muita concorrência.

Portanto, é necessário que você avalie e coloque na balança, um mercado atrativo de um lado e o que deseja fazer do outro. O equilíbrio entre esses dois fatores é fundamental para o empreendedorismo de sucesso.

3. Organize suas finanças

A parte financeira é muitas vezes negligenciada pelos empreendedores que se empolgam pela busca do negócio próprio e acabam deixando de lado algumas questões importantes.

Uma delas é o planejamento financeiro. Uma pesquisa do IBGE revelou que 6 a cada 10 empresas fecham as portas nos cinco primeiros anos. Muitas por causa de erros de gestão financeira que podem fechar seu negócio.

Para esse processo, o empreendedor deve analisar quanto tem para investir. Isso porque, de nada adianta escolher um tipo de negócio que lhe agrade em um mercado atrativo, mas se os custos da sua implantação forem totalmente fora da sua realidade financeira.

Logo, não é apenas o investimento inicial, pois como mostra a pesquisa, os erros da gestão financeira são importantes ao longo do tempo. Por exemplo, pagar as contas, fornecedores, funcionários etc.

Pessoa com uma pasta de documentos e uma calculadora na mão. Imagem ilustrativa do texto empreendedorismo de sucesso.
O empreendedor deve se planejar bem para realizar o investimento no negócio.

Ainda, dentre os erros de gestão financeira que podem fechar sua empresa, um dos mais comuns é a incapacidade de separar as finanças pessoais das empresariais.

Por fim, essa falta de distinção pode levar a empresa ao descontrole financeiro, impactando negativamente no fluxo de caixa.

4. Estude bastante!

Para lidar com um projeto tão importante quanto investir na própria empresa, você precisa se preparar bem.

Já falamos sobre conhecer o mercado no qual irá atuar, mas há outros pontos de destaque. Nesse sentido, estudar bastante o mercado, seus nichos, produtos ou serviços que podem lhe fazer ter um diferencial.

Assim, não importa quantos anos de idade tenha, o estudo sempre estará junto ao empreendedor. Isso porque, as mudanças no mundo dos negócios são constantes e você precisa acompanhá-las.

Dessa maneira, o empreendedor iniciante precisa estudar sobre finanças, para não cair em erros como os que destacamos no tópico anterior.

Do mesmo modo, precisa conhecer, mesmo que seja de forma básica, algo sobre administração, atendimento ao cliente, marketing e liderança (caso tenha funcionários em sua empresa).

Além disso, busque sempre se atualizar e aproveite que a internet é uma fonte quase que inesgotável de conhecimento e possibilidades.              

5. Avalie abrir uma franquia

Não existe uma receita única para o empreendedorismo de sucesso, mas o modelo de franquias é uma das possibilidades das mais atraentes.

Advertisement

Esse formato pode ser uma boa forma de abrir um negócio com um pouco mais de segurança. Nele o empreendedor recebe uma permissão para iniciar uma empresa que já possui uma estrutura previamente estabelecida.

Neste modelo, o empreendedor investe em um negócio com uma operação definida, uma marca reconhecida no mercado e um know-how.

Logo, apresenta algumas vantagens, por exemplo, uma marca já consolidada no mercado. Conta também com produtos ou serviços já testados e aprovados pelos consumidores.

Além disso, no modelo de franquia, o empreendedor recebe um plano de negócios da franqueadora. Sendo assim, é fácil, pois pode se orientar melhor com relação aos custos da empresa bem como o que deve fazer durante o seu desenvolvimento.

Empresário em pé com ar de pensativo. Imagem ilustrativa do texto empreendedorismo de sucesso.
O modelo de franquia pode ser um passo mais fácil para empreender.

Da mesma forma, uma franquia possui uma operação padronizada, normalmente de maneira mais simples para que possa ser replicada em todas as unidades. Portanto, deve ter a mesma estrutura na unidade do Rio de Janeiro (RJ) como em Belém (PA).

Então, mesmo o empreendedor mais inexperiente pode dar conta de ter um negócio nesse modelo. Ele conta com uma série de suporte da franqueadora, como treinamentos e auxílio no marketing.

Todos os detalhes do negócio são trazidos ao empreendedor na Circular de Oferta de Franquia (COF), que é um importante documento nas tratativas entre as partes.

Nele o empreendedor também consegue planejar quanto terá de investir no negócio e o tempo que deve projetar para retomar este capital.

6. Defina suas metas

Avalie onde quer chegar e se oriente por um bom plano de negócios para entender as etapas que serão necessárias para o objetivo.

Em outras palavras, não entre em um barco de olhos fechados e comece a remar, confiando apenas nos instintos. Por fim, se você pode prever os perigos, então é melhor evitá-los.

Depois, avalie como gostaria de estar após um ano como empreendedor. Em seguida, três, sete anos e como se enxerga daqui uma década.

Contudo, evite ser muito específico em seus objetivos. Por exemplo, trace como meta recuperar o investimento inicial em um ano, ou dois, ou três, ao invés de X% de lucro em um ano.

Enfim, é interessante ter metas para nortear seu trabalho e ajudar a entender se o negócio está caminhando bem ou precisa de uma alteração de curso.

7. Registre seu negócio

Um ponto que pertence ao processo do empreendedorismo de sucesso é a parte burocrática que compõe um negócio.

Depois de definir sobre a estrutura da empresa, o mercado no qual vai atuar, até para abrir uma franquia, é preciso uma parte documental do empreendimento.

Duas pessoas analisando folhas com gráficos.
A documentação da sua empresa é uma etapa que não pode ser negligenciada.

Nesse sentido, é necessário abrir um CNPJ para a empresa, produzir os documentos iniciais do negócio, entre outros detalhes. Ainda, se sua empresa precisa de um estabelecimento físico, busque as licenças necessárias junto aos órgãos locais.

Enfim, é cada vez mais importante sanar esta parte burocrática para o pagamento correto de impostos e acesso a empréstimos para investimentos.

8. Conheça seus clientes

Um negócio não existe sem os seus clientes. Seja a maior rede de franquias do mundo ou o mercadinho do bairro, é preciso que a empresa esteja em sintonia com seu público.

Então, para ter sucesso em seu empreendimento você precisa saber lidar de forma eficiente com seus consumidores. Logo, entender o que mais os atrai e como melhor atender suas expectativas.

Do mesmo modo, até o seu preço deve levar em conta, ao identificar o quanto os seus clientes podem e querem pagar pelo seu produto. Por fim, é preciso um equilíbrio entre o desejo do cliente e seus custos para que o negócio possa se desenvolver.

9. Atenção à concorrência

Além de conhecer os seus clientes, o empreendedor também deve atentar-se aos seus concorrentes. Analisar o que eles fazem de certo e como aprender com essas empresas.

Por exemplo, avaliar como é feito o marketing digital, o atendimento e observar como é o fluxo de pessoas, se é durante todo o dia, ou se concentra em determinados momentos.

Ainda, buscar informações sobre o sistema de gestão da marca, o que pode ser um facilitador para sua empresa.

O empreendedor deve atentar-se também para que seu negócio possa competir em pé de igualdade com as outras marcas. Enfim, aprender com eles e melhorar para se destacar no mercado.

Citamos aqui o modelo de franquias. Agora que você está por dentro do assunto, confira um conteúdo repleto de opções de top franquias para você conhecer um pouco mais. Acesse e descubra.

Advertisement
Advertisement