Franquia de oficina mecânica e estética automotiva: entenda as diferenças

Por
em
Franquia de Oficina Mecânica: Homem fazendo manutenção no motor de um carro em sua oficina
Advertisement

Para quem é apaixonado com carros, abrir uma franquia de oficina mecânica pode ser a chance de empreender em algo bem rentável. Mas será que essa é a melhor opção para trabalhar no setor automotivo?

O Brasil é um dos países que possuem a maior frota de carros do mundo. Por causa disso, empreender nesse segmento traz bons retornos para o empresário. A questão é que para isso acontecer, é necessário levar em consideração diversos fatores. 

Assim, não é possível estipular o que é melhor sem fazer uma análise bem feita das opções que o mercado oferece.

Mesmo com boas perspectivas para os próximos anos, é necessário que o empreendedor consiga identificar as necessidades do público. Afinal, o que não falta são marcas que fazem mais do mesmo. 

Analisando duas das melhores ofertas, temos as oficinas e os centros de estética automotiva. Ambos têm a função de manter o veículo em boas condições e podem até trabalhar juntas, mas uma das duas opções oferece mais vantagens do que os demais. 

Pensando nisso, preparamos o texto a seguir com uma analise para apresentar as principais diferenças entre os dois negócios. Acompanhe a leitura e descubra o que vale mais a pena.  

Por que abrir uma franquia de oficina mecânica?

Franquia de oficina mecânica: mecânico preenchendo formulário de entrada de um carro. Analisando o motor
Trabalhar em uma oficina mecânica requer um conhecimento amplo sobre diversos sistemas do carro

Abrir uma franquia de oficina mecânica de motos, carro, caminhão ou ônibus é uma boa oportunidade para os empreendedores que buscam uma maneira para mudar de vida. Principalmente aqueles que gostam e amam trabalhar com carros. 

Para que você tenha um bom empreendimento, é muito importante ficar atento a questões que envolvem o funcionamento da oficina. Por mais que você goste de carros e se sinta bem mexendo com eles, diversos fatores precisam ser levados em consideração na hora de definir isso como o seu negócio. 

Inicialmente, precisamos fazer uma breve analise do mercado para entender qual será o impacto na hora que entrar no mercado. Afinal, o seu trabalho será correr atrás de peças, fazer manutenções pontuais ou preventivas, deixar um veículo mais preparado para a rotina do dia a dia etc. 

Dessa forma, antes de escolher abrir uma oficina por meio das franquias, você precisa identificar o setor que deseja atuar. Existem diversos modelos diferenciados para você escolher. Por exemplo, uma das marcas que oferecem o modelo de manutenção é a Lubrax+. 

Essa empresa, desenvolvida pela rede de postos da Petrobras, trabalha exclusivamente com troca de óleo e checkup do motor. Além dela, existe outra empresa que tem como foco principal a troca de pneus e manutenção do sistemas de direção, freio e suspensão. É o caso da Bono. 

Conheça a franquia de estética automotiva

Com um trabalho totalmente diferente de uma franquia para oficina mecânica, as empresas que trabalham com estética automotiva atuam exclusivamente para manter o veículo com a aparência de novo. E assim, manter todas as peças externas bem cuidadas e protegidas. 

É muito comum algumas pessoas confundirem essas empresas com os tradicionais lava jatos que encontramos nas esquinas dos bairros de uma grande cidade. Primeiramente, esses estabelecimentos trabalham com serviços bem pragmáticos e com pouquíssimas variedades. 

Geralmente, eles contam apenas com a lavagem com água e sabão, aspirador para fazer a limpeza interna e o famoso pretinho para dar brilho ao pneu e as partes de plástico do carro. Apesar de ser uma prática muito difundida ao longo dos anos, abrir um lava jato é sinal de baixa rentabilidade, principalmente pelo custo com água. 

Para se ter uma ideia, estima-se que para lavar um carro sejam gastos, em média, 300 litros de água. Sem contar no acabamento abaixo do necessário e os problemas que envolvem a utilização exagerada do pretinho. 

Contra isso, apareceram empresas como a Acquazero. As marcas que trabalham com estética automotiva oferecem uma gama de opções para os clientes, da lavagem com apenas 300 ml de água, até a limpeza técnica do motor. 

