Implantação de franquia: qual das partes decide o ponto?

Por
em
Pessoas em uma cafeteria.
Advertisement

Para a implantação de franquia, há uma série de decisões que devem ser tomadas pelo franqueado, e algumas delas são também escolhas da franqueadora.

Cada unidade pode ter algum tipo de peculiaridade na hora de iniciar os trabalhos, como uma preferência específica de ponto comercial ou forma de fazer a inauguração.

Para o ponto comercial, momento tão importante no processo de implantação de uma unidade franqueada, a escolha deve ser bem orientada, como veremos.

Entenda quem decide o ponto comercial do negócio

A decisão pela escolha do ponto comercial na implantação de franquia é um momento que pode afetar o desenvolvimento da unidade.

Dessa forma, esta escolha costuma ser feita em conjunto pelo franqueado e pela franqueadora. Esta última orienta o empreendedor para decidir por um espaço que melhor comporte o modelo de negócio.

Nesse sentido, as redes de franquias costumam mapear as regiões para os novos franqueados, com uma análise de geomarketing.

Este estudo mostra o local mais eficiente para a montagem da nova unidade, próxima do público-alvo, com visibilidade para atrair clientes, bem como sendo eficiente para a manter a estrutura do negócio.

No entanto, é o franqueado que busca pelos espaços em que acharia interessante montar a unidade, levando em conta as informações da rede. Por contrato, é responsabilidade dele todos os trâmites de legalização do ponto.

Vale lembrar que em situações bem específicas pode acontecer de a franqueadora já ter o local da unidade e procurar apenas por um franqueado para tocar o negócio naquele local.

Isso ocorre por causa da desistência ou rescisão de um antigo empreendedor.

Do mesmo modo, a experiência da rede pode ser um diferencial para ajudar na escolha do ponto, e com isso ter uma visibilidade e estrutura eficiente para a unidade.

Separamos um ebook com alguns cuidados que o empreendedor precisa ter antes de abrir uma franquia.

Passos para implantação de franquia

Como falamos, a escolha do ponto comercial é um momento decisivo para alguns modelos de negócios de franquias. Logo, o empreendedor deve se cercar de cuidados para subsidiar esta escolha.

Da mesma forma, este passo a passo para implantação de franquia pode variar um pouco de acordo com a marca. No entanto, algumas etapas são mais comuns à maior parte das novas unidades de franquias.

Escolha do ponto comercial

Depois de várias etapas que o empreendedor cumpriu para escolher a franquia, conhecer o modelo de negócio e a Circular de Oferta de Franquia (COF), chegou a hora de buscar um ponto comercial.

Esta escolha é feita em conjunto por franqueado e franqueador, em busca de um local mais adequado para a instalação da marca.

A franquia pode subsidiar o empreendedor com informações importantes, como uma análise do público-alvo na região, bem como facilidades de logística e de divulgação.

Da mesma forma, existem regiões mais carentes daquele produto ou serviço, e isso pode ser importante de se levar em consideração.

Todas estas análises costumam vir no plano de negócios e de expansão da marca, e pode ajudar o franqueado.

Por outro lado, os modelos de franquias home office dispensam esta etapa, pois o empreendedor trabalha de casa. Por isso, estes modelos costumam ser franquias mais baratas.

Arquitetura e instalações

Advertisement

Com a escolha do ponto, começa a etapa de deixar o estabelecimento com a cara da marca e todo o aparato para iniciar os trabalhos.

Dessa forma, dentro do plano de negócios de várias franquias já existe um esboço de unidades em termos de layout.

Por isso que em alguns momentos o franqueado deve escolher o ponto já pensando  no melhor local para implementar a arquitetura necessária para a unidade.

Assim, para alguns tipo de negócios o espaço deve ter uma parte da frente ampla, enquanto outro devem ter um local para estoque e outros trabalhos internos.

Imagem de um homem e uma mulher trabalhando no balcão de uma cafeteria. Imagem ilustrativa texto implantação de franquia.
A arquitetura da loja possui influência direta na eficiência do ambiente de trabalho.

Além disso, para franquias de alimentação a instalação de suprimento de gás e outros detalhes devem ser analisados antes de escolher o ponto.

Portanto, a arquitetura do local deve ser eficiente para execução das tarefas da melhor maneira possível. Isso para facilitar o dia a dia da unidade.

Estabelecimento contábil e legal da empresa

As questões legais não podem ser postas de lado durante a implantação de franquia, e até elas podem definir a escolha de um ponto comercial para o empreendimento.

Isso porque alguns lugares não permitem a instalação de certos tipos de negócio, ou então exigem uma série de adaptações ao local. Por exemplo, as instalações de gás canalizado para redes de alimentação podem demandar uma série de reformas.

Do mesmo modo, antes de abrir uma franquia esta unidade deve ter CNPJ e outros documentos compatíveis com o negócio a se desenvolver.

E a parte contábil da empresa não pode ser negligenciada e é exigência da franqueadora.

Da mesma forma, exigem licenças, como alvarás da Vigilância Sanitária, Corpo de Bombeiros, entre outros.

Assim, fica por conta do franqueado conseguir, mas normalmente a franqueadora possui algumas informações para orientar o empreendedor.

Imagem de uma pessoa usando uma calculadora. Imagem ilustrativa de texto implantação de franquia.
A contabilidade e as questões legais são importantes para a nova unidade da franquia.

Treinamentos do franqueado

Normalmente, para a implantação de franquia, os franqueados passam por algum tipo de treinamento para o início dos trabalhos da unidade. E estes treinamentos já estão inclusos na taxa de franquia.

Vai depender muito do tipo de negócio da franquia, mas alguns destes treinamentos são uma forma de repassar o know how da rede para o empreendedor.

Assim, franquias de serviços ensinam o franqueado a melhor forma de executar os trabalhos. Há também treinamentos de gestão do negócio, captação de clientes, para conhecer o mercado de atuação da rede, entre outros detalhes do sistema de franquias.

A franquia também investe na capacitação dos franqueados para que estes possam desenvolver melhor a unidade e, com isso, trazer retorno financeiro e visibilidade para a marca.

Então, esse treinamento não é essencial apenas para que o franqueado entenda os processos produtivos da empresa e possa reproduzi-los em seu ponto com sucesso, mas também para que ele esteja dentro da visão da marca e crie uma identidade geral.

Marketing para inauguração da franquia

Depois de todos os trâmites para a abertura da nova unidade, resta inaugura-la para o público.

Nesta etapa, a franqueadora possui algumas estratégias de marketing já estudadas para a região ou advindas de experiências anteriores.

Este trabalho é fundamental para novas unidades, principalmente de marcas menos conhecidas no local. Ainda, deve contar com a presença de um representante da franqueadora.

Da mesma forma, é muito importante também que o franqueado participe desta etapa, com a divulgação do seu negócio. Assim, o famoso boca a boca não pode faltar junto a amigos e familiares.

Nesse sentido, um bom trabalho por meio de comunicação, principalmente pela internet, deve ser orientado de forma profissional e eficiente. Claro que dentro das necessidade do negócio e da região.

Portanto, como vimos, são muitos cuidados para a implantação de franquia, e alguns deles nem sempre tão difundido. Mas nem por isso deixam de ser essenciais para o bom desenvolvimento da unidade.

Por fim, separamos um vídeo com algumas informações importantes que nem sempre os franqueados conhecem antes de entrar para o mercado de franchising.

Advertisement
Advertisement