Saiba como abrir uma franquia de corretora de seguros

Neste artigo você vai ver

Advertisement

Abrir uma franquia de corretora de seguros pode ser um bom investimento. Mas você sabe o porquê? Aqui, descubra como optar por esse tipo de empreendimento. Preparamos ao longo desse texto um passo a passo para você abrir o seu próprio negócio.

A Superintendência de Seguros Privados (Susep), revelou que, em 2022, o segmento de seguros registrou uma arrecadaçã o

Advertisement
de R$ 355,9 bilhões. Logo, investir em uma franquia de seguros é, sem dúvidas, interessante para quem deseja empreender e lucrar.

Então, na hora de abrir o próprio negócio, é importante avaliar três pontos principais: a sua afinidade com o ramo, o retorno financeiro e a força do mercado. Optar por uma franquia de corretora de seguros é algo que costuma atender facilmente a esses pré-requisitos.

Advertisement

Geralmente, trata-se de corretoras de seguros que cobrem automóveis, residências e viagens. Isso porque, o seguro de vida ainda não é muito usado no Brasil, já que apenas 19% da população tem esse tipo de contrato, de acordo com um estudo da Universidade de Oxford. Continue a leitura!

Por que abrir uma franquia?

Empreender no mercado de seguros por meio de uma franquia é um dos caminhos mais fáceis para o sucesso.

Isso porque, você trabalha com a revenda de seguros dentro de um modelo consolidado junto a uma marca conhecida no mercado. De imediato, seu empreendimento ganha credibilidade com os consumidores.

Além disso, as redes oferecem aos franqueados diversas vantagens, como apoio de SAC, publicidade, assessoria de imprensa, treinamento de equipe, entre outras.

Contudo, essas vantagens variam de franqueadora para franqueadora. Por isso, é importante avaliar bem a empresa com a qual você deseja trabalhar.

Tenha a certeza de que a marca oferece suporte, e que tenha agradado os franqueados atuais. Isso vai garantir que você também conte com um bom atendimento pela franqueadora.

Quem é o corretor de seguros?

Ao abrir uma franquia de corretora de seguros, o empreendedor se torna um corretor de seguros. Nesse sentido, fica responsável por intermediar a distribuição e a venda de seguros.

Ou seja, de modo geral, esse profissional negocia serviços que protegem algum patrimônio (imóveis, carros, entre outros), assim como seguros saúde ou de vida.

Ainda, presta assessoria ao cliente na avaliação de riscos, define o valor e a natureza do seguro. Sem contar o auxílio na seleção da melhor companhia seguradora que ofereça as melhores condições de proteção, atendimento e custo.

São os corretores, em vez das seguradoras, com a melhor capacidade de prospectar e atrair novos clientes. Por isso, o potencial econômico deste tipo de negócio. Logo, os corretores funcionam como uma espécie de ponte entre cliente e empresa seguradora.

Por ser um profissional totalmente independente, o corretor se difere do agente de seguros. Um agente trabalha apenas com uma seguradora vinculada. Enquanto isso, um corretor estabelece negociações com diversas empresas e busca as melhores ofertas para o seu cliente.

Para atuar como um corretor, o empreendedor precisa contar com uma carteirinha da Superintendência de Seguros Privados (Susep). Para isso, é necessário realizar capacitação e uma avaliação para comprovação de proficiência.

Advertisement

Mas ao optar por uma franquia de corretora de seguros, o franqueado pode usar a Susep da franqueadora.

O prazo para uso dessa autorização costuma ser de, no máximo, dois anos. Assim, o indivíduo ganha tempo para trabalhar com o ramo e verificar suas vantagens. Depois, só precisará obter registro se tiver interesse em continuar na atividade.

Logo mais, entenda quais são os tipos de seguros. Mas antes, saber como abrir franquia de corretora de seguros exige que você conheça mais sobre o seu trabalho na sua unidade.

Como será o trabalho na sua franquia de seguros

Como citado anteriormente, uma franquia de seguros tem como principal atividade o relacionamento direto com o cliente. Ainda assim, é possível dividir o trabalho da empresa em três. Confira a seguir quais são eles:

1. Relacionamento com as Seguradoras e Operações

A corretora precisa conquistar a confiança das seguradoras, pois só assim pode representar os seus seguros e oferecer uma maior variedade de opções aos usuários.

Também é por meio de um bom relacionamento e parceria que o franqueado recebe um número maior de comissões. Afinal, venderá mais. Em uma franquia, a franqueadora já indica empresas parceiras para o negócio. Então, basta que o franqueado mantenha o seu bom trabalho.

Mais do que a venda dos seguros, o relacionamento com as seguradoras envolve o trâmite de formulários, liquidações referente aos seguros e outros.

2. Vendas e Relacionamento com Clientes

Na relação com os clientes, o empreendedor tem como papel prospectar os consumidores e demonstrar as vantagens das suas soluções. Com as vendas fechadas, o franqueado se tornará uma ponte entre a seguradora e o segurado, trabalhando para a boa relação entre todos.