A grande vantagem desses empreendimentos está diretamente ligado à capacidade que elas possuem de fazer diversos serviços com ampla qualidade e em um tempo menor, se comparado com outros locais. 

Entre os serviços que podem ser oferecidos dentro desses estabelecimentos estão: cristalização de vidros, enceramento profissional, higienização do ar-condicionado, limpeza e hidratação de couro, impermeabilização de estofados, revitalização de plásticos, polimento de faróis etc. 

Para que você entenda um pouco mais sobre como funciona uma franquia de estética automotiva, separamos o vídeo a seguir. Confira. 

Como está o mercado para oficinas e centros de estética automotiva?

Quando analisamos o mercado de cada um dos segmentos, podemos fazer uma busca pelos mesmos dados. Afinal, o objetivo da franquia de oficina mecânica ou estética automotiva é praticamente igual, mesmo tendo maneiras diferentes de chegar ao mesmo resultado. 

Ou seja, estamos falando de manter o carro com aspecto e aparência de novo. Com o passar dos anos, o cuidado valerá a pena no momento em que for vender seu veículo e conseguir um valor mais próximo da tabela Fipe — lista de valores para carros e de consulta pública divulgada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas. 

Tendo isso em mente, o primeiro dado que o mercado nos oferece com relação a esse empreendimento está ligado aos gastos que cada proprietário de veículo tem, em média, por mês. De acordo com o levantamento feito pela Agência Autoinforme, o brasileiro gasta até mil reais com seu carro. 

Entre as principais despesas estão o combustível, disparado com 30%. Enquanto isso, a busca por peças de reposição e serviços de limpeza aparecem em seguida. Muito desse processo se reflete também no crescimento na venda de carros usados em todo o Brasil. 

Segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), o País registrou, em 2019, um aumento de 2% em comparação com o ano anterior. Sendo a maioria veículos entre quatro e oito anos. 

Já o levantamento que levou em consideração apenas o mês de julho em 2020, mostrou um aumento de 70% em relação a maio. Apesar da queda no primeiro semestre do ano, devido a crise, a expectativa é que esse número continue crescendo ao longo do ano.  

Sobre o mercado de franquias

Com relação ao mercado de franquias, o setor automotivo tem se mostrado muito bem estruturado. A Associação Brasileira de Franchising (ABF), apresentou um levantamento sobre o ano de 2019, onde o segmento conseguiu um crescimento de 7,2% mesmo com aumento de 1,2% em unidades. 

Mostrando uma estabilidade e grande potencial de crescimento nos próximos anos. Principalmente com o número de carros no Brasil. De acordo com o Observatório das Metrópoles, o País conta com quase um veículo para cada três habitantes. A expectativa é que esse levantamento apresente crescimento nos próximos anos. 

Principalmente devido ao desenvolvimento de regiões localizados no Nordeste, Norte e Centro-Oeste, que sofriam com a falta de infraestrutura. Inclusive, foi graças as essas partes do País que foi possível observar o aumento de carros. 

Analisando os dados referentes as franquias no primeiro semestre de 2020, no acumulado o setor de Serviços Automotivos tiveram uma das menores quedas durante a crise. Houve uma redução no faturamento de apenas 0,5%.

Esse resultado foi impulsionado apenas pelo Sudeste, uma vez que as demais regiões obtiveram bons resultados no acumulado.

Descubra o custo para abrir uma franquia de oficina mecânica

Franquia de oficina mecânica: Imagem panorâmica de uma oficina com elevadores e outros equipamentos
A estrutura de uma oficina mecânica se torna mais cara devido aos equipamentos necessários para realizar os serviços

Um dos pontos mais importantes na hora de definir se irá abrir uma franquia de oficina mecânica ou de estética automotiva, é comparar o custo equivalente a estruturação do negócio. Ou seja, quais serão suas despesas para tirar o projeto do papel e mantê-lo funcionando com o passar dos anos. 

Quando pensamos em uma oficina, precisamos levar em consideração a quantidade de equipamentos necessários para executar o trabalho. Além do quadro de funcionários e outros custos comuns como água, luz, reforma e aluguel, precisam ser considerar todas as ferramentas. 

Para que sua oficina possa funcionar, independente do formato em que ela trabalha, será preciso adquirir compressores, elevadores, solda, equipamentos de proteção individual, soquetes e torno mecânico. 

