Pensando em empreender? Vejas estas dicas que vão ajudar você a fazer

Por
em
Imagem de um homem sentando em frente um computador trabalhando. Imagem ilustrativa texto pensando em empreender.
Advertisement

Para quem está pensando em empreender, um dos segredos é se preparar bastante para esta jornada, avaliando os diversos detalhes que englobam o processo de iniciar o seu próprio negócio.

Sabe-se que o desejo de muitos brasileiros é abrir o próprio negócio. Segundo pesquisa da Onepoll realizada em 2019, 77% dos brasileiros sonham em empreender.

Contudo, para ter mais chances de sucesso, é preciso se informar bem antes de colocar em prática suas ideias de negócios.

5 dicas para quem está pensando em empreender

O empreendedor é uma pessoa que tem o desejo de iniciar um negócio novo e diferente. Geralmente é um indivíduo que não consegue ficar parado, é curioso e tem sede de novidade.

Nesse sentido, se você deseja muito empreender e não sabe como fazer, então continue lendo esse texto para descobrir algumas dicas de como tirar todas as suas ideias do papel para transformar o seu sonho em realidade.

1. Entenda com o que você quer trabalhar

Quando alguém decide abrir uma empresa, a primeira escolha que precisa fazer é escolher o seu ramo de atividade. Na maioria dos casos, essa definição ocorre antes mesmo da ideia de empreender.

Assim, se você gosta de uma atividade específica, tem algum conhecimento técnico sobre ela e, a partir disso, enxerga um bom potencial de mercado que motive a abertura de um negócio, saiba que você está no caminho certo.

Do mesmo modo, é preciso avaliar o seu perfil empreendedor. Analise se você possui facilidade de atendimento ou é uma pessoa mais tímida. Ainda, se poderá se dedicar ao empreendimento em tempo integral ou não.

Conheça seus gostos pessoais, descubra o que lhe trará mais prazer de trabalhar no dia a dia. Isso facilita o processo, pois é muito melhor dedicar para algo do qual gostamos. Ainda, incentiva a busca por mais conhecimentos sobre o assunto.

Enfim, é uma avaliação que deve ser feita nos primeiros passos para quem está pensando em empreender, para que assim, possa direcionar as próximas etapas do processo.

Imagem de uma mulher usando um computador. Imagem ilustrativa texto pensando em empreender.
Busque negócios que sejam atrativos para você de acordo com os seus gostos.

2. Planeje bem seu orçamento

Advertisement

Desde o início deste processo de empreendedorismo você precisa se planejar bem financeiramente para investir em seu novo negócio.

Nesse sentido, é essencial avaliar o quanto de dinheiro você tem e quais serão os seus custos para a implementação do negócio.

Além disso, estude a estrutura necessária, busque formas mais baratas e eficientes, que podem deixar o negócio mais em conta, e com isso, diminuir o seus riscos.

Por exemplo, faça um plano de negócio considerando o quanto você tem para investir, analise as projeções de ganhos e ainda, separe um dinheiro para o capital de giro e uma reserva para emergências.

É importante separar bem o dinheiro da empresa e o seu dinheiro como pessoal física, assim como contas e gastos.

Por menor que seja a empresa e por mais que você esteja no início, fazer essa distinção vai te ajudar a saber o quanto a empresa está movimentando.

Enfim, faça o planejamento e um plano de ação para cada objetivo que criar. Separe por objetivos de curto, médio e longo prazo.

Com isso, você planeja sua rotina e tarefas diárias de acordo com os seus planos e assim, terá muita motivação no dia a dia.

3. Conheça sua concorrência

Depois de analisar todos estes aspectos internos, o empreendedor já pode passar para o próximo passo: o mercado local.

O melhor ramo para empreender passa também pela busca de boas oportunidades no mercado, seja por lacunas ou momento econômico.

Nesse sentido, analisar o mercado local, entender quais tipos de negócios podem ser mais frutíferos neste ambiente.

Da mesma forma, analisar se o empreendimento que se encaixa ao seu perfil possui muitos concorrentes na região, verificar o “poder” de atuação deles naquele local para saber se são fortes ou não.