3. Administrativo

O franqueado de uma corretora de seguros precisa lidar com aspectos administrativos da empresa. São atividades ligadas à gestão de todo o dia a dia do empreendimento, como contas a pagar, folha de pagamento de eventuais funcionários e mais.

Tipos de seguro

O mercado brasileiro de seguros é bastante amplo, oferece proteções para os mais variados bens e situações. A seguir, listamos alguns dos serviços que um franqueado pode oferecer em sua franquia de corretora de seguros.

Advertisement
  • Seguro Automóvel;
  • Acidentes Pessoais;
  • Empresarial;
  • Pet;
  • Seguro de Vida;
  • Consórcios de Imóveis e Automóveis;
  • Seguro Máquinas e Equipamentos;
  • Frotas de Veículos;
  • Seguro Viagem;
  • Financiamento e Refinanciamento de Veículos;
  • Previdência Privada;
  • Seguro e Plano de Saúde Empresarial e Individual.

Dicas para o negócio de seguros

Com exceção dos seguros patrimoniais e, principalmente, o seguro de automóveis, os demais ramos de seguro ainda são pouco conhecidos pelos brasileiros. Isso porque, ainda existe a ideia de que fazer um seguro é algo extremamente caro, o que não corresponde à realidade.

Advertisement

Os corretores de seguros têm papel importante para mudar esta ideia. Mas quem vai confiar em um corretor que não conhece muito do ramo, não é mesmo?

Sendo assim, para transmitir conhecimento ao seu cliente, você, empreendedor, deve se manter atualizado sobre o setor. Basta participar de simpósios, seminários, cursos e treinamentos na sua área de especialização, bem como outros treinamentos que podem aprimorar seu conhecimento no assunto.

Além de investir no sucesso da empresa, é possível que o empreendedor desenvolva habilidades gerenciais, de vendas, controle financeiro e mais.

Esse é, inclusive, um dos pontos abordados no curso Guia Para Iniciantes. São aulas que você pode acessar clicando aqui, assistir online e entender em detalhes como investir em uma franquia. Sem prejuízo e sem o risco de escolher uma marca ruim.

Advertisement

Dentre as recomendações aos Corretores de Seguros que constam no Código de Ética da profissão (elaborado pela CNSeg), destacamos:

  • Orientar e assessorar os seus clientes, de forma transparente, para a adequada proteção e cobertura dos seus riscos pessoais e patrimoniais, formulando suas propostas com base no estudo dos risco e informando os riscos excluídos;
  • Guardar absoluto sigilo em razão do exercício profissional, ressalvados os casos previstos em lei ou quando solicitado por autoridades competentes;
  • Abster-se de dar pareceres ou emitir opiniões sem estar suficientemente informado, autorizado e devidamente documentado.

Passo a passo de como abrir uma franquia de corretora de seguro

Assim que tomar a decisão de abrir a sua franquia de seguro será preciso passar por algumas etapas. Nesse processo estão a escolha da franquia, a pesquisa pela franqueadora e o estudo bem detalhado sobre o que será oferecido. Só então, a confirmação definitiva para fechar o negócio. Veja a seguir o passo a passo.

1. Demonstre interesse na marca

Assim que o empreendedor se decide por uma marca de franquia, precisa demonstrar interesse em abrir uma unidade do negócio. Para isso, basta acessar o site da empresa franqueadora e preencher um formulário.

2. Leia a COF

Logo que demonstra interesse na franquia, o usuário acessa a Circular de Oferta de Franquia (COF) da marca.

Esse documento indica todos os dados importantes sobre a empresa, como sua situação legal, valores para investimento e modelos de negócio. Assim, é essencial ler a COF, para ter certeza das suas vantagens.

3. Converse com a franqueadora

Um candidato a franqueado deve avaliar a franquia, mas, ao mesmo tempo, será avaliado. Isso acontece, pois as franqueadoras têm um perfil ideal de franqueado, que converge para os mesmos objetivos e visão de negócio da marca. Por isso, será necessário conversar com a companhia e apresentar o seu perfil.

A conversa com a franqueadora também serve para tirar dúvidas e verificar se o negócio é mesmo o que você deseja. Juntos, você e a marca de franquia poderão chegar a um acordo vantajoso para ambos.

4. Escolha o modelo de negócio

Normalmente, uma franquia de corretora de seguros tem dois modelos de negócio: home based e loja física. Na primeira opção, o empreendedor trabalha de casa; na segunda, estabelece um espaço físico comercial para a sua unidade.

Para escolher entre uma loja física e home based, é importante considerar o seu perfil e capacidade de investimento. A franqueadora pode tirar suas dúvidas quanto a melhor opção.

5. Registre sua empresa

Por ser uma “cópia” de uma empresa que já existe, a franquia terá o mesmo nome fantasia da “marca matriz”. Porém, sua razão social e CNPJ serão diferentes. Sendo assim, é necessário registrar a empresa nos órgãos competentes como a Junta Comercial.