Em outros casos, ainda precisa levar em consideração os equipamentos hidráulicos, carregadores, alinhamento, balanceamento, scanners e máquina repuxadora. Devido a isso, podemos identificar o alto investimento necessário para abrir uma oficina. 

Gastos para uma franquia de estética automotiva

Advertisement

Agora, quando se trata da estruturação de uma franquia para estética automotiva, os gastos são bem menores. Inicialmente, quase todas as marcas possibilitam o trabalho home office. Dessa forma, o franqueado precisa gastar apenas com os equipamentos para fazer a limpeza e seu deslocamento. 

Quando passamos para analisar a estrutura de quem opta por uma loja, a diferença para as oficinas continua muito inferior. Tirando os custos comuns, como vimos anteriormente, o empresário precisa se preocupar apenas com os produtos e equipamentos para fazer o serviço. 

Devido a essa facilidade, a rentabilidade das franquias de estética automotiva tendem a ser maior do que outra opção. Lembrando que rentabilidade é o fator que mede a capacidade que um negócio tem de se pagar. Dessa forma, é simples fazer a previsão de quantos meses você terá o retorno do investimento.

Qual a melhor forma de encontrar o melhor empreendimento?

Antes de optar por abrir uma franquia de oficina mecânica ou estética automotiva, o empresário precisa ficar muito atento as necessidades. Por isso, é aconselhável iniciar a sua busca conhecendo a sua real vontade. 

Empreender é um exercício que tem como objetivo permitir que você trabalhe com aquilo que realmente gosta. Afinal, qual o sentido de aplicar o seu dinheiro em algo que não lhe traz motivações? Acordar todas as manhãs sabendo que carrega esse fardo tende a ser pior que um emprego que desagrada. 

Além disso, durante a vigência do seu contrato com a franqueadora, para que alcance os resultados que você e ela esperam, será preciso enfrentar diversos desafios e problemas. Caso não esteja satisfeito, a tendência é ficar cada vez mais desmotivado. No fim, todo o investimento terá sido em vão. 

Por causa disso, pesquise com bastante cuidado quais os trabalhos você está disposto a fazer. Se gosta de carros, os dois empreendimento podem servir. Mas ainda é preciso levar em consideração outros fatores para determinar qual o melhor para você. 

Dessa forma, separamos algumas dicas para ajudar você a encontrar o empreendimento perfeito. Principalmente em um mercado que conta com muitas opções disponíveis para você se tornar franqueado.

1. Entenda as tendências do setor 

Franquia de oficina mecânica: Homem sentado em seu escritório pessoal, ao lado de uma estande de livros e estudando em sua mesa com computador
O primeiro caminho para se tornar um franqueado de sucesso é encontrar as tendências do mercado automotivo

Inicialmente, faça um estudo bem detalhado sobre o mercado automotivo. Para se tornar dono de uma franquia de oficina mecânica ou estética, você precisa ficar atento aos movimentos que o setor tem feito. 

O mercado está em constante movimento. O que era muito usual há cinco anos atrás, já não é bem visto atualmente. Toda essa mudança é reflexo de uma sociedade que busca cada vez mais soluções para facilitar o trabalho e, ao mesmo, obter uma qualidade nunca vista anteriormente. 

Até 2009, lavar um carro a seco era algo exclusivo para pessoas de classes sociais mais altas. Apesar de utilizar menos produtos e água, o serviço era caro.

Porém, devido a crise hídrica que o País enfrentou durante os anos 2014 e 2016, as coisas começaram a mudar e o serviço possibilitou que muitas marcas fossem reconhecidas em todo o brasil.

Esse foi apenas um gatilho para que as empresas de lavagem a seco começassem a ganhar espaço. Junto com essa condição, também foi possível reparar um aumento na busca por serviços sustentáveis. 

Na última pesquisa realizada pela Union + Webster, 87% dos brasileiros já estão dando preferência para serviços e produtos ligados a preservação do meio ambiente. Mais surpreendente ainda, se estima que 70% prefere pagar mais caro em algo que atende essas diretrizes. 

Esse é o tipo de levantamento que você deve fazer antes de optar pelo tipo de franquia que deseja. Com base nas tendências que você conseguir identificar, mais fácil será para conseguir manter sua presença forte no mercado. 