Imagem de dois homens conversando sentados em uma cafeteria. imagem ilustrativa texto pensando em empreender.
Frequente a concorrência para entender como funciona o negócio e o perfil dos clientes.

Além disso, é preciso saber se o mercado como um todo está em crescimento, ou se é um tipo de negócio que está começando a cair em desuso.

Do mesmo modo, quem está pensando em empreender deve aprender com a concorrência. Analisar o que as empresas fazem de forma positiva e com isso, direcionar seu negócio no mesmo sentido.

Dessa forma, você consegue pegar uma base junto a concorrência para desenvolver a sua ideia e assim, moldá-la ao seu negócio.

4. Estude para abrir o negócio

Muitas pessoas acreditam que para começar a empreender não é necessário nenhuma preparação, além de talento e vocação natural.

No entanto, se você leva esse objetivo a sério, é muito importante que estude sobre o assunto para aperfeiçoar suas ideias e fazer os resultados aparecerem.

Nesse sentido, é preciso se preparar para cada etapa do negócio. Por exemplo, estudar bastante sobre o mercado e o setor escolhido.

Com uma boa base de conhecimento, o empreendedor estará mais bem preparado para tomar as decisões que vão afetar o processo de desenvolvimento do negócio.

Da mesma forma, é preciso se preparar para realizar uma boa gestão, entender os mecanismos de administração que podem fazer a diferença no dia a dia do negócio.

O estudo sobre empreendedorismo você vai encontra facilmente na internet. Sendo assim, por meio de cursos online, livros e palestras, é possível adquirir todo o conhecimento necessário. A informação está na “palma da mão” e o empreendedor precisa aproveitar isso.

Depois de estudar sobre o seu campo de atuação, o processo de empreender será feito de forma mais segura. Assim, você conseguirá identificar melhor os gargalos do negócio e os pontos chaves para que ele dê certo.

Contudo, apesar destas dicas para quem está pensando em empreender serem de grande ajuda, elas podem ser melhor empregadas em um modelo de franquias.

A seguir, falaremos mais sobre este formato para que você possa conhecer mais.         

Imagem de uma empresária olhando para uma folha de papel em uma mesa de escritório. Imagem ilustrativa texto pensando em empreender.
A busca de informações deve ser constante para quem está pensando em empreender.

5. Considere abrir uma franquia

Para quem está pensando em empreender, o modelo de franquias pode ser a solução que você procura. Isso por que, este modelo de negócio possui uma estrutura e operação preestabelecidas.

Nesse sentido, o empreendedor investe em um negócio maturado, com produtos e serviços testados e aprovados pelo público.

O formato de franquia é como se o empreendedor investisse em uma cópia de uma empresa, oferecendo os mesmos serviços ou produtos que a empresa matriz.

Este modelo é uma boa opção não só por já estar estruturado e possuir um know-how, mas também por ser mais simples e mais fácil de administrar.

Assim, o empreendedor recebe um padrão que ele deverá seguir e um “modo de fazer” simplificado.

Por exemplo, uma franquia possui produtos ou serviços testados e aprovados pelo público em geral. Assim, o empreendedor pode ter uma ideia melhor de como será a aceitação do seu negócio.

Além disso, o modelo é vantajoso, pois o franqueado conta com diversos suportes da franqueadora. Ele terá treinamentos e receberá manuais para entender a operação e o mercado no qual irá atuar.

Do mesmo modo, o empreendedor inicia o negócio sabendo os custos de implantação e de manutenção da franquia. Esses valores são repassados de forma clara na Circular de Oferta de Franquia (COF).

Nesse sentido, é muito melhor para o empreendedor se programar financeiramente e assim, correr menos riscos de se deparar com gastos extras não planejados.

Enfim, para quem está pensando em empreender, conhecer várias opções de negócios existentes no mercado é fundamental. Por isso, leia o nosso conteúdo com várias franquias baratas para escolher aquela que mais combina com você.

Se optar por uma marca, entre em contato com a franqueadora. Contudo, se ainda tem dúvidas onde investir, conte com uma consultoria gratuita com especialistas que vão lhe ajudar neste processo. Acesse: henriquemol.com.br.

Advertisement
Advertisement