6. Realize o treinamento da franqueadora

A padronização de serviços e do modo de fazer é a base do sistema de franquias. Dessa forma, todo franqueado precisa realizar o treinamento da marca escolhida para poder atuar. Em muitos casos, essa capacitação acontece de modo online, o que agiliza a abertura do novo negócio.

7. Abra sua unidade

Com a empresa registrada e treinamento realizado, o franqueado já pode começar a atuar! No modelo home office, as atividades poderão começar mais rapidamente.

Enquanto isso, o modelo loja física vai demandar que o espaço comercial tenha sua obra e adaptação concluída para o atendimento presencial do consumidor.

Vale ressaltar que cada uma das etapas citadas para abrir uma franquia de corretora de seguros conta com o suporte da franqueadora. Assim, a marca garante mais agilidade no passo a passo e aumenta as chances de sucesso do franqueado. Veja outras vantagens desse investimento no vídeo a seguir.

Perfil do empreendedor de Corretora de Seguros

Com um mercado tão amplo, além de várias opções de franquias e corretores, como se destacar e sair na frente dos demais?

Essa é uma pergunta que não tem resposta exata. Mas podemos dizer quais são as características importantes para se tornar um empreendedor de sucesso nesse ramo. Agora, conheça o perfil ideal para quem deseja abrir uma franquia de corretora de seguros.

Visão empreendedora

Ter um propósito, ou seja, um objetivo de onde pretende chegar com o seu negócio, é uma forma de estar sempre em movimento, buscar melhorar sempre e nunca estagnar no tempo.

A vontade de crescer no seu empreendimento é o combustível que faz mover o processo. Então, tenha sempre um objetivo para alcançar diariamente e trace metas.

Fazer funcionar o planejamento

É fundamental que exista um planejamento para tudo que se dispõe a fazer. No sistema de franquia existe um plano de negócios a ser cumprido. Porém, nada impede que você tenha o seu próprio planejamento interno para colocar em prática o que se espera de uma franquia.

Ser organizado com o trabalho na franquia

Como o segmento de seguros é um setor que envolve muitos documentos e informações, além de procedimentos. Portanto, é de extrema importância que você seja organizado.

Isso porque, lidar com informações de várias pessoas, ao mesmo tempo, demanda boa administração e ganho de prazo quando for necessário localizar informações.

Por fim, é preciso saber organizar tanto os documentos físicos, pastas e papéis, quanto os digitais, que também podem ser separados nas pastas de cada cliente.

Esteja sempre disponível para o cliente

Nesse setor é imprescindível que você seja uma pessoa atenciosa, tenha disponibilidade para esclarecer dúvidas e atender as necessidades do seu cliente. Ou seja, ser prestativo e manter um bom relacionamento com eles e com as seguradoras com as quais irá trabalhar.

Tudo isso auxilia tanto na qualidade do seu trabalho, quanto nos resultados. Além disso, o seu cliente é a sua melhor propaganda. Muitas vezes é por meio dele que você terá novas oportunidades de negócios.

Perfil de perseverança

Como em todo empreendimento, é preciso perseverar para resistir as possíveis dificuldades que possam ocorrer ao longo do caminho.

Momentos de crises inesperadas podem desmotivar empreendedores de todos os ramos, mas é a sua persistência e motivação que vão fazer você superar esses momentos caso ocorram.

Domínio das técnicas de gestão

O investidor que está à frente do seu negócio precisa conhecer sobre gestão financeira. Desse modo, por mais que nunca tenha tido experiências anteriores, precisa buscar desenvolver esse perfil ou pelo menos tomar conhecimento de como administrar a sua franquia.

Embora tenha o suporte oferecido, quem administra a franquia é o próprio investidor. Portanto, conhecer técnicas de gestão financeira (especialmente fluxo de caixa), de vendas e processos fará toda a diferença no dia a dia do negócio.

Fortalecer a rede de contatos

Quem quer abrir uma franquia corretora de seguros precisa saber como administrar e aumentar a sua rede de contatos. Principalmente se a opção de negócio for uma franquia home office. E mesmo que não seja, é por meio desses primeiros contatos que você pode adquirir novas oportunidades.

Nesse sentido, tudo vai depende de como você atenderá esses clientes. Alavancar a sua rede de contatos é característica de todo bom corretor de seguros.

Opção de franquia de Corretoras de Seguro

Você pode contar com a Quisto para empreender com a sua própria franquia de corretora de seguro. Sendo assim, analise e conheça as vantagens e potencial da marca.

Gostou da possibilidade de abrir em uma franquia? Que tal ser dono de uma corretora de seguros e ainda contar com o apoio de um grupo que só cresce no mercado brasileiro? Chegou o seu momento! Abra o seu negócio e ganhe dinheiro.

Advertisement

Advertisement

Qual franquia combina com seu perfil?

Preencha o formulário e fale com um consultor das nossas marcas.

POSTS RELACIONADOS