2. Descubra o seu perfil de empreendedor 

Em seguida, outra dica para que você consiga identificar se é melhor empreender em uma franquia de oficina mecânica ou estética automotiva, é fazer uma estudo sobre o seu perfil de empreendedor. Dessa forma, você terá uma maneira eficaz de identificar quais os negócios mais condizentes com sua condição. 

No geral, existem dois tipos de empresários. O primeiro é mais voltado para vendas e, por causa disso, lida melhor com diversos fatores que envolvem o público.

Ou seja, possui boas técnicas de persuasão, consegue reverter situações com mais facilidade, tem maior capacidade para identificar as necessidades dos clientes etc. 

Em contrapartida, existe o empresário com o perfil administrativo. Nesse caso, ele lida melhor com as situações que envolvem a gestão do negócio. Não necessariamente atua na linha de frente, como o outro, mas lida melhor com os números, faz previsões sobre o futuro do negócio com base em estudos. 

Isso quer dizer que você só pode ser um deles? Negativo. Mesmo que apresente características mais tendenciosas para um lado do que o outro, nada impede você de evoluir seus pontos fracos. Inclusive, essa é uma das características de um empreendedor de sucesso. 

Conhecendo o que você precisa fazer, a tendência é que consiga conduzir a sua franquia com mais facilidade. Ao identificar o seu perfil predominante, basta pesquisar pelo modelo de negócio que melhor conversar com você.

Por exemplo, há marcas de lavagem a seco que permitem o franqueado trabalhar com home office, indo até o cliente para fazer o serviço. Caso queira um espaço físico, também é possível. Já as oficinas, na maioria dos casos permite apenas que você trabalhe em locais mais estruturados. 

3. Faça um levantamento financeiro

Um ponto muito importante na hora de tomar a sua decisão é referente ao dinheiro necessário para tirar o projeto do papel. Vimos que tanto a franquia de oficina mecânica ou estética automotiva possui seus custos. Dessa forma, você precisa fazer um estudo para identificar qual o melhor para o seu bolso. 

Conseguir fazer o levantamento e conhecer o seu poder de compra é uma das partes mais tranquilas de serem feitas nesse processo. Inicialmente, você precisará fazer uma pesquisa detalhada sobre o caminho que o seu dinheiro faz assim que chega na conta.

A dica que podemos passar a você é fazer uma lista separando em duas colunas. A primeira você coloca as despesas referentes as coisas que você precisa, como água, luz. Na seguinte é reservada para aquelas que você deseja. Ou seja, se deixar de ter não irá atrapalhar o seu estilo de vida. 

No primeiro mês que fizer esse trabalho, conseguirá observar um resultado bem animador. Para melhorar ainda mais a economia de dinheiro, você pode entrar em contato com as operadoras de televisão, internet e telefone para conseguir reduzir os valores pagos mensalmente. Há sempre uma opção tão boa quanto a atual e mais em conta. 

Se tiver dívidas pendentes ou com o nome sujo em listas de devedores como o Serasa, entre em contato com o credor para resolver essa situação. Como eles desejam receber o dinheiro, não irão poupar esforços para conseguir encontrar um caminho mais fácil para você quitar o crédito. 

Por fim, para evitar que o seu dinheiro perca valor parado na sua conta ou que comece a ser uma tentação, guarde ele em uma poupança ou outro tipo de investimento que faça ele render. Com o passar dos meses, o dinheiro pode ganhar ou perder seu valor, a famosa inflação. 

4. Observe as franquias de oficina mecânica e de estética automotiva

Homem sentado em frente a um computador analisando documentos e marcando com uma caneta vermelha
Antes de definir a melhor opção, é preciso fazer analisar com cuidados todas as questões que envolvem o negócio

Conhecendo o seu poder de compra e o melhor empreendimento para você, a dica para escolher finalmente qual o segmento irá atuar, se franquia de oficina mecânica ou estética automotiva, você precisa conhecer as empresas disponíveis no mercado. 

Para isso, basta fazer uma busca em sites especializados em franchise e observar a descrição de cada uma das marcas presentes em suas listas. Nesse momento, você terá acesso a diversas informações como o investimento inicial, rentabilidade, prazo para o retorno financeiro etc. 

Mesmo que uma amostra mais generalizada sobre o negócio, você terá condição de conhecer brevemente sobre a franqueadora e saber os principais valores envolvidos no empreendimento. 

Não se esqueça que o objetivo é encontrar a empresa que oferece o melhor custo-benefício para você, e não a mais barata. Quando falamos de empreender, o em conta pode sair mais caro do que imagina. Não se esqueça que as marcas precisam oferecer a você o que ela tem de melhor quando se trata de suporte e treinamentos. 

Assim, você pode acabar investindo em uma franqueadora que não conta com uma boa transferência de know how e expertise. No final das contas, você irá perder dinheiro e precisará gastar ainda mais para conseguir manter o negócio de pé. Sem contar na luta para ter um retorno financeiro. 

Confira as dicas para se tornar um franqueado

O processo para conseguir abrir a sua franquia de oficina mecânica ou estética automotiva exige um acompanhamento bem próximo e cuidadoso para que encontre a melhor opção no mercado. Somente dessa forma, você conseguirá criar um funil que lhe levará ao sucesso da sua jornada. 

Para relembrar, as franquias são empreendimentos que visam autorizar um empresário terceiro de explorar comercialmente uma determinada marca. Esse processo se torna viável graças a transferência de conhecimento feita pela empresa por meio dos treinamentos e suportes. 

Mas para que o negócio possa ser viável, o franqueador precisa seguir alguns padrões impostos pela marca. Nessa regra está incluso, por exemplo, a identidade visual da empresa e a qualidade do serviço que precisa ser empregado. Enquanto isso, todas as questões administrativas e de gestão ficam por sua conta. 

Assim, podemos definir que as franquias são modelos semi-independentes. Essa junção é o que torna o empreendimento o mais seguro do país. De acordo com o Sistema Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), apenas 15% das unidades franqueadas fecham as portas antes de completar 10 anos. 

Comparado com as empresas abertas do zero, a diferença é gigante. A taxa de mortalidade chega a 75%. Todo o sucesso passa principalmente pelo seu processo de escolha. Confira as dicas. 

Avalie a reputação das franqueadoras

O primeiro passo para que você possa começar a sua jornada de franqueado, é fazer uma busca sobre as marcas que mais se identificou ao longo das pesquisas. Essa busca é bem simples e pode ser facilmente realizada sem nenhum esforço. 

Vivemos em um mundo onde encontrarmos qualquer coisa que queremos na internet. Dessa forma, quando falamos para pesquisar a reputação de uma empresa, não seria diferente. O caminho mais simples é indo até as redes sociais da franqueadora e analisar as reclamações presentes. 

Existe um pequeno problema nessas questão e que você precisa ficar atento. Nem todas as reclamações são suficientes para eliminar uma marca.

O importante é verificar a quantidade de críticas semelhantes ou igual. Outro fator importante para levar em consideração é com relação ao número de defensores da franqueadora. 

Nem todos os clientes defendem a marca a todo custo, inclusive é uma situação bem rara. Por causa disso, caso encontre empresas que possuem esse tipo de cliente, valorize. Mas ainda não é o suficiente para você determinar se ela é perfeita ou não. 

Outro meio de avaliar uma empresa é por meio do “Reclame Aqui”. Esse site é responsável por gerar um espaço público para que consumidores possam levantar as questões que geraram algum tipo de desconforto. Assim, cabe à empresa responder e tentar amenizar a situação. 

No portal, é possível chegar a pontuação da franqueadora e verificar também se há reclamações de outros franqueados. Por fim, analise as reportagens que surgem o nome da marca, o site, as postagens etc. 

Entre em contato com a empresa

Casal apertando a mão de outra pessoa em uma cafeteria após fechar um acordo
Conversar com a franqueadora irá permitir que ambas as partes possam se conhecer melhor

Para que você possa se tornar um franqueado, é necessário entrar em contato com a franquia de oficina mecânica ou estética automotiva.

Basta acessar o site da empresa em questão e preencher o formulário disponível para os empreendedores interessados. Em pouco tempo ela entrará em contato com você para iniciar as tratativas. 

Após fazer a sua busca, entre em contato com as franqueadoras que mais chamaram a sua atenção. Esclareça todas as suas dúvidas sobre o empreendimento e os pontos de interesse. Esse será o seu primeiro contato com a marca, então é muito importante que consiga manter uma conversa esclarecedora. 

Além disso, nesse momento a franqueadora irá entrar conversar com você para conhecer um pouco mais sobre o seu perfil. Como se comporta e se está de acordo com o que ela busca em um empresário que deseja se tornar franqueador. Essa etapa não costuma ser muito complicada, então fique bem tranquilo. 

Se você estiver empreendendo junto a um sócio, ele também precisará participar de algumas reunião. Não de todas necessariamente. Ambos precisam ser aprovados pela empresa para que o processo dê continuidade. Não existe um número máximo de encontros que podem ser feitos. 

Na verdade, essa quantidade dependerá exclusivamente de você. Principalmente após o recebimento da Circular de Oferta de Franquia (COF). Documento é fundamental para o prosseguimento do acordo. 

Estude a Circular de Oferta de Franquia (COF)

O próximo passo para se tornar um franqueado é fazer um estudo bem delicado dos dados apresentados na COF. Será graças ao documento que você terá condições de avaliar se o empreendimento proposto é realmente um bom negócio para você ou não. 

Diversas informações importantes para o desenvolvimento da sua unidades estarão presentes neles. Tais como: 

  • Dados sobre a franqueadora, como CNPJ e endereço da sede;
  • Histórico da marca;
  • Balanço e demonstrações financeiras;
  • Pendências judiciais;
  • Relação de franqueados;
  • Franqueados ativos e que se desligaram nos últimos 24 meses;
  • Equipe da franqueadora;
  • Informações sobre o mercado;
  • Descrição do negócio;
  • Características dos modelos de negócio da marca de franquia;
  • Perfil desejado do franqueado;
  • Estimativa de investimento pelo franqueado, com descrição das taxas cobradas;
  • Estimativa de ganhos financeiros;
  • Regras sobre território (se haverá exclusividade ou não de atuação por um franqueado em determinada área);
  • Lista de fornecedores para atuação na franquia;
  • Lista de apoios prestados pela franqueadora;
  • Situação do franqueado após o término ou rescisão do contrato de franquia.

Por contar com uma variedade grande de dados, é aconselhável que tenha um advogado especializado em franquias ao seu lado. O profissional será importante para auxiliar você a entender o empreendimento e esclarecer as dúvidas que aparecerem ao longo da sua analise. 

Não tenha pressa para concluir o seu estudo da circular. De acordo com a Lei de Franquias, o documento deve ser entregue pelo menos 10 dias antes da assinatura do contrato final. Caso o prazo não seja respeitado, o investimento será perdido. 

Avalie o seu contrato final

Após conhecer a COF, o próximo passo é finalizar o processo e dar entrada na sua franquia. Para isso, você precisa informar ao representante comercial da franqueadora em questão sobre as suas intenções e objetivos. Por exemplo, se será o modelo home office ou loja física e a área que deseja atuar. 

Em seguida, será redigido o contrato final para que você possa finalmente se tornar dono da sua franquia de oficina mecânica ou de estética automotiva. Leia com atenção o documento e certifique-se que tudo está de acordo com o que você solicitou e foi negociado com a marca. 

No ato da assinatura do contrato, é necessário pagar a sua taxa de franquia. Esse é o principal valor referente a abertura do negócio. Por ser uma quantia que representa a maior parte do investimento, é possível negociar o parcelamento da mesma dependendo da marca .

Se aparecer alguma franqueadora disposta a negociar essa quantia, fique atento e evite fechar negócio. A principal base de uma boa franqueadora é oferecer condições iguais para todos os seus franqueados. Se alguém se beneficia de uma ação dela, certamente há problemas na estruturação do negócio. 

Certamente a decisão entre os dois tipos de empreendimentos que apresentamos no texto, pode trazer diversas dúvidas para o empresário. São áreas bem parecidas que utilizam basicamente dos mesmos números e dados do segmento. Mesmo com atuações diferentes, são coirmãs. 

Dessa forma, o trabalho para escolher o melhor deve passar por uma série de análises, como o custo para a instalação, perfil e capacidade financeira. Quando esses fatores são estudados, a decisão fica ainda mais fácil. 

Gostou do nosso conteúdo sobre se franquia de oficina mecânica vale a pena investir? Continue em nosso blog no artigo “Franquia de lavagem ecológica de carros: será que lava mesmo?

Advertisement
Advertisement